História Uma paixão de apenas dois meses (Imagine Kim Seokjin) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Seokjin (Jin), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pessoal que lê a fic, perdão pela demora 💜

Capítulo 6 - Six


Fanfic / Fanfiction Uma paixão de apenas dois meses (Imagine Kim Seokjin) - Capítulo 6 - Six

POV's S/N

Já são quase meia noite, minha visão está turva e o bar já está vazio, eu mal consigo sentir minhas pernas, pego meu celular e tem diversas mensagens do Jin e da Letícia, eu não queria falar com ninguém.

??: Senhorita, eu preciso fechar o bar. - Eu vi um homem tão lindo na minha frente que achei que era miragem.

S/N: Oh, você é lindo - eu já não tinha mais controle de mim. O moreno riu.

??: Como você se chama? Tem alguém que eu possa chamar para te buscar? 

S/N: Você pode me levar pra casa, senhor... - olhei seu crachá em seu avental - Jimin - sorri para o mesmo e quase caí da cadeira.

Ele então pegou meu celular e ligou para a última chamada que tinha sendo ela o número da Letícia pedindo para que ela viesse me buscar. Jimin é um cavalheiro e cuidou de mim até minha amiga chegar.

Jimin: Cuide dela por favor, enquanto ela bebia chorava dizendo que precisava esquecer o "Seokjin", parece que está com o coração muito partido. - ELE ERA UM ANJO.

Leticia: Ai meu Deus, pelo jeito deu tudo errado - pensou alto - muito obrigada por cuidar dela e me ligar. Vamos S/N.

S/N: Tchau senhor Lindomin, eu volto aqui amanhã pra te ver. - uma palavra saia atrás de outra parecendo que estava cantando em uma língua desconhecida.

Minutos depois

Leticia: Vamos S/N entra logo de baixo do chuveiro! - ela tentava me dar um banho gelado.

S/N: Eu já estou bem, não preciso disso - falava ainda arrastado, até que ela me empurrou e segurou minha cabeça de baixo d'água - AAAAAA LETICIA ESTÁ MUITO GELADA.

Letícia: É o que você ganha por ficar bêbada desse jeito, pelo amor de Deus ninguém deve beber assim por motivo nenhum.

Meu semblante mudou, de repente eu não sentia mais o frio da água e sim o frio do meu coração, lembrei o motivo de estar daquele jeito, sentei de uma vez no chão do banheiro e comecei a chorar como um bebê.

S/N: Ele nunca vai me perdoar Leticia, eu não tive coragem de dizer... Quando eu entrei ele estava lindo, e se declarou, ele... Ele me pediu em namoro e eu disse NÃO! EU APENAS DISSE NÃO E SAI CORRENDO SEM EXPLICAR NADA. Eu não tive coragem - soluçava - não tive coragem, sou uma covarde.

Leticia: Porque não me falou antes? Porque não me chamou para ir com você naquele bar? Você não precisa passar por isso sozinha, eu imagino que deve ser muito duro S/N, vamos terminar esse banho, tomar um café bem forte e ir dormir, amanhã falamos melhor.

Saímos do banheiro e eu me troquei, a Letícia já tinha preparado o café enquanto isso, eu bebi já me sentindo melhor e disse para ela que ia deitar e amanhã conversávamos. Perdida em meus pensamos no quarto adormeci ainda chorando pelo ocorrido de mais cedo.

Acordei eram 11 horas com minha cabeça doendo tanto que parecia que ia explodir, pego meu celular e tinha diversas chamadas e mensagens do Jin, meu coração dói mais uma vez, eu ignoro e vou no cozinha tomar café, Leticia está no sofá e quando me vê levanta correndo me abraçando perguntando se está tudo bem, tento sorrir e acesno com a cabeça, enquanto comia contava dessa vez com calma tudo que aconteceu para ela.

Leticia: Antes de irmos embora você precisa falar com ele, ele precisa entender S/N. Fique uns dias distante de quiser, mas depois você tem que falar com ele, se quiser eu vou junto, eu fico um pouco distante e você fala pra ele, não sei, qualquer coisa que te dê mais segurança.

Eu tinha uma ótima amiga, e ela estava certa, eu preciso falar pra ele a verdade, mas ainda não, temos 19 dias aqui, em breve eu vou contar toda verdade para ele.

Quebra de tempo

Os dias passavam lentamente, eu sempre saia pela porta da cozinha da empresa no estacionamento traseiro com medo de sair e dar de cara com o Jin me esperando, e todos os dias a Letícia chegava e dizia que ele estava lá, já se passaram 4 dias desde o ocorrido, eu só tinha mais 15 dias, eu preciso conversar com o Jin, definitivamente eu vou contar para ele o porque de ter agido daquela forma naquele dia.

Sai da empresa e fui para o restaurante do mesmo, fiquei parada do outro lado da rua por mais ou menos uma hora tentando criar coragem, de repente eu o vi saindo, ainda com seu avental, seu olhar era triste, ele andava de um lado para o outro mexendo no cabelo, parecia tentar se acalmar, parecia perdido... Assim como eu!

S/N: É hoje, hoje eu vou contar pra ele que daqui duas semanas vou voltar para o Brasil, mas não sei como... Não sei como dizer que vou deixá-lo" - pensei.

De repente noto o olhar dele em mim, ele me viu, NÃO TEM MAIS VOLTA.



Notas Finais


É agora hahahha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...