História Uma Namorada para TaeHyung - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 2.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Capítulo 22


O retorno dos rapazes foi tranqüilo. A ansiedade tomava conta de cada um. Já tinham feito uma lista de tarefas que queriam realizar individualmente. Teriam uma pausa de três dias entre os shows e era a oportunidade que tanto esperavam para serem livres. Nada poderia atrapalhá-los. O motorista os levou diretamente do aeroporto para o prédio, tinham alguns detalhes a serem acertados com Park Kwang antes de curtirem a liberdade que os aguardava.

Conforme passavam pelos funcionários eram cumprimentados. Hoseok procurava um rosto familiar, mas não a encontrava em lugar nenhum. Deveria estar muito ocupada. Durante os shows que realizou sempre trocavam mensagens antes dele ir dormir e isso o deixava mais leve.

Passaram em frente a sala onde Joy recebia todo o treinamento necessário.Acharam estranho ao escutarem a risada do coreografo. Era raro que ele gargalhasse durante ensaios. Para ele era sagrado. Todos estavam extremamente ocupados, mas a reunião entre eles não levaria muito tempo como esperado. Eram apenas algumas orientações que não deveriam ser deixadas de lado em hipótese alguma.

— Amor não esqueça que temos uma sessão de fotos! — exclamou Seo Yeon animada.

— Nos encontraremos no estúdio. — disse ele simplesmente.

Ele se despediu da namorada e correu para falar com Joy assim que a viu sair da sala de dança. Realmente ela havia dado o melhor de si logo no primeiro dia, pois estava coberta pelo próprio suor. O sorriso que ela mostrou ao vê-lo causou-lhe um arrepio em todo o corpo. Obviamente que ela não iria lhe dar um abraço em público, mas só aquele simples gesto já era o suficiente para lhe deixar nas nuvens. Por que Seo Yeon não era daquele jeito?

— Ainda está viva — brincou ele — Isso é um bom sinal.

O coreografo que estava ao lado dela percebeu os olhares fofos. Taehyung não conseguia disfarçar o que sentia, mas Joy não se abalava. Joy não conseguia acreditar que eles haviam retornado o quanto antes.

— Ela é melhor do que vocês... Não reclama de nada. — olhou para Joy — Vai tomar um banho, se alimente e descanse. Deixa esse babaca pra lá.

Ambos riram sem graça.

— Continue nessa garra. — incentivava o homem.

Esperaram até que o homem desaparecesse.

— Está tudo bem? — quis saber ele preocupado — Parece que não dormiu muito bem.

— Estou sim, só não foi uma das melhores noites que tive. Acho que fiquei muito ansiosa com os treinos. — mentiu ela.

— Imagino. Quer comer alguma coisa?

— Só preciso de um banho. — era tudo o que ela mais desejava. — Estou de alma lavada, dancei como nunca antes.

— Eu tenho uma sessão de fotos com a Seo Yeon daqui à uma hora e meia. O Hoseok disse que iria para me dar apoio moral. — começou ele cauteloso — Seria legal se você o acompanhasse.

— Não perderia por nada.

Ele sorriu maravilhado. Despediu-se rapidamente, pois se continuasse diante dela acabaria cometendo uma loucura. Manter o foco estava fora de cogitação, mas ele bem que tentava.

 

***

 

Depois de estar devidamente tomada banho e mais relaxada, Joy esperou que Hoseok aparecesse. Nunca havia visto uma sessão de fotos entre casais reais, mesmo que alguns deles tivessem problemas de conexão. Sem perder o animo, Hoseok chegou dando um susto na jovem. Juntos caminhavam em direção ao estúdio.

O estúdio onde estaria acontecendo a sessão não ficava muito longe do prédio da Big Hit. Estar com Hoseok era como estar com um irmão bagunceiro. Ele amava fazer com que as pessoas rissem e se sentissem vivas. A visão que ele tinha de mundo era encantador. Se as pessoas fossem como ele haveria mais esperança de dias melhores.

Ao chegaram ao local ambos foram bem recebidos pela equipe. Taehyung e Seo Yeon já faziam alguns testes de luz e poses. Estavam todos muito concentrados nos mínimos detalhes. Hoseok e Joy riam discretamente enquanto a sessão de fotos acontecia. Ele até arriscou fazendo algumas poses engraçadas.

A equipe estava empolgada por ser uma das melhores campanhas que receberam. Ter como estrelas Taehyung e Han Seo Yeon era como estar no céu.  Perceberam que o fotografo se mostrava exausto de tanto pedir que Seo Yeon fizesse alguma pose diferente, mudasse a expressão. Talvez se ela estivesse usando outro figurino resolvesse alguma coisa. Fizeram uma pausa de cinco minutos. Tempo mais que suficiente para ela pudesse voltar ao seu estado “normal”.

Tae fez um sinal para que eles ficassem à vontade. Aquele lugar parecia perfeito. Todas as luzes, o foco em uma única pessoa. A magia existia naquele cenário.

— Como assim o vestido não serve? — reclamava Seo Yeon. — Não é possível que eu tenha engordado. Só como salada.

Hoseok baixou a cabeça para não rir. Apenas ele sabia da verdade. Aproximou-se para explicar o ocorrido para Joy.

— Ela come feito um dragão. Achava que não corria o risco de engordar e agora vemos o resultado. — sussurrou Hoseok.

— Que triste! — foi tudo o que Joy comentou.

A equipe já não sabia mais o que fazer em relação ao comportamento de Seo Yeon. Ela estava sendo grossa com pessoas que estavam fazendo o seu melhor para que aquela sessão desse certo. Taehyung optou por sentar-se ao lado dos amigos. Não havia muito o que ele pudesse fazer. Lidar com o temperamento de sua namorada era cada vez mais complicado.

— Talvez você tenha mesmo engordado. — arriscou uma das figurinistas.

— Ótimo!  — exclamou Seo Yeon tirando o vestido — Eu não vou continuar essa sessão de fotos ridícula. Odeio todos vocês! Se acham competentes demais e não sabem nem fazer um figurino maravilhoso que caiba na sua estrela. Quero ver encontrar alguém à minha altura para essa campanha.

Já com um vestido menos chamativo Seo Yeon saiu do estúdio a passos largos. Nem mesmo Taehyung conseguiria alcançá-la. Agora sim ele se sentia perdido em meio a todo aquele show.

— O que faremos? — perguntava o fotografo para Park Kwang — Não temos modelo e as fotos que tiramos antes não vão servir de nada. A maioria saiu borrada e a culpa não é minha.

Hoseok levantou-se e foi em direção a eles. Pediu que lhe mostrassem algumas das fotos, mas na sua cabeça já tinha a resposta para todos os seus problemas. Conversou com eles de modo que não chamasse muita atenção do restante da equipe. Tinha que ser uma surpresa. Aos poucos algumas pessoas começaram a entender a proposta de Hoseok. Ficaram maravilhados ao verem a aproximação que existia entre Joy e Tae. Eles combinavam juntos, riam com qualquer coisa que o outro dizia. Era o que estavam precisando durante a sessão, mas Han Seo Yeon não conseguiu ter maestria.

Park Kwang chamou uma das maquiadoras e figurinistas para lhe darem uma opinião sobre o perfil que ele estudava. Juntos eles sorriam esperançosos de que tudo fosse sair como planejavam. Logo Hoseok se juntou aos amigos.

— As fotos da Seo Yeon não ficaram nada legais. Vão ter que fazer novamente. — comentou Hoseok.

— Mas não temos mais nenhuma modelo disponível. — murmurou Tae.

Discretamente Hoseok apontava para Joy. Ela estava tão perdida admirando tudo que não imaginava que coisas impossíveis poderiam acontecer ali mesmo. Só quando ficou cercada de pessoas foi que ela voltou a sua realidade. Olhava estranhamente para cada uma daquelas pessoas.

— Você vai ser a nossa salvação. — disse o fotografo já a levantando — Será a estrela dessa sessão.

Confusa, ela olhava assustada para Tae e Hoseok

— Deve estar acontecendo um erro. Em primeiro lugar eu não sou modelo e segundo que sou péssima com fotos. — Joy tentava escapar.

— Não pode ser tão ruim quanto a Han Seo Yeon. Uma tentativa. — insistia o fotografo.

Tae e Hoseok riam. Até que era uma boa jogada. Uma oportunidade como aquela só aparecia uma única vez na vida. Precisavam dela e Joy não recusava um pedido de amigos. Só faria parte da sessão de fotos para ajudar Tae. Não era justo que ele manchasse a própria imagem por conta da namorada mimada e arrogante.

— Vocês venceram. — disse ela se dando por vencida.

Rapidamente a equipe a levou para bem longe dos rapazes. Precisavam cuidar do visual daquela garota. Ela já era dona de uma beleza própria, só iriam ressaltá-la ainda mais. A eficiência da equipe surpreendia a própria Joy, pois um cuidava do cabelo, outro da maquiagem e outro das unhas.  A praticidade existia.  Não levou muito tempo para que ela finalmente pudesse colocar o vestido. Seria o mesmo vestido que não serviu em Han Seo Yeon. Os olhos da figurinista brilhavam ao ver Joy completamente pronta para a sessão.

— Ficou linda! — elogiou a mulher.

— Graças ao trabalho de cada um de vocês.

— Arrasa nas fotos.

O conceito da sessão de fotos era o primeiro encontro. O deslumbramento que o casal sentia um pelo outro, mas depois de ver Joy transformada foi uma verdadeira revelação. Parecia uma princesa. Tae não conseguia desviar o olhar dela, diferente de quando ocorreu o jantar. Nunca que ela imaginava que se sentiria tão diferente. Hoseok como não era bobo tratou de tirar algumas fotos captando a reação do amigo.

— Isso é um verdadeiro arraso! — exclamou o fotografo animado — Podemos começar com a sessão?

Joy assentiu. Como numa cena de filme, Tae ofereceu a mão para a garota. A mão dela estava gelada devido ao nervosismo.

— Relaxa... respire fundo e imagina que estamos sozinhos num encontro.

Estar sozinha com Taehyung era sinônimo de sonho. Qualquer garota seria sortuda o suficiente só em ter um único momento com ele. Foi necessário poucas dicas de como deveria acontecer algumas fotos e o resultado deixava todos muito felizes.

— Eles tem química — comentavam a equipe — Nunca vi uma sessão que transmitisse tanta verdade. Eles não perdem o contato mesmo de costas.

— Eu quero uma bem romântica para encerrar essa sessão com chave de ouro. — pediu o fotografo.

Os cliques aconteceram em uma sequência quase que automática, pois nada seria perdida principalmente depois que Tae puxou Joy para mais perto de si e a virou em 180 graus. Inclinava-se sobre ela como um amante. A mão dela sobre o seu peito, o olhar ganhando um brilho intenso e um beijo roubado inesperadamente. Joy tremia nos braços do rapaz e sentia que suas pernas estavam ficando leves demais e não a sustentariam como deveria. Foi com muito esforço que Tae conseguiu afastar-se dela.

A equipe foi a loucura com aquele momento. Estavam felizes com o resultado. Viram Joy agradecer por tudo e ela sair apressada para fazer a troca de roupa. Dessa vez ela estava perdida, seus sentimentos bagunçados, pensamentos desalinhados, o coração que errava as batidas. O que estava acontecendo com ela?

Hoseok ficou preocupado ao ver como Joy saiu de perto da equipe. Para ele não havia nada de errado, mas talvez um beijo significasse algo a mais para ela. Ele parou na porta do camarim e a viu respirar fundo várias vezes.

— Quer conversar? — arriscou o rapaz.

Ela olhou para trás e correu para os seus braços. Precisa daquele conforto. Hoseok afagava os cabelos da jovem na tentativa de acalmá-la.

— Por que ele fez isso, Hoseok? Por que tinha que me beijar? — questionava ela sem soltar do abraço — Não era para ser assim.

— Juro que eu queria ter uma resposta que fosse te agradar, mas não tenho. Pelo jeito você tem um sentimento muito forte por ele e não é apenas a amizade.

— Eu estou tentando não demonstrar nada do que sinto, mas ele faz essas coisas e fica complicado.  — murmurou ela.

Hoseok se afastou para melhor vê-la.

— Vou te ajudar em tudo o que precisar em relação a omitir os seus sentimentos pelo Tae.

— Obrigada.

— Agora se troca e vamos embora.

Depois de estar devidamente trocada Joy encontrou os rapazes a esperando no lado de fora do estúdio. Parecia que nada de diferente havia acontecido. Hoseok e Taehyung estavam decididos a acompanhar a garota até sua casa. A ideia era esclarecer algumas coisas durante o trajeto.

— Vamos te deixar na sua casa. — disse Hoseok empolgado.

— Não me levem até lá. Não tenho mais uma casa para chamar de minha. — disse ela simplesmente.

— O que aconteceu com a sua casa? — perguntou Tae preocupado.

— Infelizmente fui assaltada. Não deixaram nada.

Ele ficou chocado com a revelação.

— E onde você está passando a noite? — quis saber Hoseok.

— Passei a noite acordada na praça. Vi o sol nascer e depois fui para a Big Hit ensaiar. Não tenho um lugar para ficar, rapazes.

Joy não poderia continuar arriscando a vida daquele jeito. Estavam dispostos a levá-la para casa junto com os rapazes. Eles ficariam felizes em ajudar. Seria diferente ter uma garota morando com eles, mas fariam com que ela se sentisse bem.  O trajeto até a casa foi realizada em silêncio. Inúmeras vezes Taehyung a olhou pelo retrovisor, mas ela parecia distante enquanto olhava as construções que ficavam para trás.

Ao chegarem na casa Hoseok a ajudou a sair do carro. Tae sabia que o amigo tentava fazer de tudo para que Joy se sentisse acolhida. Já haviam resolvido algumas pendências que haviam ficado de lado. Hoseok era uma das pessoas em que Joy mais confiava. Tinha que ser grato por tudo o que ele fazia e representava para ambos. A ideia de morar com os rapazes não era ruim. Pelo menos não a principio. Só desejava não atrapalhá-los em nada.

— O que ela veio fazer aqui? — perguntou Jin segurando um pote de pipoca.

— Ela vai morar um tempo conosco, por favor, não façam perguntas irritantes — Tae foi breve.

Todos eles ficaram empolgados com a ideia.

— Estou me sentindo a Branca de Neve.  — brincou ela.

— Descansa. Você está precisando. — aconselhou Namjoon.

          Park Kwang havia mandado algumas fotos para que o grupo ficasse por dentro dos trabalhos que cada um realizava sozinho. Só não esperava que algo inusitado os chamasse tanta atenção. Entreolhavam-se com apenas uma verdade. Nada seria como antes.

Uma nova fase da vida daquela garota só estava começando. Ela estará preparada para lidar com todas as novidades que a pegariam de surpresa?

Hoseok a levou para um dos quartos de hospede. Estava tudo organizado. Tudo o que ela fosse precisar já havia sido providenciado pelos rapazes.

— Precisa de mais alguma coisa? — quis saber ele.

— Só um banho e relaxar um pouco.

Ele assentiu.

— Tem roupa de banho no armário, mas tenho algumas roupas que podem servir em você... — ele foi interrompido por uma batida na porta.

— Posso entrar? — indagou JungKook.

— Fique à vontade. — permitiu Joy.

— Trouxe algumas roupas para você! — disse ele entregando uma pilha de roupas a Joy — Achei que precisaria.

Ela aceitou sentindo seus olhos marejarem. Colocou tudo em cima da cama e abraçou JungKook pela primeira vez. Era como abraçar um irmão. Ele afagava os seus cabelos levemente. Hoseok os deixou sozinho.

— Sei que tudo tem sido uma loucura Joy, mas pode contar conosco sempre que precisar. — sussurrava ele — Nunca abandonamos uma pessoa que nos ajudou tanto. Se você não tivesse conosco durante as passagens de som eu teria desmaiado e até que alguém se desse conta, talvez já estivesse morto.

Ela riu interrompendo abraço.

— Foram vocês que me ajudaram a ter alguns dias longe da faxina, de produtos fortes e pudesse desfrutar de bons momentos enquanto realizavam seus shows. — ela baixou a cabeça — Nunca terei palavras o suficiente para agradecê-los.

— Nem precisa. — murmurou ele — Precisa descansar. Vou pedir para prepararem algo pra você comer.

— Vou tomar um banho.

JungKook apenas reverenciou a deixando no quarto. Sem perder tempo ela foi desfrutar de um banho relaxante. Seu corpo precisava de um pouco de tranqüilidade, de um bom descanso numa cama confortável. Depois de alguns minutos ela voltou para o quarto mais relaxada e sentindo-se leve. Deitou-se na cama, mas o seu corpo ao entrar em contato com o colchão macio a fazia lutar contra a vontade de fechar os olhos. Mas a luta era em vão.

Taehyung entrou no quarto com uma bandeja com sanduíche, suco e frutas para Joy. Ficou surpreso ao vê-la dormindo tranquilamente. Deixou tudo em cima da mesinha mais próxima e foi para perto da cama. Olhava terno para a jovem.

— Você foi um anjo me salvando na sessão hoje. Seu descanso é merecido — sussurrou ele antes de depositar um beijo em sua testa.

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...