1. Spirit Fanfics >
  2. Uma Nova Hinata >
  3. Surpresa

História Uma Nova Hinata - Capítulo 3


Escrita por: e ryu326


Notas do Autor


Yo galera!
Desculpem a demora...
Primeiramente gostaria muito de agradecer os comentários e favoritos dos capítulos anteriores, muito obrigada mesmo!
Desculpem qualquer errinho!
Boa leitura a todos!

Capítulo 3 - Surpresa


O que estava acontecendo?

Era a pergunta que todos ali estavam se fazendo após verem Hinata desaparecer e no lugar dela aparecer apenas um bebezinho branquinho com o cabelos preto azulados que chorava desesperadamente no meio daquelas roupas que a minutos atrás a morena usava.

- Kaa-san?! – gritou Boruto se ajoelhando ao lado do bebê não acreditando em que seu olhos estavam vendo – como isso é possível dattebasa? – questionou-se ao constatar que aquele lindo bebezinho era mesmo sua Kaa-san.  

Boruto não conseguia acreditar no que estava vendo, assim como todos ali. Ele Ainda ficou alguns segundos ajoelhado ao lado do bebê que não parava de chorar, ele parecia está em choque e Sarada vendo o estado do amigo, se pronunciou.

- Vamos Boruto! Precisamos levá-la para o hospital imediatamente! – Sarada, que também não estava entendendo nada, chamou a atenção do amigo.

- Hai! – Disse Boruto que já ia pegar Hinata em seus braços, mas foi impedido por Sarada.

- Deixa que eu a levo Boruto – pediu a pequena Uchiha entrando a frente do amigo – aliás, me dê seu casaco.

- Nani?! – perguntou confuso e Sarada arqueou uma sobrancelha e pois a mão na cintura – Minha Kaa-san aparentemente virou um bebê e você está preocupada em não sentir frio dattebasa? – questionou indignado.

- Seu grande Baka! – Sarada irritou-se – eu não estou com frio!

 - Então para que você quer o meu casaco dattebasa?

- Boruto – Mitsuki que até então estava calado se pronunciou – Provavelmente ela quer o seu casaco para enrolar a bebê já que ela está sem roupas, não é, Sarada?

- Hai!

- E porque não disse logo dattebasa! – disse Boruto já tirando seu casaco e entregando a amiga.

Sarada pegou a pequena bebezinha em seus braços e a enrolou no casaco de Boruto.

-Vamos! – disse simplesmente e tanto Boruto quanto Mitsuki assentiram e imediatamente partiram o mais rápido de conseguiram em direção ao Hospital Geral de Konoha.

***

- Tia SAKURA!!! – gritou Boruto desesperado, adentrando o hospital e assustando os pacientes que ali estavam.

- Pare de gritar Boruto! – Sarada o repreendeu – Eu já vou procurar minha Kaa-san! – Sarada informou correndo para a sala de sua mãe, mas antes que chegasse lá, Sakura abre a porta irritada.

- MAIS QUE GRITARIA É ESSA AQUI?! – Esbravejou -  Boruto, porque está me chaman... KAMI-SAMA! – assustou-se ao ver Sarada correndo em sua direção com um bebê chorando nos braços – de quem é esse bebê? - Questionou pegando o bebê dos braços de Sarada.

- Aconteceu um acidente durante a nossa missão Tia Sakura! – Boruto disse afobado – mas depois eu explico, agora preciso que vocês descubram porque minha Kaa-san está assim dattebasa!

- Espera aí! – Sakura arregalou os olhos após ouvir o que Boruto disse – essa é a Hinata? – questionou confusa olhando para o bebê em seu braços – KAMI-SAMA!

Ao ver os grandes olhos de lua, a pele branquinha, os cabelos pretos azulados e o rostinho levemente corado enquanto segurava o choro, Não teve dúvidas, aquela era mesmo sua amiga, pois mesmo que não tivesse as marquinhas nas bochechas e os olhos azuis, ela era muito parecida com Himawari recém nascida.

- Certo! – recompôs-se – vou levá-la para a sala de emergência, esperem aqui! – Disse séria, já se virando para sair dali.

- TIA SAKURA! –  Boruto chamou pela rosada que voltou seu olhar para ele – a minha Kaa-san vai ficar bem, não é? – questionou preocupado.

- Hai! Boruto-kun – afirmou - ela ficará bem! – concluiu e seguiu junto com Hinata em direção ao corredor de dava acesso a emergência.

Boruto ficou ali parado por alguns segundos vendo Sakura desaparecer pelo corredor, antes a abaixar a cabeça e cerrar os punhos.

 - É tudo minha culpa! – disse entre dentes tentando sem sucesso conter as lágrimas – Se eu não fosse tão descuidado, a minha Kaa-san não...

- Boruto – Sarada chamou a atenção do amigo pondo a mão em seu ombro – Não é sua culpa! – disse firme e o pequeno Uzumaki voltou seu olhar para a amiga.

- Hai Boruto! – Mitsuki se manifestou – Sarada tem razão, Não é sua culpa – concluiu sério.

- Mas se ela não tivesse tentado me proteger, isso não teria acontecido! – disse com pesar o pequeno Uzumaki com a voz embargada.

- Boruto, precisamos relatar o que aconteceu na missão ao Nanadaime – Sarada disse séria  enquanto ajeitava seus óculos.

- Kami-sama! – Boruto assustou-se – como vou contar isso para o Otto-san dattebasa? – concluiu arregalando os olhos sem saber como explicar ao pai o que aconteceu com Hinata.  

***

Enquanto isso no escritório do Hokage, Naruto assinava alguns papéis quando de repente sentiu um aperto no coração, o que o fez largar imediatamente a caneta que usava e levar a mão ao peito.

- Mas que pressentimento ruim é esse ttebayo? – questionou para si mesmo enquanto olhava fixante  para frente e quando fez menção de se levantar,  alguém bate na porta e ele autoriza sua entrada.

- Com licença Hokage-Sama – a pessoa em questão faz uma pequena reverência – vim lhe informar que já estou de volta a vila.

- É bom vê-la de volta Hanabi – Naruto abre um sorriso deixando o mau pressentimento que sentiu de lado por enquanto – como foi seu treinamento?

- Extremamente longo – disse com um suspiro cansado – esses treinamentos para liderança de um clã são muito chatos e cansativos – balançou a cabeça em negação e Naruto sorriu – cá entre nós – colocou uma mão ao lado da boca como quem conta um segredo – eu preferia mil vezes estar aqui fazendo compras com a nee-san, do que estar ouvindo aqueles velhos chatos do conselho – disse baixinho e deu uma pequena risada – eles são um pé no saco! – concluiu e Naruto gargalhou.

- Você realmente não muda dattebayo! – Naruto Exclamou ainda entre risos, pois concordava plenamente com a Hyuuga mais nova.

- Não mesmo! – Hanabi respondeu sorrindo de lado – agora me fale Uzumaki, como andaram as coisas nesses messes em que estive fora? – perguntou curiosa.

- Não aconteceu nada de relevante – disse recostando-se em sua cadeira – a não ser o fato de que a Hinata saiu em missão com o novo time sete – concluiu com um sorriso.

- Mais que ótimo ouvir isso! – disse animada – eu sempre achei um absurdo uma kunoichi tão habilidosa como  minha  nee-san virar apenas uma “dona de casa” – disse entediada fazendo sinal de aspas com os dedos.

- Concordo com você Hanabi-chan – Naruto disse suspirando – mas foi ela quem decidiu assim e...

- Otto-san! – gritou Boruto entrando na sala sem nem ao menos bater na porta, mas parou ao ver Hanabi o olhar surpresa – Hanabi nee-san! Não sabia que já tinha voltado datebassa!  

- Na verdade eu acabei de chegar Boruto-kun – informou e abriu os braços sorrindo travessa – agora vem aqui dar uma abraço na sua tia preferida – disse indo em direção ao pequeno Uzumaki, o abraçando e colando seu rosto com o dele – Você está tão Fofo!

- Pa-pare com isso Hanabi-nee-san! – disse constrangido e com as bochechas coradas.

Boruto adorava sua tia Hanabi, eles se davam muito bem e pareciam até ter a mesma idade em algumas situações, ela era bem diferente de sua mãe e sempre acobertava suas travessuras quando ele era mais novo. Por isso, ele desde pequeno nunca a chamou de tia, sempre a considerou como uma irmã mais velha, então preferia chamá-la assim.

- Boruto - Naruto chamou sua atenção – porque entrou desse jeito na minha sala? – questionou e viu o pequeno Uzumaki arregalar os olhos e Hanabi o soltar do abraço – aconteceu alguma coisa tebbayo? – questionou preocupado.

- Hai! Otto-san! – confirmou, mas ainda sem saber por onde começar a explicar – aconteceu um incidente durante a missão e...

- NANI?! – questionou já se levantando da cadeira – o que houve? - questionou preocupado pois não estava com um bom pressentimento quando deu-se conta de que Boruto estava sozinho – Onde estão os outros? - Alterou-se – ONDE ESTÁ HINATA DATTEBAYO?

- Calma Naruto!- Hanabi o repreendeu – deixe o Boruto-kun explicar – disse voltando-se para o sobrinho – nos diga o que aconteceu Boruto! – disse séria e Boruto assentiu.

- Eu não sei ao certo o que aconteceu – disse afobado – mas preciso que venha comigo até o hospital Otto-san! – informou e Naruto e Hanabi se entreolharam já esperando o pior.

- Então vamos logo Dattebayo! – disse Naruto já vestindo sua capa se Sétimo Hokage  e saindo da sala sendo seguido por Boruto e Hanabi.

***

  No hospital, em uma das salas de emergência da ala pediátrica,  Sakura já estava fazendo uma bateria de exames enquanto esperava a chegada de Tsunade para ajudá-la a decifrar aquela situação inusitada.

A sua frente estava Hinata que agora dormia tranquilamente após a rosada lhe dê uma mamadeira.

- Mas como isso foi acontecer com você Hinata? – questionou passando a mãos nos cabelinhos azulados da amiga.

Enquanto isso na entrada do hospital, Naruto, Hanabi e Boruto deram de cara com Sarada e Mitsuki que conversavam na recepção.

 Ao constatar que ambos estavam bem, Naruto não esperou que dissessem  nada, pois já pressentia que havia acontecido algo com sua amada esposa. Naruto então simplesmente entrou no Modo Sannin e rapidamente localizou o chakra de Sakura e Hinata, indo imediatamente ao encontro delas.

- SAKURA-CHAN! – gritou Naruto invadindo a emergência do hospital – ONDE ESTÁ A HINATA? – questionou afobado.

- URUSAI BAKA! – a rosada Esbravejou – não grite assim no hospital!

- Gomennasai Sakura-chan – disse ainda afobado – mas eu preciso saber da Hinata! – exaltou-se – e porque você está aqui ao invés de estar cuidando dela dattebayo?

Sakura revirou os olhos diante da pergunta do amigo, ao julgar sua afobação e o modo como entrou sem nem ao menos se anunciar, sabia que de fato, ele ainda não sabia o que aconteceu com a esposa. Com certeza ele não esperou nenhuma explicação antes de correr ao seu encontro.

Mesmo no auge de seus 28 anos e sendo o Nanadaime de Konohagakure, Naruto continuava sendo aquele ninja imperativo e cabeça oca de anos atrás quando se tratava de sua família.

- Primeiro se acalme Naruto! – a rosada o repreendeu e o viu bufar – segundo venha até aqui – o chamou fazendo sinal com a mão para que ele se aproximasse, já que ele continuava em pé próximo a porta.

Naruto caminhou até a amiga que estava próxima a um berço e foi inevitável não olhar aquele lindo bebezinho que dormia tranquilamente, mesmo depois da gritaria do loiro minutos atrás.

- Que bebezinho mais lindo Sakura-chan – disse Naruto olhando melhor as feições da criança adormecida – Ela se parece com a minha pequena Himawari quando ainda era um bebê assim. – concluiu nostálgico ao passar a mão nos cabelinhos escuros daquela criança e se lembrar de sua filha bebê .

- Naruto – Sakura o chamou séria e ele voltou seu olhar para a rosada – Ela se parece com a Hima porque essa é a Hinata – disse de uma vez, pois não adiantava tentar enrolar o amigo cabeça oca.

- NANI?! – exautou-se arregalando os olhos e puxando a mão que ainda acariciava a cabeça do bebê - que só agora ele soube se tratar de sua esposa - e se afastando do berço – CO-COMO ASSIM ESSE BEBÊ É A HINATA DATTEBAYO?! - questionou incrédulo fazendo a pequena Hinata acordar assustada e começar a chorar.

- SEU BAKA! – Esbravejou a rosada enquanto pegava a pequena Hinata nos braços e a balançava para tentar acalma- lá – VOCÊ ASSUSTOU ELA!!! – acusou e Naruto começou a andar de um lado para o outro aparentemente sem acreditar nas palavras que a amiga lhe dissera a pouco.

- ESSE BEBÊ NÃO PODE SER A MINHA HINATA SAKURA-CHAN! – gritou indignado.

- SEU GRANDE BAKA! – exautou-se ainda balançando a pequena Hinata que não parava de chorar – Pare de gritar e venha até aqui! – disse entre dentes, tentando se controlar ao máximo para não dar um cascudo no loiro – Se você não acredita – respirou fundo – olhe para ela Naruto!

Naruto respirou fundo e se aproximou ainda duvidando que aquilo fosse mesmo verdade e ao chegar perto da amiga a mesma o olhou com pesar e ele voltou a olhar o bebê que ainda chorava insistentemente.

- Pegue-a Naruto – a rosada disse séria e loiro ainda com as mãos trêmulas esticou o braços para pegar aquele pequeno bebê tão frágil em seus braços.

No instante em que Naruto pegou a pequena Hinata em seus braços, ela instantaneamente parou de chorar e mesmo que seus olhos ainda estivessem cheios de lágrimas, Naruto pode ver seus tão amados olhos de lua cheia e só com aquele olhar, ele reconheceu, aquela era mesmo a sua esposa.

- Hinata... – sussurou a olhando nos olhos, mas logo depois voltou seu olhar para a amiga – Como isso foi acontecer Sakura-chan? – Questionou, mas antes dela responder, Boruto entra na sala com seus companheiros e Hanabi em seu encalço.

- Otto-san, eu acho que posso explicar...

Boruto então contou tudo que aconteceu desde o início da missão até a hora que aconteceu o incidente com os frascos que se quebraram.

Naruto e Sakura se entreolharam depois de escutaram o relato do pequeno Uzumaki, já sabendo de quem poderia se tratar o tal laboratório.

- Sakura-Chan! – Naruto que até então segurava a pequena Hinata em seus braços se virou para a amiga – cuide dela – disse sério entregando Hinata nós braços da rosada que assentiu – preciso achar uma solução para isso e já sei que vai arranjar! – disse firme ajeitando sua capa de Sétimo Hokage e logo em seguida fazendo um sinal de mãos – HIRAISHIN NO JUTSU! – pronunciou e desapareceu deixando todos confusos para trás.


Notas Finais


Obrigada por chegarem até aqui!
Espero que tenham gostado.
Até o próximo galera!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...