1. Spirit Fanfics >
  2. Uma noite estrelada - Miraculous >
  3. Lila

História Uma noite estrelada - Miraculous - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


CHEGUEEEI MEU AMOREEES, PARA ADOÇAR E APIMENTAR A VIDA DE VCSSS
não tenho desculpas pela demora, pq nem os exercícios do site eu to fazendo... kk
enfimmmmm, hoje tem HOT, como pedido de desculpas pro cs

se tiver algum erro, n me julguem, escrevi isso tudo em agorinha, e eu to com sono kkk

Capítulo 10 - Lila


Marinette on

Estavam nós quatro na mesa, quando eu ia chamar Adrien para um canto, para conversar com ele, Lila chega.

- Olá Adrienzinho. Como foi seu dia meu princeso? - ela sento do lado dele me empurrando um pouco pro lado

- O dia nem começou e você já está querendo me enxer? - ele deu um fora nela e eu fiquei muito orgulhosa, afinal, nós dois sabíamos que Lila sempre mentia para conseguir o que quer. Mas Adrien sempre teve pena de dar um fora na mesma.

- Nossa gato, o que ouve com você essa semana em? - ela pergunta enquanto vai chegando mais perto até quase sentar no colo dele. Num movimento rápido, Adrien chega mais perto de mim e me põe em seu colo.

- Nada Lila, agora tchau. - ele diz tentando não soar tão seco.

- Ai! Adrien, não precisava ter me batido! - ela quase gritava chamando a atenção de todos a seu redor.

- Eu não encostei um dedo em você garota.

- Você me bateu.

- Para de querer tanto biscoito garota. Agora para que já está ficando feio, todos sabem que Adrien nunca bateria em ninguém, principalmente numa mulher. Agora cai fora. - eu digo me surpreendendo com minhas próprias palavras.

- Vocês vão me pagar. - a mesma sai bufando logo em seguida.

*

- Então princesa, o que você queria falar comigo? - Adrien pousa dentro do meu quarto assim que entrou pela janela vestido de Chat Noir.

- Tem uma coisa... Gatinho, você ainda irá descobrir muitas coisas ruins. - eu ando até ele e pego seguro seu rosto com as duas mãos. - E quero que saiba que eu estou aqui, para o que você precisar. Eu te amo muito. - digo e dou um selinho no mesmo.

- Do que você está falando Marilady?

- Você vai descobrir quando for a hora.

Chat passou o restante da noite inteira comigo, me ajudando nos exercícios de química e dando pitaco - as vezes mesmo sem eu pedir - nos meus modelos. Mas pelo menos ele deixou um pouco de lado o que eu havia dito mais cedo.

- Tenho que ir agora... - ele diz fazendo biquinho.

- Ah não gatinho. Você pode dormir aqui.

- E seus pais?

- Eles vão amar conhecer meu namorado, Chat Noir.

- Haha, engraçadinha. Eu não vou arriscar conhecer Thomas assim nunca, ele é legal, mas não quando mexem com a filha dele.

- Eu estou brincando, você dorme aqui, e amanhã de manhã, você vai embora.

- Nha, não sei não. Você nem me quer por perto. - o mesmo coça a nuca e desvia o olhar.

- Você sabe que é mentira. Vem, vou arrumar a cama para gente deitar.

- Já que insiste... - ele se destransforma.

Assim que deitamos na cama, eu viro de costas para ele e o mesmo agarrou minha cintura. O tempo estava frio, então estavamos de coberta.

- Adrien, o que é isso? - eu pergunto remexendo meu bumbum.

- Hum, é... Mari, se importa se você parar de se mexer?

- Por que eu deveria fazer isso? - pergunto e continuo.

- Você não deveria brincar assim comigo Princess. Nem sempre sou um gato comportado. - ele sussurra em meu ouvido. Me viro para encarar o mesmo.

- Sério? Hmm, eu duvido muito. - ele me agarra mais, não deixando nenhum espaço entre nós e desce a mão até minha bunda, apertando a mesma.

- Tem certeza que quer isso? - ele pergunta preocupado. Mordo os lábios. Eu não sabia se estava pronta, e nem se era a hora ideial, mas, apenas disse:

- Absoluta. - sussurro em seu ouvido, deixando ali uma mordidinha. Num movimento rápido subo em cima do mesmo, me agradecendo mentalmente por ter colocado meu lindo conjuto de renda preta por baixo do pijama. Ele começa a me beijar intensamente e vai descendo até meu pescoço e ombros. Tiro a blusa do mesmo e jogo para longe. Admiro rapidamente o corpo que estava em minha frente.

- Sou lindo, né? - ele diz com um sorriso sapeca e jogando a cabeça pra trás, um movimento incrivelmente sexy, aliás. Ignorei sua piadinha e coloquei um de minhas mãos em sua nuca, puxando suavemente seu cabelo ali, enquanto deixei a outra mão esplorar por seu lindo corpo.

Ele coloca uma mão em minha bunda, apertando a mesma e vai subindo a outra lentamente. Até parar na parte da frente do meu sutiã. Apertando lentamente meus seios.

- Porra! - penso. Esse garoto realmente me deixa louca.

Paro o que estou fazendo e tiro minha blusa também, para acabar com o suspense. - Mesmo que ele provavelmente já tenha me visto asism antes - ele arregala os olhos, mas tenta disfarçar. Dou um sorrisinho ladino e começo a rebolar em seu colo. O mesmo começa a beijar meus seios e vai deixando pequenos chupões por ali.

Levanto de seu colo para tira meu short, e ele faz a mesma coisa, tirando sua calça. Ele me pega no colo e eu passo minhas pernas em volta dele. Começamos a nos beijar de novo, enquanto ele sentava na cama. Sem cessar o beijo, ele leva uma das mãos até minha calcinha. Ele faz movimentos de vai e vem com os dedos ali me fazendo gemer baixinho. Em cima de seu colo, pude sentir a enorme ereção que ele tinha. Nossa, aquilo era bem maior assim. Paro o beijo e vou deixando chupões por todo seu pescoço. Não ligando para como ele teria que esconder aquilo amanhã.

Ele muda as posições, ficando em cima de mim. E continua com uma de suas mãos em minha intimidade. Vai deixando beijos por todo o meu corpo até chegar em minha vagina.

Respiro fundo, tentando livrar minha mente de toda a preocupação que tinha.

Fecho os olhos por alguns instantes quando sinto a boca dele em mim, e com um dos dedos, me penetrando devagar. Quando ele percebeu que eu já estava mais a vontade, colocou dois dedos. Senti um pequeno ardor, que logo passou e deu lugar a um prazer que eu nunca havia sentido antes.

Quando me dei conta ele me estava já com três dedos dentro de mim. Senti que estava prestes a chegar no orgasmo quando ele parou. Busquei seu olhar desesperadamente, queria aquilo de novo. Notei o sorriso ladino que o mesmo tentava esconder. Ele se levantou.

- Você tem camisinha? - arregalei os olhos. Estava tão entretida que nem lembrei disso.

- Não...

- Tudo bem. Posso dar um jeito nisso. - ele diz me deixando com uma grande interrogação no rosto. - Confia em mim?

- Sim. - eu digo e ele me pega novamente no colo me deixando por cima. Nem notei que o mesmo havia retirado a cueca. Me livrei de minha calcinha e sutiã o mais rápido que consegui. Ele me penetrou, dessa vez com seu sexo.

- Ai. - eu gemi. Não de prazer, e sim de dor, que agora dominava todo meu corpo. Com uma de suas mãos, ele segurou minha nuca e me beijou, sem fazer mais movimentos dentro de mim. Mas logo em seguida, começou com movimentos lentos. Minha intimidade ainda doía, mas melhorou bastante quando ele começou a fazer movimentos no meu clitóris com sua outra mão. Aos poucos, a dor fora substituída por prazer, e ele foi aumentando a rapidez dos movimentos. E dessa vez, eu troquei as posições, deitando ele na cama e rebolando em cima do mesmo.

- Adrien! - gemi seu nome mais uma vez. Nós dois já estávamos chegando ao limite, mas Adrien saiu de mim.

- Não posso gozar em você. - ele diz. Mas eu havia chegado ao orgamos literalmente 10 segundos antes dele tirar seu sexo de mim.

- Por favor, me lembre de comprar camisinha. - eu digo e ele ri pelo nariz e beija o topo da minha cabeça.

**

Acordo me lembrando da noite maravilhosa que eu tive ontem. Ainda de olhos fechados, eu preocuro Adrien em minha cama, mas não o encontro. Abro o olho e não tinha ninguém no meu quarto. Me levanto rapidamente e caminho até minha escrivaninha assim que vejo um bilhete.

"Para My lady."

Abro, ansiosa para ler o que tinha ali.

"Desculpe não poder acordar com você, tive que fazer um ensaio fotográfico que eu tinha desmarcado para ir ai ontem. Prometo recompensar mais tarde.

- Seu gatinho."

- Como eu amo esse garoto idiota. - penso com um sorriso bobo no rosto.

CONTINUA...

                                   


Notas Finais


acho q esse foi o hot mais grande q eu já escrevi kkkk
por favor, ajudem a prima aqui e deixem seu comentário, pq eu amo ler comentários tb né mo's 💖

se meus pais lerem isso eu vou ser deserdada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...