1. Spirit Fanfics >
  2. Uma nova chance >
  3. Memórias do passado

História Uma nova chance - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Eu espero muito que sim!

Capítulo 7 - Memórias do passado


Fanfic / Fanfiction Uma nova chance - Capítulo 7 - Memórias do passado

Um mês após a morte do Capitão Geral Yamamoto,Capitão Ukitake assumiu o posto de Capitão Geral, fazendo de Orihime uma das shinigamis mais importantes do Gotei 13.Mesmo depois de um mês Orihime ainda está bem desanimada, o que estava enfraquecendo a ruiva,já que sua zanpakutou se alimenta da força de suas emoções. 




E lá estava a nossa ruiva, caminhando pela divisão checando se tinha algum problema, olhava cada rua, até que escutou ao longe um shinigami gritando, correu imediatamente para ver do que se tratava. 



-Você é surda garota? - Diz o shinigami puxando pela gola uma menina que pertencia a divisão 4. - Eu disse para você me curar!


-Mas senhor, você tem que esperar na fila como todos aqui presentes, a senhorita Unohana virá curá-los. - Diz com medo. 


-Ora sua… - Ele tenta golpear a menor, porém, Orihime entra na frente segurando o punho fechado do rapaz. 


-Não ouviu o que ela disse? - Diz com um olhar frio. - Ela disse para esperar, pois a Capitã já estava chegando. Você quer morrer? Eu o ajudo com isso. - Diz segurando Shun Shun Rikka. 


-N-não senhora. - Diz com medo.


-Então volte para o seu para o seu posto. - Diz o olhando com raiva. 


-Muito obrigada senhorita Orihime. - Ela se curva perante a ruiva. 


-Não precisa agradecer, meu trabalho é esse. - Falou enquanto saia do local.


Andava sem rumo pelo Gotei 13, quando a ruiva escuta alguém a chamar, quando se vira para ver quem é, nota que é sua amiga Rukia. A morena pergunta se as duas não poderiam conversar a sós e assim fizeram, procuraram um lugar calmo para conversarem. 


Elas entraram na sala de Orihime, a morena já foi se sentando no sofá, estava nervosa, Rukia fitava as suas próprias mãos e mexia os dedos, Orihime se senta de frente a menor e faz um gesto para que Rukia começasse a falar. 


-Eu preciso de uma favor seu. - Diz envergonhada. - Você sabe que a associação de Shinigamis femininas tem um café, porém, infelizmente a Hinamori se machucou e vai ficar uns dias fora, então eu pensei. - Ela respira fundo. - Poderia ficar no lugar dela? 


-Como? - Diz surpresa. 


-Por favor! - Ela junta as duas mãos, implorando. 


-Eu acho que não sou muito boa com isso. - A ruiva suspira. - Mas, farei o que tiver ao meu alcance. - Ela sorri. 


-Então, você vai começar hoje mesmo. - Diz com um enorme sorriso. - Vamos para o café. - Diz puxando a mão da ruiva. 


…………………………………. 



estava Orihime, totalmente arrumada com seu uniforme de garçonete, Hoje seria o seu dia teste,as meninas tinham dúvida se ela era boa mesmo para o cargo, mesmo que Rukia já tenha dito que a ruiva era boa. 


-Vamos lá Orihime, não será tão difícil. - Diz indo em direção ao salão, quando a porta se abre,revelando um rosto familiar. - Bem vindo...ICHIGO?-Diz surpresa. 


-Orihime? - Diz incrédulo. 



O casal se fitou por um tempo, porém Ichigo fez pouco caso e se dirigiu a uma mesa, Orihime que ficou plantada olhando para o nada se irrita imediatamente.


-O que gostaria de pedir, senhor? - Diz fingindo não estar irritada. 


-Gostaria de um café e um omelete. - Diz o ruivo a encarando. 


-Claro, eu já trago o seu pedido. - Diz sorrindo forçadamente e indo em direção ao balcão, onde a ruiva entrega o pedido para Rukia que estava na cozinha. 


………………….. 



-Aqui está. - Diz o servindo. - Gostaria que eu escrevesse algo em seu omelete, senhor? - Sorri forçadamente. 


-Escreva como você está se sentindo hoje. - Ele sorri para ruiva. - É uma informação importante para mim. 


-Claro. - A ruiva sorrir e escreve a palavra "Irritada" no omelete do mais velho. - Aqui está senhor. - Ela o encara, porém alguém a chama e a ruiva vai ver do que se tratava. 


-Sim? - Diz sorrindo,até que o cliente a encurrala. - O que está fazendo aqui? Esse é o meu ambiente de trabalho.


-Vim te fazer uma visita. - Ele aproxima o seu rosto e o coloca com o da rua, deixando com poucos centímetros de distância. 


-Ei! Orihime! - Ichigo grita levantando de sua cadeira irritado, estavam tocando em sua amada. 


-O que esse cara quer agora? - Diz Ulquiorra revirando os olhos. 


-Não toque nela. - Diz tirando a mão de Ulquiorra e o afastando da ruiva. 


-Por acaso ela é sua? - Diz debochando. 


-Ei.-Orihime diz irritada, não tava gostando dos dois se implicando no ambiente de trabalho dela. 


-E desde quando ela é sua, Ulquiorra? - Diz provocando de volta. 


-Dá para vocês dois calarem a boca?! - Diz a ruiva irritada. - Estão parecendo duas crianças!


-Me desculpe, eu não sei o que deu em mim.-Diz Ichigo decepcionado. 


-Eu vou tomar um ar fresco. - Diz a ruiva saindo do local. 


…………………………. 



O trabalho da ruiva havia acabado, a mesma foi arrumar suas coisas para sair. Embora, não fosse fã desse tipo de trabalho, Orihime gostou muito do seu primeiro dia. 


-Você? - Diz a ruiva notando que Ichigo a esperava do lado de fora.


-Vou te levar em casa. - Diz ele começando a caminhar com a ruiva. 


-Ichigo,me desculpe por hoje cedo, eu fui muito grossa com você. - Diz arrependida. 


-Nah, relaxa,eu não ligo muito para isso, vi que você estava estressada com seu primeiro dia. - Diz a olhando de canto de olho. 


-Ichigo, acha que eu poderia ter impedido a morte do Velho Yama? - Diz começando a chorar. - Eu tenho me segurado todo esse tempo, quando o que eu queria fazer na verdade era só chorar, eu tenho tentado me fazer de forte, mas na verdade eu só queria chorar. 


-Não foi sua culpa, ele fez a escolha dele, ele escolheu te proteger. - Ele a abraça. - O que você poderia fazer por ele é viver. 


-Eu não aguento mais… - Ela o aperta mais. - Obrigada Ichigo… Obrigada por sempre estar ao meu lado. - Ela sente Ichigo puxando-a. - Hm? 


-Vou te levar a um lugar, provavelmente faz tempo que você não vai visitá-lo. - Ele diz caminhando mais rápido. 


…………………… 



ORIHIME ON


Eu não acredito que ele me trouxe aqui, essa ponte, essa fonte, essa casa, esse lugar foi onde um dia eu fui uma criança muito feliz, é a casa onde que eu vivia com a minha mãe e o Aizen, o velho Yama vinha me visitar de vez em quando, embora eu não soubesse o nome dele naquela época,eu gostaria de voltar para os meus dias de paz. 


    Começo a chorar mais ainda, porém, Ichigo me abraça novamente, como é bom ficar em seus braços, eles são quentes,é confortável. Ele me puxa para si e sela os meu lábios com um beijo lento, me sinto nas nuvens, parece que eu voltei aos meus dias de paz mais cedo, eu o amo, eu o amo muito,eu amo Ichigo Kurosaki com todo o meu coração. 


……………………..…… 



-Nos vemos amanhã? - Diz Ichigo me deixando em casa. 


-Sim,com certeza. - Digo corada.Ele se vira pronto para ir embora quando eu o chamo. - Ichigo. 


-Sim? - Ele me encara. 


-Eu gostaria de te pedir perdão, por não ser uma boa amiga, uma boa namorada,mas,eu juro que serei melhor e-Ele me corta com um beijo,e novamente eu coro extremamente. 


-Do que está falando? Você sempre foi boa demais para mim, eu sou apaixonado por você desde que eu te vi pela primeira vez naquela escola. - Ele me solta. - Olha, agora está tarde, eu tenho que ir. - Ele se vira e vai embora. 


 


   Eu entro em minha casa, minhas pernas bombeiam por uns segundos, mas logo voltam ao normal, eu vou correndo tomar banho e colocar meu pijama, estava cansada meu dia foi muito longo. Me deito em minha cama e durmo como pedra. 



……………….. 



SONHO DA ORIHIME ON



Eu vejo um mundo nublado, tem um garoto me chamando, seu cabelo é rosa. Quem é? Ele está chorando,tem um dragão tentando me puxar, porém ele não consegue e eu caio dentro de um portal e bato a cabeça, quando volto a mim novamente, eu vejo minha mãe Ayame cuidando de mim. 


SONHO DA ORIHIME OFF



Acordo assustada, sem entender nada o que se passou. 


-Igneel, eu sou filha de um dragão. - Eu digo não acreditando em mim mesma. - E Natsu… Eu tenho um irmão chamado Natsu. - Digo incrédula. - Preciso ver o meu registro com o Ukitake,ele deve saber de algo. - Digo levantando e me arrumando. 


   É muita informação para mim, como isso é possível? Saio dos meus pensamentos ao escutar meu telefone tocar,era Rukia perguntando onde eu estava, eu explico a morena  que hoje terei que me atrasar um pouco. 


   Saio correndo em rumo a divisão do Ukitake, torcendo para que ele esteja lá, felizmente ele estava no portão de sua divisão, conversando com uns subordinados. 


-Ukitake… -Digo ofegante. - Ukitake, não me esconda nada, eu sei que você me encontrou. Sabe me dizer de onde vim? - Digo com um olhar implorante. 


-Sim, eu sei de onde você veio Orihime. - Ele me encara triste. - Criança, infelizmente você não é deste mundo, te achamos quando houve uma explosão no Senkaimon. - Ele para um pouco para escolher as palavras certas. - Bom, nós vimos um dragão enorme adentrar nesse mundo pelo Senkaimon, ele provavelmente foi o culpado pela explosão. 


-E o que eu tenho a ver com esse dragão, Ukitake? - Digo nervosa. 


-Te encontramos caída em frente ao Senkaimon, sozinha. Você vestia um cachecol de escamas de dragão e usava roupas que nós nunca vimos. - Ele estava nervoso. 


-Ukitake, como eu volto para esse mundo? Preciso saber quem são eles. 


-Voltar para lá não será nada fácil, não temos 100% de garantia de que vá funcionar, porém se é o que você quer, eu te ajudarei, pela minha honra. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...