História Uma Nova Mensagem 2 Temporada - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camren G!p, Fifth Harmony, Lauren G!p, Norminah, Trolly, Vercy
Visualizações 1.145
Palavras 1.139
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, LGBT, Poesias, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora pra att, mas estava muito ocupada essa semana.

Capítulo 6 - Mais que a Mim


 

 

POV Lauren

 

 

Depois da noite maravilhosa que tive ontem com minha esposa, tudo que eu estava hoje era feliz, havia acordado com um maravilhoso bom humor, cantando, sorrindo para tudo.

Além de ter transado, havia o fato de que minha sogra estava trazendo de volta minha pequena, aquela bolinha branca e cheirosa estava me fazendo uma falta danada.

Já havia andado de um lado para o outro impacientemente, sem conseguir fazer nada, resolvi por fim, fazer um café da manhã caprichado e ir acordar Camila.

Afinal ainda era cedo e ela dormia, provavelmente cansada, preparei tudo que ela gostava e deixei a mesa posta, subindo em seguida para o quarto para acordar minha querida esposa e tomarmos um banho juntas para iniciarmos o dia.

Entrando no quarto suspiro com a visão de Camila toda esparramada na cama, mesmo assim agarrada com meu travesseiro, segui em sua direção e quando ela se remexeu ficando emborcada, me deitei e comecei a beijar suas costas nuas e fazer um carinho gostoso.

 

- Acorda bebe. – Sussurro em seu ouvido e ela resmunga me empurrando para longe. – Não seja manhosa, acorde. – Eu digo sorrindo de sua birra para acordar.

 

- Não, me deixa em paz. – Ela vira para o lado contrario ao que eu estava e volta a dormir, lhe encaro incrédula.

 

- Camila acorda. – Digo mais uma vez a mexendo de leve a alisando sua cintura, ela me dá um tapa na mão, me empurra novamente e volta a dormir. – Okay, vamos fazer de um jeito mais divertido. – Espero alguma reação dela para ver se ela acorda, mas nada. – Sendo assim, que comecem os jogos.

 

Começo uma guerra de cocegas em sua barriga e ela grita desesperada tentando se livrar de minhas mãos.

 

- Para Lauren, pelo amor de Deus para. – Ela fala quase sem conseguir, pelo fato de estar rindo.

 

- Eu tentei te acordar de forma civilizadamente romântica, você não aceitou. – Eu digo de forma ameaçadora e sigo com minhas cocegas. – Agora aguente as consequências.

 

- Para amor por favor. – Ela diz com lagrimas nos olhos. – Eu estou morrendo sem ar.

 

Quando vejo lagrimas em seus olhos e vejo seu rosto completamente corado, pelo fato dela rir demais e não conseguir respira, paro minhas cocegas e deito em cima dela.

 

- Bom dia meu amor. – Eu digo cínica e lhe dou um selinho. – Você sempre acorda linda.

 

- Sua idiota, você estava tentando me matar e agora me vem com esse romance barato. – Ela protesta e me dá uma tapinha no ombro, sorrio de sua cara emburrada.

 

- Eu tentei te acordar de outra forma, você que não colaborou.

 

- Eu estou cansada amor, você acabou comigo ontem, eu mereço um descanso.

 

- Eu sei bebe, mas nossa filha chega daqui a pouco e eu fiz nosso café. – Digo com bico. – Vem comer comigo, não gosto de comer só.

 

- Está bom sua gorda, agora sai de cima de mim para eu ir tomar um banho.

 

- Iremos juntas. – Me levanto e ajudo a se erguer.

 

Tomamos um banho rápido, nos trocamos e fomos tomar nosso café da manhã, Camila sentada em meu colo, porque estava toda manhosa e eu porque queria ficar perto dela, esse contato me fazia bem e não cortaria de forma alguma.

 

- Já pensou em termos mais um filho Camz? – digo enquanto tomo meu café.

 

- Não Lauren, agora não. – Ela diz espantada. – Luna só tem 4 meses, eu ainda preciso de um descanso, meu corpo nem voltou ao normal ainda.

 

- Eu sei amor, mas eu queria ver você gravida de novo, você estava tão linda. – Digo beijando suas costas. – E eu adoraria ter um menino, ele me ajudaria a espantar os outros moleques quando viessem atrás de minha filha.

 

- Luna nem disse a sua primeira palavra ainda e você já está querendo preparar o exército para defende-la de homens.

 

- Meu dever de mãe. – Escuto um barulho na porta e olho vendo minha sogra chegando com Luna nos braços. – Oh meu Deus, a coisa linda da mamãe chegou.

 

Grito e corro em sua direção tirando Camila de meu colo, saio em disparada e a pego no colo, ela ao me ver abre o sorrisão e começa a balbuciar coisas na língua dela.

 

- Mamãe também estava com saudades amor. – Eu digo enchendo seu rosto de beijos. – Você conseguiu dormir longe da mamãe? A vovó cuidou bem de você? Me conta tudo amor e me abraça gostoso assim, porque eu estava com muita saudade de você. – Beijo seu pescoço. – E desse cheiro. – Enfio meu nariz ali e mexo a cabeça rápido arrancando gargalhadas de minha filha. – E desse sorriso banguela gostoso. – Ergo ela e começo a assoprar com a boca colada em sua barriga fazendo um barulho alto, ela gargalha mais ainda. – Meu Deus, e esse som?! Eu estava morrendo de saudade desse som amorzinho.

 

- Meu Deus Luna, que mãe idiota você tem. – Ouço Camila se aproximar e Luna o ouvir sua voz, se desespera para sair de meu colo e estende os bracinhos pra Camila, a olho indignada.

 

- Você vai me trocar por ela, sua pequena traidorazinha. – Digo e Luna continua querendo Camila, começando a balbuciar palavras e estender as mãos desesperada para a mãe dela, enquanto Camila continuava fazendo gracinhas.

 

- Vem aqui amor vem. – Camila diz pegando nossa filha de meus braços. – Diga a ele que somos parceiras filha. – Luna abre o sorrisão para a mãe. – Que saudade de você meu amor, a mama nunca mais vai dormir longe de você. – Camila diz abraçando nossa filha que logo estende os bracinhos ao redor de seu pescoço e a agarra. – Que cheiro gostoso, a vovó deu um banho gostoso em você foi amor?! – Camila diz e se vira para a mãe, eu estava beijando a testa de minha sogra. – Ela dormiu bem mama?

 

- Sim filha, dei a mamadeira e ela dormiu a noite toda. – Sinuh diz com um sorriso.

 

- Que bom. – Luna começa a puxar a blusa de Camila, sinal claro que queria mamar. – Eu vou te amamentar amor, vamos para o quarto. – Ela diz e segui para a escada. – Lauren, faça companhia a mama e termine seu café da manhã.

 

Diz mandona e sai da sala com nossa filha.

 

- Sua filha é extremamente mandona tia Sinuh. – Digo com um bico, mas volto para a cozinha.

 

- Eu ouvi isso Michele. – Camila fala alto suficiente para eu ouvir.

 

- E chata. – Completo.

 

- Mas você não vive sem ela. – Minha sogra diz com um sorriso e se serve de uma xicara de café.

 

- Nem se eu quisesse tia Sinuh, nem se eu quisesse.

 

- Fico feliz em ouvir isso. – Ela diz com um sorriso.

 

- Eu as amo mais que a mim. – Digo com um sorriso bobo, olhando para o nada. – São minha razão de viver.

 

 


Notas Finais


Começarei uma nova fic, no estilo baby.
Postarei o Link em breve... Espero que acompanhem..

Beijos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...