1. Spirit Fanfics >
  2. Uma nova esperança >
  3. Esquentadinho

História Uma nova esperança - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo curto, mas juro que valerá a pena!

Capítulo 4 - Esquentadinho


Não viajaram por muito tempo, Sasuke realmente tinha uma carta na manga no meio daquela nevasca tão linda e tenebrosa. Caso houvesse um termômetro naquele exato momento, ele certamente constataria uma temperatura beirando aos 3° C, a vegetação estava coberta de uma camada branca além do ponto, um contraste que deixava a floresta mais monótona em uma das mais belas visões compreendidas pelo olhar humano.

Um pouco contra tal ato, Sakura passou a usar a capa de seu namorado, sendo que ele alegava que estava com frio.

- Toma, use isto.

- Está tudo bem, Sasuke-Kun, não precisa.

- Você está com frio, é melhor vestir.

- Eu já estou acostumada com esse clima! Além do mais, em que momento eu lhe disse que eu estava com frio?

- Primeiro, por mais que um ninja seja resistente ao clima, isso não o torna impenetrável, e, segundo, desde quando você precisa falar para me dizer algo?

Sakura foi pega de surpresa, Sasuke estava certo, em grande parte de seus momentos juntos, apenas o silêncio já era um livro com diversas páginas, conseguiam se entender sem que ninguém falasse uma sílaba sequer.

 Poucos minutos depois, chegaram no local onde Sasuke já tinha em mente: Uma cabana média, em frente a um pequeno lago, que devido ao tempo, estava completamente congelado. O Uchiha tratou de apresentar o pequeno refúgio a sua amada, não era nada muito complexo, Sasuke havia encontrado aquela cabana a dois anos em uma de suas missões, completamente abandonada, então, passou a renovar seus móveis e seus acabamentos pouco a pouco, pensando que um dia precisaria usá-la.

Em pouco menos de trinta minutos, o casal já havia se estabelecido confortavelmente no local. Sakura havia forrado o Fūton improvisado com alguns panos que o Uchiha sempre carrega em sua bolsa de viagem, enquanto Sasuke prepara uma pequena caça para o jantar. O ex renegado havia escolhido aquela área com certa cautela, tinha diversos animais e uma vasta plantação, portanto, poderia ter remédios naturais e comida quando precisasse.

Já era por volta de onze da noite, depois de tanto nervosismo e uma luta até que fácil, o casal estava sentado ao redor de uma fogueira, que era o jeito perfeito de se esquentar daquele inverno que assombrava o país do fogo.

- Por quê voltou cedo desta vez, Sasuke-kun?

- Hum? – Sasuke não havia entendido

- Sua missão, você voltou em menos de um semestre, isso não é de seu costume!

Sasuke esboçou uma reação que raramente era vista pela Haruno, ele estava tímido.

- É que *tosse forçada* tinha alguns assuntos pendentes para tratar em Konoha.

Sakura pensou consigo por um momento, e um pensamento fez com que ela risse internamente.

Chegando bem perto de Sasuke, com uma voz pra lá de irônica, disse:

- E esse assunto, teria a ver com alguma médica que trabalha no hospital?

Sasuke estava mais vermelho que seu próprio estilo fogo.

- Talvez. – O Uchiha sempre tentava fazer sua pose de sério.

Sakura então, resolveu fazer algo perigoso: brincar com seu amado.

- Ah, quer saber? Por quê se daria ao trabalho? Tem tanta gente que já faz isso mesmo...

- Como é? – Sasuke tinha erguido uma sobrancelha, estava dando certo.
- Ué, os ninjas de Konoha sempre estão atrás das médicas, é como se fosse uma perseguição seríssima! Eu e Ino ficamos exaustas em alguns dias......

 Sakura estava mentindo, isso raramente acontecia, e, quando ocorria, ela sempre usava sua sinceridade para escapar da situação, resumidamente, todos os habitantes de Konoha já tinha conhecimento de seu namoro com Uchiha Sasuke.

- Hunf. – Sasuke resmungou.

- O que foi, meu bem? – Sakura estava saboreando cada segundo.

- Nada. – Havia acontecido tudo.

- Hmmmm....

- Queria estar por perto durante mais tempo. – Ele finalmente cedeu

- É? Por quê? – Sakura respondeu

- Para treinar meus jutsus de Kunai em certas pragas.

Sakura caiu na gargalhada, enquanto Sasuke esboçou uma leve risada.

- Você fala como se alguém pudesse conquistar meu coração. – Sakura estava testa com testa com o Uchiha, analisando cada traço de seu rosto.

- E o que impediria? Não preciso do meu sharingan em fase inicial para enxergar que você é a mais pela da vila da folha, é o sonho de todo cidadão.

Sasuke foi sincero, como sempre era quando estava a sós com Sakura, e isso a fez corar.

- Desse jeito fica muito difícil não avançar nesse seu pescoço. – Sakura havia se aproximado ainda mais de Sasuke (se é que isso era possível)

- Posso fazer isso pra você.

Sasuke foi curto, objetivo e muito, mas, MUITO, eficaz. Ele avançou com uma velocidade absurda no pescoço de Sakura, ficar admirando a Haruno daquela distância não havia feito bem para sua sanidade, já havia perdido o controle.

Enquanto beijava o pescoço da rosada, rapidamente subiu Sakura para seu colo, enquanto ela enlaçou suas pernas na sua cintura, assim sendo carregada pelo Uchiha cabana a dentro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


já sabem o que esperar do próximo e último capítulo, não é?
Prometo que não os desapontarei, ttebayo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...