História Uma pequena nerd fofa! - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Visualizações 170
Palavras 1.593
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 52 - Finalmente parte I


Anne on

Depois da declaração do Lys fomos contar pro nossos amigos,e é claro que agora Gisele e o Castiel se acertarem mas acho isso um pouco difícil pois os dois são orgulhosos mas o mais engraçado é que mesmo sendo tão diferentes os dois acabam sendo iguais as vezes vai entender.

Passei o resto do dia com o Lys na faculdade e é claro que a loira número II(Ambre é a I) não curtiu muito mas eu nem liguei.

Agora é a última aula e é da professora Yumi a aula dela é ótima e esses dias ela anda meio calada e corada sempre evitando alguém..que eu vou descobrir quem é em nome de jujuba meu ursinho de pelúcia rosa.

Entrei na sala e olhei em volta resolvi me sentar lá no fundo na última fileira perto da janela,fiquei admirando a vista quando alguém entra na sala e suspira pesadamente olhei em direção ao ser que tinha acabado de entrar,era a Yumi-san e estava extremamente corada.

-Tudo bem? perguntei fazendo a mesma pular de susto mas se acalmou quando me viu fui até ela realmente ela parecia estar fugindo de alguém.

-Quem? perguntei e ela me olhou confusa-De quem  estava fugindo? seu rosto está vermelho respiração ofegante e pareci ter corrido uma maratona. 

Ela me olhou e abaixou a cabeça logo erguendo ainda mais corada..isso é possível? 

-Calma Yumi calma,senta respira fundo e se quiser não precisa me responder. falei guiando ela pra cadeira e a sentei ela suspirou pesadamente e se debruçou sobre a mesa.

-Ele me deixa confusa..

Olhei pra ela com minha famosa cara de '' não entendi nada''

-Ele quem? perguntei novamente e ela corou

-O diretor..

Minha cara foi no chão,o que aconteceu entre ele dois..tudo bem que percebi um clima entre eles mas p que raios aconteceu.

-Pode me explicar? pedi e ela começou..ela disse que em uma sábado estava na escola reorganizando uns papeis ai quando ela estava indo embora um cara apareceu e pediu pra entregar um envelope pro diretor mas antes que ela pudesse falar algo ele já havia sumido,assim que ela entrou viu que ele não estava e começou a escrever um bilhete..então ele apareceu e aconteceram algumas coisas..

-Nossa.. agora sim minha cara foi ao chão e por lá ficou o nosso querido diretor ''arrasador de calcinhas'' como diz a Gisele está caidinho pela Yumi-san..

-Então eu passei a semana toda evitando ele e agora nesse exato momento eu corri assim que vi ele no corredor..eu não sei como agir ou como encarar ele..você sabe que eu fico vermelha e travo pareço até uma menininha de 16 anos apaixonada.

-E você não está? não gosta dele? 

Questionei e ela choramingou um ''não sei''..no fundo eu entendo até mesmo namorando com o Lys toda vez que o vejo coro.quando ele me elogia,me abraça me beija acabo ficando envergonhada e ele rir dizendo que sou fofa..

-Eu entendo mas uma hora ou outra ele vai acabar te encurralando e vocês terão de conversar..

Antes que ela abrisse a boca uma voz grossa soou na sala e em toda a escola

''Senhorita Takahashi venha a minha sala por favor,preciso resolver algo e necessito da sua ajuda,então os alunos do 1° ano estão com tempo livre''.

Assim acabou o aviso do diretor pelo megafones na escola, Yumi fez uma cara de desesperada e eu ri

-Vá logo..tenha calma e respire ele só quer conversar com você. 

Ela pareceu mas tranquila e foi andando até a porta logo sumindo entre os corredores..suspirei e sai da sala fui caminhando pelos corredores e quase não tinha ninguém devem ter ido pro refeitório..

-AH...

Gritei quando fui agarrada pela cintura e puxada pra dentro da salinha do faxineiro senti minhas costas baterem contra algo duro e mãos grandes na minha cintura apertando com um tanto de  força,pensei em gritar mas fui virada e o ser me beijou com vontade logo percebi quem foi o desconhecido..passei meus braços pelo pescoço dele e retribui o beijo,paramos pelo ar que se fez falta.

-Sabe que sou eu né? 

Falou ele 

-Lógico que sei. falei sentindo sua cabeça cair na curva do meu pescoço.

-Que bom,pois não ia ficar nada contente se você saísse beijando cada um que te puxar pra dentro de um armário de faxina.

senti uma forte aperto na minha cintura ia ficar marcas ali durante dias,ele estava..possessivo

-Hum..mas você foi o único que me arrastou pra dentro de um armário de faxina Lys.

-É..não pude segurar eu esperei tanto por isso..

Ele beijou meu pescoço logo dando uma leve mordida..meu rosto esquentou e arfei..suas mãos subiram adentrando na minha blusa..sua boca subiu de novo e me beijou,meu corpo foi prensado na parede ele me beijava com ardor e luxuria,mordia e sugava meus lábios.Suas mãos subiram mais ainda e chegaram no meu sutiã foram até o fecho e tentou abri mas ai me veio a mente de que..estávamos na faculdade e em um armário de faxina..

-Lys..pare..você sabe que..

-Ok..vem comigo.

Ele pegou meu braço e me guiou pelos corredores até o estacionamento foi em direção a um carro uma BMW preto fosco,abriu a porta e eu entrei ele entrou também deu partida..

Depois de 30 minutos me chegamos em frente a um casarão um pouco afastado da cidade olhei pra ele que sorriu docemente,descemos do carro e fomos pra dentro assim que chegamos lá olhei em volta e o lugar era lindo..senti ele me abraçar e sussurrar 

-Se não quiser tudo bem..o interrompi segurando a mão dele e beijando olhei pra ele que sorriu,me pegou no estilo noiva e subiu as escadas..entrou em um quarto todo decorado em estilo vitoriano me colocou na cama e ficou em cima de mim me olhando como se pedisse permissão apenas assenti e virei o rosto de lado para deixar meu pescoço a mostra e se aproximou e beijou foi levando pras mordidas e chupões minha respiração ficava mais pesada e ofegante,ele tirou minha blusa e beijou meu colo descendo pro meu seio tirou me sutiã fazendo instantaneamente com que eu me cobrisse com os braços..ele riu

-Calma você é linda.. sua mão tiraram meus braços e começou e massagear meus seios logo substituindo uma das mãos por sua boca que mordia e beliscava meu mamilo meu corpo se contorcia de prazer,já me sentia completamente molhada então ele tirou minha calça me deixando apenas de calcinha,senti sua mão afastar o tecido e ir de encontro ao meu clitóris ofeguei e gemi logo tampando minha boca sentindo meu rosto queimar.

-Não esconda deixe sair. 

Lysandre me penetrou com um dedo me fazendo gemer mais alto logo o segundo o incomodo veio e eu arfei relaxando..seus movimentos eram gentis mas rápidos logo ficando mais fortes me fazendo pedir por mais..então uma terceira invasão me fez agarrar o lençol com força ele foi alternando o ritmo logo acelerando de novo senti meu corpo inteiro estremecer estava perto do ápice mas ouvi ele rosnar baixinho parecia com dor..

Olhei pra ele e vi sua ereção..

-Lys..me deixa ajudar..

Falei vendo o mesmo arregalar os olhos e corar levemente então ele parou os movimentos retirando os dedos lentamente gemi em desaprovação..ele então tirou peça por peça de sua roupa lentamente então ele se sentou na cama me abaixei ficando de joelhos acariciei o volume ainda preso pela box azul que o mesmo usava e o vi arfar logo puxei a última peça de pano liberando seu membro corei e passei os dedos levemente ouvi um rosnado,comecei uma leve masturbação 

-Anne,por favor..

Entende o que ele quis dizer e abocanhei seu membro indo debagar fazendo movimentos lentos fazendo movimentos com a língua como era a primeira vez que fazia tentei imaginar que era um picolé..senti a mão dele formar um rabo de cavalo em meus cabelos e acelerar o ritmo,aumentei mais a pressão em meus lábios..

-Ahh..Meu Deus Anne..

Senti ele ficar mais latejante e logo um jato quente atingir minha garganta..levantei a cabeça e engoli tudo..olhei pra ele que arfava levantei e o beijei logo as posições foram invertidas e ele ficou por cima..minha calcinha foi tirada num puxão

-Pronta? perguntei e assenti com a cabeça

-Vá com calma.

Ele me olhou e me deu um selinho,senti ele me penetrar aos poucos tomando cuidado..minhas lágrimas desceram era uma dor horrível,quando acabou ele permaneceu parado por um tempo até eu me acostumar..rebolei levemente indicando pra que se movesse o mesmo me olhou e levou uma de minhas pernas até seu ombro e a outra segurou com a mão 

-Me desculpe mas não consigo me conter..

-O que..LYS!!

Ele se moveu de uma vez saindo e voltando com tudo..era doloroso mais ao mesmo tempo bom os movimentos ficavam cada vez mais fortes e rápidos a dor ia sumindo e o prazer tomava conta..

-Apertada..

Ele murmurou me fazendo corar mais ainda,ele estava cada vez mais fundo me deixava marcas por todo o corpo..logo senti ele ficar rígido e ir cada vez mais fundo..meu corpo logo se contraiu apertando-o mas ainda ele..uma última estocada e chegamos ao ápice..Lys caiu em cima de mim.agora estava ofegantes de suados ele me olhou e começou a brincar com uma mecha do meu cabelo

-Desculpe se fui bruto..não consegui aguentar. 

Pediu novamente desculpas,sorri o o abracei deitando sua cabeça entre meus seios ele se aconchegou.

-Foi bom..não se preocupe..se foi com você já me deixa feliz.

Assim que terminei de falar ele subiu de novo ficando na altura do meu rosto e logo me beijou depois voltou a se aconchegar no meu colo e dormimos.


Notas Finais


Oi gente maravilhosa que está lendo isto..então eu tava checando alguns capítulos e vi que em alguns eu troquei os nomes de uns personagens..então
o Diretor se chamar-ARTHUR MONTE NEGRO(confundi com uma personagem de outra fic sorry)
e a Yumi-san-YUMI TAKAHASHI
Ok era só isso desculpe pelo erro
Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...