História Uma paixão de primavera - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Opa, eai? Demorou um pouco, mas tá realmente um pouco complicado de postar agora, pois no momento estou viajando e além de no canto que eu tô não ter internet, eu passo pouco tempo nele, geralmente só a noite, o que complica bastante de escrever, mas vou ficar aqui somente até quarte, além disso, eu também tava com um certo bloqueio criativo e com outras preocupações, na verdade eu ainda tô preocupado com outras coisas, mas bem, só isso mesmo, dito isso, até.

Boa leitura, abraços!!!

Capítulo 5 - Um novo ambiente Part.2


Fanfic / Fanfiction Uma paixão de primavera - Capítulo 5 - Um novo ambiente Part.2

Midoriya On

Existem certas coisas que acontecem de maneira tão imprevisíveis que você pensa que é o universo querendo pregar alguma brincadeira com você. Bem, acho que essa venha a ser uma dessas situações.

Eu encarava a castanha a minha frente com uma expressão de surpresa, não achei que a encontraria novamente depois daquele acampamento nunca. “Oi Urara-” ia falando.

“Oi o caralho, escuta aqui seu esverdeado de merda” ela fala e vem em minha direção totalmente irritada. “Quem você pensa que é, hein?” ela completa, eu fico sem entender muita coisa, olho para o Iida e ele estava um pouco assustado, olho para o Todoroki e ele ainda permanecia inexpressivo. Olho também para a garota que acompanhava Uraraka, era uma menina de cabelos negros, nunca a tinha visto antes na vida. “Você deve ser um daqueles garotos escravos que a Melissa mandou para tentar me fazer passar vergonha, não é?” ela permanecia irritada.

“Escravo de quem? De quem você está falando?” pergunto confuso. Ela fica ainda mais irritada e agarra a gola da minha camisa.

“Você sabe de quem eu estou falando sua merdinha” ela disse rangendo os dentes.

“Uraraka, calma” disse a garota que estava com ela.

“É Uraraka, ele é novato, nem se quer conhece a Melissa” falou Iida. Ela olhou para Iida e depois olhou para mim, agora um pouco mais calma, porém ainda irritada.

“É verdade o que ele disse?” ela perguntou olhando para mim ainda segurando a minha gola.

“Há, há, há, é verdade sim o que ele disse Uraraka” escutamos alguém falar atrás dela, era uma loira que usava óculos e era acompanhada por uma menina de cabelos laranja. Ela riu novamente e se aproximou de mim, nesse momento Uraraka já tinha soltado a minha gola e olhava para a loira com ira em seus olhos, a loira por sua vez se aproximou de mim e agarrou o meu braço. “Mas eu adoraria que fosse” ela diz com uma voz sensual, eu acabei ruborizando bem de leve. A loira ainda segurando meu braço olhou para a camisa de Uraraka que agora estava melada por causa do meu almoço. “Olha o que aconteceu com você Uraraka, há, há, há, que belo começo de ano em?” ela falou de maneira irônica, Uraraka se irritou mais ainda e já ia partindo para cima da loira quando somos surpreendidos por uma luz de flash.

“Que beleza, já vamos abrir o ano com uma matéria de bombar, hi, hi” falou uma garota também loira, só que usava o cabelo com duas chuquinhas, e portava uma câmera.

“Himiko” falaram as duas garotas que discutiam simultaneamente.

“Chefe de jornalismo Himiko para vocês” ela falou tentando expressar autoridade.

“Por que não vai para o inferno, sua vadia?” falou Uraraka.

“Volte para a sua toca, toupeira” Falou agora a loira que havia soltado meu braço. Himiko acabou rindo da reação das duas e disse.

“Eu vou, e lá irei fazer a primeira edição do ano do jornal da escola valer a pena” ela falou e saiu rindo.

“Essa vadia”

“Ela vai defasar a minha imagem já no primeiro dia de aula?” Disse a castanha, que depois olhou para mim bem irritada. “Isso não vai ficar assim, é bom você esperar seu esverdeadinho de merda, pois vai sofrer na minha mão” falou e saiu andando com a garota que a acompanhava. A loira que estava ao meu lado olhou para mim e com um olhar sexy falou.

“Você não gostaria de entrar para o meu grupo? Eu posso lhe fazer rei daqui ao meu lado” ela dizia se aproximando de mim, quando Iida botou o seu braço no meio impedindo que ela se aproximasse.

“Já chega Melissa, não quero que o envolva em seus problemas, ele já arrumou demais para o primeiro dia” ele falou imponente enquanto Melissa o olhou com desgosto.

“Está bem senhor membro do conselho de classe” ela falou de forma irônica e saiu junto da ruiva que a acompanhava. Iida, assim como Todoroki, olhou para mim com uma cara que expressava uma certa preocupação.

“Cara, mas que primeiro dia agitado que você foi ter” falou Iida.

“Sim, conheceu três das quatros pessoas mais influentes e poderosas desse colégio de cara” falou Todoroki agora mais sério do que o normal.

“E você conseguiu arrumar problemas com uma delas, isso é algo a se preocupar ao menos um pouco” completou Iida. Eu permanecia calmo, principalmente após entender um pouco melhor o que tinha acontecido. “Você está bem tranquilo, normalmente qualquer outro aluno ficaria bem preocupado, porque aquela menina pode fazer da sua vida aqui bem mais complicada” Iida falou, eu apenas sorri confiante.

“Fique tranquilo Iida e Todoroki, eu já passei situação bem pior, não vai ser uma garota como ela que vai me preocupar ou impedir que eu termine o colégio” completo com um sorriso ainda maior. Tanto Iida quanto Todoroki me olham um pouco desconfiado.

“Está bem, se você diz” disse Iida. “Vamos, ainda nem almoçamos e temos coisas a fazer ainda” diz e eu e Todoroki concordamos com a cabeça.

O resto do dia seguiu normalmente, eu, Todoroki e Iida almoçamos e voltamos para o quarto terminar algumas coisas, depois disso eles foram me mostrar o resto da escola, como a sala onde estudaríamos, laboratório, pátio e o que mais me deixou animado, o ginásio da escola.

“Uou, ele é bem grande, não é?” comento bem impressionado.

“Sim, esse ginásio também é muitas vezes utilizado para competições oficiais” diz Iida.

“É, mas faz bastante tempo que chegamos a jogar uma competição de tamanha importância” disse Todoroki e eu o olhei curioso.

“Pera, vocês têm uma equipe de futsal?” pergunto com os olhos brilhando e eles me encaram.

“Sim, inclusive eu e Todoroki jogamos nela”

“Sério? EU QUERO ENTRAR TAMBÉM” acabo gritando e eles me olham um pouco sem graça.

“Não depende de nós, você teria que passar na peneira que o professor Vlad faz” acabo ficando um pouco decepcionado. “Não precisa ficar desse jeito, ele faz essa peneira toda vez na primeira semana de aula” torno a olhar para eles alegres.

“Irei fazer e irei passar” digo com confiança. Eles soltam uma risada e me olham.

“Boa sorte então” falou o meio a meio.

“Vem, vamos entrar, deve estar rolando algum treino lá agora” disse Iida.

Adentramos a estrutura que já era enorme vista de fora, mas por dentro parecia ainda maior, com arquibancadas de dois andares, cabines e uma quadra enorme, que parecia servir tanto para Futsal, quanto para Vôlei e Basquete. Entramos pela região da arquibancada, elas estavam vazias, mas apesar disso, tinham alunos treinando lá, consegui ver um cara grande de cabelos loiros que parecia o Tintim, um cara de cabelos vermelhos, um de cabelos negros e um de cabelos loiros espetados... pera, aquele eu conheço.

“KACCHAN” acabo deixando escapar o grito de sem intenção, chamando a atenção de todos, inclusive do loiro, que me olhou com raiva de imediato e me respondeu com outro grito.

“DEKU” falou e veio até mim, e ainda na quadra me encarou. “O que faz aqui Deku?”

“He, he, vim estudar aqui” falo meio sem graça e ele me olha surpreso, mas logo volta ao normal e se vira, voltando para onde os outros estavam.

“Que seja, só finja que não me conhece e não venha com papinho de amigos para cima de mim” ele dizia indo para onde os outro, mas parou de repente. “Ah, só avisando, a Yukki está estudando aqui também, acho que ela ficaria feliz se você fosse ir vê-la” ele completou e seguiu seu rumo.

Continuei andando com os dois por mais um tempo até que mais ou menos umas 16h, quando decidimos nos trocar para ir conhecer a cidade.

Iida havia ido sozinho ao seu quarto, enquanto eu e Todoroki voltamos ao nosso para tomarmos banho e nos trocar, eles haviam me dito que iam me mostrar algumas partes da cidade. Vesti uma roupa mais simples, porém bem agasalhada, apesar de ser o final, ainda estamos no inverno, Todoroki fez o mesmo.

“Bem, vamos?”  perguntei ao meio a meio.

“Vamos, o Iida já deve estar esperando a gente lá fora” ele me respondeu.

Saímos do quarto e seguimos para fora do prédio, porém quando íamos virar o corredor acabo batendo com alguém.

“Ai” diz tanto a pessoa quanto eu.

“Hum, Toga? O que faz na ala masculina?” questionou Todoroki que estava ao meu lado, eu olho a pessoa e vejo que era aquela loira de chuquinhas de mais cedo.

“Resolvendo algumas coisas, porque?” ela responde sem muito pestanejar, eu estava apenas vendo os dois quando ela me nota e solta um sorrisinho. “Ah, então foi em você que eu esbarrei, hi, hi” ela se aproxima e me encara de mais perto, eu estranho e a encaro sem entender, ela me responde com outra risadinha.

“Você é uma pervertida” falou Todoroki chamando a atenção de Toga, que o encarou com um sorriso irônico.

“Assim você me machuca Todoroki-kyun” ela falou fazendo uma voz mais “fofa” e ainda sorrindo. “Mas bem, eu tenho coisas a fazer, até mais Todoroki” ela falou para Todoroki e depois se virou para mim e com um sorriso um pouco estranho disse. “Até mais Mido-kun, espero te encontrar depois novamente” disse e se aproximou de mim, mais especificadamente do meu ouvido e sussurrou. “Mas se quiser me procurar pode ir na sala de jornalismo, a porta estará sempre aberta para você” completou e saiu caminhando pelo corredor masculino. Todoroki me olhou confuso.

“O que ela disse a você?” me perguntou.

“Nada de mais” o respondo. “Bem, vamos?  O Iida vai acabar brigando com a gente se demorar mais.” Digo rindo de leve e acabo tirando uma risada dele também.

“Você tem razão, vamos” ele respondeu e seguimos para o lado de fora.

 


Notas Finais


Até o próximo capítulo, caso queira curta e/ou comente, até.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...