1. Spirit Fanfics >
  2. Uma Mãe Solteira e Sete Lolis >
  3. 7 Garotas Inesperadas

História Uma Mãe Solteira e Sete Lolis - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Então, antes de começar tenho muitas coisas para falar.

1- Eu odeio Lolicons, lolicons são pedófilos e pedófilos devem morrer, e se vc é um lolicon, pode ir embora! E pare imediatamente de ser um lolic- quero dizer, pedófilo! (como perder leitores rápido e fácil)

2- Se você conhece minhas outras histórias, eu não desisti delas tá? O meu plano é ir para minha dr (estou quase lá) e enquanto eu estiver aí minha Eu2 irá escrever vários capítulos (se não entendeu nada, pesquise por biokienesis e depois Realidade Desejada, depois vem me agradecer por ter feito você conhecer isso).

3-Eu vou deixar as informações das meninas e da Isabela nas notas finais.

4- Pare de ser lolicon.

5- Eu ainda vou fazer a capa da história, só não fiz ainda porque não tenho como editar.

6- Eu fiquei pesando que esse "mãe solteira" pode remeter a algo sexual mas não é nada disso tá

7- Boa leitura

Capítulo 1 - 7 Garotas Inesperadas


 

Eram 14 horas, Isabela estava desesperada, à algumas semanas havia perdido o emprego e há pouco o namorado dela terminou com ela, ela já tinha recorrido a todas vagas de emprego abertas perto de onde ela mora. Só lhe falta tentar numa sorveteria, que não era as das melhores sorveterias do bairro e nem a pior (ou talvez a pior) mas era o que restava.

 

-Olá Isabela, conseguiste algum emprego?- Perguntou o Cleyton, um dos funcionários daquela sorveteria.

-Não, não consegui nenhum. Então agora pretendo trabalhar aqui, vocês estavam querendo mais funcionários mesmo.

-Nunca pensei, da maior cliente para uma funcionária.

-Tá quero falar com o gerente.

-Para quê?

-Para entrevista de emprego e essas coisas.

-Irmã, aqui nós não fazemos isso. Já estás contratada. Você irá fazer os gelados e servir eles.

-Eu nem sei fazer gelado.

-Vais aprender, agora vais conhecer o estabelecimento e os nossos colegas.

-Tá.- Isabela conheceu cada canto de lá e os seus colegas, além disso conversaram muito, ela aproveitou e aprendeu a fazer gelados, quando ela saiu já eram 17H40.

-Tchau gente!

-Tchau Isa!


 

Enquanto Isabela caminhava para casa ela se depara com uma criança deitada no chão usando um papelão como cobertor do outro da estrada. Isabela já se deparou com vários animais abandonados, e sempre levava eles para um abrigo ou alguém que possa cuidá-los mas nunca se deparou com uma criança, Isabela então estava indo em direção a ela. A garota que estava semi acordada percebeu, rapidamente ela levantou, não sabia muito o que fazer e tinha certeza que aquela moça iria na direção dela. Isabela então ficou alguns metros de distância dela e perguntou:

 

-Você tá bem?- A voz da Isabel ressoou nos ouvidos da garota, a mesma não queria dizer que não estava nada bem pois aquilo só faria a mulher falar mais.

-S-sim, está tudo bem.

-Sério? O que você fazia debaixo desse papelão aí no chão? Os teus pais?

-Err… Eu-eu eu estava só… só- Antes que ela percebesse, Isabela abraçou-a.

-Não precisa ter medo, eu não irei te fazer nada de mal, pode contar tudo…

-Bem… Os meus pais abandonaram-me anteontem à noite, eu não sei por quê eles só me tiraram de casa falando coisas tipo “Volte quando aprenderes a lidar com as consequências”, “Olha o que você fez connosco, olha o que você fez com sua família!” e coisas assim… Eu não sei como explicar.

-Tudo bem, olha, você quer passar a noite na minha casa?

-Po-posso?

-Claro que sim.

-É claro que eu aceito!


 

A Isabela levou a garota para sua casa, lhe deu de comida e mais tarde foram dormir.

 

-Boa noite, mamãe.

-Hum? Ah, boa noite também.



 

Dia Seguinte

Pov Garota

 

Quando eu acordei a mulher já não estava aí, o telefone dela estava na banca eu liguei o telefone e vi que eram 7 e 40 minutos. Saí da cama e fui para casa de banho, tomei um banho, fui vestir-me e desci. Procurei a mulher pela casa mas não demorou muito e eu vi ela na cozinha terminando de fazer o pequeno almoço

 

-Bom dia!- Gritei animada.

-Bom dia querida, já acordou?

-Sim.- Disse e me sentei.

-Vais querer comer?

-Sim!- Ela me deu um pão com ovo e leite.- Hmmm, tá muito bom!

-Obrigada.- A mulher disse e mordeu o seu pão.- Bem, nós já jantamos juntas e dormimos juntas mas nem se apresentamos direito. Meu nome é Isabela e tenho 27 anos, à alguns dias perdi o meu emprego mas ontem consegui um novo numa sorveteria e inclusive, quando saí de lá encontrei você.

-Hmm, bem… Meu nome é Hana e tenho 10 anos err… Eu gosto de hambúrguer e da cor azul.

-Hmm, que coisa fofa.- A Isabel disse e fez carinho no meu cabelo- Sabe, quando acabarmos de comer vou te levar num sítio muito especial.

-Hã? Sério!? Eba!- Digo e coloco todo pedaço do pão que faltava eu comer para a boca.

-Cuidado menina.


 

-Pronto terminei, vamos!

-Sim, sim mas espera… Você já tomou banho?

-Já!

-Tá vamos.



 

Quebra de Tempo
 

-Chegamos!

-Eba! Então, é essa casa gigante?

-Sim, olha o que está escrito nessas letras gigantes.

-Hmm “Orfanato Reino das Crianças”? O que é um orfanato mesmo?

-Orfanato é a nomenclatura utilizada antigamente para determinar um estabelecimento que recebia crianças e adolescentes órfãos.

-Quê?

-Esse orfanato é um lugar super legal, você receberá tudo que sempre precisou. Farás vários amigos, terás aulas e têm médicos para cuidarem de você quando tiveres dói-dói, também brincarás muito, muito, muito! E um dia vai chegar pessoas com muito amor no coração para cuidarem de você serão os teus novos pais! Mas serão bem melhores que os teus antigos!

-Então quer dizer que não vou ficar contigo?

-Yep, vai ser incrível lá, vamos entrar para poder-

-NÃOOOOO! EU QUERO FICAR CONTIGO, CONTIGO, CONTIGOOOO! PUFAVO!!!

-Err, desculpa mas não tem como eu ficar contigo. Eu vou passar o dia fora de casa e não sei como cuidar de uma criança.

-NÃO FAZ MAL! SE VOCÊ QUISER EU TE AJUDO NO TRABALHO NA SORVETERIA!!! SÓ ME DEIXA FICAR CONTIGO, PUFAVO! PUFAVO! PUFAVO!

-Olha vou pensar lá no meu trabalho, enquanto isso vais ficar lá na minha casa.

-Tá bom.

-Vamos pra casa.

 

Quebra de tempo

 

Pov Narrador

 

-Esse é meu número, qualquer coisa ligue pelo celular que está na secretária, fique atenta no celular que eu vou ligar de vez em quando ok?

-Tá certo!

-Na cozinha tem pão e cereal. Se tiveres com fome podes fazer um lanche básico, tá?

-Sim!

-Agora tchau, fique bem.

-Tchau!- A Hana diz e fecha a porta.

-*suspiro* Eu tenho que pensar o que fazer com ela, não vai ser possível eu fcar com ela…


 

Quebra de Tempo


 

-Cheg- QUÊÊÊ!!!!- A Isabela chega em casa e se assusta com o que ela encontra em casa.

-Oiii!!!- Todas as meninas gritam em uníssono.

-Au!- E um cão também

-O-o que se passa aqui?! Hana quem são essas? E esse cão?!

-Errr… Essas são as minhas amigas.

-Tuas amigas?! O quê que elas fazem aqui?! Os pais delas?

-Sim são minhas amigas, elas vieram brincar comigo, estava muito chato e eu chamei elas incluindo o Buddy! Elas não vivem com os pais.

-Errrr… Elas também foram abandonadas?

-Mais ou menos, cada uma vai se apresentar!

-Eu sou Kanna, tenho 5 anos! Eu não sei muito bem mas eu ouvia sempre os meus pais a falarem que deveriam me botar ou bortar, eu não lembro e então um dia eles me deixaram na rua!- Falou uma menina que aparentava ser a mais nova de lá.

-Eu sou Sayori! Tenho 6 anos e fui roubada por um homem muito estranho! Ele me levou para uma casa, não sei se era a casa dela. Ele me deitou na cama e depois ele se deitou também lá! Começou a falar umas coisas estranhas e depois começou a tirar a roupa! Mas naquele momento eu só pensava em fugir, então enquanto ele se distraía a tirar roupa eu corri, abri a porta, desci as escadas e fugi. Eu lembro que ele me chamava e queria correr até mim. Enfim, eu corri muito e depois eu nem sabia onde estava. Eu só quero a minha mãe!!!- A última parte ela falou gritando.

-Meu nome é Ruki, tenho 12 anos, os meus pais não aguentaram a minha genialidade então me deram para a amiga da minha mãe, ela também não aguentou a minha genialidade e chutou-me de casa.- Disse como se não se importa-se.

-Algo aí parece falso…- Disse a Isabela.

-Falso é as tuas pestanas.- Disse a Ruki.

-O que disse menina?!

-Meu nome é Luna...  Tenho 11 anos de idade… E eu se perdi dos meus pais… Nós estávamos no Shopping… Estávamos indo embora porém eu me distrai com algo e fiquei lá olhando… Quando dei conta os meus pais não estavam mais comigo… Procurei pelo parque de estacionamento eles mas não vi nada… Eu pensei que podia voltar para casa fácil porém não consegui… Eu só queria puder voltar para o shopping para pedir aos funcionários para ligarem para a minha mãe, ou ficar lá até eles voltarem para vir me buscar…

-Você tem os números dos teus pais?

-Só o da minha mãe.

-Certo.

-Meu nome é Nikki! Os meus pais acharam estranho essas orelhas e cauda então me jogaram fora! Ah, tenho 6 anos!

-Pera… De onde vieram essas orelhas e cauda?

-Não sei.

-Eu sou a Moochi! Tenho 11 anos! Os meus pais viajaram e nunca mais voltaram! Eles disseram que voltavam na próxima semana, mas não vieram! Passou 2 meses e eu saí de casa para descobrir coisas novas, mas acabei me perdendo.

-Tá então vocês todas são amigas da Ha-

-Espera!- Disse a Kanna com a sua voz fofa.- Ainda tem o Buddy!

-Au!

-O Buddy era um cachorro que vivia na rua e virou nosso amigo!- Contou a Kanna.

-Hmm, legal.- Disse a Isabela.

-Moça.- Chamou a Sayori- A Hana nos contou de você, quero ficar contigo também.

-Nós todas queremos!- Disse a Moochi.

-M-mas… Eu…

-Você deixou a Hana, porque nós não podemos!?- Disse a Kana.

-Eu deixei a Hana?!

-Sim!- Todas disseram menos a Luna.

-Moça, moça! Nós não fazemos bagunça! Olha para a casa, tá limpinha!

-Bem, está mesmo…

-Eu não te conheço, mas até gosto de ti. Sinta-se lisonjeada.- Disse a Ruki.

-Moça, eu te peço… Por favor…- Disse a Kanna.

-Au!- Latiu o Buddy.

-Tá,eu vou ver o que fazer.

-Eba!- Todos elas gritaram menos a Luna que falou baixinho.

-Espera, vocês não querem ir num orfana-

-NÃO!

-Tá, mas não tenho quartos suficientes para vocês.

-Algumas vão dormir na cama contigo, outras dormem no chão do quarto e às outras na sala.- Disse a Moochi.

-Sim, eu vou dormir com a mamãe!- Disse a Kanna.

-Eu também!- Falou a Hana.

-Eu vou dormir no chão do quarto.- Disse a Sayori.

-Eu também.- Disse a Nikki.

-Eu, a Luna e a Ruki podemos dormir na sala.- Falou a Moochi.

- O Buddy vai dormir no quarto.- Disse a Kanna.

-Talvez a Luna não vai puder dormir com vocês.- Disse a Isabela.

-Por quê?- A Moochi e a Kanna falaram em uníssono.

-Luna, dá o número da tua mãe.

-Espera… Você vai ligar para a minha mãe? Muito obrigada… Este é o número…- Luna diz o número para a Isabela, que logo disca no seu telefone.

-Está chamando.- Disse a Isabela.



 

Chamada on

???: Alô? Com quem falo?

 

Isabela: Boa noite, desculpa o incomodo. Você é a mãe da Luna?

 

???: Luna? Uma garota com cabelos pretos e misteriosa? Sim sou.

 

Isabela: Boa, eu estou aqui com ela, amanhã de manhã você pode pegar ela. Ela está muito animada em pensar em te reencontrar.

 

Mãe da Luna: Querida, pode ficar com ela. Aquela menina era estranha, eu só aproveitei a oportunidade e me livrei dela.

 

Isabela: Quê?! O teu marido sabe disso?

 

Mãe da Luna: Óbvio, ele acha ela mais estranha ainda.

 

Isabela: Vai tomar no cu! Vai cuidar da tua criança!

 

Mãe da Luna: Tchau querida.


 

Chamada Off

 

-.... Eu...- A Luna começou a chorar baixinho.

- Não precisa chorar.- A isabela abraçou a Luna.

- Pelo lado positivo você vai ficar connosco!- Disse a Kana.

 

Quebra de Tempo

 

Já era hora de dormir, às meninas já estavam cansadas e entraram em sono profundo rápido, mas a Isabela ainda estava preocupada com as meninas, ela sabia que não pode ficar com elas.


 

-Mamãe.- Disse a Kanna, assustando um pouco a Isabela.- Obrigada, te amo.


Notas Finais


E foi isso, o vosso comentário é muito importante ainda mais para o primeiro capítulo. E como disse acima, deixarei aqui as informações de cada uma. Todas as imagens eu peguei do Pinterest e só depois eu fui procurar se o personagem existia num anime ou mangá (nem todos achei então acho que só são desenhos mesmo, se um dos desenhos serem teus, diz e prova para eu puder dar os créditos.



Nome: Hana (quando eu vi o nome achei bonito então decidi usar o mesmo nome)
https://www.pinterest.ie/pin/187040190760366268/
Idade: 10
Personalidade: As vezes fofa, inteligente e muito apegada
Cor favorita: Azul
Medos: Palhaços
História: Foi abandonada pelos pais sem motivo aparente.


Nome: Kanna (vocês devem estar cansados desse nome)
https://br.pinterest.com/pin/646196246521502438/ /https://br.pinterest.com/pin/746823550695163312/ https://br.pinterest.com/pin/799740846317418875/ https://vignette.wikia.nocookie.net/watashi-ni-tenshi-ga-maiorita/images/0/0a/Noa_Himesaka_Anime.jpg/revision/latest?cb=20190325211623 (aqui ela tá mais alta, mas ela é bem baixinha mesmo, como uma criança de 5 anos)
Idade: 5
Personalidade: Muito fofa e meiga
Voz: Uma voz super suave e fofa.
Cor favorita: Amarelo
Medos: Objectos que fazem barulhos estranhos.
História: Não era suposto ela nascer mas os pais não queriam recorrer ao aborto, porém quando ela nasceu a acharam muito linda e decidiram ficar com ela mas ela começou a dar muito trabalho então lhe deixaram na rua.




Nome: Ruki
https://br.pinterest.com/pin/646196246521502402/ (a aparência não é bem assim, a roupa e o cabelo são os mesmo mas ela não tem as bochechas rosadas)
Idade: 12
Personalidade: Rebelde, egoísta, orgulhosa e debochada.
Cor favorita: Preto
Medos: Escola
História: Ela era muito rebelde e os pais acham ela insuportável, então sem mais nem menos deram ela para a amiga da mãe da Ruki. Mas a amiga da mãe da Ruki não suportava a Ruki e chutou-lhe de casa.

Nome: Luna
https://br.pinterest.com/pin/646196246521501877/
Personalidade: Calma e misteriosa
Voz: Calma e baixa.
Cor favorita: Roxo
Medos: Fadas
História: Se perdeu de casa


Nome: Nikki
https://br.pinterest.com/pin/646196246521530481/ (ainda estou insegura com essa aparência)
Idade:6
Personalidade: Curiosa, fofa e tímida
Cor favorita: Branco e vermelho
Medos: Aranhas
História: Os pais se assustaram com a cauda e as orelhas que nasceram de repente nela.

Nome: Sayori
https://br.pinterest.com/pin/646196246521502429/ https://br.pinterest.com/pin/646196246521501941/ https://br.pinterest.com/pin/828310556447071289/
Idade: 6
Cor favorita: Azul
Medos: Homens grandes
Personalidade: Fofa, extrovertida e aventureira
História: Foi roubada por um pedófilo.


Nome: Moochi
https://br.pinterest.com/pin/646196246521516244/
Idade: 11
Personalidade: Líder, extrovertida
História: Os pais dela viajaram e nunca mais voltaram.




Nome: Buddy
Espécie: Cão
Raça: SRD ( sem raça definida, vira-lata)
Pelagem: Parecida com a do Border Collie
Cor: Branco e Preto
Idade: 3 meses
Personalidade: Ativo e muito expressivo.
História: A mãe dele foi abandonada e não era castrada, ela teve 8 filhotes mas só um sobreviveu, o Buddy que depois foi encontrado pela Kanna e mostrou as amigas dela.





Nome: Isabela
Ela não tem uma aparência definida mas ela é ruiva (o cabelo dela é parecido com o dá Sónia mas não tem os acessórios de coracão https://www.kindpng.com/picc/m/0-3668_pokemon-sword-and-shield-sonia-hd-png-download.png), se vocês tiverem uma imagem de uma mulher ruiva estilo anime (não tem seios gigantes) agradeceria se mostrassem.
Idade: 27
Personalidade: Séria, feliz, preocupada e inteligente.








Já têm a sua garota favorita? Ou vão decidir a sua favorita ao decorrer da história? Por favor, se gostou ou não, comente.
Tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...