1. Spirit Fanfics >
  2. Uma noite Inesquecível >
  3. Capítulo 6

História Uma noite Inesquecível - Capítulo 6


Escrita por: Tiathay19

Notas do Autor


Oi, como estão? Todos bem?

Voltei finalmente.

Me dar uma atenção aqui rapidinho. Gente, eu nunca escrevi uma cena de sexo antes, sério. E nem leio muitas cenas assim, então eu realmente não sei escreve. E eu acha que ficou ruim, se alguma coisa estiver errada me falem ok?

✨Comentem por favor✨

Boa Leitura 🤗

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Uma noite Inesquecível - Capítulo 6 - Capítulo 6

Taehyung depositou o ômega delicadamente naquele amontoado de lençóis e travesseiros, ainda trocando beijos molhados e quentes. Mas o contato foi quebrado, apenas para tirar sua camisa e a do menor. O voltou a beijar Hoseok com mais intensidade, e logo seus lábios traçaram um caminho com selinhos até o pescoço, beijando e deixando vários chupão ali, seguindo de novo até os peitos fartos e rosados do ômega. Capturando com vontade um dos mamilos do ômega, vendo a expressão de excitação do menor.  

- Ahn... A-alfa. – Jung gemeu arrastado e manhoso. 

E aquilo foi como música para os ouvidos do lúpus, que sentiu seu pau ficar ainda mas duro.

Se afastou se livrando de sua calça e cueca, e logo em seguida tirando a calça justa do menor e a cueca junto. O deixando todinho nu para si. Levou a mão até o membro do ômega, o masturbando levemente, vendo o pré-gozo do menor saí.

Se posicionou de uma forma melhor, abaixando a cabeça em direção ao membro ainda em sua mão, lambendo o topo da cabecinha, e logo colocando todo o membro em sua boca, chupando com vontade, fazendo o ômega gemer alto. Sentiu seus cabelos serem agarrados, o que deixava tudo ainda mais excitante. Levou dos dedos para a frente do rosto do mais novo, e nem foi preciso disse nada, pois o acastanhado já lambia e chupava seus dedos, os deixando bem molhados. 

E quando viu que já estava bom. Falou:

- Chega. – Murmurou roucamente.

Tirou seus dígitos da boca de Hoseok, o levando para a entrada do menor, o penetrando lentamente e com cuidado. 

Jung gemeu em desconforto, mas com todo o cuidado e paciência do lúpus, logo começou a gemer em puro prazer. 

Jogando a cabeça para trás, se movimento em busca de mais prazer. Taehyung fazia movimento de vai e vem, na entradinha do mais novo, a deixando ainda mais molhadinha com a lubrificação que saia junto. 

- Hyung chegar, só me foder logo, por favor. 

E não foi preciso disse mais nada, tirou os dedos da entrada do mais novo, se levantando apenas para ir até a cômoda pequena que tinha ali, abrindo a gaveta e tirando de lá um pacote de camisinha. 

Voltou para perto do outro, colocando a camisinha, se posicionou entre as pernas do pequeno, o penetrando lentamente. E quando estava todo dentro do acastanhado, e voltou a beijar os lábios deste, esperando até que ele se acostumar consigo. 

E quando Hoseok, rebolou, mostrando que já podia se mexer, começou a se mover lentamente, o penetrando de uma forma bem gostosa fazendo ambos gemerem em uníssono. 

- Tae... Me fode mais rápido. – Choramingou de prazer.

E aquilo enlouqueceu o lúpus, que aumentou os movimentos, fazendo Hoseok gemer ainda mais alto, agarrando os lençóis entre seus dedos. 

- Ahn... Hyung. 

- Ahn... Como eu amo isso. – Sorriu cafajeste, dando um rosnado baixinho, beijando os lábios castigados do outro. – Tão apertado e quente. 

E aumentando ainda mais seus movimentos, levou a mão até o membro do outro o masturbando. Até Hoseok atingir seu orgasmo, logo seguido de Taehyung. 

O alfa deitar cansado, e com a respiração acelerada ao lado do ômega. O puxando para mais perto, e o abraçando com carinho. 

- Meu Deus. Será que acordamos as crianças? – Perguntou preocupado.

- Não, conhecendo eles, já estariam chorando alto.

E então, o acastanho se deixou levar pela vergonha, escondendo o rosto na curvatura do pescoço do mais velho.

- Precisamos de um banho. – Hoseok falou depois de um tempo, tirando o rosto do pescoço do outro, se aconchegando melhor no peito do alfa. 

- Acho que precisamos mesmo. – Levantou a cabeça do acastanho, dando um selinho em seus lábios. 

Então se levantaram, e caminharam até o banheiro que tinha no quarto do mais velho. E lá aproveitaram, e fizeram amor mais uma vez.

(...)

Era sete horas da manhã, quando o lúpus escutou batidas fracas na porta. E logo sabia quem era. Se levantou com cuidado para não acordar o ômega dormindo em seu peito. E foi até a porta abrindo, e vendo seu pequeno ômega ali parado, coçando seus olhinhos inchados de sono ainda. 

- Bom dia filhote. – Taehyung pegou Yoongi no colo, que deita a cabeça no ombro do alfa.

- Dia papai. – Respondi todo sonolento.

- Porque meu bebê está acordado a essa hora? 

- Irmãozinho acordo. 

E não foi preciso dizer mais nada, pois logo escutaram o choro alto do alfinha ecoando pelo corredor. E em seguida vê um outro ômega sonolento passar por si, indo apressado até o quarto das crianças. 

Taehyung sorriu, amava o cuidado que Hoseok tinha com seus filhos.

- Yoon tá com fome? – Perguntou, sendo o pequeno confirmar lentamente. 

Desceu para a cozinha. Onde viu a senhora Yuna, já preparando o café da manhã. 

- Oh... Bom dia Senhora Choi. Era hoje que ia voltar das suas férias? 

- Senhor Kim, bom dia. Não. - Suspira. – Já estava com saudades do meu trabalho, então resolvi voltar mais cedo. Jovem Kim, estou fazendo seu café da manhã favorito. 

– Fala para a criança que já estava mais despertar, o vendo fica todo animado no colo do pai. 

- Não sei se Mina a informou, mas tenho uma pessoa comigo. Então a partir de agora não será mas só eu e meus pequenos. – Informar, colocando Yoongi em sua cadeirinha e se sentando em uma cadeira.

Yuna começa a colocar as comidas na mesa. 

- Sim, fui informada, fico feliz que finalmente estar junto dele senhor Kim. – A mais velha fala feliz. 

- Senhora Choi, não estamos juntos. –Explica meio sem graça. – Mas pretendo conversar logo com ele, já se passou muito tempo. – Suspira. 

- Vocês são almas gêmeas, mas tudo vai ficar em seu lugar no seu tempo. E só ter calma. – Piscou, sorrindo. 

Mudaram de assunto conversando sobre como foram as férias da mais velha, quando notam um ômega ainda meio sonolento, com um bebê lúpus grudado em si, sorrindo.

- Bom dia. – Hoseok falou, se sentando ao lado do lúpus, com os olhos meio semi-abertos, quase dormindo. 

Nem percebendo quando o pequeno em seu colo foi para o colo do pai, e esse o deu bom dia de voltar.

- Bom dia senhor Jung. 

E foi então que percebeu que não estavam sozinhos. 

- Oh, me desculpe por minha falta de educação. Bom dia, me chama Jung Hoseok. – Se curvou. 

- Tudo bem, não precisa disso. Me chama Choi Yuna, é um prazer conhecer o senhor. – Respondeu também se curvando. – Espero que tenha feito alguma coisa que você goste, ainda não sei o que o senhor gosta. – Falou. 

- Está tudo ótimo, obrigada pela refeição. 

Ambos se deliciaram com a comida da mais velha, até as crianças amaram. 

- Obrigada pela refeição, estava muito bom. – Hoseok agradeceu, pegando os pratos na mesa e pondo na pia para poder lavar. 

- Senhor Jung, não precisa. Pode deixar aí ele lavo. 

- Não está tudo bem, eu lavo. 

- Eu insisto. 

- Tudo bem. – Se render, mais na próxima eu lavo. – Falou rindo.

Alfa e ômega levaram as crianças para o andar de cima, onde deram um banho em cada um. Ponto uma roupa mais quentinha, e foi quando estava terminando de arrumar Seokjin que Hoseok se lembrou de um detalhe. A reunião na faculdade. 

Procurou rapidamente o seu celular em cima da cama do pequeno Yoongi, vendo que já eram sete e quarenta e cinco, arregalou os olhos. Estava atrasado. 

- Ai meu deus, eu estou muito atrasado. – Falou em desespero. 

- Atrasado para que? – Perguntou Taehyung confuso, vendo a presa do ômega. 

- Eu tenho uma reunião na faculdade para falar sobre o festival. E eu esqueci completamente. 

- Tudo bem, eu te levo. – E viu o acastanhado suspira aliviado.

- Realmente? Obrigada Tae. 

E em uma velocidade impressionante, Hoseok se arrumou. E no momento já estavam dentro do carro em direção a faculdade do mais novo. Quando o alfa estacionou em frente da entrada, tiveram um outro probleminha, Seokjin começou a chorar, que nem no colo do pai parava. Mas era só o ômega o pegar que em um passe de mágica parava. E como já estava muito atrasado, o acastanhado decidiu levá-lo consigo. 

Taehyung e Yoongi esperavam o mais novo, no campus da faculdade, e todos os alunos que passavam brincavam com o pequeno ômega. 

Até que o lúpus avistou uma cabeleira rosa, já conhecida por si. 

Jimin 

- Olha quem tá aqui, o bebê do dindo. – o ex-Park chegou, pegando o pequeno, dando vários beijinhos nele. – Oi roubado de amigos, tudo bem? 

- Sério Jimin?

- Tá bom, parei. – Se rendeu, ainda com pequeno Yoon no seu colo. – O que faz aqui? E cadê Jin? – Perguntou curioso. 

- Hoseok estava atrasado, então o trouxe aqui. E Seokjin não queria sair de perto dele, então o levou junto. – Explicou. 

Jimin movimentou a cabeça, entendendo. 

Ficaram um minuto em silêncio só vendo o Yoongi brincando, tentando pegar uma borboleta. 

- Quando você vai conversar com o hobi? Já são três anos Tae, vocês são almas gêmeas e ainda não estão juntos. – Questionou o rosado.

- Você sabe, naquela época assim que eu descobri sobre nós eu ia conversar com ele, mas aconteceu aquilo com a Minjin, e quando tudo se resolveu, e fui tentar de novo ele estava namorando. E agora nesse momento está tudo indo muito bem, que até tenho medo, então decidi ir com calma e o contar devagar, tenho medo de o assustar. E perder tudo. – Desabafou o lúpus soltando um longo suspiro. 

Estava com medo. Fazia três anos que era apaixonado pelo ômega puro. Mas parecia que o destino não os queria juntos pois sempre alguma coisa dava errado. 

- Mas dessa vez, não tem Minjin ou o ex dele para atrapalhar vocês. Converse com ele, você sabe que ele também sempre foi apaixonado por você. 

Taehyung sorriu com o mais novo tinha falado, por ser lúpus, mesmo sem uma marca podia sentir algumas coisas que o lobo do ômega sentia. E isso o deixa eufórico, mas a meses atrás o deixou em angústia quando o acastanhado se isolou do mundo, conseguia sentir a tristeza dele e sabia que o ômega estava quase se entregando. E isso deixou Taehyung e seu lobo loucos, pois Hoseok não queria ninguém perto de si, nem mesmo o lúpus. Então cuidou do ômega do seu jeito mesmo que de longe. E se lembrar disso deixava seu coração triste novamente, não gostava daquele sentimento. 

Jimin percebendo a feição no rosto do alfa decidiu mudar de assunto, para um que estava curioso. 

- Tae, naquela época que você viajou para a Itália a trabalho que você acabou ficando uns dois meses lá, você chegou a vê o rosto do Seokjin?  - Perguntou Jimin, vendo a cara de confuso no rosto do alfa pela perguntar inusitada. 

- Não, viajei dois dias antes daquela mulher dar à luz ao meu filhote. – Respondeu ainda confuso. 

Jimin só confirmou com a cabeça pensativa, deixando o assunto morrer, logo começando outro sobre seu filhote. E conversaram até verem Hoseok vindo na direção deles. 

Jimin se levantou correndo, abraçando hobi com cuidado por causa do bebê Seokjin em seu colo. 

- Ai meu deus. Isso é um chupão. – Falou baixo para só o outro ômega escutar. 

O acastanhado ficou vermelho pela vergonha. Dando um sorriso amarelo para o mais velho. 

- Ok, não vou perguntar mais, mas depois você vai me contar isso. – Disse, vendo o mais novo confirmar rindo. 

E então escutaram o sinal.

- Bom família, tenho que voltar para meus amados alunos agora. – Falou de uma força sarcástica, dando tchau para outros dois, seguindo para dentro da faculdade. 

- Como foi? Tudo bem? Seokjin o deu trabalho? – Perguntou o alfa de forma cuidadosa, pegando Yoon do chão, chegando mais perto do outro.

- Não tudo bem, ele ficou quietinho, olhando para todos com curiosidade. – Riu o mais novo, e com a mão livre deu um carinho nos cabelos, no pequeno ômega. 

– E está tudo bem, eu decidi dar uma chance para voltar a dançar. Então vamos vê no que dar. 

Taehyung assentiu sorrindo. 

- Você é forte, e vai se sair muito bem. – O encorajou dando um beijo no topo da cabeça do ômega. 

E escutaram um pequeno choramingar. 

- Ele deve está com fome. – O ômega falou ajeitando Jin em seu colo. 

- Yoon com fome também papai. – Gritou todo alegre Yoongi. 

- Ok, o que acha de irmos almoçar no shopping? – Propôs o lúpus. 

- Eu quero. – Falou o ômega mais novo, todo animado fazendo o alfa o segura melhor.

Olhou para o ômega, esperando uma confirmação. 

Essa que veio com um melhor sorriso. 

Então seguiram para o shopping felizes, essa que não iria durar por muito tempo.


Notas Finais


Uma coisinha... Com sinceridade, o que vocês estão achando da história? Tá bom?

Tô muito insegura ultimamente

Até a próxima 👋🏻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...