História Uma Noite Sofrendo No Morro. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Chuck Clayton, Clifford "Cliff" Blossom, Dilton Doiley, Elizabeth "Betty" Cooper, Ethel Muggs, Forsythe Pendleton "FP" Jones II, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Frederick "Fred" Andrews, Ginger Lopez, Hal Cooper, Hermione Lodge, Hiram Lodge, Jason Blossom, Joaquin, Josephine "Josie" McCoy, Kevin Keller, Marmaduke "Moose" Mason, Mary Andrews, Melody Valentine, Oscar Castillo, Penelope Blossom, Personagens Originais, Polly Cooper, Pop Tate, Reginald "Reggie" Mantle, Sierra McCoy, Smithers, Tina Patel, Treinador Clayton, Trev Brown, Valerie Brown, Veronica "Ronnie" Lodge, Waldo Weatherbee, Xerife Keller
Tags Betty, Cole, Jughead, Lili, Riverdale
Visualizações 99
Palavras 957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Jughead narrando


O dia chegava ao fim, eu via o sol se pôr da sacada da minha casa enquanto fumava um beck,da minha casa no topo do morro dava pra ver tudo, todas aquelas casas aglomeradas da até um orgulho sabe que essa porra e toda minha.

Eu tava só na paz tentando relaxar, mais so de ouvi a voz dela já me estressei.

-Ah te achei ne.

 -Eu tava perdido ? 

-Affs Jughead, te procuro a horas...

 -Já quer mais dinheiro ? 

-Não, e que o Archie tava te procurando eu mandei ele vim aqui mais e burro e não veio.

 -E o que diabos ele quer ?

 -Perderam um carregamento seu.

-Perderam como desgraça! Já levantei da cadeira metendo o pé na mesinha onde eu tinha colocado uma garrafa de whisky.

-Bando de jumento.Cadê aquele pau no cu do Archie ? Inútil do caralho.

Uma tarefa simples é o retardado não consegue fazer.Desci pra garagem peguei uma das minhas motos e fui atrás do retardado, obvio que o jumento ta na boca ele pensa que minha casa e lá.

Já é o segundo carregamento que eu mando esse jumento escoltar e ele perde pra porra dos caveira.

Cheguei lá vi a maior movimentação, meus guerreiros estavam de um lado pro outro igual um monte de puta com fogo no rabo.

-Cadê o Duka ?

 -Ta ai dentro.

Entrei na boca que tava parecendo o inferno com tanta fumaça.

Ele tava gritando com os viados  que perderam o carregamento.

Não adianta gritar com eles não desgraça! Tu quem tava comandando essa porra o vacilo foi teu.

-Eu dei todas as ordens certas pra esses dois merda ai, só que esse cara lavada ai quis dar uma pausa pra comer.

-Rapaz eu pensei que vocês era jumento mais ate um jumento e mais esperto que vocês! Parou pra comer pelo menos uma buceta ?

-Não senhor, eu tava almoçando.

-Mais e muito pau no cu mesmo! A porra dos caveira de olho em nois esperando uma brecha é tu vai parar pra almoçar ? 

 -O problema maior não é esse Jughead. - Archie disse sério.

 -E qual é o problema maior?

-Eles mataram dois caveira.

Eu respirei fundo tentando me acalmar mais já era impossível, já tinha bebido e fumado um, não  tinha mais calma essas horas, matar um caveira é o mesmo que pedir uma invasão eles tenta entrar e matar o máximo dos meus guerreiros só por vingança.

Caminhei ate um dos cara que tinham perdido meu carregamento, peguei uma arma e dei um tiro no meio da testa dele, joguei a arma pra um la segura e peguei o filha da puta que parou pra almoçar pelo pescoço ele gritou igual um covarde o que me deixou com mais raiva, enforquei ele é comecei a socar sua cara, o merda caiu na hora e eu continuei socando a boca dele ate quebrar, senti o sangue dele tocar minha pele só me deixava mais puto e eu continuei ate deixa ele quase morto e com o rosto irreconhecível.

-Leva esse viado pro hospital, ele vai viver e levar a culpa da morte do amigo dele pra ver se aprende a ser homem.

Arrastaram o resto de aborto da minha boca e eu lavei minhas mãos com a bebida que estava em cima da mesa depois ainda tomei um gole mesmo sabendo que aquela porcaria tava quente.

-Agora tu Archie para de ser tão inútil é escolhe bem quem tu manda fazer essas parada! Não manda qualquer frouxo fazer serviço de homem não.

 -Eu sei Mano.

-Sabe de nada tu desgraça, bora bebe cachaça de verdade.

 Ele assentiu com a cabeça enquanto eu encarava ele sério, eu odeio pessoa incompetente e esse corno sabe.

Formos até o barzinho do seu Ze, la sempre tem uma cerveja gelada sentei na mesa com Archie e com uns guerreiros meus.

-Ae patrão, tem umas pessoas te devendo a meses.

-Amanhã vamo fazer umas cobranças pessoalmente ta ligado.

Seu Ze sabia o que gosto de beber é já trouxe logo. 

-Esse seu Ze manja das coisas.

Ele sorria quando me via ali sentando, sabe que o que eu gosto e de ostentação e de gastar dinheiro.

 -Ae manda umas puta ae pra cá, to quase virando viado aqui no meio desse monte de marmanjo.

 -É pra já patrão. 

-Rapaz tua fiel não vai gostar. -Archie disse debochado.

 -Que mané fiel o que doente, aquela desgraça sabe que só assumi ela por que gosto de uma buceta exclusiva.

 -Bicho tu e malandro hoo. 

-Tem que ser ne pai.

Não demorou muito e já foi chegando umas gatinha.

-Rapaz da próxima manda vim mulher com mais carne, essas cu seco não aguenta uns tapa.

Eu detesto mulher magra de mais, tem que ter pelo menos uma carninha pra nois chupar. E tem que ser dura pra aguentar os tapas por que se for pra fuder devagarinho prefiro bater punheta mesmo, eu gosto e de bater nessas vagabunda até elas chorar de dor em cima do meu pau.

Puxei a que tinha mais carne e sentei ela no meu colo, gosto e de carne e eu sou um cachorro mesmo.Nenhuma das puta era feia, pelo menos isso.

-Só espero que a Evellyn não apareça aqui.

Rapaz tu ta muito invocando com a minha fiel em Archie! Abre teu olho e fica na tua.

-Oxe to só falando, tu sabe que ela não pode ver mulher te olhando que já parte pra cima.

-Eu to la me importando, é to doido e pra comer uma hoje isso sim.

E só o que me acalma mesmo nesses dias de merda, nada melhor pra desestressar do que um sexo  selvagem do jeito que nois gosta.






Notas Finais


Comentem ...

Até daqui a pouco .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...