1. Spirit Fanfics >
  2. Uma paixão inesperada >
  3. Braço quebrado; pedido

História Uma paixão inesperada - Capítulo 3


Escrita por: Malia-channn

Notas do Autor


Ia postar de madrugada, mas recebi notificação de provas, então vou postar os que tenho pronto e vou fazer as provas para não me enrolar e ficar livre para vocês❤

Capítulo 3 - Braço quebrado; pedido


Fanfic / Fanfiction Uma paixão inesperada - Capítulo 3 - Braço quebrado; pedido

Finalmente final de semana, sem aula, sem ver o loiro irritante, não sei porque ele é tão irritado comigo, ate que ele é assim com quase todo mundo né.



Minha mãe foi viajar a trabalho esse final de semana, então a casa é só minha.



Peguei uma coberta e um pote de sorvete e sentei em frente a TV, nesse friozinho é tudo cara.




Fiquei algumas horas ali na frente da TV ate o sorvete acabar, fui olhar meu celular e tinha mensagem da mina e da uraraka.



Mina



-s/n aonde você se meteu ontem?



S/n- foi mal eu fui embora.



-você perdeu, o izuku acabou quebrando o braço.




S/n- serio, como ele esta?




-bom ele não vai jogar na semana que vem né… Mas tá tudo bem eu acho, a uraraka tá louca para ir lá no hospital visitar ele, mas ela não quer ir com ele, vamos com ela.




S/n- aa queria ficar em casa tranquila hoje.




-depois vamos ao shopping , que tal?




S/n- você não vai deixar eu ficar em casa né?... Ta eu vou, mas só se você vir me buscar.




-ta bom- fui me trocar .




Logo a campainha tocou, fui atender





Mina- vamos vamos.- ela me puxou.




Chegamos no hospital, uraraka estava toda vermelha e pensativa, talvez estivesse excitando de entrar.



S/n- bora uraraka.





Uaraka- Desde que eu cheguei aqui umonte de garota veio ver ele.





Mina- e se ele estiver esperando por você.




Uraraka- qual é, só faço algumas aulas com ele, quase não nos falamos.




Mina- anda logo vai vai vai.




Vimos os meninos chegando, Kirishima estava com um gelo no rosto.




S/n- o que aconteceu.




Kirishima- levei um soco.




Mina- de quem?- ele olhou para o bakugou ao seu lado.




Kirishima- esquece.




s/n- porque ele te bateu?





Bakugou- ele me irritou-revirei meus olhos e puxei as meninas para dentro do hospital.




Mina- ola moça, pode me passar o numero do quarto do izuku midoriya.




Moça- nossa, mais garotas… bom vai poder subir apenas duas, ja esta lotado la em cima.




S/n- vai com ela mina eu espero aqui embaixo.




Mina-certo.




Moça-ele está no quarto 110



Mina- obrigada.




Elas subiram, se esta tão cheio de garotas assim, do jeito que a uraraka é bem envergonhada  nem vamos no shopping hoje, vamos passar a tarde no hospital



Bakugou- odeio hospital



S/n- o que você não odeia não é mesmo bakugou.




Bakugou- não me irrita idiota!



Sn- não grita você esta em um hospital 




Me afastei e fui ate a maquina de café que tinha ali, vou precisar de um.




Bakugou on*



Porque essa garota é incrivelmente irritante, e esse jeito dela me faz querer saber mais, porque ela não é assim com o kirishima, eu nunca vi ela dar um sorriso para mim.




Kirishima- ai!para de babar na s/n



Bakugou- cala a boca… Eu não estou babando em ninguém.




Sero- aí a s/n chegou a algumas semanas e você já está assim.




Kaminari- nunca vi você atras de uma garota.





Bakugou- tck, não estou atrás de ninguém, as meninas dessa merda de escola não me interessa mais, são todas tão sem graça e comum, e todas ficam no meu pé, isso é um saco.





Kirishima- mas...




Bakugou- não tem mais… todas as garotas nunca me satisfizeram como eu queria, então não procuro mais garotas como elas.




Kaminari- a s/n não é como elas, a s/n é bem divertida, e dificil… Ela não quer você bakugou.





Kirishima- e é por ela não querer ele que ele quer ela



Bakugou- adoro um desafio.




Sero- esse desafio ai é quase impossivel.




Bakugou- tudo que eu faço para ela a irrita, eu não entendo




Sero- talvez seja seu jeito.




Bakugou- que que tem meu jeito!




Kirishima- às vezes você está tentando ser legal, mas aí a sn fala algo e você já se irrita- revirei meus olhos- talvez você devesse ser mais… específico com o que faz, a s/n ve as melhores coisas em pequenos detalhes.




Bakugou- não sei porque tô recebendo conselhos de idiotas que nem consegue chamar a menina que querem sair.




Sero- ai eu to fora dessa lista ai.




Kirishima- é mais complicado ta, eu realmente gosto dela, ja você… Nem sabe o que sente… Ai porque você não vai la e paga o café dela?.




Bakugou- tck, eu já fiz isso e ela foi irritantemente mal agradecida-  me afastei deles e fui ate ela.- ai!



S/n- o que foi?




Respirei fundo, se ela vê detalhes em pequenas ações preciso ser calmo com o que falo.




Bakugou- quanto tempo acha que vamos ficar aqui?.




S/n- depende… se a uraraka tomar coragem e ir logo falar com ele não muito, eu quero sair daqui logo.




Bakugou- depois eu que reclamo muito.




S/n- não enche.




Bakugou- Devíamos ter nos encontrado no shopping.




S/n- ai você ia ficar irritado porque estamos demorando.




Bakugou- tck.- ela deu risada- tá rindo do que?




S/n- gostei quando você faz isso.





Bakugou- isso o que?





S/n- esse " tck"




Bakugou- você é estranha- ele sorriu, é a primeira vez que ela dá um sorriso para mim.



S/n- você também não é muito normal "Bombinha"



Bakugou- não me chama assim sua idiota!




S/n- viu já explodiu- ela saiu de perto de mim, essa garota sabe como me irritar.




Autora on*



S/n sentou ao lado do kirishima e respirou fundo, estava se  livrando do ar que estava preso em seus pulmões.




Sentiu o celular vibrar, ela já até sabia quem era, não estava nem um pouco afim de atender e ouvir minha mãe falar a mesma coisa pela 10 vez



Kirishima- não vai atender?.




S/n-hum… Não, é a minha mãe enchendo meu saco de novo.




Kirishima- porque ela esta enchendo o saco?.




S/n- semana que vem quando ela voltar de viajem, vai ter o jantar de aniversário da minha vó, minha mãe fica me enchendo para eu arrumar um namorado e levar ele, ela diz " arruma um namorado logo",  " você sabe que o unico desejo da sua vó é ver você chegar com um garoto na casa dela ", " faz esse sacrifício pelo menos uma vez para que a sua vó possa morrer feliz" e ela ja esta assim a quase um mes.- respirou fundo decepcionada.





Kirishima- porque você não leva um amigo e apresenta para a sua familia como namorado.




S/n- não daria certo, minha familia tem um radar enorme para mentiras, teria que ser um amigo que eu me dou bem de verdade sabe, aonde só por nós olharmos vamos parecer apaixonados… Não tenho nenhum amigo assim.



Nesse mesmo momento Kirishima pensou que seria a grande chance do bakugou, mas o loiro explosivo teria que convencer a garota que nem sempre ele era um idiota.




Kirishima- fala para a sua mãe que você vai levar, e nessa semana você fica vendo com qual amigo você se dá melhor, ao ponto de mesmo discutindo vocês tenham uma química.



S/n- tem razão, eu levaria você se a mina não fosse me matar depois- s/n percebeu que entregou a amiga e tampou a boca rapidamente.




Kirishima- porque ela te mataria?-perguntou curioso





S/n- nada… olha tenho que atender- ela se afastou rapidamente e atendeu o telefone.




Na ligação:



S/n- Oi mãe- disse já cansada.



S/m- e ai filha, já arrumou alguem



Respirou fundo



S/n- sim mãe eu já arrumei, é meu… Namorado, vou apresentar ele para você também.



S/m- então você está namorando, não vejo a hora de conhecê-lo, até mais filha.




S/n- ate.




Enquanto s/n estava no telefone, Kirishima foi rapidamente falar com o bakugou, que em nenhum segundo fez uma cara feliz desde que chegaram no hospital.




Kirishima- ai bakugou, descobri uma coisa, e se você fizer a coisa certa vai se aproximar mais da s/n.




Bakugou- hum…- kirishima continuou 




Kirishima- a s/n vai ter que levar um amigo no jantar da família dela, ela quer um amigo que ela seja realmente próxima, se você e ela se der bem e ela sentir uma química boa você vai no jantar com ela.




Bakugou- não me dou bem com famílias, já não me dou bem com a s/n imagina com a família irritante dela.




Kirishima- mas é a sua chance, vamos no shopping e vocês ficam próximos.




Bakugou- tck tanto faz, vamos no shopping se conseguirmos sair desse hospital.



S/n foi chegando perto deles




Bakugou- não aguento mais ficar aqui- disse irritado.




S/n- agora eu concordo com você… quer saber…- s/n foi andando em direção as escadas.




Os meninos se encararam confusos, mas logo foram atrás dela.





S/n subiu para o quarto do midoriya e viu que uraraka e mina não tinham nem entrado no quarto ainda.




S/n- vocês estão de brincadeira né



Uraraka- não da para entrar.




S/n- aff, eu quero assistir um filme logo então vem- s/n puxou uraraka para dentro do quarto nem ligando para as outras meninas que estavam la.- oi midoriya quase não nos falamos na escola mas, a uraraka ficou preocupada com você, ela não trouxe flores nem nada do tipo mas só queria saber se você está bem- o esverdeado sorriu.




Izuku- foi a melhor visita que recebi ate agora- a morena corou.



S/n e os outros ficaram esperando uns minutos em frente ao quarto.




Bakugou- gostei da atitude.



S/n sorriu para o loiro, o mesmo sentiu algo estranho em sua barriga ao olhar aquele sorriso lindo, logo ele desviou o olhar dela.




                                   …...




sero- finalmente no shopping.



Kaminari- achei que iria morar no hospital.



Uraraka- como vocês são dramáticos.




Mina- o midoriya pediu para ela voltar amanhã para eles sairem já que ele recebe alta amanhã.




Kirishima-por isso você tá toda bobinha




S/n- divirta-se no seu encontro, mas agora eu quero ver um filme.




Bakugou- dessa vez eu concordo com a novata- a ( cor do cabelo) olhou irritada para o maior.



Kirishima- tá vamos nos dividir em duplas- o garoto deu uma piscadinha para o loiro.- eu e a mina vamos buscar as comidas para comer na hora do filme, uraraka denki e sero vão fazer algo sei la, s/n e bakugou vão comprar os ingressos.




Bakugou/s/n- eu não quero ir com ele (a)



Mina- mas vão.



Kirishima se aproximou do bakugou.



Kirishima- vai cara é sua chance- bakugou revirou os olhos e se deu por vencido



Todos foram se separando 




Bakugou- vamos logo- ele foi na frente deixando a garota para tras.




A ( cor do cabelo) revirou os olhos e o seguiu.



S/n- olha tem filmes legais essa semana- disse toda animada- vamos assistir esse aq- bakugou logo a interrompeu.




Bakugou- não vamos assistir animação.




S/n- você é um chato, quer o que terror?




Bakugou- seria uma boa… Mas… Escolhe outro filme, menos animação.




S/n ficou surpresa.




S/n- você vai deixar escolher?




Bakugou- tck, vai antes que eu me arrependa- s/n sorriu animada e logo começou a ver os filmes, e acabou escolhendo uma comedia.- ainda bem que no fim teve um gosto bom.




S/n- revirou os olhos e o puxou para a fila.



Logo compraram os ingressos.




S/n- bom… Temos 20 minutos ainda, quer ir com..



Bakugou- ai droga




S/n-que foi?- s/n olhou onde bakugou encarava e via um grupo de garotas da escola… Com certeza as meninas viriam atras dele.- haha boa sorte ai- s/n ia sair andando mais bakugou a segurou.




Bakugou-me ajuda, eu fico te devendo.




S/n- te ajudar como?




Bakugou- não quero que ela nem venha falar comigo.




S/n- ta eu te ajudo mas… Como?



Bakugou desceu seus dedos que estavam no braço da menor, causando leves arrepios por onde passava, logo seus dedos se cruzaram.



Bakugou- quer comer o que?




S/n- tudo menos comidas apimentadas.-disse baixinho




Bakugou- você gosta de acabar com a alegria dos outros né- a pequena sorriu envergonhada.



Ele a puxou de mãos dadas ate algum lugar que ela queira comer… Aquelas garotas os seguiram com os olhos mas não foram dizer nada.




S/n- aqui vamos comer aqui- ele pararam- quer um balde de frango.




Bakugou- você come muito garota.



Ela sorriu



Logo eles ficam esperando o pedido sair.




Pegaram e foram ate uma mesa.




Bakugou- porque pegou isso, você não gosta de pimenta.




S/n- a-ahn mas… Você gosta- s/n estava começando a se sentir confortável ao lado do bakugou, ele não era tudo que ela achava, por mais que ele ainda tinha aquele ar de arrogante e irritado, ele era cuidadoso e carinhosos do jeito dele… s/n estava se condenando por apenas passar na cabeça dela de chamar o bakugou para o jantar.- toma experimenta- ela colocou um pouco de molho em um frango e deu para ele comer.





Bakugou- não é tão apimentado, mas é bom.





S/n- não é apimentado?



Bakugou- não, toma, prova- Bakugou fez a menor comer.



S/n- isso não é apimentado! Ai meu deus ta quente quente quente- bakugou se acabou em rir do desespero da garota- seu idiota!




Bakugou- calma ai- ele foi comprar um refrigerante- toma-ela bebeu rapidamente 



Logo eles comeram quase tudo.




Bakugou- você come em garota.




S/n- ei você também comeu ta- mesmo eles estando juntos uma das garotas se aproximou.




XXX-o-oi bakugou… eu queria sair com… com você.




Bakugou- eu estou com a minha namorada agora não tá vendo- ele puxou a cadeira da garota para perto, que já estava totalmente corada.




XXX-a-ahn desculpa… -ela se afastou.




S/n- n-não te dei o direito de falar que sou sua namorada- disse sem olhar para ele.




Bakugou- relaxa ai… 



S/n- e-eu posso te pedir uma coisa?- desviou o olhar



Bakugou- hum?




Ela ia falar mas a uraraka apareceu, fazendo a coragem da garota ir embora.




Uraraka- ai ja vamos ver o filme?




Bakugou- hum, temos cinco minutos.



S/n- v-vamos…




Bakugou- aí você não queria falar algo?




S/n-n-não nada vamos- foi correndo para o cinema, Bakugou pegou o refri e o balde de frango e foi, s/n entregou os ingressos de todos.




Bakugou ia entrar mas estava com as mãos ocupadas para pegar o ingresso.



S/n- ta bem?




Bakugou- não ta vendo que to com a mão ocupada porra.




S/n- aonde está eu pego para você




Bakugou-no meu bolso- s/n foi pegar envergonhada, mas ainda sim foi.




                                   …….



Durante o filme todos riam, por mais que Bakugou achava um pouco engraçado ele mantinha a postura.



Mas ficava encantado com as risadas da garota.




A olhava frequentemente, ele não entendia o que estava acontecendo, mas não passava de curiosidade.



Ja s/n se sentia confortável ao lado do bakugou, se sentia  segura e por mais que ela não quisesse admitir, ela gostou dele.




                                  ...….



Bakugou- bom.. Ta em casa, não se acostuma em.



S/n sorriu.




S/n- e-ei… Sabe o que eu ia te pedir naquela hora.



Bakugou- hum- bakugou já imaginam o que queria, mas queria ter certeza que era aquilo.




S/n- lembra quando você falou que ficaria me devendo uma...que tal… Você não me dever mais na sexta que vem.




Bakugou- ta me chamando para sair?




S/n- claro que não idiota… Sabe você é um pouco menos chato do que eu achava… ta meio que é sim um pedido para sair.





Bakugou- fala logo porra!




S/n- quer ir comigo no jantar com a minha familia na sexta que vem- ela fechou os olhos com força esperando um não.




Bakugou- ta…




S/n-s-serio? Quer dizer otimo… Mas… Você… Meio que teria que fingir que é… Meu… Se sabe né.



Bakugou- fingir que sou seu amigo?




S/n- não besta- ele riu pela reação dela- meu namorado.




Bakugou respirou fundo.




Bakugou- ok… mas só se você for no meu jogo domingo que vem.




S/n- aa não.




Bakugou- então você não vai ter namorado.




S/n- taaaa….. Apenas um jogo




Bakugou- vai nos treinos tambem.- ele disse indo embora.




S/n acabou sorrindo.




Bakugou- ate segunda novata.







Notas Finais


✨✨✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...