1. Spirit Fanfics >
  2. Uma Nova Vida (versão alternativa II) >
  3. Quem Eu Sou (Parte IV)

História Uma Nova Vida (versão alternativa II) - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - Quem Eu Sou (Parte IV)


As meninas da nobreza de Issei que foram convocadas ali usavam roupas casuais, sendo mais confortáveis ​​do que as roupas profissionais, como o caso de Griselda, Rosseweise, Neru e seu traje de batalha, ou Kuroka em seu quimono.

Issei: Bem, esta e minha nobreza, há um mês recebi minhas peças e tive a sorte de ocupar quase todas elas

Ele disse mostrando o interior da caixa, onde ainda sete peões podiam ser vistos. Os Demônios ficaram surpresos ao ouvi-lo dizer aquilo, principalmente Sona e Tsubaki porque em um mês ele havia ocupado mais da metade de suas peças, enquanto os outros por não terem notado que a aura do garoto havia mudado desde aquela época.

Kiryu também ficou chocada, ela sabia algumas coisas do mundo dos Demônio graças à Xenovia e à Ásia, então ela sabia que quando um Demônio alcançasse um posto elevado, ele poderia ter seus próprios servos.

Penemue: sou Musa, seu Peão - ao ser chamada pelo seu novo apelido Penemue se apresentou levantando a mão em um gesto de saudação -

Nero: Nero, eu sou o cavalo do mestre - a loira disse com orgulho, olhando para eles com altivez -

Griselda: acho que todo mundo se lembra de mim, eu sou Griselda Quarta, o segundo cavalo.

Ela se apresentou com um sorriso gentil, e era possível dizer que ao reconhecê-la, todos ficaram surpresos, principalmente Sona. As roupas casuais de Griselda a fizeram passar um pouco despercebida, em contraste com o traje de freira. Kiryu também ficou surpresa, já que aquele era o sobrenome de Xenovia, então ela deduziu que a garota na sua frente era um parente próximo da garota de cabelos azuis.

Kuroka: Toujo Kuroka, eu sou a torre de Ise-nya.

A Nekomata se apresentou com seu jeito característico. Ela tambem havia escondido suas características Yokai para passar despercebida no mundo humano, a pedido de Issei, é claro. Com isso, os presentes ficaram surpresos novamente, já que ela era alguém que eles duvidavam que se juntasse a outra nobreza após os problemas que tinha no passado.

No entanto, ali estava ela, na nobreza de Issei. Kiryu então abriu os olhos novamente para o sobrenome, já que conhecia o mascote da escola, então o mesmo pensamento sobre Griselda passou por sua mente, concluindo que ele era parente de Koneko.

Gabriel: Brielle, eu sou a sua outra torre - Gabriel se apresentou com seu apelido enquanto um sorriso inocente adornava seu rosto -

Valerie:  Valerie Tepes, eu sou seu bispo.

A Dhampire se apresentou com um sorriso tímido. E aquilo também pegou Sona e os outros demônios de surpresa. Certamente Issei fez uma jogada ousada, sabendo que Valerie não era alguém que tinha atitudes de combate. No entanto, Sona também sabia que a garota tinha potencial inexplorado, então ela teve que admitir que Issei tinha uma boa visão para recrutar.

Rosseweisse: Rosseweisse, bispo.

Ela se apresentou com um sorriso, fazendo Saji cora diante das garotas que compunham a nobreza de seu amigo, uma vez que eram todas extremamente bonitas. Em vez disso, as meninas e Yokai, de cabelos prateados Rugal, analisaram cada uma com cautela.

A de cabelos roxos, Penemue, mostrou pra eles experiência em seus olhos, além de os deixarem surpresos por ela ser um anjo Caído. A Exorcista Griselda era outro tópico, eles ficaram surpresos por ela também ter sido recrutada, mais porque sabiam que ela era a Rainha de Copas de Gabriel.

A outra loira com um laço no cabelo, Nero, à primeira vista era alguém orgulhoso, então eles ficaram surpresos que ela mostrasse respeito e apreço pelo Issei, mesmo que ela já soubesse da perversão dele. Kuroka também os intrigaram, além de que ela estava usando a mesma peça que sua irmã, algo curioso.

A outra loira Gabriel, sem dúvida era um enigma, afinal ela era um anjo, o que os encheu de dúvidas sobre como ela concordava em se juntar ao grupo de Issei. Ja Valerie era outro tópico, eles não pensavam que algum dia ela se juntaria à nobreza de alguém, especialmente porque o sua Sacred Gear era algo imprevisível e inadequado para a batalhas.

Outro quebra-cabeça era Rosseweisse, ela deveria ser a segunda torre de Rias Gremory, mas aqui estava ela, agora sendo o bispo de Hyodou Issei. Eles ficaram realmente intrigados com o porquê e como ela se juntou ao garoto. Depois foi a vez do último membro do grupo.

Kurumi: Tokisaki Kurumi... Rainha, prazer em conhecê-los.

Ela se apresentou com um pequeno sorriso que irradiava sensualidade, além de usar seu tom sedutor. Vendo aquilo Saji voou com uma enorme hemorragia nasal, pois não conseguiu resistir a sensualidade e beleza dela. Ja as outras meninas coraram, e até Rugal apresentou uma leve rosa nas bochechas. No entanto, aquele sentimento desapareceu rapidamente para ser substituído por um choque completo, afinal a presença dela era incrível, lembrando-os um pouco do nível de poder de Grayfia Lucifuge, a rainha de Sirzechs Lucifer. Sona então olhou para a nobreza de Issei, antes de suspirar.

Sona: você realmente me surpreende, um humano com habilidades desconhecidas, um humano angelizado, um anjo caído, um anjo, um meio vampiro, um Nekoshou, uma valquíria e um dragão.

Ela listou calmamente as diferentes raças do grupo, e ouvindo aquela lista, até sua nobreza ficou surpresa. Gabriel então invocou um par de asas de ouro e sua auréola. Penemue convocou um par de asas negras. Kuroka fez suas duas caudas e orelhas visíveis. Os olhos de Valerie brilharam vermelhos. Rosseweise invocou sua armadura. Griselda sorriu quando asas brancas caíram de suas costas. Neru invocou sua espada escarlate. E por fim Ophis convocou asas de dragão, pois achou divertido se juntar aos outros.

Aquela cena intimidou significativamente o grupo Sitri, já que alguns membros do grupo de Issei tinham uma aura bastante poderosa. Por outro lado, Kiryu ficou surpresa ao ver um anjo de verdade. Depois daquela pequena demonstração, todos voltaram ao normal.

Sona: bem, isso foi certamente surpreendente, mas eu quero que você me responda uma coisa - disse Sona seriamente em sua voz -

Issei: devo supor que seja sobre Griselda e Rosseweise.

Ele mencionou no mesmo tom, e Sona ficou surpresa que Issei tivesse sentido o que ela queria dizer, mas ela assentiu.

Issei: digamos que cheguei a um acordo com Gabriel-san, é por isso que ela está no meu grupo.

Ele esclareceu com um pequeno sorriso e Sona levantou uma sobrancelha, mas decidiu que a resposta era suficiente.

Issei: já Rosseweise... ela é uma história diferente - ele começou um pouco duvidoso sem saber como explicar -

Sona: foi tão ruim?

Elq perguntou somente para ver a hesitação de Issei. A idéia de Rias dificultando o comércio de peças para ele já estava se formando em sua mente.

Issei: Hã? não, não é isso ... é só isso... - ele respondeu antes de cora e aquilo chamou a atenção de Sona - 

Rosseweisse: Sirzechs-sama foi quem autorizou o comércio de peças entre a Casa Gremory e a Casa Sekiryuutei.

Respondeu Rosseweisse em tom sério, entrando na conversa. Sona ficou surpresa, mas ainda assentiu ao entender o que havia acontecido.

Issei: Rias nunca me deixaria em paz, então implorei a Sirzechs-sama por uma troca com Rias, mas que eu não queria lidar com ela ou ela poderia recusar - acrescentou Issei -

Rosseweisse: ele então me pediu para fazer parte de sua nobreza, então aceitei sem hesitar, sendo algo de que não me arrependo.

Disse Rosseweisse com um sorriso e um leve rubor e Issei também sorriu com as palavras da valquíria. Sona ao ver aquilo, só teve que adicionar dois mais dois, então seus olhos se arregalaram com a realização.

Sona: talvez vocês...

Ela disse apontando com dificuldade, obtendo algumas declarações que a deixaram sem palavras. Então todos os comentários de Saji, Tomoe e Tsubasa sobre o comportamento do garoto vieram à sua mente, destacando que sua atitude pervertida havia desaparecido completamente. Então tudo se encaixou, então ela deduziu que Rosseweisse tinha muito a ver com o novo comportamento de Issei. Aquilo certamente era algo que nunca se esperava.

Sona: U-Uau ... eu não esperava isso, mas estou feliz por você Ise-kun - ela disse já mais recuperada com um pequeno sorriso -

Issei: obrigado Sona.

Ele agradeceu e Rosseweisse apenas sorriu em resposta. Sona podia ver um brilho especial em seus olhos, nem mesmo quando ele estava com Rias e os outros havia aquela faísca que ela podia ver neles.

De fato, ela percebeu o modo como várias garotas do grupo Hyodou olhavam para ele, sem dúvida ele havia conquistado a confiança, admiração, respeito e aceitação total de todas elas, especialmente sua rainha, Kuroka e seu cavaleiro, Neru. Embora os outros não estivessem muito para trás, com perversão ou não, afinal o garoto estava destinado a criar um harém. Então outra dúvida veio à sua mente.

Sona: Ise-kun, Rias sabe disso? - ele perguntou ainda intuindo a resposta -

Issei: não, só você, o Maou e a Grayfia sabem disso.

Issei respondeu seriamente e Sona só pôde suspirar, imaginado que quando sua amiga descobriu que ela não aceitara muito bem, embora devesse admitir que ela havia pedido por aquilo.

???: eu também sabia.

Disse uma nova voz, que alertou a todos. Eles imediatamente assumiram uma postura de luta, então uma figura masculina estava no pequeno palco enquanto ele examinava o microfone.

Issei: Azazel-sensei! - issei exclamou em reconhecimento -

Sona: não estou surpresa, afinal você geralmente sabe coisas que os outros não", disse Sona enquanto massageava sua têmpora -

Azazel: bem, digamos que eu tenho algo a ver com o que ele tem no bolso.

Ele disse distraidamente enquanto caminhava em direção aos dois reis. Sona abriu os olhos para o que aquele comentário significava.

Azazel: sim, eu contribuí com parte do design das peças malignas de Issei - ele confirmou o que Issei ia dizer -

Issei: entendo - ele sussurrou surpreso -

Sona: então ... Por que você veio? Eu sei que não foiparay uma visita não é? - Sona apontou levantando uma sobrancelha -

Azazel: Hehehe, sem dúvida eles começam a me entender melhor, Ise... vamos lá, vamos conversar.

Ele riu levemente antes de comentar e depois se dirigiu ao garoto com um aceno de cabeça. Issei entendeu o gesto, então o seguiu pelo corredor, tudo sob o olhar furtivo de seu grupo, ou pelo menos aqueles que estavam distraídos conversando com o grupo Sitri.

Sona: então ... como ele é? - ela voltou-se agora para a Valquíria que corou mas depois sorriu ternamente -

Rosseweisse: só direi que foi a melhor coisa que já aconteceu comigo até agora - respondeu ela -

Sona: entendo, mas tenho uma pergunta, como você tirou o lado pervertido dele?

Ela perguntou extremamente interessada e com a pergunta, o sorriso de Rosseweisse desapareceu, transformando-se em uma expressão sombria que, por algum motivo, a fez se arrepender pela pergunta. Mas antes de retificar Rosseweisse falou.

Rosseweisse: não é algo fácil de falar, já que é difícil para mim apagar aquela cena da minha mente.

Ela disse com uma expressão bastante séria, deixando de lado o sentimento sombrio que a rodeava segundos antes.

Griselda: pense bem, ele não nos contou muito - Griselda entrou na conversa -

Rosseweisse: isso porque ele não queria preocupá-las, só vou lhe dizer que o Ritual tem a função de expulsar qualquer corrupção dentro dele, sendo neste caso os sentimentos corrompidos que ele tinha pelas meninas do Clube Oculto e sua perversão.

Explicou brevemente e todos começaram a prestar atenção na conversa do trio, pois também tinham essa dúvida, exceto Rugal, que estava passando por tudo.

Kurumi: normalmente os dragões que caem abandonam sua vontade de viver, Ise é o primeiro a realizar o ritual e sobreviver.

Disse a rainha do grupo Hyodou que entrou na conversa. Todos então voltaram o olhar para a ela, que tinha uma expressão séria no rosto.

Tsubaki: como assim Caen? 

Perguntou Tsubaki com total perplexidade, e deve-se dizer que agora toda a nobreza da Sitri estava prestando atenção na conversa.

Kuroka: quando um dragão é traído por seu parceiro, ou um profundo amor não é correspondido seu poder o envenena e seus sentimentos o matam lentamente.

Uma séria Kuroka disse aquilo, lembrando as palavras de Issei quando ele explicou isso a elas. Todo o grupo Sitri abriu os olhos para entender do que se tratava, e eles se sentiram muito mal pelo garoto.

Penemue: Enfim, só sei que agora ele é um homem completamente diferente - Penemue falou dissipando a atmosfera tensa e sombria que reinava alguns segundos atrás -

Gabriel: é verdade, esse projeto no clube é a prova disso.

acrescentou Gabriel rapidamente, e Sona deduziu que Gabriel e Penemue queriam desviar o assunto, além de dissipar aquele ambiente desconfortável. Por outro lado, se Issei falasse com eles sobre os detalhes do ritual, seria no futuro, quando sentisse que eles estavam prontos.

Sona: elas estão certas, embora seja difícil para mim imaginar Ise-kun tocando um instrumento decentemente.

Comentou Sona, brincando, deixando-se levar pelos comentários. Como ela havia percebido as intenções de Gabriel e Penemue então mudar para aquele topico era suficiente para esquecer o assunto. Afinal, sua dúvida sobre a perversão inexistente de Issei havia sido resolvida.

Rosseweisse: bem, então, eu vou te mostrar uma coisa interessante.

Disse Rosseweisse, puxando o celular do bolso então com um pequeno feitiço, ele criou um holograma bastante amplo da tela do dispositivo, sendo perfeitamente visível para todos os presentes. Naquele momento, começou a ser reproduzido um vídeo, onde Issei estava em uma cabana. Eles podiam ver como ele ligava o violão e colocava fones de ouvido, ao mesmo tempo em que Penemue apareceu na cena se aproximando de um console onde ela pressionava alguns botões. Então começou.

Enquanto isso no hall do lado de fora do Music Club Issei ao lado de Azazel estava encostado a uma janela do lado de fora, onde vários estudantes estavam na aula de atletismo.

Issei: o que você quer me dizer sensei? - perguntou confuso -

Azazel: Sirzechs me pediu para informar que esta cidade está agora sob sua proteção.

Ele responderam seriamente e Issei abriu os olhos em choque, mas reagiu quase imediatamente se recompondo.

Issei: mas isso não deveria ser responsabilidade de Sona e Rias? - ele expôs com descrença nos olhos -

Azazel: isso mesmo, mas como existem três demônios de alta classe, essa responsabilidade recai sobre todos os três.

Ele explicou calmamente e Azazel percebeu que quando mencionando o nome da garota ruiva, Issei não transmitia nenhum sentimento a respeito, pois esperava que houvesse pelo menos algum ressentimento ou um certo nível de melancolia. Mas contra todas as probabilidades, parece que era apenas outro nome no grupo, como se fosse algo comum e irrelevante até certo ponto.

Issei: entendo, isso significa que terei que encontrá-la - ele comentou em tom reflexivo como se estivesse um pouco preocupado -

Azazel: você pode se disfarçar.

sugeriu ao ver o rosto do garoto. Issei não parecia estar com vontade de ver a ruiva, embora não tivesse certeza do porquê.

Issei: é uma boa ideia, eu realmente não quero lidar com isso agora.

Respondeu ele, cansado, pois ele sabia que possivelmente Rias não aceitaria as notícias muito bem, ou que ela não aceitaria o fato de que não estava mais sob seu comando. Ele realmente não queria lidar com aquilo.

Azazel: se assim for, isso pode ajudá-lo.

Ele disse enquanto tirava uma máscara do bolso e Issei olhou para ela com interesse, vendo que era uma espécie de máscara eletrônica, pois a cor metálica indicava que era algo de alta tecnologia.

Azazel: com o conhecimento em Sacred Gear, pude criar essa máscara que disfarça a aura de quem a ocupa - disse o homem em tom orgulhoso e Issei apenas olhou fixamente para ele -

Issei: minhas peçasmalignasg podem fazer isso, mas ainda é útil para mim.

Disse ele em tom calmo antes de tomá-la. Azazel apenas o encarou incrédulo, antes de deixar cair os ombros em derrota.

Issei: vou conversar com Sona para me ajudar com isso, incrível - ele disse enquanto colocava a máscara, surpreso com a visão clara que ele deu ao usuário -

Azazel: é uma boa idéia ... a propósito, essa máscara usa alta tecnologia das Três Facções, bem como Magia Asgardiana, embora não tenha muitas funções, ela lhe servirá muito - Azazel recuperado admitiu explicando um pouco sobre o artigo -

Issei: Uau... então é so isso?

Perguntou a azazel enquanto ele colocava a máscara no bolso, e Azazel apenas assentiu em negação fazendo seu sorriso desaparece e ficar com uma expressão seria.

Azazel: quem realmente é você garoto - pergunta seriamente encarando Issei que olhava chocado com a pergunta - então, quem é você garoto? - pergunta novamente -

Issei: o que você que dizer com isso Sensei? - pergunta se recuperando fo choque da pergunta anterior -

Azazel: não se fassa de desentendido garoto - diz o encarando ainda mais serio -  tudo mudou em você desde de seu modo de agir ate seus poderes. E não me venha com essa de que tudo isso e obra daquele ritual sucida que você fez, pois não é. Você claramente não é mais o Issei que conhecemos, então eu pergunto de novo. Quem realmente é você garoto.

Ddraig: "parece que ele descobriu parceiro" - diz na mente de issei -  "sera melhor abrir o jogo logo e lhe contar a verdade antes que as coisas fiquem ainda mais complicadas" - aconselha o seu anfitrião -

???: "isso mesmo piralho, ele esta certo então conte tudo logo"- seu outro hospede misterioso também o encentiva - "nos três sabíamos que era só uma questão de tempo ate alguem percebe o que realmente aconteceu com você".

Issei: "bem, parece que não tenho outra alternativa" - diz mentalmente e então volta sua atenção para azazel - você esta certo, eu realmente não sou o Issei que um dia você e os outros conheceram.

Azazel: então quem realmente é você? - pergunta o encarnado agora com cautela -

Issei:  Quem eu sou? - ele faz aquela pergunta antes de responde-la -  eu sou...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...