História Uma nova mensagem - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren, Camren G!p, Fifth Harmony, Lauren G!p, Norminah, Trolly, Vercy
Visualizações 2.959
Palavras 1.850
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Jogos


Fanfic / Fanfiction Uma nova mensagem - Capítulo 19 - Jogos

POV Lauren

 

                 Estávamos todas no sofá conversando trivialidades depois de passarmos o dia na piscina, o grupo estava quase todo completo, mas faltava Lucy e Vero que ficaram de vir depois por alguma coisa que iriam fazer e não me explicarão direito. Acaba que ficar ali sem fazer nada estava nos deixando extremamente entediadas, até que ouvimos o estrondo da porta sendo aberta de forma bruta, Camz que estava deitada com a cabeça no meu colo quase cai.

        - "Acordem suas viadas, a rainha da bagaceira chegou." Vero gritou assim que entrou.

       - "Verônica Iglesias." Lucy gritando entrando logo atras da Vero, com uma cara nada boa. - "O que eu lhe falei sobre entrar gritando? Volte pro carro e vá buscar as nossas coisas."

    - "Mas amor eu só queria dar um susto nas meninas."

   - "Nem mas, nem menos mas. Passe agora pra pegar tudo." 

 

Vero bufa e sai em seguida para o carro para buscar as coisas, me levanto e vou em direção a Lucy cumprimentar minha amiga e logo vou ajudar a Vero com as coisas.

   - "O que houve que vocês não vieram com as meninas mais cedo." Pergunto pegando uma sacola com bebidas.

 - "Lucy queria conversar comigo e fizemos as pazes, acaba que perdemos a hora." Ela dá um sorriso malicioso.

  - " Enfim vocês se acertaram, não aguentava mais teu chororo."
            - "Eu não estava chorando idiota." Ela me dá um soquinho no braço e caminhamos em direção a casa. - "Mas me diz, você e a bunduda, deu tudo certo?"

- "Ocorreu tudo maravilhosamente bem, estamos namorando agora."

- "E por essa sua cara de idiota vocês transaram."

- "Não seja idiota Vero. Mas sim, tivemos nossa primeira vez ontem e foi perfeita."

- "Eu fico feliz por você Branquela."

Seguimos para a cozinha e deixamos tudo lá, voltamos pra sala e as meninas conversavam de forma animada, Vero cumprimentou as meninas e sentou ao lado da Lucy, eu voltei a sentar com a Camila.

 - "Mas e aí Vero, Cê trouxe birita?" Dinah pergunta animada.

- "Lógico que sim, comprei algumas tequilas no mercado, já podemos começar a festa."

- "Vamos todos pra área da piscina e lá jogamos algo e bebemos." Dinah fala.

- "Vamos todos tomar um banho e botar uma roupa mais leve para ficarmos por lá, caso ocorra de alguém entrar na água." Ally diz e me encara. - "Lauren, podemos levar esse som e ligar lá fora?"
            - "Claro baixinha, só põe longe da água." 

- "Vem Troy, vamos arrumar o som lá fora. Dinah e Mani que mais demoram pra se arrumar subam para trocar de roupa e Camila e Lauren vão buscar algo para comermos lá fora."

- "Hey Ally, eu e Lucy não fazemos nada?"

- "Vocês vão nos ajudar lá fora. Vamos , cada um fazendo suas tarefas."

Todos nos levantamos e prontamente começamos a fazer o que ela pediu. Ally é baixinha mas sabe se bem intimidadora quando quer. Depois de preparar alguns petiscos e salgados e colocar tudo em vasilhas, Mani e Dinah aparecem na cozinha.

- "DJ leva isso lá pra fora com a Mani, que a Lo e eu vamos nos trocar."

- "Tudo bem bunduda, mas sou porque estou com fome e muita vontade de beber."

Subimos as escadas e Camz entrou primeiro no quarto, a agarrei por trás.

- "LO, para com isso, vamos nos trocar e descer as meninas estão nos esperando." Ela diz mas vira a cabeça um pouco pro lado recebendo meus beijos.

- "Só um pouquinho amor, a gente namora só um pouquinho e desce." A viro de frente pra mim e a beijo. - "Você não tem noção do quanto eu estava me segurando para não te agarrar, você usando esse short marcando essa bunda gostosa é muita sacanagem Camz."

Ela agarra meu pescoço e quando começo a beija-la com vontade ela agarra minha nuca, viro nossos corpos e a prenso contra a porta do quarto, pressionando minha ereção contra ela.

- "ÃÃÃhh, Amor." Ela tenta me empurrar, mas me pressiono novamente contra, dessa vez com mais força. ela geme novamente. "Seja rápida." ela diz se rendendo. eu contra a pele de seu pescoço.

- "Seu desejo é uma ordem amor." 

 

A desço do meu colo apenas para tirar sua roupa e ela me ajuda a arrancar a minha na mesma velocidade, volto a colocar ela no meu colo e quando ia a penetrar lembro do preservativo, a desço novamente e vou em direção ao criado mudo, pegar um pacotinho. Ela me olha confusa, mas ergo a camisinha e ela dá uma risada.

Rasgo a embalagem e deslizo a camisinha pelo meu pau, volto pra onde Camila estava e a beijo, desço minha mão pelo seu corpo e toco seus seios os apertando, ela geme, desço um pouco mais e toco sua intimidade.

- "Molhadinha amor, prontinha pra mim." eu sussurro em seu ouvido e a passo minhas mãos pela parte de tras de suas coxas e faço pressão pra que ela suba em meu colo novamente, ela assim faz agarrando minha cintura com as pernas. Não demoro muito e a penetro.

- "Aaahh." Gememos juntas. "Rápido Lo, me come com força amor."

Aumento a velocidade, apesar de não termos muito tempo até porque nossas amigas estavam nos esperando, eu o fiz como Camila pediu.

- "Eu amo me enterrar em você amor, sua boceta é tão apertada."

- "E você tem um pau grande amor, grande e gostoso."

Metia em Camila com força e rápido, não demoraríamos muito a gozar.

- " Você falando sacanagem só me deixa com mais tesão." Puxo seu cabelo e chupo forte seu pescoço, iria deixar marca com certeza, mas no momento eu não estava interessada nisso.

- "Aahh, eu tô perto Lo, não para." Estoquei com mais força e senti que também gozaria, mas não faria isso antes da Camila, acelerei meus movimentos e senti suas paredes vaginais me apertarem e logo ela gozou com um gemido manhoso, gozei logo em seguida. - "Você ta me transformando numa pervertida Lauren, Meu Deus." Eu rio contra seu pescoço e a caminho com ela em direção ao banheiro. 

- "Você bem que gostou." Ela me dá um tapa e caminha pro box, retiro a camisinha e a sigo. -"Vamos tomar um banho rápido antes que a Dinah arrombe esse quarto e corte meu amigo."

- "Eu nunca deixaria ela tocar no meu brinquedinho Lo." A encaro e abraço debaixo do chuveiro.

- " É amor?! Nem se não fosse pra cortar ele? hum? nem assim tocaria?" Ela me dá um tapa e me empurra.

- "Se eu sonhar dona Lauren Jauregui, se eu apenas sonhar que você comeu alguma vadia na rua, eu mesma arranco seu pau e te deixo." Dei risada de seu ciúmes bobo e a puxei mais pra mim.

- "Eu não quero ninguém Camz, estou brincando."

- "Vamos cuidar logo aqui e ir ficar com as meninas."

 

Depois de tomar banho descemos e fomos em direção da área da piscina, todas as meninas nos olharam com sorrisos maliciosos.

- "Bom, já que o casal chegou, vamos jogar." Mani diz e começar a encher todos os copos de tequila.

- " O que vamos jogar?" Ally pergunta, tomando um pouco de cerveja e fazendo careta. 

- "Own, Own, Calma aí amor, você não é acostumada a beber e com certeza não vai curtir uma ressaca amanhã." Troy fala tirando o copo da mão de Ally e bebendo um pouco.

- " A gente vai jogar Quem nunca Ally e todos nós, sem exceção iremos beber." Mani fala pegando o seu shot de tequila e nos incentivando a fazer o mesmo. - "Dinah, você começar." Trocam um sorrisinho malicioso e eu já me arrepio, lá vem alguma coisa.

- "Okay Baby." - Ela ergue seu o copo e fala. - "Eu nunca marquei de jogar com as minhas amigas e 5 minutos antes de descer comi alguém ou dei pra alguém." Ela ergueu uma sobrancelha para mim e minha namorada e nós não tivemos opção a não ser bebermos nossos shots. - "Haaa eu sabia." Todos começam a gritar, Camila estava mais vermelha que um tomate escondendo seu rosto na curva do meu pescoço.

- "Tudo culpa sua Lo." Ela me dá um tapa no braço, lhe roubo um selinho.

- "Você gostou baby girl." ela me empurra e voltamos a brincandeira assim que Dinah reclamou. Lucy era a seguinte.

- "Eu nunca beijei uma garota." Todos tomam os seus shots, inclusive Ally que estava toda vermelha, arregalamos os olhos.

- "AllyCat, até você? Quando vai sair do armário?!" Mani zoa a pobre Ally que não sabia onde enfiar o rosto.

- "Amor, você já beijou uma menina? Como assim?" Troy perguntou meio atordoado.

- "Eu era bem nova amor, foi só um beijinho que uma amiga minha me deu, éramos vizinha, não foi nada demais." Ela diz e beija o namorado. - " Eu amo você, não se preocupe com isso, e respondendo sua pergunta Mani, eu não tenho de sair de lugar algum, e vamos logo voltar a jogar."

A noite correu assim com muitas brincadeiras e revelações que se estivéssemos bons com certeza não diríamos não diríamos.

- "Eu nunca fui afim de uma professora e até hoje babo por ela." Vero disse e ergueu uma sobrancelha pra mim. Bebemos eu, Troy e Dinah e fomos nós três que apanhamos também.

- "Você fez de propósito sua idiota. e eu não babo mais por ninguém além da minha linda namorada." Tento abraçar a Camz mas ela me afasta, faço bico.

- "Nem vem Jauregui, você está de castigo." Arregalei os olhos e já ia implorar quando ela chegou proximo ao meu ouvido e sussurrou. - "Espero que consiga se satisfazer sozinha pelas próximas 2 semanas." 

- "Vero, eu vou te matar." Eu me vingaria da Vero, não iria sofrer sozinha e para minha sorte era a minha vez de jogar.

- "Eu nunca comi a minha prima e passei uma semana falando que ela era a melhor foda da minha vida." Vero arregalou os olhos e tomou seu shot, sorri vitoriosa assim que a Lucy deu um tapa na cabeça dela.

- "Melhor foda da sua vida não é Verônica. Espero que suas lembranças com ela te satisfaçam, porque você vai ficar 3 semanas sem sexo e se reclamar eu mudo para um mês."

- "Mas amor, a gente acabou de fazer as pazes, você não pode fazer isso comigo." Ela tentou convencer a Lucy, mas era em vão.

- "Vamos todos pra piscina e vamos acabar com esse jogo, antes que mais algum de nós fique de castigo." Dinah fala e Mani a olha de rabo de olho.

- "Vou pensar se você também não merece um castigo dona Dinah Jane."

 

Fomos todos pra piscina curtir o resto da noite, tentando reverter o castigo que nossas namoradas deram, mas aquilo era inutil estavamos todas no mesmo barco. Ficariamos quase um mês de castigo, com tesão e frustradas. Que ótimo.


Notas Finais


Erros corrigo em breve


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...