História Uma nova Historia - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Tags Fillie, Finn Wolfhard, Millie Bobby Brown, Olivia Brown Wolfhard
Visualizações 165
Palavras 2.137
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie! pra variar, péssima com os títulos kskks


Boa leitura pra vocês!

Capítulo 10 - Trouxa.


Fanfic / Fanfiction Uma nova Historia - Capítulo 10 - Trouxa.

-Então foi por isso que você não quis sair com a gente? Por que tinha alguém com você, por que queria aproveitar sua noite sozinha né?! Ou melhor com o cara que ta na sua cama! Nossa eu to me sentindo muito trouxa viu. – ele dizia rapidamente sem nem me dar tempo de falar nada.

 

-Thomas...

 

-Não, eu não quero suas desculpas... – ele bufou irritado e eu revirei os olhos.

 

-Será que da pra me escutar, porra? – falei alto, ele arregalou os olhos e me encarou serio.

 

-Que merda e essa? – quem perguntou foi Maxon que tinha acabado de chegar na cozinha ele estava com os cabelos bagunçados e a cara toda amassada.

 

-Maxon? – Thomas perguntou olhando pro garoto que não entendia la muita coisa.

 

-Pelo visto você se lembra dele né?! Maxon... praticamente meu irmão... – falei meio debochada, ele abriu e fechou a boca nada saia.

 

-Aff, eu vou dormir. – Maxon disse revirando os olhos e saindo dali.

 

-Liv... – Thomas veio em minha direção mas eu o dei as costas.

 

Vai ser sempre assim a mesma coisa?

 

-Me desculpa, por favor... eu pensei que. – eu o interrompi.

 

-Pensou que eu tinha passado a noite dando pro primeiro que aparecesse na minha porta né?! – falei me virando pra ele.

 

-Não... claro que não. E só que... eu to tentando me controlar mas e difícil! – falou me olhando nos olhos, eu sabia que ele não estava mentindo, suspirei.

 

-Tudo bem, Thomas. Só preta atenção nas coisas antes de sair gritando por ai. – o dei as costas outra vez e voltei pro fogão.

 

-E serio, me perdoa? – pediu.

 

Por que eu sinto que eu sou a trouxa dessa historia?

 

-Ta tudo bem. – falei, ele sorriu e me abraçou pela cintura.

 

-Obrigada, eu juro que não vai se repetir. – disse, aquilo me fez suspirar.

 

-Ok. – limitei-me em dizer encerrando o assunto ali.

 

Thomas foi embora poucos minutos depois, me deixando sozinha com Maxon outra vez, mas uma vez meus pensamentos atordoavam minha cabeça, eu vou o perdoar assim toda vez que ele der um pisão fora? Nos queremos a mesma coisa? Ele parece querer algo serio mas e eu? Eu quero isso? Não sei.

 

-Pensativa? – Maxon perguntou me despertando.

 

-Como? – perguntei sem entender.

 

-Você, esta pensativa dês de que ele foi embora. – falou e eu suspirei.

 

-E que e complicado. – falei franzindo os lábios em uma linha reta.

 

-Liv, esse cara e um babaca... Sempre foi. – falou me olhando.

 

-Ele mudou, Max. Não e mais o mesmo. – disse.

 

-Tem certeza? Por que olha, ate alguns anos atrás ele só queria tranza com quem fosse e pronto. – falou, eu sabia disso por que eu mesma já fui um desses “ com quem fosse”.

 

-Agora e diferente, ele quer um relacionamento serio, pelo menos e o que parece... – falei.

 

-E por que acha isso? – perguntou.

 

-Olha... Já faz quase um mês que estamos ficando e ele nunca tentou me levar pra cama. E ele disse que esta gostando de verdade de mim. – contei, Maxon deu um sorrisinho debochado.

 

-E por que você ta assim então? Você sempre gostou de caras assim, que quisessem coisas serias. – ele se levantou deixando seu prato na pia.

 

-E que esse ciúmes dele... E eu, não sei se eu quero o mesmo que ele. – Meu amigo me  olhou como se não entendesse. – Não sei se quero alguém serio na minha vida agora. – expliquei.

 

-Então diz pra ele.

 

-Mas... Eu gosto dele, ele me faz bem. – falei totalmente confusa.

 

-Mas não e do mesmo jeito que ele gosta de você pelo visto. – falou indo pra sala, me levantei e coloquei meu prato na pia também o seguindo em seguida.

 

-Você só me deixa mais confusa. – ele riu e se virou pra mim.

 

-Sabe o que eu realmente acho? – perguntou e eu neguei com a cabeça. – Acho que isso aqui. – ele apontou para o meu coração. – Ainda tem dono, e mesmo com todo o tempo que passou, não conseguiu superar um alguém ai... – falou ele me olhando com um sorrisinho debochado.

 

-E claro que eu já superei o Mike! – falei logo, ele riu.

 

-Eu nem disse que era ele, Liv. Quem esta dizendo isso e você...

 

-Eu... é. – me compliquei nas palavras.

 

-Mas sabe uma prova de que isso e verdade? – neguei outra vez. – Isso. – ele segurou o colar que eu usava em seus dedos. – Você nunca tirou isso, se já tivesse o superado como diz, não usaria mais isso. – seu celular começou a tocar, ele sorriu meigo e me deu um beijo estalado na cabeça. – Eu vou atender. – falou e saiu para o quarto.

 

Aquilo se piorou tudo, se eu já estava confusa antes agora era duas vezes pior... Me joguei no sofá e liguei a TV, estava passando alguém programa sobre culinária, comecei a tentar prestar atenção naquilo mas eu não conseguia. Quando menos percebi minhas mãos foram de encontro a aliança no meu pescoço, bufei olhando pra aquilo.

 

-Por que diabos eu não consigo me livrar de uma vez de você? – perguntei como se o objeto pudesse me responder.

 

-Boas noticias! – Maxon anunciou voltando pra sala, sorria de orelha a orelha, me apressei em largar aquilo e o olhar com o melhor sorriso que eu tinha.  – O Show vai ser hoje! – disse ele animado.

 

-Vai ser demais, Max! – falei sincera. – E aonde vai ser? – perguntei.

 

-Parece que uma casa de shows, tem uma espécie de boate com bar no lugar também... Taylor me passou o endereço, tenho que descobrir aonde fica agora. – falou fazendo careta, sorri.

 

-Joga no GPS que você acha. – falei e ele assentiu.

 

-Vou fazer isso mesmo! Ah, convida aqueles seus amigos que você disse, quero casa cheia. – assenti, ele riu e então voltou pro quarto.

 

Permanecia ali na sala por um bom tempo, Maxon estava ocupado falando com Taylor, sua agente, no celular, então só pode me dar sua campainha mais tarde, mas por curto tempo por que teve que sair pra resolver as coisas para que tudo saísse perfeito a noite.

 

E la estava eu, outra vez, sozinha em casa... Eu já não gosto de ficar sozinha, quando estou cheia de pensamentos incertos em mente e pior ainda!

 

Mandei mensagem pro pessoal os convidando para o show de hoje a noite. E antes que perguntem sim, pra todo o pessoal, isso inclui Beatriz e eu acho que de queda o namorado dela também...

 

Resolvi ligar pros meus pais, fazia tempo que não conversávamos, uns dois dias... Ta não era tanto, mas eu sentia saudades.

 

Quem atendeu foi Charlie, meu irmão sorriu ao me ver e eu fiz o mesmo.

 

-Hey, Liv. – disse ele.

 

-Oi, Charll. – acenei pra ele.

 

-Como você esta? – perguntou, parecia estar jogado no sofá.

 

-Eu to bem... E você? – perguntou.

 

-Bem... Maxon já chegou ai né?! – sorri.

 

-Já sim, ele saiu agora pouco, resolver as coisas pro show. – acabei me jogando no sofá também.

 

-Ele ta muito animado né?! – perguntou já afirmando.

 

-Esta sim...

 

-Vai ficar mais ainda de noite... – aquilo me fez entortar os lábios.

 

-Por que?

 

-May acabou de pegar um vôo pra ai – contou e eu abri a boca em um perfeito “ o” .

 

-Serio?

 

-Bem serio. – disse ele rindo.

 

Outro corpo se juntou no sofá com ele e eu logo reconheci as madeixas douradas da minha cunhada.

 

-Oi Liv! – disse ela simpática.

 

-Oi, Kei. – falei sorrindo.

 

-A, a propósito nossos pais saíram com nossos irmão e não levaram o celular, por isso estou aqui. – Charlie explicou. – E você esta atrapalhando nosso tempo a sós, se e que me entende. – o garoto me lançou uma piscadela que me deixo pasma.

 

-Wolfhard! – Keila brigou dando um tapa no braço do namorado.

 

-Mas não e mentira... Era pra gente estar se pegando agora, não conversando com ela. – Charlie falou olhando pra menina que revirou os olhos.

 

-Eu estou aqui, ok?! – falei o lembrando da minha presença.

 

-Eu sei... – falou olhando pra mim, foi minha vez de revirar os olhos.

 

Batidas na porta chamaram minha atenção, fiz careta pensando em quem poderia ser, talvez Maxon que já tinha voltado?

 

-Preciso ir, maninho! – falei sorrindo fraco. – Podem se pegar em paz agora. – falei com um sorrisinho malicioso que fez a garota do outro lado da linha corar as bochechas. – Tchauzinho casal.... – acenei antes de desligar a chamada.

 

Larguei o celular sobre o sofá e calcei meus chinelos nos pés indo em direção a porta logo em seguida. Abri me dando de cara com três rostos. Nicoly, Gabrielly e Beatriz, sorri ao vê-las ali.

 

-Oi, gente... – cumprimentei dando espaço para que elas entrassem.

 

-Me diz que o Maxon que você falou se trata de Maxon Schnapp... – Gabrielly disse com os olhos arregalados enquanto entrava na minha sala, sorri.

 

-Ele mesmo. – falei e então a menina com mechas loiras no cabelo gritou animada.

 

-AAAAH, eu não acredito nisso! Olivia, você não ta entendendo eu amo ele, cara, eu acho que eu sou a maior fã dele. – ela falava apressada.

 

-Eu não conheço ela, ta?! – Nicoly disse se dando de ombros e indo pro sofá, ri fraco.

 

-Ele canta bem... – Quem disse foi Bia, indo pro sofá também, fui junto.

 

-Então, isso que dizer que todas vamos pro show dele hoje? – perguntei.

 

-Lógico! Eu não vou perder isso por nada! Será que eu consigo uma foto com ele, alguma coisa assim? – A loira seguia apressada.

 

-Eu e Mike vamos, Mike disse que o conhece, fiquei surpresa! – Bia contou com um pequeno sorriso no rosto, engoli a seco e sorri também.

 

-Eu to de boa... Tenho que ler um livro ai. – Nicoly falou enquanto ligava a televisão.

 

-Você vai sim! – Quem falou foi Gabye.

 

-Eu não... Nem curto esse tipo de musica. – a morena disse.

 

-Mas vai ir pra ficar com a gente! – Beatriz disse.

 

E então as três começaram a discutir entre si, era engraçado por que era uma daquelas típicas discussões que Nicoly e Gabrielly sempre tinham só que agora com mais uma participante. Por fim as três respiraram fundo e me encararam com sorrisos pequenos no rosto.

 

-Ela vai! – Bia e Gabye disseram juntos, gargalhei contidamente.

 

-Certo... O Maxon foi resolver algumas coisas, logo, logo deve estar aqui ou então me manda uma  mensagem com o endereço do lugar. – expliquei.

 

-Ele ta aqui no seu apartamento? – Gabye perguntou com a boca aberta, assenti e ela gritou outra vez.

 

-AAAH, eu acho que vou morrer! – a loira nos fazia gargalhar.

 

-E a Vitoria e o Thomas eles vão? – Bia perguntou, fiz um biquinho com os lábios.

 

-Não sei... Thomas e Maxon não se dão muito bem e aconteceu uma coisa hoje de manhã. – comecei, as três me encararam em busca de explicações.

 

-Que coisa? – Bia perguntou.

 

-Thomas veio aqui de manhazinha, e eu me esqueci totalmente que o Max tinha dormido no meu quarto, tipo, isso e algo normal pra nos, ele e praticamente meu irmão mais velho... Mas na hora que o Thomas viu... Ele surtou. – contei.

 

-Vocês brigaram? – Nicoly perguntou.

 

-Sim, mas já fizemos as pazes. – falei.

 

-Posso te fazer uma pergunta? – Gabye perguntou e eu assenti.

 

-Claro. – sorri fraco.

 

-O que e isso que ta rolando entre vocês, estão namorando, algo assim?  - perguntou, suspirei.

 

-Não...

 

-Mas o Thomas quer. – quem completou foi Bia com um sorrisinho. – Ele me disse a alguns dias... E o jeitinho dele, Liv. Ele e ciumento ate comigo e olha que só somos amigos. – falou, sorri assentindo.

 

-Eu sei... Só que, namorando não estamos.

 

-Mas você quer? – Gabye perguntou.

 

-Não sei.

 

-Acho que não... Ate esses dias estava pensando no seu ex e ainda usa a aliança dele. – Nicoly quem falou, arregalei os olhos, ela e ótima mas podia ficar caladinha.

 

-Ex? Dessa eu não sabia! – Bia disse animada. – Ai essa coisa de aliança no pescoço e alguma coisa de canadense? Por que Mike anda com uma no pescoço dele também. – a morena bufou. – Sem querer ofender mas eu acho isso ridículo! Tipo, pra que ficar guardando essas coisas, pra ficar lembrando de passado? Nos já brigamos muito por isso, ate que eu cansei. – ele suspirou.

 

Não falei nada, eu não conseguia... Ela realmente não sabia quem eu era e não sei por que eu me sentia uma idiota.

 

Ela era uma boa amiga e pelo visto o namorado não fez a mínima questão de contar que recentemente se encontrou com a ex namorada. Sentia que eu estava a traindo sem contar isso a ela, mas também não tinha coragem de contar.

 

-O que vocês acham de a gente ir se arrumar todas juntas la no meu apé? O Mike esta lá, mas nem vai notar nossa presença, ele ta resolvendo uns contratos chatos do trabalho dele. – a morena revirou os olhos e depois sorriu. – Eai, vamos?

 

-Pode ser. – Nicoly falou sem muito animo.

 

-Ótima idéia! – Gabye disse animada.

 

Os olhares pousaram todos sobre mim.

 

-E ai Liv? – Bia perguntou.

 

E agora?

 


Notas Finais


E ai Liv vai?? Comentem o que acharam! Esse show promete viu...

Estou com uma fic nova!! Vou deixar o Link aqui, deem uma passadinha por lá!!

https://www.spiritfanfiction.com/historia/two-years--fillie-13881437


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...