1. Spirit Fanfics >
  2. Uma nova heroína (ou não) >
  3. Izuku x Bakugou

História Uma nova heroína (ou não) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia gente!
Boa leitura❤

Capítulo 7 - Izuku x Bakugou


Fanfic / Fanfiction Uma nova heroína (ou não) - Capítulo 7 - Izuku x Bakugou

Na grade de programação da U.A, temos matérias normais exigidas, como o inglês na parte da manhã. Já na hora do almoço, comemos no refeitório principal, onde podemos comer uma boa comida a preços razoáveis. E a tarde, nós temos treinamento básico de herói.
- Eu estou... entrando pela porta como uma pessoal normal. - definitivamente essa não era uma palavra que definia All Might, muito menos entrar pela porta, já que qualquer pessoa deve fazer isso.
Todos sem dúvidas ficaram muito surpresos, até meu irmão.
- Oh, é o All Might!
- incrível, ele é mesmo um sensei! -Eijiro falou animado.
"você nem imagina, Eijiro-kun" pensei sorrindo.
Ali Might andou como se estivesse pisando em ovos, uma forma totalmente ridícula ao meu ver.
- eu ensino o Treinamento Básico de Herói. Essa é uma matéria na qual você treina de diferentes maneiras as noções básicas para ser um herói. Vocês terão um número maior de módulos nessa matéria. Vamos direto para um! É isso que faremos hoje! Treinamento de combate!
Bati a cabeça na mesa, ah não.
- Treinamento... -começou Bakugou com um olhar psicopata.
- de combate... - finalizou meu irmão com uma cara assustada.
- e para seguirmos de acordo, aqui estão! - ele apontou para a parede e do nada ela começou a se mover, mostrando compartimentos com números- trajes feitos com base em seus registros de individualidade, como solicitado por vices antes do começo das aulas.
Todos começaram a ficar animados, e admito que até eu. Afinal, é sempre maravilhoso ter roupas novas.
- depois de se trocarem, reúnam-se no campo Beta!
- Certo!
Meu uniforme não era exatamente como eu queria, talvez se tirasse um pouco dos detalhes espalhafatosos ficasse melhor, mas era oque tínhamos. Era um vestido verde escuro, digamos assim, com mangas longas e um shorts por baixo da saia. Pedi para ser possível tirar a saia e ficar apenas um macacão e eles não decepcionaram. Meias ¾ no mesmo desenho e tênis vermelhos para combinar com o cinto de utilidades que não tinha utilidade, na verdade. Pedi também um capuz junto do vestido, joelheiras, cotovelheiras e luvas para a segurança.
Digamos que minha mãe possa ter achado uma boa ideia Izuku ter o traje parecido comigo, mas eu simplesmente odiei. Por que tudo tinha que ser igual? Por que?!
- Izumi, não acha que a saia ficou um pouco curta? - Izuku falou baixo.
Revirei os olhos.
- cale a boca, olha quem está reclamando do meu traje. O seu obviamente foi inspirado no All Might né. - debochei.- é tão óbvio.
O rosto de Izuku ficou vermelho.
-M-mas é sério Izumi, sua saia está curta e a parte de cima ficou muito colada. - disse ele com um biquinho infantil nos lábios.
Uraraka se aproximou de nós.
- nossa Izumi-chan! Seu traje ficou perfeito em você! - disse Ochako com um sorriso fofo.- o seu também é muito legal, Deku-kun! Combinou mesmo com você!
Meu irmão de repente ficou escarlate e escondia a boca a qualquer custo. Talvez estivesse impressionado com o belo traje de Uraraka.
- eu devia ter escrito oque eu queria. O meu acabou ficando bem colado. Que vergonha. - Ochako falou com a mão na cabeça, sem graça.
Dei um sorriso.
- eu acho que ficou perfeito, não é Izuku-nii? - não aguentei e tive que provocá-lo.
Meu irmão gaguejou tanto que nem dava pra imaginar oque ele quis dizer, nem uma maldita palavra saiu corretamente, me fazendo rir ainda mais.
Um baixinho, aquele da seleção, passou por nós com um joia.
- o curso de herói é o melhor. - falou com uma cara de tarado.
- cale a boca. - reclamei segurando a imensa vontade de chutá-lo.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
- Dizem que suas roupas fazem vocês, garotos e garotas. Estejam plenamente conscientes... de agora em diante... Vocês são heróis! Isso é ótimo, pessoal. Estão todos nem legais! Agora, é a hora do treinamento de combate! - All Might começou.
- Sensei! Este é o mesmo contra de batalha do exame de entrada, então nós vamos enfrentar batalha urbanas de novo? - Iida perguntou, ou quem eu achei que fosse o Iida e não um robô.
- Não, nós vamos avançar em dois passos! - All Might anunciou.- na maior parte do tempo, o combate contra os vilões ocorre em espaços abertos, mas se vice olhar em números totais, há uma taxa maior de vilões que aparecem em lugares fechados. Nessa sociedade cheia de heróis, vilões verdadeiramente inteligentes se escondem nas sombras! Para está aula, vocês serão dividos entre vilões e heróis e lutarão 2 contra 2 em batalhas em lugares fechados.
Confuso, era isso que se resumia. Mal conhecíamos uns aos outros, seria um pouco complicado trabalhar em equipe com pessoas que nem sabemos o nome, como é meu caso.
- sem treinamento básico? - uma garota diferente perguntou.
All Might fechou o punho e sorriu. Era só isso que parecia que ele saber fazer.
- está é uma batalha real para entender o básico! No entanto, a chave agora é que não há robô a ser abatido.
Talvez eu estivesse começando a entender. A lógica do treinamento era mostrar que precisaríamos ajudar e ser ajudados por heróis que nem sempre éramos compatíveis.
- que sistema definirá os vencedores e os perdedores? - perguntei curiosa.
- podemos derrotá-los de qualquer jeito? - Bakugou perguntou de forma estranha.
- A punição vai ser a expulsão como o Aizawa sensei? - Uraraka questionou com medo.
- como seremos divididos? - Iida levantou a mão.
- essa capa não é legal? - quem era esse figurante maluco afinal das contas?
Ali Might parecia emocionado e sorria brilhantemente, como sempre.
- eu vou responder todas as suas perguntas! Agora ouçam. A situação é que os vilões esconderam uma arma nuclear em algum lugar do esconderijo. Os heróis estão tentando se livrar dela. Os heróis precisam capturar os vilões ou reaver a arma nuclear no tempo previsto. Os vilões precisam proteger a arma nuclear o tempo todo ou capturar os heróis. - All Might explicou.- os times e os oponentes serão determinados por sorteio!
Estalei a língua, irritada. Se eu caísse com Bakugou seria uma desgraça total.
- eles serão decididos aleatoriamente? - Iida perguntou. Parecia que não era só eu que estava apreensiva.
- os profissionais frequentemente tem que improvisar parcerias com heróis de outras agências, talvez seja por isso... - meu irmão explicou já confirmando minha teoria.
- entendi. Perdoe minha grosseria! - pediu Iida se curvando.
All Might fez uma pose dramática, como se fosse levantar voo a qualquer momento.
- tudo bem. Vamos logo com isso!

Time A : Uraraka Ochako e Midoriya Izuku
Time B: Todoroki Shouto e Midoriya Izumi
Time C: Mineta Minoru e Momo Yaoyorozu
Time D: Iida Tenya e Bakugou Katsuki
Time E: Mina Ashido e Ayoma Yuuga
Time F: Rikito Sato e Shoji Mezo
Time G: Denki Kaminari e Kyouka Jirou
Time H: Asui Tsuyu e Tokoyami Fumikage
Time I: Toru Hagakure e Ojiro Mashirao
Time J: Sero Hanta e Kirishima Eijiro

- incrível, deve ser o destino! - Uraraka dava pulinhos de alegria.- estou contando com você!
Soltei uma risada. Realmente, aquele era o destino, pensei.
- sério?! Eu tenho que falar direito, ou então.... -Coloquei a mão em seu ombro e dei um sorriso.
- seja você mesmo, Izuku. Ela vai gostar de você. - falei tentando acalmar meu irmão. Não parece que funcionou muito, mas era um começo.
All Might estava entre duas caixas com uma escrita vilão e outra herói.
- os primeiros times a lutar serão... - odeio suspense, ainda mais vindo de All Might.- D e A! Time A será de heróis e o Time D será de vilões.
Ok, aquilo não poderia ser pior! Meu irmão contra Katsuki?! Puta destino sacana esse!
- todos os outros, dirijam-se para a sala de monitoramento. - All Might pediu.
- certo!
Antes de sair, segurei a mão de Izuku.
- dê o seu melhor, ok? Não se deixe vencer fácil. Use oque você tem de melhor, lembre-se você conhece os pontos de Bakugou melhor do que ninguém! Tente traçar um plano assim e...
- Midoriya Izumi? - ouvi um voz familiar atrás de mim. Era Todoroki Shouto, seu semblante continuava melancólico.- podemos conversar?
Concordei com um sorriso. E antes se sair, dei um abraço em Izuku.
- boa sorte.
Ele concordou com um sorriso brilhante.
Segui ao lado de Todoroki até a sala de monitoramento em silêncio.
- É muito bonita a relação entre você e seu irmão. - ele falou. Aquilo seria uma tentativa de puxar assunto?! Poxa, se eu não tivesse o ouvido antes, poderia dizer que ele era mudo, nunca disse uma palavra com outros da turma.- você cuida muito dele.
Senti as bochechas coragem quando ele me olhou.
- o-obrigada. Acho eu realmente é verdade, sempre ajudei Izuku com tudo mesmo, acho que é porque eu sou a irmã mais velha! - falei sorrindo.- e você? Tem irmãos?
Ele desviou o olhar de mim e me senti uma idiota.
- d-desculpe, não queria me intrometer...
Ele parou e balançou a cabeça.
- não tem problema, é só... deixa pra lá.- ele continuou andando ao meu lado.- tenho dois irmãos e uma irmã mais velhos.
Olhei para ele animada.
- deve ser legal ter uma família grande. Sabe lá em casa somos apenas eu, Izuku e nossa mãe, só nós. Eu sempre achei a casa um tédio, queria ter um gatinho mas Izuku tem alergia e...
Olhei para Todoroki que parecia visivelmente perdido.
- desculpe, Todoroki-san. - falei me curvando.- e-eu não queria despejar minha vida em cima de você, sinto muito.
Ele me olhou com seus olhos heterocromáticos.
- não tem problema. Eu também gosto de gatos, tem um até. - ele falou dando os ombros.
Meus olhos brilharam e dei um sorriso.
- que legal, Todoroki-san! Como é o nome dele?
- Yuno. - ele falou em sua habitual voz.
- que fofo! - falei.- e então, sobre oque você queria falar antes?
Todoroki balançou a cabeça, concordando.
- queria saber suas melhores habilidades para podermos combinar da melhor forma e vencer.
Concordei com a cabeça.
- minha individualidade é de atração e repulsão. Mas eu só posso usá-la em quem ou oque toquei recentemente, oque pode ser um ponto negativo dependendo dos nossos adversários. - expliquei.
Ele parecia pensativo e olhava para mim.
- Todokoki-san? - chamei- você está me ouvindo?
Passei a mão na frente de seus olhos e ele se assustou.
- você está bem? Parecia distraído. - perguntei me aproximando dele.
Ele desviou o olhar rapidamente.
- só estava tentando combinar com a minha individualidade de gelo. - ele explicou com de volta com seu jeito melancólico.
Fiquei curiosa sobre o porquê de ele só querer usar seu lado direito, mas achei que seria muita intromissão perguntar.
- se você não se importar, eu tenho um plano! - falei batendo uma mão na outra.
Ele deu os ombros.
- certo, vê se você concorda. Se formos os vilões e tivermos que proteger a bomba, seria uma boa ideia você congelar o chão em volta, talvez até colocar algumas estacas, aí será mais difícil os heróis se aproximarem, enquanto eu fico lá embaixo e se eles se aproximarem da bomba, eu posso a empurrar pra longe até conseguirmos derrotar eles. - dei uma pausa para ver oque ele achava, seu semblante continuava sério.- sei que não é um plano tão bom, mas foi no improviso.
Ele negou rapidamente com a cabeça.
- eu gostei, e se der certo, sem dúvidas ganhamos. Eu tenho um plano para se formos heróis também. Mas tudo depende dos nossos adversários, então vou esperar para ver quem são eles para então poder te contar.
Balancei a cabeça concordando.
- Se você não se importar, Todoroki-san, vou ver como meu irmão está se saindo contra Bakugou. - falei dando um tchauzinho para ele e me juntando aos outros.
Eijiro se juntou a mim.
- Está preocupada, Izumi-chan? - ele perguntou.
Concordei com a cabeça com as mãos junto ao peito. Meu coração estava a mil e tinha medo que Izuku se machucasse demais.
- oque acha que vai acontecer? - Eijiro perguntou sem tirar os olhos da tela.
Pensei um pouco antes de responder.
- meu irmão sabe dos riscos de usar sua individualidade, ele pode acabar se ferindo e ficando inútil, ou pode acabar ferindo gravemente um dos dois, então ele vai contar apenas com sua inteligência e o poder de Uraraka-san. Provavelmente Bakugou vai atacar primeiro e deixar Iida sozinho com a bomba, e deixar tudo nas mãos de Tenya, focando apenas na luta contra meu irmão. -soltei uma risada.- é a cara do Bakugou fazer isso. Já meu irmão vai querer cuidar de Bakugou sozinho, deixando a bomba e Iida para Uraraka-san.
Eijiro e o resto da turma me olhavam estupefatos. Dei os ombros sem me importar.
- É só um palpite. -comentei.
- essa é uma ótima análise, jovem Midoriya. - disse All Might surpreso.- Um dos pontos mais importantes para se tornar um herói, é a capacidade de analisar uma luta com um olhar crítico, jovens. Parece que sua colega já é boa o suficiente nisso, olhem a tela.
Todos olhamos para a tela apenas para ver um Bakugou saltar e explodir uma parede junto com metade da máscara do meu irmão.
Dei um sorriso, satisfeita comigo mesma.
- isso é trapaça! Um ataque surpresa não é coisa se homem! - Kirishima reclamou batendo os punhos.
- ataque surpresa também é estratégia. Eles estão no meio de uma batalha real agora. - All Might avaliou.
- Midoriya-kun se esquivou dele! - comemorou Mina-san.
Olhei para a tela e comemorei internamente por meu irmão. Ele sabia oque teria que fazer e não se renderia fácil.
- lá vai o Bakugou! - Kaminari alertou.
Todos estavam muito centrados na luta, vi até um olhar de surpresa em Todoroki. Não pude evitar de sorrir, ainda mais quando Izuku leu os movimentos se Bakugou e interceptou um de seus braços, virando de costas e o jogando no chão com forma.
Dei um pulo de animação e segurei um dos braços de Eijiro com um sorriso.
- você viu?! Ele foi incrível! - falei animada.
Todos estavam muito surpresos com a desenvoltura de meu irmão, talvez não esperassem tanto dele, mas agora estavam errados.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
O tempo era de quinze minutos para encontrarem a bomba, sendo que os heróis não sabiam onde ela estava localizada.
- isso é uma puta desvantagem! - xinguei.
All Might riu.
- heróis devem ser capazes de virar o jogo em qualquer situação na qual estejam. Além disso, o Aizawa sensei não disse a vocês? Sabem... aqui vamos nós... - ele ergueu o punho junto com todos, não pude não me juntar a eles e levantei também, animada.- Plus Ultra!
Virei novamente para a tela e focar na luta, apenas. Bakugou continuava a atacar primeiro, fazendo meu irmão rebate-lo apenas com golpes de artes marciais. Sem dúvidas ele já estava nervoso, talvez esperava que meu irmão o atacasse com todo seu poder, para finalmente provar que era melhor do que ele, mas aquilo não ia acontecer. Bakugou atacou com um chute e meu irmão o parou no ar, prendendo em sua perna a fita para captura. Bakugou não ia se deixar capturar tão fácil, mas seus golpes eram muito óbvios e Izuku sabia disso, sabia também que Katsuki ia atacar com a mão direita, fazendo meu irmão desviar novamente.
- ele é incrível! - ouvi um colega comentar.
- Ele nem mesmo está usando sua individualidade para lutar contra o segundo do exame de entrada! Esses dois irmãos... são extraordinários! - ouvi outro e num pode segurar um sorriso. Estávamos fazendo história na U.A, sem dúvidas.
Meu irmão estudou a vida inteira sobre os outros, ele os analisava, seus golpes fortes, seus pontos fracos, tudo! E estava finalmente colocando em ação tudo oque sabia. Estalei a língua, lembrando de todas as vezes que falei para ele parar com aquela mania irritante, parece que pela primeira vez eu estava errada.
- ele parece irritado. - comentou Eijiro.
Concordei com a cabeça.
- Bakugou sempre foi muito autoconfiante e meu irmão acabou ferindo o ego frágil dele, agora Bakugou vai ficar mais atendo aos movimentos se Izuku-nii. - falei olhando para o olhar psicopata de Bakugou.
Izuku fez o melhor, que era correr pelo labirinto de passagens, aproveitando o momento para pensar em alguma coisa. Enquanto isso, Uraraka-san foi para o quinto andar, local onde estava posicionada a bomba, guardada por Iida que parecia estar em um conflito consigo para conseguir incorporar um vilão minimamente decente, oque sem dúvidas foi falho e a risada bizarra dele fez Uraraka rir, a tirando de seu esconderijo. Admito que Iida foi muito inteligente tirando todos os objetos da sala, assim Uraraka-san não poderia usar sua individualidade. Estalei a língua, irritada, tinham poucas chances de meu irmão e Ochako vencerem, e a principal não me agradava em nada.
- se Midoriya-kun não usar sua individualidade, não terão grandes chances de vencer, oque você acha, Izumi-san? - perguntou Momo Yaoyorozu.
Concordei com a cabeça.
- ele vai usá-la, só está guardando para o momento certo. - arrisquei.
Mas que momento seria aquele que ele não poderia aguentar a pressão e seria obrigado a se machucar para isso?
Bakugou finalmente encontrou Izuku e estava realmente parecendo um vilão. Aquilo não seria bom, ele estava muito zangado e isso poderia ficar sério demais. Eu estava com um mal pressentimento referente a aquelas manopolas de Bakugou, algo me dizia que ela serviam para aumentar o poder destrutivo da individualidade de Katsuki.
- Sensei, eu acho melhor para antes que eles se machuquem demais. - falei ansiosa.
All Might negou.
- se ficar sério demais, eu vou pará-los, não se preocupe jovem Midoriya. - ele falou com a mão em meu ombro.
Antes que qualquer um de nós olhasse, Bakugou acionou uma de suas manopolas mirada diretamente para meu irmão. Aquilo poderia matá-lo!
- Sensei! - alertei.
All Might segurou o microfone com força.
- jovem Bakugou, para! Você está tentando matá-lo?!
O olhar de Bakugou realmente parecia psicótico e perigoso, me dando arrepios.
Merda, merda, merda! Aquilo era muito perigoso, eu tinha que fazer alguma coisa, mas antes que eu sequer me movesse, Bakugou explodiu a metade do prédio.
- isso deveria ser uma aula! - falou Kirishima olhando as paredes tremeram.
- jovem Midoriya!
Meu coração martelava contra o peito e não conseguia ver Izuku graças a fumaça causada pelas explosões. Só sabia que ele estava vivo quando Bakugou continuou avançando para cima de Izuku.
- isso vai acabar mal... - Eijiro falou olhando para mim com preocupação.
Concordei com a cabeça a mil.
Iida parecia ter se distraído tempo suficiente para Uraraka atacar com um golpe surpresa, ela podia usar sua peculiaridade em si própria e Iida não sabia disso. Mas Iida foi mais rápido, Ochako acabou caindo feio.
- Uraraka-san... - murmurei preocupada.- cuidado...
- Sensei! Você deveria parar eles! Bakugou está fora de si! Ele vai matá-lo! -Eijiro falou olhando pra tela.
- não... - All Might negou.
Mas que porra! Aquilo já tinha passado de aula a muito tempo, tinha que parar!
- All Might sensei isso já está indo longe demais, meu irmão não vai conseguir se defender de um golpe direto de Bakugou assim! - falei com pânico.
- jovem Bakugou, a próxima vez que você usar isso, eu vou parar a luta, e o seu time vai ser o perdedor. - All Might ameaçou.- um ataque em larga escala como esse, está provocando a destruição da fortaleza que você deveria estar protegendo. Este é um plano tolo tanto para os heróis quando os vilões!
Revirei os olhos, irritada. Aquilo não ia adiantar merda nenhuma!
Bakugou continuava a avançar contra meu irmão e o pior aconteceu. Ele foi de frente para cima de Izuku, não tinha como escapar de um golpe direto assim a não ser bater de frente também. Mas não deu certo, Bakugou usou a explosão para dar a volta e atingir Izuku pelas costas. Fechei os olhos com força, já com medo da situação de meu irmão.
- ele não parece do tipo que pensa... - ouvi Todoroki falar.- mas ele é mais sutil do que eu esperava.
Virei para ele.
- oque você quer dizer? - Eijiro falou.
- ele usou a explosão como impulso e funcionou como uma cortina de fumaça para atacar Izuku-nii pelas costas. - Respondi antes de Todoroki- você notou também, não é Todoroki-san?
Ele concordou.
- dar um golpe limpo enquanto luta contra a inércia requer bons ajustes materiais ao poder das explosões. - Momo Yaoyorozu observou.
Senti meu peito apertar, parece que o jogo tinha virado.
- ele é tão talentoso, tão talentoso... - ouvi Kaminari murmurar- poxa, poxa...
Bakugou não deu pausa, continuou atacando e Izuku continuou apanhando. Katsuki não ia dar tempo para Izuku pensar, era melhor ele perder do que continuar se ferindo daquele jeito.
- isso é tortura! - falei olhando para All Might com raiva.- ele poderia capturar nii-san apenas enrolando a fita em torno dele! Faça alguma coisa!
Os outros pareciam concordar.
- essas não são ações de um herói. - Tokoyami criticou.
Senti lágrimas escorrerem por meus olhos, Izuku estava mal...
- eu pensei que Midoriya fosse bem incrível também... Mas em termos de poder de combate, Bakugou é um talento nato! - Kaminari comentou.
- cale a boca! - falei olhando para ele.- Izuku ainda pode ganhar, Bakugou pode ser bom, mas Izuku é estratégico.
Eijiro parecia nervoso e tentou me acalmar.
- Você tem certeza, Izumi-chan? - Ele perguntou.
Balancei a cabeça freneticamente.- ele está fugindo!
Dei um sorriso em meio às lágrimas.
- eu não acredito que ele não pensou nisso antes! - falei animada entendendo o plano de Izuku.
Todos me olharam como se eu fosse maluca.
- vocês verão!
Izuku se afastou até encostar num pilar enquanto Bakugou se aproximava. Era agora ou nunca! Izuku e Bakugou avançaram ao mesmo tempo com os punhos levantados. O braço de Izuku brilhou em amarelo e a mão de Katuski soltou pequenas explosões. Apertei os olhos com força.
- você consegue... você consegue... -rezei baixinho.
- eu disse que não ia acabar bem! Sensei! - Kirishima alertou.
Olhei para All Might com medo.
- vocês dois pa...
Antes de All Might continuar, algo acontece no andar de cima, Uraraka agarra a pilastra e aperta os olhos com força. Finalmente os punhos se chocaram e uma cortina de fumaça encobriu oque havia acontecido. Uma explosão destruiu o restante da parte de cima do prédio, alcançando Iida, Uraraka e a bomba. Claramente Ochako tinha vantagem naquela área e ela usou isso a seu favor, usando a pilastra a qual estava agarrada para rebater pedregulhos contra Iida e enquanto ele se defendia, usou sua individualidade para ir até a bomba.
Meu coração deve ter parado por alguns segundos de tamanha era a pressão. Finalmente a fumaça de dissipou e podemos ver o estado deplorável de meu irmão, o braço esquerdo estava quebrado, impacto do one for All e o outro com queimaduras horríveis, causadas pela explosão.
Todos estavam em silêncio e assustados com a luta brutal. Meus olhos se inundaram e não consegui segurar as lágrimas.
- o Time dos heróis... venceu! - All Might anunciou.






Notas Finais


Eu sei, eu sei, esse capítulo não foi muito centrado na Izumi, mas tinha que ter a reação dela a luta dos dois😑
Mais um fato sobre a Izumi:
* ela fala descontroladamente quando está nervosa ou agradecida, como aconteceu com o pobre do Todoroki Kkkkkkk
Enfim, até amanhã pessoal❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...