História Uma Noite De Luar Frio - Exo Hunhan ABO - Capítulo 41


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Abohunhan, Filhote Chanbaek, Filhote Hunhan, Hunhan, Hunhan Abo, Hunhan Fanfic, Lemon Chanbaek, Lemon Hunhan, Lemon Laybaek, Lemon Xiuchen, Sequestro, Yeri
Visualizações 263
Palavras 2.455
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Me desculpem por demorar demais, vinte dias sem postar eu não me perdôo, eu sofri muito nesses tempos fora mas percebi que não posso deixar me abalar pelos outros e tenho que erguer a cabeça e agora mais um capítulo pra vocês que merecem muito, hora Do morcego e eu aqui postando mas tudo bem rs, me desculpem pelos erros de português

Capítulo 41 - Brigas e Amores em toda luta há vencedores


Fanfic / Fanfiction Uma Noite De Luar Frio - Exo Hunhan ABO - Capítulo 41 - Brigas e Amores em toda luta há vencedores

Luhan

- Hiromi? Neném reage por favor. Ouve o papai.. - Falei ofegante quando não senti mais o pesinho dele.

  Os homens estavam se aproximando de mim e começaram a rasgar todas as minhas roupas me deixando completamente pelado, totalmente nu, Fechei os olhos e comecei a chorar sentindo o homem vir pra cima de mim mas ouvi um rosnado tão grosso que me encolhi e comecei a tremer. Fiquei com os olhos fechados por um tempo chorando.

Sehun

Quando vi aquela cena, um ódio ferveu em meu corpo em mim e meu alfa falou mais alto, ver o Luhan deitado no chão todo nu e aquele velho desabotoando a calça.. Eu não vou deixar. Fui pra cima dele e sem pensar duas vezes rasguei sua garganta com minhas garras o jogando longe, os outros dois ficaram espantados e eu me virei pra eles.

- Q-quem é você ?

- O alfa que vai te matar. - rosnei.

- P-por favor.. Vai me dizer que nunca abusou de uma ômega no cio hum a vai vamos garoto a-abra a mente.

  O encarei com tanta fúria em meus olhos que os dois sairam correndo mas os alcancei e agarrei a gola de suas camisetas os jogando no chão e arrancando seus olhos com as garras logo depois arranquei suas gargantas com os dentes e continuei fazendo isso até sentir uma mão gelada tocar meu pescoço me virei com sangue na boca e vi Luhan chorando:

- P-para por favor Hunnie..

- Lu.. - Ao ver seu rostinho minha raiva toda foi embora e o abracei, tirei minha blusa de frio e coloquei nele. - O bebê.. - Coloquei a mão em sua barriga e ele sorriu.

- Ele está bem eu estou sentindo o pesinho dele.

- Me preocupei tanto Lu quando eu te vi caído.. - Passei a mão em meus lábios limpando o sangue.

- Tudo bem a culpa disso tudo é minha, eu.. Eu não confiei em você e sai correndo.. - Ele começou a chorar e eu o abracei forte.

- Eu não saberia o que teria feito se eu visse eles te.. - Ele calou meus lábios com os dedos.

- O que de pior você poderia ter feito? Eles estão estraçalhados no chão. - Tampei seus olhos e o peguei no colo depois do mesmo falar isso.

- a culpa não é sua, mas não saia desse jeito de casa bebê é perigoso. Sabe que nunca vou te forçar a transar comigo.

- O pior é que eu sei que você não ia me forçar ..

- Se sabe então nunca mais na sua vida saia assim a noite.

  O levei pra casa em meu colo sorrindo pois ele e meu filhote estavam bem.

Chanyeol

  Eu estava desesperado, ver aquele homem quase ultrapassar a linha de chegada fez meu coração quase sair pra fora até que vi um botão em baixo do volante, pra que serve? Apertei o mesmo e o carro deu uma acelerada imensa que até me empurrou pra trás e em um piscar de olhos eu estava ao lado de meu adversário, pisei o pé no acelerador e passei na linha de chegada antes dele, foi tudo tão rápido que eu mal acreditei nisso.

- Chaaaaaaaany. - Baek me tirou do carro e pulou em cima de mim. - Você ganhou amor, você ganhou.

- Meu melhor prêmio é você. - Disse o beijando e todos a nossa volta começaram a gritar.

- Parabéns mano, ganhou a corrida. - Disse Kris batendo em meus ombros.

- Sim mas sem ajuda dos meus amigos eu não ia conseguir.. Ai Meu Deus o JongDae. - Disse colocando as mãos na cabeça.

- C-calma eu tô bem, tô suave. - Jongin estava ajudando o Chen a andar, ele estava com o rosto e braço machucados.

- DaeDae o que houve com você? - Xiumin se aproximou dele.

- Eu estou bem mas o carro não está muito.

- Não importa, o carro eu mando consertar Chen você está vivo e isso que importa.

- Concordo Kris, vamos mandar o DaeDae pro conserto que está precisando.

  Rimos com o que Minseok havia dito e meu adversário veio tirar satisfação :

- Não valeu, foi roubo, vocês não ganharam.

- Ganhamos sim, aceite a derrota. E de seu carro importado  pro Kris. - Disse e todos me olharam confusos.

- Aquele carrão pra mim? Por que Chanyeol?

- Kris eu.. Me desculpa Baek mas eu te apostei nessa corrida caso ele perdesse ele tinha que dar o carro dele pro Kris e parar de atormentá-lo mas se eu perdesse..

- Se você perdesse eu ia ficar com esse homem nojento que fede fumaça de cigarro? Como pode fazer isso comigo Chanyeol? Eu amo tanto você..

- Baek me perdoa, eu não ia deixar ele ficar com você, por isso fiz de tudo pra ganhar, pelo Kris, por todos e por você meu amor.

- Não fala mais comigo Chan.. - Kyungsoo pegou Baek e levou pra longe de mim.

- Calma maninho vocês vão melhorar OK? - Disse Kris me abraçando. - Aliás obrigado pelo carro que você ganhou pra mim.

- Vocês são unidos demais, me da nojo. - Disse nosso adversário jogando as chaves em minhas mãos, rimos e dei ela pro Kris.

...

Minseok

  Estávamos no chalé, eu estava no quarto do Baekhyun junto com Tao e Soo:

- Eu estou tão decepcionado com o Chan, não esperava que ele fizesse isso comigo..

- Baek, calma, talvez ele fez pra usar como incentivo pra ganhar, sabe que ele ama muito você e jamais perderia se você estivesse em jogo. - Falei alisando seus cabelos.

-  Ah não sei eu estou confuso agora..

- Acho que vocês precisam conversar melhor um com o outro, estabelecerem mais respeito, cá entre nós você e o Chanyeol não parecem se entender muito e isso é falta de conversa. - Disse Kyungsoo levantando e olhando para a janela. - Parem de ser assim.. conversem, dialoguem e..

- E o que você quer dizer com isso Kyungsoo? você nem fala com o Kai, todos sabemos que vocês dois tem uns pegas escondidos, com que moral você quer dizer pra Mim dialogar com o Chanyeol se você nem faz isso?

- Baekhyun calma. - Tao o puxou para trás senão ia dar uma briga pior.

- Cala a boca Byun, sua vida é ótima, é fácil, você não precisa sair da sua cidade por não ter condições financeiras de um bom estudo, não precisa ir morar com a tia rica porque os pais mal param em casa, tem um namorado ótimo e ainda reclama? que tipo de babaca você é? você faz uma bagunça em cima de coisas tão simples, quer chamar a atenção queridinha? põe uma melancia na cabeça e sai andando por ai, o Chanyeol já te pediu desculpa porque continua assim?

  Ficamos todos em silêncio, Baek começou a chorar e e se jogou na cama batendo os pés, não imaginávamos o quanto Soo sofreu na vida e agora ele não falou nada além de verdades:

- Com licença. - Chanyeol entrou no quarto. - Xiumin, o Jongdae está te chamando ele está na sala, Kris está com o Jongin na oficina e está chamando o Tao e o Soo e eu quero conversar um pouco com o Baek..

- O-ok.. - Falei de cabeça baixa e sai do quarto.

  andei até a sala em silêncio, juntamente a Tao e Soo, eles foram para a oficina, assim que me viu Chen sorriu:

- Oi Min, está tudo bem lá em cima?

- Você ouviu?

- deu pra escutar tudo, esse chalé tem paredes finas..

- Pela primeira vez Soo e Baek brigaram, não sei o que fazer. - Disse me sentando no sofá ao seu lado, ele estava cheio de curativos.

- Tudo vai se resolver, fique calmo Min amizades são assim mesmo, quando eu conheci o Sehun mais brigávamos do que éramos amigos mas depois que conseguimos meio que sair daquele mundo tudo melhorou..

- Que mundo? você diz.. das drogas? o Sehun usava drogas?

- É uma longa história Xiumin.

- Quero saber, prometo nao contar pra ninguém.

- OK eu te conto mas depois, cuida de mim?

- Cuido. - Disse sorrindo envergonhado.

- Jongin se ofereceu pra cuidar de mim mas não quero um alfa ponhando as mãos em mim não eu hein, sou macho alfa. - Ele disse e nós rimos.

  ficamos nos olhando por algum tempo:

- Por mais que você tenha mudado por conta da amnésia, uma coisa em você não mudou, sua sensibilidade e seu sorriso lindo.

- Assim eu fico mais tímido DaeDae..

  ele se aproximou e nos beijamos, o beijo foi ficando mais quente, pedi entrada com a língua e ele cedeu no mesmo momento, era a primeira vez que eu tinha essa atitude foi inesperado mas foi ele ponhou uma das mãos em minha coxa e paramos um pouco:

- você beija tão bem Xiumin. - Ele susurrou em meu ouvido.

  Vi Baekhyun descendo as escadas correndo e Chanyeol atrás dele não demorou muito pra escutarmos gritaria e coisas quebrando.

- melhor irmos ver o que está acontecendo?

- Vamos sim, eu aguento andar.

Baekhyun

- O que é tão importante que você quer falar comigo? - Perguntei ainda na cama.

- Baek eu ouvi a conversa de vocês e acho que o Soo meio que tem razão.

- é eu também acho.. vou tentar mudar..

- Sei que é difícil fazer isso mas amor, não deixe seus amigos se afastarem por causa de manha, você já é um adulto.

- Sou adolescente, dezenove não é adulto.

- Sim meu amor, sim.. você me perdoa por ter te apostado?

- Perdôo Chan.. - Nos abraçamos e senti algo duro em sua calça e não era o pinto. - O que é isso?

- Ah isso é um colar, eu tenho que dar ele pro Soo e...

  Não ouvi o resto do que ele tinha a dizer, desci as escadas correndo, vi Xiumin e Chen se pegando no sofá, ótimo depois parabenizo eles mas agora eu tenho que pegar o Kyungsoo na porrada:

- ORDINÁRIO DO CARALHO, VAGABUNDA. - Falei dando um tapa no rosto de Soo que caiu no chão com o impacto mas ele levantou e me deu outro tapa.

- VAGABUNDA É VOCÊ, PUTINHA DE MERDA. - Soo gritava enquanto puxava meu cabelo e comecei a puxar o seu também.

- Parem com isso os dois. - Chanyeol me puxou e me segurou, Jongin fez o mesmo com Kyungsoo. - Baekhyun que merda foi essa?

- Esse condenado filho da puta do Kyungsoo se aproveitando do meu Chan enquanto estávamos brigados pra pedir uma jóia pra ele, só porque sabe QUE MEU SONHO É GANHAR UMA DELE EU VOU ARREGAÇAR SUA CARA SEU INFELIZ. - Disse gritando tentando me soltar.

- ELA TA ENDEMONIADA ELA, SEGURA O CU FLOR, Do Chanyeol não quero nada, já tenho o Kai e nem sei que jóia é essa pra começo se conversa.

- Kris você não vai fazer nada? - Perguntou Tao.

- Não amor.

- Meu alfa é bem calmo mesmo quando se trata de brigas entre nós.

- Quando se trata de brigas infantis sim Tao meu anjo. não sei que milagre você não entrou no meio também.

  Xiumin e Chen chegaram vendo nossos estados, eles ficaram chocados, Jongin veio até Chanyeol e pegou a correntinha dando ela pro D.O:

- Eu sei que não é o momento certo eu só.. não sabia comprar nada pra você e pedi pro Chanyeol comprar algo que combine com você eu mandei ele te entregar mas.. eu causei essa confusão tremenda e fiz você apanhar. - Ele dizia beijando as mãos do Soo e ajoelhou em sua frente. - Kyungsoo você aceita namorar comigo?

    Ficamos boquiabertos, ninguém esperava por isso, Soo sorriu todo descabelado e com sangue no rosto, tremendo ele disse um sim meio encolhido e os dois se abraçaram, Jongin colocou a correntinha de pinguin em seu maia novo namorado e os dois se beijaram.

  Fiz Chanyeol me soltar e me curvei:

- Me desculpem a todos pela confusão eu admito que sou possessivo demais e fiquei com um puta ciúmes, eu mereço apanhar muito, por favor me perdoem. - Disse chorando.

- Eu bem queria dar na sua cara mesmo mas tenho pena de você Baek, você acha que o mundo gira a seu redor mas não é bem assim. - Disse Soo a minha frente e me deu um tapa no rosto logo em seguida beijando o mesmo. - Mude pra não afastar a gente e esse tapa foi por você ser impulsivo e julgar antes de saber.

  Ele me disse e abaixei a cabeça, não tenham pena de mim, eu mereci isso, vou tentar mudar por mais que essa seja minha personalidade ela faz mal para meus amigos e pessoas ao meu redor, não posso ser mimado sempre. Senti Chanyeol me abraçando e Xiumim fez carinho em meu rosto:

- Bolinho, não bata nunca mais em um de nós, somos amigos certo? amigos não se batem.

- As vezes, eu já sai no pau com o Sehun, faz parte, está tudo bem agora não é mesmo? vamos comemorar o namoro Kaisoo e a volta da amizade do Baek e do Soo. - Disse Tao me abraçando.

- Sim vamos. E eu quero encomendar um bolo posso? - Perguntei.

- Pode eu deixo, sua vaca. - Soo disse e nós rimos.

- Que não seja muito doce, estou cuidando do Chen e não quero ele comendo besteiras.

- Uuuis sinto cheirinho de Xiuchen. - Chan zuou me abraçando.

- falando em Xiuchen será que Hunhan ta bem? - Perguntou Tao.

- Claro que estão, devem estar dormindo uma hora dessas. - Disse indo pra dentro do chalé com os demais.

Luhan

  estávamos na cama, choviscava um pouco e eu estava em cima de Sehun, despido, os dois.

- Estou sentindo sua vergonha Lu, não precisa, já disse que se não quiser.. - Calei sua boca com meus dedos.

- E-eu estou com muita vontade Hunnie.. - Gemi fraquinho enquanto rebolava um pouco em cima de seu membro.

- Assim você me excita, tem certeza que não vai machucar o bebê?

- O médico disse que até os sete meses podemos manter relação sexual que não tem problema..

- Voce quer mesmo?

- Sim, eu confio em você Hun.. Não quer?

- Claro que quero, só não te forçaria, isso jamais. - ele disse cheirando meu pescoço e eu gemi apertando seus fios de cabelo.

  começamos com um beijo lento que foi se intensificando mais..


  


Notas Finais


Espero que tenham gostado amorecos e preciso que vocês escolham entre duas opções: o próximo capítulo ser o Hot Hunhan e a continuação ou flashback da vida do Sehun e do Chanyeol quando moravam na rua, esse flashback não pode faltar na história só preciso saber se encaixo já agora ou depois do próximo capítulo beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...