1. Spirit Fanfics >
  2. Uma Pergunta >
  3. Uma Pergunta sem Resposta

História Uma Pergunta - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Uma Pergunta sem Resposta


Capítulo 02 - Uma Pergunta sem Resposta 

 

Aquela era uma boa noite. O clima não estava tão quente como costumava estar -  na verdade estava quase frio -, tinham conseguido tomar banho quase sossegados, já que a fila não estava muito grande, e ainda conseguiram jantar depois do banho, com uma sensação de limpeza que deixava particularmente Lucy muito satisfeita.

O primeiro prédio do campus, chamado carinhosamente pelos alunos e funcionários de Bloco Principal, era o único entre os três com três andares (ou pisos, como era mais comum de se falar), onde, no terceiro, havia um par de banheiros individuais usados pelos alunos para tomarem banho e, por isso, em dias de apresentação ou aulas em turnos inversos, era comum encontrarem uma fila enorme. 

Lucy sempre gostava de deixar a Levy ir primeiro mesmo que ela estivesse na frente, por algum motivo que nem mesmo ela entendia muito bem. Para agilizar os banhos, depois do enxágue, secagem e de vestir as roupas, as meninas pegavam as suas coisas e migravam para o banheiro compartilhado, para terminarem de se arrumar e não deixar a fila estancada. 

Ao sair do banheiro individual, Lucy foi até o banheiro do outro lado encontrar Levy, enquanto Juvia ainda terminava o seu banho. Enquanto ela terminava de passar o batom rosa claro que sempre gostava de usar e Lucy calçava os seus tênis all star, Juvia chegou na porta do banheiro feminino esperando por elas. 

Depois de arrumadas, as três rumaram para o refeitório, pegando a fila do jantar. Confirmando os seus números de prontuários no computador e a digital, pegaram os pratos e sentaram-se em uma das mesas que estivesse o mais próximo de um ar condicionado e o mais distante possível de uma mesa já ocupada. 

 

- Qual é o tema de hoje mesmo? - Perguntou Lucy as amigas. Ela se referia ao encontro que fariam hoje, motivo pelo qual estavam na escola a noite. Juntas, Levy e Juvia criaram um projeto de extensão aberto ao público, para tratar de questões da escola e da vida, para ajudar os alunos. Aquele era só o segundo encontro e, como não pôde comparecer ao primeiro para ajudá-las, insistiu em ficar naquele. 

- Ansiedade nos estudos. - Respondeu Levy. 

- Mas não espere muita gente. Da primeira vez apareceu bem mais pessoas do que eu esperava, mas não quero gerar muitas expectativas. - Completou Juvia, rindo para descontrair. 

- Eu sei, é um projeto muito novo, as pessoas vão demorar pra começar a aparecer, mas elas irão. E os convidados?  - Os convidados dos encontros eram geralmente um ou dois professores que eram chamados por elas para discutir o tema da noite, enquanto Levy e Juvia organizam toda a conversa. 

- Pedro de história e Arthur de programação. - Disse Juvia. 

- Boa, eu gosto deles. 

 

A conversa seguiu o mesmo rumo, falando os motivos pelos quais os dois professores eram boas escolhas e porque as três gostavam deles. 

 

- Espera - Disse Lucy repentinamente depois de um pequeno raciocínio - Vocês também não chamaram eles só porque são bonitos, né? 

 

Ela não poderia pensar que estava mais certa depois que as duas se olharam de forma cúmplice e não conseguiram segurar a risada - obviamente, ela também não. 

Após o jantar, as três voltaram para o banheiro, escovaram os dentes e seguiram para o terceiro prédio do campus, o Anexo, indo por um caminho que passasse pelo bebedouro - aquela era uma rotina que elas sempre seguiam, como uma espécie de memória muscular. Ao chegarem no primeiro piso do bloco, pegaram a chave da sala que seria utilizada na reunião na recepção e seguiram para ela, abrindo e esperando os convidados e participantes exatamente às 19:30, o horário combinado. Com pouco tempo de espera, os dois professores chegam e mais dois alunos dos quais as duas azuladas já tinham como conhecidos. 

Infelizmente naquela noite mais ninguém apareceu, e a reunião continuou só com as sete pessoas, terminando por volta das 21:30. As amigas agradeceram a participação de todos, arrumaram a sala e a trancaram, devolvendo a chave, e seguiram para os bancos do pátio do colégio, onde ficariam juntas até a chegada dos respectivos ônibus. 

 

… 

 

+ 55 11 [desconhecido]: 

Olá | 18:32

Posso te fazer uma pergunta? | 18:32 ↣

 

Lucy não sabia de quem se tratava, e verificou a foto de perfil da pessoa que a chamou: era um garoto usando um cachecol branco quadriculado e uma camisa preta do Nirvana, com um enorme e largo sorriso e um cabelo curto e estranhamente rosado - uma de suas bonecas?. Ela logo o reconheceu como um garoto do seu campus. Não sabia o seu nome, curso, ano ou qualquer informação sobre ele, só que era comum vê-lo com o uniforme dentro das instalações e corredores do colégio. Era o tipo de pessoa que você não sabia quem era, mas se o avistasse na rua saberia que era alguém da sua escola. 

Tendo certeza sobre isso, resolveu respondê-lo sem medo. 


 

+ 55 Lucy

Olá | 20:39

↣ Ahm… Claro, pode sim. |  20:40

Posso te ajudar em algo? | 20:40  

 

Respondeu calmamente. Lucy podia não falar muito com estranhos, mas nem de longe ela já fora grossa - a não ser com os seus amigos, como brincadeira. Após isso ela largou o aparelho no acolchoado e voltou para a mesa para terminar os seus deveres. Ainda pensando sobre isso, escrevia esperando o seu celular vibrar, até se distrair demais com o final da lista de questões para perceber. Faltando apenas duas, seu cérebro estalou a lembrando da mensagem, e voltou a pegar o aparelho. 

 

+ 55 11 [desconhecido]: 

Por que você me olha assim? | 20:45

 

O coração de Lucy quase pulou como se tivesse tomado um grande susto. “O quê?” pensou. Seria essa uma mensagem para a pessoa errada? A foto de perfil dela era um anime, afinal. 

 

+ 55 Lucy: 

Desculpe, eu não entendi. | 21:05

Como assim? | 21:05 

 

+ 55 11 [desconhecido]:

Toda vez que você passa no corredor você me encara | 21:06

Me olha e sempre passa sem falar nada | 21:06

Eu te olho de volta mas você passa reto | 21:06

Então, por quê? | 21:06

 

O coração dela pulou mais uma vez. Ela não fazia ideia do que aquele ser humano estava falando. Ela via ele nos corredores sim, assim como via dezenas de outras pessoas, mas encará-lo? Ela? 

Ao pensar nisso Levy e Juvia vieram a sua mente, e a pergunta que fizeram a ela no dia anterior. Já sabia quem havia dado o seu número a ele e por isso não se deu ao trabalho de  perguntar. Lembrou também que esse mesmo menino havia participado da reunião do projeto das amigas a noite naquela mesma semana. 

 

+ 55 Lucy: 

Desculpe, mas eu não te encaro | 21:06

Se eu realmente faço isso não foi a minha intenção | 21:06

Sinto muito, não vai acontecer novamente | 21:06

 

+ 55 11 [desconhecido]:

Está tudo bem, não precisa se desculpar | 21:06

Não é que eu não gosto | 21:06

Eu só queria saber porque | 21:06

 

+ 55 Lucy: 

Entendo | 21:07

Foi mal aí pela decepção | 21:07

 

Ela voltou para terminar a sua lista sem esperar uma possível resposta. Depois de terminada, como de praxe, assistiu um filme e viu algum vídeo na internet até se cansar de ficar sentada. Depois pegou o notebook e o levou para a cama, onde continuaria sua diversão, e vestiu o seu pijama de pizzas e meias longas de patinhos. 

Depois de tempos, voltou a pegar o celular e viu que o garoto havia respondido.

 

+ 55 11 [desconhecido]: 

Não há decepção alguma | 21:07

O que está fazendo agora? | 21:07

 

+ 55 Lucy:

Desculpa a demora, achei que a conversa tinha terminado | 23:30

Eu estava fazendo a minha lista de filosofia | 23:30

Depois vi um filme | 23:30

 

+ 55 11 [desconhecido]:

Entendo, tá beleza vc estava ocupada. | 23:35

Sobre o que é o assunto de filosofia que você está estudando? | 23:36

 

+ 55 Lucy:

Política antiga | 23:36

 

+ 55 11 [desconhecido]:

Também estou vendo isso com o Rodrigo. Qual o seu professor? | 23:36

    

+ 55 Lucy:

Astolfo, conhece? | 23:37 ↣

Então você também é do 2ª ano, né? | 23:37 ↣

 

+ 55 11 [desconhecido]:

↣ Conheço, eu já tive uma aula com ele | 23:37

Ele é muito bom, mas o Rodrigo… Nossa eu gosto muito da aula dele | 23:38

↣ Sim, 2ª ano de eletrônica. Você estuda com a Juvia, certo? | 23:38

 

+ 55 Lucy: 

Nunca tive aula com ele, então não posso falar. Mas o Astolfo é ótimo. | 23:39

Juvia do encontro que teve essa semana? Você estava lá | 23:39

Não sei se tem outra Juvia na escola kkkk | 23:39 

 

+ 55 11 [desconhecido]:

Sim, ela mesmo. | 23:39

 

+ 55 Lucy:

Estudo sim. | 23:40

 

+ 55 11 [desconhecido]:

Então você é da manhã | 23:40

 

+ 55 Lucy:

É, você não? | 23:40

 

+ 55 11 [desconhecido]:

Não, sou vespertino. | 23:40

 

Eles continuaram a conversa por mais uma hora antes de se despedirem, falando sobre a escola e outros assuntos que surgiam dentro dela. enquanto se falavam, Lucy lembrou-se que também já havia visto aquele rapaz em outras partes do campus andando de mãos dadas com uma garota conhecida sua. Tinha certeza que eles já haviam sido namorados, mas não comentou nada a esse respeito.

 

+ 55 11 [desconhecido]:

Está na hora de dormir, tô com bastante sono. | 00:30

 

+ 55 Lucy:

Eu também estou. | 00:31

Foi bom conversar com você. | 00:31

 

+ 55 11 [desconhecido]:

Digo o mesmo. | 00:31

Mas, sério… você realmente não me olhava? | 00:31

Poxa :c | 00:31

 

+ 55 Lucy:

Não, desculpe kkkkk | 00:31

A sua pergunta não tem uma resposta. | 00:32

Então, boa noite. | 00:32

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...