História Uma Outra História - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Boruto Uzumaki, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Haku, Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Karui, Kiba Inuzuka, Kurama (Kyuubi), Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju, Zabuza Momochi
Visualizações 22
Palavras 3.664
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Capítulo 12 - Sábio Tarado


Eles haviam finalmente se encontrado, mas o único problema era que o Uchiha não a estava reconhecendo mais, ela havia mudado, e ninguém sabia responder se era para melhor ou para pior. Ela não tinha mais aquele olhar sonhador, nem aquele sorriso determinado, pelo ao contrário nada se via naqueles olhos azuis, em seu lugar estava um vazio. Ela não tinha mais esperanças e logo ela, quem ele mais confiava.

..................

 

Agora só faltava esperar para ver o que ia acontecer...

 

Sasuke Uchiha estava no hospital se recuperando do selo recém selado, ele estava entediado, Sakura ia todo santo dia para aquele ver como ele estava e lhe fazer companhia. Ele havia combinado com Kakashi de irem treinarem a tarde. Claro que ele gostava da ruiva mas estava confuso, pois no fundo mais profundo estava sentindo algo pela rosada, ela estava ganhando o coração dele bem aos poucos, mas estava e ele tinha que admitir que no lugar de Sakura queria uma certa ruiva ali...

Sakura Haruno sofria todo dia com as indiretas do Naruto consigo por causa daquela promessa, aquilo doía e muito, ela é muito sensível quando o assunto são as palavras, e nunca se arrependeu tanto na vida por ter feito aquela promessa á Koruma, mas por outro lado ela estava mais perto do amo da sua vida mais que nunca e aquilo a deixava tão feliz ....

Naruto Uzumaki era o que mais estava perdido no meio de toda aquela confusão. Não sabia se ficava bravo com a Sakura por ter feito aquele pedido para Koruma ou se ficava triste com ela por saber que nunca sentiria algo por ele. Se culpava Sasuke pelo sofrimento de uma amiga sua ou ficava com raiva por ele ter o” amor da sua vida “nas mãos e nem dar valor. Ou se ficava com pena de Koruma por ter que passar por toda aquela situação sozinha, bravo por ela prometer algo tão estúpido á Sakura ou decepção por saber que que ela era mais uma que estava apaixonada por seu rival. Ele não sabia como ele ficava na situação toda ou em que sentia ...

Koruma estava em coma a uma semana sem demonstrar sinais de acordar. Os médicos suspeitavam de algum tipo de veneno, mas nada foi comprovado ainda. O Sandaime estava preocupado e muito, mas como ele é o Hokage tem que manter uma imagem. Todo dia ele ia no hospital ver como ela estava, mas sempre a mesma coisa.

 

Um silêncio estava naquele hospital, o que era raro, pois nos últimos dias, só se via Naruto pra cá, Naruto pra lá e nenhuma das enfermeiras havia o visto naquele dia. No quarto em que Koruma estava, uma certa pessoa estava ali, do lado da cama, seus olhos suplicavam por aquele sangue. A ruiva ainda inconsciente, com seu rosto sereno, e respirava tranquilamente, como se estivesse em um sonho, que estava sem hora para acabar.

A única coisa que ele devia fazer era atravessar aquela kunai pela garganta dela, mas por um motivo totalmente desconhecido não conseguia, quando ouviu passos no corredor e não pensou duas vezes antes de pular a janela e se esconder, para saber quem havia entrado.

No canto da janela, percebeu que era o Sasuke Uchiha, o tal famoso sobrevivente do massacre do clã Uchiha, mas o que ele estaria fazendo ali?

Sasuke se senta na cadeira perto da cama de sua companheira e fica olhando para seu rosto magro, seus cabelos soltos pela cama, e já não pareciam mais com o mesmo brilho, seus olhos tinham grandes olheiras e seus lábios quase brancos. Parecia morta. Parecia mais não estava, ela ainda respirava e só por esse ato a consideravam viva.

O Uchiha dá um longo suspiro, ela estava fazendo falta e todos podiam sentir isso, na verdade, nessas últimas semanas ela estava agindo diferente com ele e tudo o que ele sabia era que Naruto sabia e Sakura estava envolvida. Até tentou fazer algum jeito de Naruto falar, mas aquele lá estava com a boca mais fechada do que tudo.

-Cabelos de Fogo ...- ele fala baixo abaixando a cabeça e levantando olhando o rosto dela – quando você vai acordar?

- Eu sei que é muito estranho eu estar aqui, e eu sei que não quer olhar em minha cara, me desculpe está bem, por tudo o que eu te fiz, juro que nem sempre foi por querer, mas é que você...- ele começa mas para pegando um fio ruivo de seu bolso – é que você foi a primeira garota que não se apaixonou por mim e sempre que podia me enfrentava com unha e garra, e eu aprendi a valorizar isso. Não sei o quê foi o que a Sakura te fez prometer alguma coisa que eu ainda não sei, mas está sendo muito estúpida, colocando o gosto dos outros acima do seu!

O moreno já segurava o fio com bastante força, e sua cara estava um pouco vermelha. Enquanto, ele guardava com cuidado sua kunai e prestava atenção em tudo a sua volta.

-Eu ... eu –Sasuke tentava dizer mas de sua boca nada saía – eu gosto de você, você me traz uma paz imensa e me acolhe como ninguém me acolheu, com você eu posso ser mais do que um gênio, como todos querem que eu seja.

O homem olha muito surpreso para o garoto que fazia mais ou menos uma declaração para aquela menina, e um pouco mais interessado pelo assunto, ele decidiu ficar e usar isso como vantagem.

-Me desculpe se sou ignorante, irritante, arrogante e vários outros adjetivos que você me descreveria, é que perto de você eu não preciso fingir ser um menino comportado e educado, como faço na frente dos outros. Quero que me entenda, a vingança é tudo para mim e eu não queria me envolver muito com você e acho que se morresse eu desistiria da vingança e de tudo, porque me arrependeria de ter deixado você para trás e ter me preocupado tanto com uma coisa que eu vou conseguir de todo jeito. Sei que você quer me juntar com a Sakura, sei que prometeu algo, mas não é nela que eu estou interessado, não pode me obrigar a gostar dela, sim bem no fundo eu sinto algo por ela. Acho que só tenho dois amigos verdadeiros aqui na vila, que é você e o Naruto, aquele baka. Mas enfim, eu só queria dizer que...

-O horário de visita acabou! - diz a enfermeira entrando no quarto, aguardando que o Uchiha saísse, o mesmo que se levanta tocando de leve na mão dela e saí pela porta sem dizer nada.

O homem que observava tudo até então, abre um sorriso bem maligno, olhando parar a ruiva e desiste de matá-la, mas iria fazer aquilo depois, agora estava focado no percurso da vida do Uchiha, aquilo seria muito interessante.

...............

Naruto andava desanimado pela vila, normalmente estaria ali ou cá fazendo bagunça na vida de todo mundo, mas naquele momento, ele só queria uma certa ruiva fazendo palhaçada junto dele. Sakura estava mais ocupada do que nunca com seu maior rival e Kakashi estava ocupado treinando Sasuke e Koruma estava em coma no hospital. Ele estava mais uma vez sozinho nessa.

-EI NARUTO! - grita uma voz atrás de si, fazendo o mesmo se virar, encarando seu primeiro sensei.

-Yo Ebisu-sensei – o Uzumaki diz desanimado, o que fez seu sensei perceber.

- O que aconteceu? Você parece desanimado.

- É que como eu passei para a última parte do Exame Chunin eu tenho que treinar e muito, mas eu não tenho ninguém para treinar.

- Eu poso te treinar.

-Sério !?Sério mesmo !? Você me treinaria? - pergunta o loiro todo entusiasmado

-Sim, mas não vai se achando, eu irei pegar muito pesado.

-Arigatou Ebisu-sensei, eu serei o seu melhor aluno!

......................

Sakura andava pela vila, com uma cesta cheia de doces, ela mesmo preparara especialmente para o seu amor que estava treinando duro com o seu sensei. Em seu rosto estampava um grande sorriso, ela estava feliz, o que deixava os outros felizes.

Enquanto andava pelo campo de treinamento, avistou Naruto junto com Ebisu tentando ficar em pé em cima d´agua. Até pensou em entregar algum doce para o loiro, mas logo desistiu e foi atrás do Uchiha.

Quando finalmente chegou, avistou-os treinando longe e acenou para eles, que pararam e olharam para a rosada caminhando até eles.

-Boa tarde Kakashi-sensei e Sasuke-kun! - diz sorrindo amigavelmente para os dois.

-Yo Sakura, como você está? - pergunta o sensei colocando a mão no bolso.

-Melhor agora – ela diz olhando para o Uchiha, que apenas murmurou o seu famoso “Hm” – eu trouxe para vocês um dos meus doces caseiros.

-Eu não gosto de doce – diz seco o Uchiha, fazendo a rosada murcha o sorriso, o sensei percebendo isso, logo tratou de beliscar o braço do seu aluno, que pula com a dor – mas um doce não vai me matar.

Kakashi e Sasuke pegam um dos doces nas cestas e colocam na boca, mastigando e sentindo um gosto azedo e queimado. A primeira ideia que tiveram foram em jogar o doce fora, porém engoliram tudo, a força.

- e aí gostaram? – pergunta Sakura com os olhos ansiosos.

-Já provei piores – diz o Uchiha, levando em seguida uma pezada no pé

- Ele quer dizer que está bom.

- Ah ... minha mãe sempre diz que eles estão deliciosos e como você está treinando duro eu pensei em trazer alguns para vocês – ela diz olhando para os doces – podem ficar com a cesta inteira.

- Não obrigado, leva para a Koruma, ela deve acordar logo – diz Kakashi, coçando a nuca nervoso.

-Koruma...? - murmura Sakura ficando com um pouco de raiva, o que fez ao interesse do Uchiha despertar

-Tem algum problema Sakura?

- Nenhum Sasuke –kun, irei levar agora mesmo – ela diz dando um sorriso falso e se virando para ir embora

Ela vai andando de costas para nós, pisando duro no chão, segurando com força a cesta em suas mãos.

- O que é que ela tem? - pergunta Kakashi se virando para mim, me olhando, esperando uma resposta.

- Eu não sei, mas vou descobrir.

..........................

O silêncio no quarto estava confortável, o único som que saía de lá era o barulho das máquinas ligadas ao corpo de Koruma, que não precisava mais do aparelho de respiração. Tudo estava tão entediante, tão calmo.

Quando ela abre os olhos inspirando bem fundo para depois soltar o ar que segurava, a luz do sol batia em seus olhos, fazendo-a fecha-los imediatamente. Por um momento ela esqueceu completamente o porquê de estar ali, seu corpo estava fraco e sua garganta seca e por incrível que pareça ela estava morrendo de sono, olhou para seu braço e percebeu alguns fios ligados, sem pensar duas vezes arrancou e sentiu uma dor aguda em seu braço.

Se sentou na cama e se sentiu meio tonta, não fazia ideia de quanto tempo esteve dormindo mas parecia muito tempo. Então tentou se levantar segurando na barra da cama, firmando seus pés no chão para não cair, soltou a barra da cama e olhou para o lugar em que estava, logo percebendo ser o hospital. Olhou para a cômoda perto onde um sofá, onde estava suas roupas, andou até lá e pegou percebendo que elas estavam limpas.

Vestiu-as ali mesmo, colocando dobrada a roupa do hospital. Ela se aproximou da janela e estava se preparando para pular porque não iria ser doida de sair pela porta da frente, mas antes de pular pensou em uma ideia.

Fez os símbolos :tigre, coelho, cachorro e cobra, aparecendo assim uma flor de lótus, onde deixou na cama já arrumada e saiu pela janela. Ela estava sem energia nenhuma e tinha que comer alguma coisa, e ela já sabia onde iria.

........................................

- Quem é você vovô? - pergunta o Uzumaki apontando para o homem a sua frente.

- Você não me conhece? Hm...- diz o velho pondo a mão no queixo pensativo – EU SOU O EREMITA DA MONTANHA MYOBOKU, ISSO MESMO EU SOU O SÁBIO DOS SAPOS

- O que?! Sábio dos sapos? - pergunta o Uzumaki confuso – Escuta aqui Sábio – tarado, esse cara aqui devia estar me treinando mas você jogou ele como tapete de banho

O loiro olha para o Ebisu que estava desmaiado no chão.

-Ele não devia ter interferido na minha pesquisa.

-Que pesquisa?

-Eu sou um romancista, escrevo grandes livros, como esse! - o velho tira do casaco um livro que logo Naruto reconheceu como o do seu sensei fica lendo.

-O QUÊ VOCÊ ESCREVEU ISSO ?!- Naruto pergunta eufórico apontando para o objeto na mão do velho.

-Sim! E vejo que você o conhece!

- Você chama essa porcaria de romance? Essa sua pesquisa ... é claro que é só para espiar as garotas na casa de banho! - diz o Uzumaki um pouco alto e as garotas que estavam nas termas ouvem e saem do local imediatamente, fazendo o Sábio fechar a cara para o loiro

-Ahh seu pivete! Estragou toda a minha pesquisa!

-Ahh, fala sério como se alguém se importasse nisso, e o meu treinamento? -  rebate o Uzumaki o que fez o Sábio parar de gritar e prestar atenção no garoto.

-Hm. Seu treinamento? Quer dizer a técnica de caminhar sobre a água que não estava conseguindo?

-É e como você desmaiou meu sensei, a responsabilidade é sua para me ajudar!

-Uff. Para de me amolar garoto – diz o velho passando pelo garoto como se nem ligasse – Estou ocupado

-O QUÊ? VOLTA AQUI SÁBIO – TARADO, CADÊ SEU SENSO DE RESPONSABILIDADE PARA ME AJUDAR ?!

-Escuta aqui garoto, por nada nesse mundo eu vou trabalhar com alguém que não tem nenhum respeito por um artista! E depois eu nem gosto de crianças!

- Mas, eu li o seu livro o Jardim Dos Amassos, muito bem escrito e bem romântico.

-Mentiroso! Esse livro é proibido para menores de dezoito anos! E outra se acha que eu sou idiota que fique achando, pois o Sábio dos Sapos não pode ser enganado facilmente.

O Sábio pula para uma quina e de lá faz um vento bem forte que impressionou o uzumaki e sai saltando pelas casas.

- Peraí Sábio- Tarado, tem razão, me desculpa

-Adeus garoto!

Naruto fica olhando para onde aquele velho foi e olha para o seu sensei ainda desmaiado no chão.

-Não me importa se aquele velho é sujo, ele tem estilo!

.............

Então o Uzumaki sai pela a vila a fora para procurar o Velho Sábio, quando ouviu uma confusão ali perto e foi ver o que tinha acontecido. Chegando lá, viu o Sábio levando umas boas bofetadas de uma moça o que não surpreendeu o loiro.

-Sabia que iria te encontrar aqui!

-Ahmm ... você de novo? - pergunta o velho desinteressado

- Sabia que você é um sábio tarado ?! Eu te procurei por toda a vila!

- SHHH... poderia não dizer “tarado “?

- Ah, então que tal, piada? Sério porque você é uma piada, primeiro eu tenho um treinador desmaiado e depois um velho pervertido, porque não posso ter alguém que preste ?!

-Fecha a matraca garoto! - fala o velho carregando o loiro com uma mão, jogando em uma bacia, para depois fechá-la – por que não treina aqui dentro?

-AHH, ME TIRA DAQUI SEU SÁBIO TARADO!

..................................

 

A ruiva já estava cansada e andava pela floresta tentando lembrar caminho, quando se deparou com um velho sentando no chão.

- Eu faria tudo por 10 minutos com uma garota!

- Com licença senhor, eu estava procurando uma cachoeira aqui perto, você a viu?

-Que? – Pergunta o senhor se virando e vendo uma jovem ruiva com olhos azuis, o que lhe fez lembrar de uma pessoa –Kushina?

-Quê? Não meu nome é Koruma – a ruiva balança a cabeça confusa – você viu ou não uma cachoeira aqui perto?

-Não.

-obrigada, mesmo assim.

- Koruma? -chama o velho ainda perturbado com a garota em sua frente.

- sim?

- cadê seus pais? Digo sem querer intrometido é que não é normal uma garota em meio as Provas Chunins   querer ficar sozinha, deveria estar treinando – o Sábio pronuncia-se e a ruiva olha para baixo se sentando de frente para o velho.

- Meus pais morreram quando eu nasci, tenho um irmão que eu nem conheço e sou odiada por toda a vila sem saber exatamente o porquê. Sabe, eu fingia que nem ligava mas agora é impossível não notar os olhares acusadores de todos, mesmo o Hiruzen tentando me manter uma alta - estima eu simplesmente não consigo.

- e você tem amigos?

- Posso dizer que sim, mas são poucos eu não sou muito sociável, porém eu também não sou antissocial.

- E para quê vai na cachoeira ?

- Eu vou fazer um jutsu e preciso de um lugar calmo.

- você faz jutsus? - pergunta o Sábio um pouco espantado.

- Faço, eu posso te mostrar? - pergunta Koruma toda animada.

-Vá em frente.

A ruiva então pegou uma kunai em suas costas e atira cinco centímetros acima da cabeça do velho que ficou em imóvel, ela faz alguns símbolos e a kunai passou por si, somo se dançasse sozinha e fez um corte fraco em sua mão. Com isso a ruiva faz outros símbolos e a kunai pega fogo mas ainda assim continua em pé, atacando a ruiva como se quisesse matá-la, Koruma desvia de todas as investidas.

O Sábio que assistia a tudo com surpresa, se levanta percebendo as intenções da kunai, mas antes de impedir que a kunai corte ou faça um grande estrago na garota, ela concentra chakra em uma mão e acerta o cabo de sua kunai a fazendo cair o que acaba com o jutsu.

-Uau ... você fez esse jutsu? - pergunta o velho impressionado se sentando novamente e a ruiva faz os mesmo.

- Sim, no começo ele estava horrível e só um toque na kunai ela já caía mas agora eu aperfeiçoei a técnica e nada irá a atingir.

- você que fez a kunai? - fala o velho pegando a cunhai da ruiva e olhando de perto, ela tinha cinco pontas ao invés de uma – por que cinco pontas?

- as cinco naturezas – ela diz apontando para cada ponta

- VOCÊ TEM AS CINCO NATUREZAS DE CHAKRA ?!-Pergunta o Sábio totalmente surpreso, espanto a ruiva que logo tampa a boca do velho

-Sim, mas não grita! ttebane! – a ruiva exclama sem perceber a palavra que usara,

- como conseguiu as cinco naturezas?

- sei lá, eu já nasci com as cinco naturezas.

-e quando descobriu que tinha as cinco?

- em um treino com o Hokage onde usávamos ninjutsu, descobri que controlava as cinco naturezas   e ele me mantém todo dia presa no prédio.

- E como você está aqui?

- nas preliminares da segunda prova, eu lutei contra Arramaro Shiin, eu venci e sei lá como aconteceu mas, eu acabei levando um corte no ombro, tinha veneno e acabei ficando em coma no hospital, acordei agora a pouco e vim treinar.

O velho tendo uma ideia se levanta e a ruiva levanta junto também.

- seu dia de sorte garota, eu vou te treinar! - exclama o velho animado e a ruiva olha temerosa para o Sábio.

- me treinar como se eu precisasse de você e outra ...

-EI O SÁBIO TARADO, VEM AQUI QUE VOCÊ TEM QUE ME TREINAR! -grita o loiro ao longe correndo até o velho que não teve tempo para correr, quando o Uzumaki chegou perto e nem tinha reparado na ruiva a sua frente – VOCÊ TEM QUE CUMPRIR COM A SUA RESPONSABILIDADE SÁBIO TARADO, VOCÊ DESMAIOU O MEU SENSEI, ENTÃO AGORA VOCÊ TEM QUE ME TREINAR E NEM OUSE DIZER QUE NÃO!

-EU JÁ DISSE QUE NÃO VOU TE TREINAR SEU PIRRALHO INTROMETIDO! EU ESTAVA NO MEIO DA MINHA PESQUISA! E EU JÁ TENHO COMPROMISSO!

-EU NÃO ME IMPORTO SE TEM COMPROMISSO OU NÃO, VOCÊ TEM QUE ME TREINAR! - exclama o ruivo virando a cabeça para o lado encontrando a ruiva olhando sem graça para os dois –KORUMA!

O loiro sem pensar duas vezes pulou em cima da ruiva abraçando a bem forte que retribuiu na hora, ela sentira falta do loiro enquanto estava em coma. O sábio sem entender nada, estava ali parado e viu que aquela seria sua deixa para sair.

- NEM PENSE SÁBIO TARADO FIQUE QUETINHO AÍ!

-EU TENHO COMPROMISSO E ESTOU ATRASADO!

-Eu pensei que você iria me treinar – intromete a ruiva e o Uzumaki a larga olhando para o velho a sua frente.

- ENTÃO QUER DIZER QUE VOCÊ IRIA TREINAR ELA E EU NÃO? SEU COMPROMISSO ERA ESSE SÁBIO TARADO? IRIA FAZER SUAS PESQUISAS NELA TAMBÉM?

-QUÊ ??NÃO! – fala o velho rapidamente se sentindo nervoso, como ele iria explicar para a criança a sua frente que a garota ao seu lado controlava as cinco naturezas? – EU SÓ IRIA TREINÁ-LA SEU IDIOTA!

-sei como é, e se eu fosse você Koruma teria cuidado com esse velho pervertido!

- SERÁ QUE DÁ PRA VOCÊS PARAREM DE DISCUTIR? TTEBANE! - Exclama a ruiva furiosa olhando para os dois a sua frente que calam imediatamente a boca – vamos fazer assim, O Jiraiya treina nós dois e depois te ajudamos na sua pesquisa – fala tranquilamente e eles arregalam os olhos.

- eu não vou treinar esse pirralho – resmunga o velho cruzando os braços

- eu não vou ajudar esse pervertido em sua pesquisa – resmunga o Uzumaki, cruzando os braços igual o Sábio.

A ruiva vendo que uma nova discussão seria feita ela deu um tapa bem forte na cabeça dos dois, que resmungam de dor.

- Parem de ser tão infantis e vejam o lado positivo, todos saem ganhando

E assim eles foram treinar com o velho que se divertia das brincadeiras um do outro, ele se divertia com aqueles desde de aqueles tempos

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...