História Uma noite - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Harry Potter
Tags Drarry romance Gay
Visualizações 20
Palavras 1.318
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: LGBT
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigado por ler

Capítulo 1 - One-short


Fanfic / Fanfiction Uma noite - Capítulo 1 - One-short

malfoy estava mais uma vez em sua casa, era feriado e ele odiava, por que além de ficar de sozinho naquela mansão enorme, ainda tinha que suporta os comentários ácidos do seu pai, sobre como ele tinha que ser melhor que potter e como tinha que tirar as melhores notas, ele estava de saco cheio disso. ......

porém na sua última noite antes de voltar pra hogworts, seus pais sairam disseram que iriam voltar mais tarde, e que ele não saise de casa, passou um longo tempo deitado no sofá da sala, olhando o relógio e esperando os pais, porém cansou e resolveu subir para o quarto, quando estava subindo se depara com a porta do quarto dos seus pais aberta, ele estava achando estranho, eles nunca deixam o quarto aberto, ou alguém entrar lá, por curiosidade malfoy se aproximou da porta e viu algo reluzir emcima de uma penteadeira, sem pensar muito, entrou no quarto e se arrepiou com a decoração,, era tão frio quanto o resto da casa, se aprooximou da penteadeira e viu que o que reluzia era o batom de sua mãe que estava em cima da penteadeira, observou o objeto por alguns segundos e decidiu pegar, abriu o objeto e viu o lindo vermelho aparecer em barra, aquela cor lembra os grifinorios, especialmente Potter, pegou sem muito pensar e levou aos lábios e passou lentamente a linda coloração nos lábios, se olhou por alguns instantes e pensou que diabos ele estava fazendo, entrando no quarto de seus pais e usando batom, observou seu rosto e viu uma garota pelo espelho, aquilo era ele, ficou curioso, começou a fussar a gaveta da penteadeira e encontrou mais maquiagem, foi passando cada coisa em seu rosto admirando as cores, sem nem perceber tinha se maquiado, e se olhando pensou qual mal teria em ter feito aquilo, viu que já tinha usado tudo mesmo sem saber, observou pelo quarto e encontrou um baú escondido atrás do guarda roupa, se aproximou e abriu lentamente, e deparou com fotos da sua mãe mais jovem, com suas amigas, podia reconhecer algumas, como a mãe de Potter, do wisel e mãe de Parkinson, mexeu mais um pouco e achou um vestido velho, talvez de sua mãe, observou as fotos e viu que ela usava quando conheceu o pai dele, que foi um casamento arranjado, ficou deslumbrado com os detalhes do vestido, talvez mais tarde ele arrependesse disso, por curiosidade aproximou o vestido de seu corpo e viu que servia perfeitamente em si, sem pensar muito tirou suas vestes e colocou o vestido, ficou se admirando, ele parecia muito a avó dele agora, mais algo faltava ali, pegou sua varinha apontou para seu rosto, retirou os pêlos dali, das pernas , olhou para seu cabelo estava curto rapidamente com feitiço cresceu ate as costas, malfoy estava louco o que esttava fazendo, talvez mais era magico, vasculhou o baú e encontrou uns sapatos e os calçou, jogou um feitiço de limpeza em si, e pronto era uma garota, estava incrível, ate ele queria pegar aquela do espelho, teve uma ideia maluca sai de casa, para se divertir, talvez fosse loucura mais seus pais nunca iriam saber que ele saiu, e ninguém o reconheceria, por segurança lançou um feitiço de glamour em suas partes íntimas, e pronto, por capricho abriu o guarda roupa de sua mãe e pegou uma bolsa simples, lembrou que sua mãe sempre levava uma bolsa para sair, por tentação mudou o vestido, deixou ele verde e mais apertado, e transformou o sapato em duas botas de cano longo pretas e salto médio, pegou apenas a varinha e saiu pela porta da frente, foi ai que petcebeu que estava esquecendo de algo não poderia sair de vassoura, um por que chamria muita atenção na mansão e dois por que estava de vestido, por capricho transformou sua cueca em um short verde bem curtinho, pra proteger que tentasem olhar embaixo de seu vestido, conhecia bem os homens, afinal, é um, decidiu usar uma chave de portal atrás da mansão, pegou e tudo começou a girar e quando parou estava no Centro de Londres, atrás de um bar antigo, se arrumou e saiu andando, a noite estava muito linda tinha várias pessoas passeando, e várias luzes, começou andar e percebeu alguns olhares cobiçosos pro seu lado, não deu bola e continuou andando, viu um carrinho de pipocas e decidiu comprar algumas, quando foi pagar o pipoqueiro percebeu que sua voz saiu Grossa, tratou de da um jeito naquilo torsio um pouco e ninguém olhar pegou sua varinha para mudar a voz, mais prescisava de uma pessoa pra pegar a voz, a primeira pessoa que veio em sua cabeça foi sua vó, rapidamente sentiu uma queimação na sua garganta e respirou e um obrigado saiu em uma voz muito doce e feminina, o pipoqueiro apenas sorriu para ele, malfoy podia se acostumar com isso ninguém o olhando com desprezo, quando se vira para ir embora, bate em alguém e cai,

-será que vc não olha por onde anda, disse malfoy se levantando rapidamente do chão

-desculpe, uma voz familiar falou

quando malfoy olha de novo era Potter, tinha que ser pensou em sua cabeça,

-tudo bem, malfoy falou e se surpreendeu

-se quiser posso comprar outra pipoca pra vc, Potter falou

-não ta tudo bem, malfoy falou

-prazer Harry Potter, o moreno disse baixo

foi quando percebeu que não podia falar malfoy e dai saiu..

-prazer Lilian, malfoy falou meio nervoso

percebeu que Harry ficou meio pensativo, talvez por tenha ele, falado o nome da mãe de Potter.

-muito lindo seu nome, Harry pronunciou

-obrigado, malfoy ficou vermelho

-o que faz aqui, Harry pergunta

-nada, so passear amanhã volto pra escola, malfoy disse sem pensar

-vc estudar em hogworts?, perguntou Harry

-não, é em outra escola, malfoy respirou

-nunca vi vc por aqui, vc é de onde?, Harry perguntou

-ah, malfoy pensou e - sou do Brasil, de uma Cidade chamada brux, malfoy falou

- nunca ouvi falar, Harry parecia pensativo

-é ninguém conhece, malfoy falou

-quer passear, posso te mostrar lugares incríveis por aqui, Harry falou

mais queria dizer não mais não conseguio - claro, malfoy falou

andaram pela Catedral de Londres, visitaram o big bang, passearam e comeram várias coisas pelo caminho, foi naquela noite que malfoy percebeu que tinha várias coisas em comum com Potter, embora Potter não soubesse que era ele, por entre ruas e ruas conversaram, e ficaram mais íntimos, malfoy se sentia bem ao lado de Potter, por mais louco que fosse, malfoy nem percebeu as horas passarem, pararam no Palácio de Londres, e sentaram na fonte, ficaram observando a agua na fonte., malfoy olhou o relógio e se assustou

-tenho que ir, falou malfoy se levantando

-já, fica mais, falou Potter triste com a notícia

malfoy também não queria ir embora, queria ficar com Potter pra sempre, apartir daquela noite, malfoy percebeu que não odiava o menino de óculos, e sim amava, mesmo que tivesse que fingir que era uma menina só pra ficar com Potter, varia por que gostava dele mesmo.

-desculpe, tenho que ir, falou malfoy

-tudo bem, Potter parecia triste.

malfoy não queria ver pottr triste, se aproximou dele e o beijo lentamente colando seus lábios, logo o beijo se consumou e quando o ar se fez presciso, malfoy olhou Potter com a boca suja de batom, poderia rir agora, mais apenas deu um selinho em Potter

-obrigado, nunca vou esquecer essa,

e com essas palavras, malfoy atravessou a escuridão da rua e sumio, deixando um Potter apaixonado para trás, e ele mesmo também apaixonado, voltou ao lugar da chave do portal, pensou naquela noite, deixando uma lágrima cair pois sabia que não poderia fazer aquilo de novo, por mais bom que seja, ele não pode ter Potter consigo, ainda chorando , segurou a chave e sumiu,

para nunca mais esquecer àquela noite. .....


Notas Finais


O que acharam?
Me contem,
Mais uma vez obrigado por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...