História Uma nova vida - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Alice Cullen, Aro Volturi, Bella Swan, Caius Volturi, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Edward Cullen, Embry Call, Emmett Cullen, Esme Cullen, Jacob Black, Jasper Hale, Leah Clearwater, Marcus Volturi, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Seth Clearwater
Tags Hentai, Romance
Visualizações 26
Palavras 1.705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - O hotel García


Fanfic / Fanfiction Uma nova vida - Capítulo 8 - O hotel García

Pov's Larry

Eu estava la dançando com a Renesmee e ela era muito linda mesmo, com aqueles lindos olhos castanhos e envergonhada por nossos rostos estarem tão perto, o cabelo dela solto e o sorriso maravilhoso com as bochechas meio vermelhas e com seu toque delicado no meus ombros, eu ia beija-la e ninguém me seguraria eu estava pronto, meu rosto se aproximou do dela e nossos labios se encontraram.

Pov's Renesmee

Ele me beijou e puxou meu corpo para mais perto do dele, tava tudo maravilhoso mas tinha um grande problema ele não era o amor da minha vida eu até poderia enganar meu cérebro mas nunca enganaria meu coração, meu coração batia pelo Jacob e por ele continuaria batendo mesmo ele não estando aqui ao meu lado. Eu parei o beijo no instante em que percebi que não adianta seguir em frente que ele nunca seria o Jacob e que nenhum homem tomaria o lugar do meu amado.

-Me desculpa Larry, mas eu gosto de outro, você me entende?- ele concorda com a cabeça -Eu preciso ir- dei um beijo no rosto dele e sai do salão.

Eu estava andando em direção a saída, até que fiquei tonta e caí de joelhos no chão, então aquele mesmo dom de ver através dos olhos do Jacob veio na minha cabeça, dessa vez ele estava em uma placa enorme em frente a uma grande cidade, ele olhava a cidade sem dizer nada parecia estar sozinho. Eu amava a sensação de sentir ele comigo mesmo sendo só eu sentindo, então eu resolvo tentar chama-lo pelo meus pensamentos.

*Jacob, eu estou aqui meu amor*

*Quem é?* ele olha por todos os lados então tento falar novamente

*É a sua Nessie* mas dessa vez ele não escutou.

Pov's Jacob

Eu estava sentado em frente a placa de Hollywood vendo Los Angeles lá de cima e percebendo que algumas pessoas devem estar muito felizes por morarem numa das mais linda e maravilhosa cidade que se pode existir, uma cidade onde todos os adolescentes se divertem indo a lugares como a placa onde podem fazer festas na praia. Quando do nada escuto alguém me chamar

*Jacob, eu estou aqui meu amor*

*Quem é?*

Mas não tenho resposta depois disso, me levantei peguei minha moto e resolvi andar um pouco pela cidade, obvio que Los Angeles tem muitas meninas bonitas porém nenhuma como a Nessie, elas podem ser maravilhosas mas não tem um jeitinho que só ela tem, ela é a única que realmente me encanta pena que tive que deixá-la para trás, espero realmente que ela esteja bem, eu me arrependo todos os dias por ter deixá-la mas conhecendo ela, se eu voltasse ela seria a única a me perdoar ela, o Carlisle e a Esme, o resto do clã Cullen tentaria me matar.

Pov's Renesmee

Eu fui mandei mensagem para o Dylan e ele me levou para a casa do meu avô, me disse que eu estava pálida e que eu não estava nada bem, quando chegamos na casa do meu avô o Dylan voltou para o baile porque eu o obrigue, se eu não tivesse falado para ele ir ele teria ficado do meu lado o tempo todo. Mas no final meu avô descobriu que era só falta de energia porque eu tinha gastado a minha bem rápido. Meu avô tentou me fazer dizer como eu tinha gastando tanta energia mas eu não quis dizer, no final uma bolsa de sangue foi o suficiente. Depois de eu ter ficado um tempo em observação pude ir para casa.

-Esta se sentindo melhor filha?- disse minha mãe me colocando em baixo das cobertas.

-Estou muito melhor- disse fechando meus olhos.

No outro dia de manhã cedo já estava de pé arrumando minhas malas para minha viagem a Los Angeles, meus pais já tinham liberado minha partida, daqui a uma semana tchau tchau Forks, depois de algum tempo ali colocando as roupas dentro da mala sem me preocupar se estava dobrada ou não recebo uma mensagem do Dylan

“Preparada é daqui a dois dias que vamos"

“Super preparada”

Sai do quarto super animada com a viagem, era Los Angeles uma das cidades mais bonitas dos Estados Unidos, principalmente a vista da placa eu já fui la algumas vezes com meus pais e não tem como se esquecer uma vista tão linda, meu sonho era morar em Los Angeles, ou no México que também considero um lugar muito bonito e legal, talvez algum dia não é mesmo?

-Animada filha?- disse minha mãe sentada no sofá

-Muito-

Meus pais estavam muito orgulhosos de mim, não usava mais drogas nem nenhum tipo de droga, eu obedecia eles e ajudava com todos os tipos de serviços até porque força é algo que não falta a uma meia vampira ainda descobrindo seus novos poderes, eu já tinha 3, o primeiro era telepatia, o segundo era controlar a mente, e o terceiro que ninguém sabia era ver através dos olhos do Jacob.

--Dois dias depois--

*No aeroporto*

-Então, beijo filha, se comporte e a mamãe e todos nós te amamos muito-

Eu abracei meus pais muito forte e então entrei numa sala para fazer a. revista das malas e passar pelo detector de metais, depois que eu passei eu e o Dylan ficamos ali um tempinho até o avião chegar, o que eu não entendia é que o Dylan pediu a emancipação para os seus pais para vir morar em Forks, que. não é tão ruim, mas nem se compara a Los Angeles. Nós entramos no avião, e depois de algumas horas chegamos em Los Angeles, tinha um motorista a nossa espera o nome dele era Erick um homem de uns 38 anos mais ou menos, quando chegamos no hotel dos pais do Dylan fiquei impressionada, eu nunca tinha idono hotel e spa dos García, sim os pais do Dylan eram mexicanos e o sobrenome García. A entrada do hotel era maravilhosa e então imagine a parte de trás, tinha uma piscina e cadeiras era realmente muito chique aquele lugar, fui para meu quarto, arrumei minhas coisas e usei um biquíni.

*Toc Toc*

-Posso entrar diva?- diz o Dylan

-Claro- eu estava sentada na cama

-Vamos dar uma voltinha na praia?- ele me olha com uma cara de safado

-Agoraa-

Fomos a praia, nos divertimos muito fazia tempos que não riamos e olhavamos para os caras sem camisa daquele jeito, durante a noite fomos para o hotel e nadamos até o sol começar a surgir, eu finalmente estava me divertindo estava sem a maconha e sem nenhum tipo de álcool no meu corpo eu estava me recuperando realmente do Jacob. Eu acordei e já eram 10:30 eu estava muito cansada da noite anterior e de tanto nadar, mas vesti um macacão bem larguinho e fui até a piscina.

-Porque você não me acordou?- disse ao Dylan que estava deitado numa das cadeiras

-Você estava dormindo como um anjinho, não queria atrapalhar-

Eu me aproximei e deitei na cadeira ao lado, veio um garçom e me deu uma batida de morango bem gelada com vodca tomei tudo e fiquei ali deitada esperando o almoço, eu estava com muita fome mas como era um hotel tinha a hora do café da manhã, a hora do almoço, a hora do café da tarde e a hora da janta, era importante seguir os horários da comida, porque os pais do Dylan eram meio rígidos quanto a horários.

Pov's Jacob

Eu agora estava trabalhando num hotel spa dos García, eu trabalhava como segurança particular dos donos, era divertido a maioria do tempo eles estavam em reuniões mesmo, meu salário era sustentável contando que eu tinha um quarto no hotel e comida, era sempre bom estar lá trabalhando me fazia esquecer as coisas, meus trabalhos geralmente eram durante o dia levando os donos a algumas reuniões, mas as vezes mudava para a noite os levando em casas para festas de negócios, o Sr. García me pedia as vezes para trazer alguns dos seus sócios do aeroporto para o hotel que pra mim não fazia muita diferença. A única coisa que tinha mudado era meu nome que agora era Fred

-Oi Fred- diz minha colega de trabalho Camila

-Oi-

-Vais ir hoje com o pessoal do trabalho neh-

-Não, obrigado- ela não falou mais nada e saiu

--Durante a noite--

Eu pego minha moto e vou para a placa de Los Angeles, o Sr. García me deu folga esta noite e amanhã, pelo o que parece eles iram viajar e eu terei que ser o segurança do filho e da amiga do filho, eu não os conheço mas pelo o que me disseram são mais novos e fazem muita besteira. Eu estava sentado na frente da placa pensando de como seria ter a Nessie aqui ao meu lado já faz tanto tempo que eu não a vejo que parece anos, durante a noite eu ainda sonhava com ela, ela e aquele jeitinho bobo que me deixava louco de amor por ela.

Pov's Renesmee 

Eu estava em uma festa na praia, porém eu estava perto do mar, sentada olhando o horizonte e pensando no Jake onde aquele cabeça de vento estava, correndo por ai junto a uma nova matilha?, se engraçando com outra mulher?, ou talvez só pensando em mim? Eu odeio a duvida, e odeio ainda mais não saber onde meu amor estava, ele errou comigo sim, mas o imprinting entre nós era muito mais forte e mais importante do que o erro dele.

-Quer entrar na água?- diz o Dylan sentando ao meu lado

-Não eu estou bem aqui-

--Depois da festa—

Estavamos a caminho do hotel, quando chegamos no hotel fomos na cozinha e ficamos ali comendo.

Pov's Jacob 

Eu sai da placa e fui ao hotel, chegando lá eu estacionei a moto e subi até o segundo andar indo para a cozinha comer alguma coisa e depois ir dormir. Assim que eu abro a porta da cozinha eu a vejo a Nessie ela estava na minha frente me encarando, meu corpo ficou em alerta meu coração queria sair pela boca.

Pov's Renesmee 

Quando eu ia morder uma maçã alguém abriu a porta e eu vi que era o Jake, ele estava na minha frente me encarando, meu coração estava feliz.


Notas Finais


Gente acho q agora seria legal vcs decidirem, Renesmee perdoa ou não o Jacob.
Bjs aguardo respostas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...