1. Spirit Fanfics >
  2. Uma Nova Aluna Para Hogwarts >
  3. Dia 03-(Parte 02)

História Uma Nova Aluna Para Hogwarts - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Dia 03-(Parte 02)


Fanfic / Fanfiction Uma Nova Aluna Para Hogwarts - Capítulo 4 - Dia 03-(Parte 02)

Ele esperou a sala ficar vazia, com apenas nos dois e fechou a porta.

Snape: -Suponho que sua tia já tenha lhe avisado que serei seu professor de oclumência ao longo desse ano. - Ele termina de falar para logo a minha frente, ele estava com a boca entre-aberta e não pude deixar de notar que seus dentes eram amarelados e tortos, será que deveria lhe apresentar um dentista? -Poderia fazer o favor de no mínimo prestar atenção sua insolente! - A voz dele agora estava impaciente e com mais um tom de arrogância.

-Sim, ela me avisou sim.

Snape: -A oclumência se trata da habilidade de impedir que alguém entre em sua mente ou veja suas lembranças. - Ele fala indo em direção da sua escrivaninha pega sua varinha, ao pega, ele vira para mim de novo e se aproxima. -Vamos para uma primeira tentativa, tente não me deixar entrar em sua mente e se entrar faça o possível para expulsar, pegue sua varinha caso precise dela.

Pego minha varinha do meu cinto que tem um pequeno lugar para ela.

Snape: -Pronta? - Eu fico em posição de defesa 

-Sim. - Ele aponta a varinha para mim.

Snape: -1... 2... 3... Legilimens.


Eu estou limpando minha casa, minha mãe está no sofá lendo o jornal, quando sem querer esbarro na mesinha e derrubou um vaso.

Mãe: -A olha o que você fez! - Ela se aproxima com fúria nos olhos.

-Desculpa mãe... Eu juro que foi sem querer...


Ela me agarra pelo cabelo e me puxa até o andar de cima.

Antes que a lembrança conrinuasse, eu force ele a sair e quando consigo expulsa-lo, eu dou um impulso para a frente.

Snape: -Vamos se esforce discipline sua mente e controle seus sentimentos! Não esta dando a mínima que eu esteja em sua cabeça!

-De novo. - Eu falo firme, ele se posiciona.

Snape: -Legilimens!


Um grupo de garotos e garotas se aproximam de mim e um dos garotos pega meu óculos e levanta até acima da cabeça, eu fico pulando para tentar pegar.

Garota: -O que foi? Não consegui pegar restinho de aborto?


Me esforço mais um pouco e consigo expulsa-lo da minha cabeça, mas isso me fez sentir uma pontada e segundos depois uma puta dor de cabeça.

Snape: -Pelo menos consegui me tirar, mas devo lembrar a senhorita que precisa impedir minha entrada! - Ele me olha meio irritado e com a voz um pouco alterada. -Vou deixar só isso por hoje pois tenho coisas mais importantes a fazer! Treine sempre que tiver uma oportunidade. - Ele vira as costas e vai em direção a escrivaninha, vira os calcanhares e se encosta na mesma. -As aulas serão sempre após as aulas de poções por tanto fique atenta ao invés de ficar perdendo tempo com o idiota do Senhor Énriquez! Agora suma.

Eu sai de lá com a mão na cabeça, estava quase explodindo, até que tudo começou a rodar perdir o controle das pernas e acabei caindo... Não vi, nem ouvi mais nada...

Quando abri meus olhos, minha visão ainda estava meio embaçada, eu não sabia que horas, ou que dia era... Quando olhei para o lado, vi um sirueta de alguém, apertei os olhos para que talvez conseguisse ver melhor e...

Lupin: -Senhorita Parker? - Era ele... O professor Lupin... Não pensei duas vezes antes de abraça-lo, ele demorou uns instantes para corresponder, acho que devido a surpresa.

-Me desculpa... - Minha voz estava tremula e as lágrimas começaram a escapar dos meus olhos... Por que sera que eu tinha que ser tão fraca diante de situações como essas?... -Me desculpa por ter tratado o senhor tão mal... Eu... Fui uma idiota... - Eu enterrei meu rosto em seu pescoço, ele tinha um cheiro de lavanda... E eu sempre amei esse cheiro...

Lupin: -Calma... Está tudo bem... - Ele começa a passar a mão levemente em meu cabelo. -Eu não culpo você, eu falei de uma forma muito direta o que... Deve ter sido muito... Dificil de processar tudo na hora...

-Não justifica eu ter tratado o senhor daquela forma...

Lupin: -Olha... - Ele desfaz o abraço, o que me deixou um pouco triste, puts tava tão bom sentindo o cheiro dele... Ele coloca as mãos em meu rosto limpando as lágrimas com os polegares. -Não se preocupe com isso tá? Passou ta então, deixa para lá certo? - Ele da um sorriso, tem um brilho no olhar dele... O que me fez querer passar horas ali, perdida naquele azul mas...

Madame Pomfrey: -Senhorita Parker está se sentindo melhor? - Caraca Madame Pomfrey tinha que aparecer logo agora? Lupin se afasta de mim um pouco rápido mas dava para perceber que não era aquilo que ele queria.

-Sim, só um pouco de dor de cabeça. - Sorrio para ela.

Madame Pomfrey: -Ótimo, tome isso e quando se sentir melhor, pode voltar a sua casa. - Ela me entrega um como com um líquido meio rosado, eu bebo um gole e faço uma careta o que gera um riso em Remus.

-Rindo de que professor Lupin?

Lupin: -Não de nada. - Eu reviro os olhos e tomo o resto do conteúdo do copo com muita dificuldade. -Olha eu preciso ir agora... - Ele põem a mão sobre a minha. -... Ainda tenho algumas aulas para dar, se cuide ok?

-Ta eu vou me cuidar sim. - Faço uma voz irônica e dou um sorriso, ele se aproxima deposita um beijo em minha testa e sai.

Encosto na cama e um sorriso bobo acaba escapando dos meus lábios, cara o que foi isso que acabou de acontecer? Não... Eu não posso estar gostando dele, ou começando, ele é meu professor, MEU PROFESSOR!!! Affs mas ele é tão... Atraente e aquele cheiro...

Mais um sorriso escapa e eu mordo o meu lábio inferior.

Anne: -Será que devemos nos preocupar com esse estado dela Fábio? - Faço um movimento brusco para olha-los, o que me fez sentir outra pontada na cabeça, o que me fez soltar um gemido de dor que só eu pude ouvir.

Fábio: -Olha eu sinceramente não sei mas... - Eles se aproximam da cama. -Acho que sim! - Eles começam a rir e eu reviro os olhos.

-Vocês são dois idiotas.

Anne: -Ai assim você me magoa! - Ela faz uma cara de falso choro.

Fábio: -Dramática, enfim Sophie por que o professor Lupin estava aqui mas cedo? Claro, retirando a parte que ele te trouxe nos braços até aqui e ter ficado contigo ate agora! - Ele dar um sorriso malicioso e olha para Anne, pera... Não pera... É sério mesmo isso que eu acabei de ouvir?

-Como? - Eu levanto para me aproximar dos dois para ouvir melhor.

Anne: -É isso mesmo que você ouviu! Ele ia para a sala do Professor Snape quando te viu jogada no chão, ele tentou te acordar mas você não teve reação, então ele te pegou e te trouxe quase correndo ate aqui, depois disse para o Diretor Dumbledore que ficaria com você até você acorda. - Gente, não acredito... Me encostei na cama de novo ainda tentando processar aquilo.

Fábio: -Acho que alguém tem um admirador! - Ta dessa vez eu não contiver o riso devo admitir.

-Ta, ta bom agora, preciso descansar um pouco, já esta ficando tarde então, é melhor vocês voltarem para o salão comunal ou vão ter problemas.

Fábio: -Ta mas se cuida sua maloqueira. - Os dois riem, Fábio pega minha mão e da um beijo e Anne beija minha testa.

Anne: -Até amanhã miúda.

Eles saem e eu entro de novo no meu transe, ainda não acredito que tudo isso aconteceu enquanto eu estava apagada. Será que eu estou me auto-iludindo? E se não? O que minha tia diria sobre isso? Que loucura... Acho que... Apenas deixarei o tempo ajir, pelo menos por enquanto que não sei o que fazer a respeito...

Me perdi em meus desvaneios e acabei adormecendo.


Notas Finais


Por Favor Me Falem o que estão achando ou se devo mudar algo a opinião de vocês e muito importante🙂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...