História Uma poderosa fase?! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Eleven (Onze)
Tags Caleb, Fillie, Gaten, Jack, Mileven Finn, Millie, Noah, Sadie
Visualizações 6
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é minha segunda fic, a primeira é "Fillie ou Mileven?", então se odiarem, culpe a minha imaginação, brinks! Boa leitura!

Capítulo 1 - Um estranho começo


Eu estava com meus pais em um carro voltando de um passeio ao parque, quando eu sinto um forte impulso sobre meu peito e me fazendo desmaiar. Quando eu acordo, estou deitada em uma cama de hospital com uma médica do meu lado me vendo abrir meus olhos. Eu a olho e pergunto sobre meus pais, quando ela suspira e fala que eles não sobreviveram ao impacto. Quando ela disse isso para mim, sinto uma dor insuportável e começa a cair lágrimas em meu rosto, e eu começo a escutar alguém me chamando. Era minha mãe postiça me sacudindo pra eu acordar.
      Eu estava tendo apenas um pesadelo/flashback da morte dos meus pais, na qual se repetia constantemente, mas não tinha tempo nem para respirar, pois estava quase atrasada pro meu primeiro dia. Eu coloco uma calça jeans e um moletom preto escrito "I hate mondays!" de branco e um tênis da NIKE. Para o cabelo, fiz apenas um coque bem soltinho e corri para baixo com minha mochila, peguei uma maçã e entrei no carro da minha "mãe", eu só a chamo assim pelo fato de ela ser a pessoa que sempre cuidou de mim.

Eu chego na escola ofegante e correndo para a diretoria, mas no caminho eu esbarro em alguém com um topete loiro, e me fazendo derrubar minha mochila

- ai! me desculpa!- ele fala pegando minha mochila e me entregando. Eu fico com uma cara meio séria e brava e puxo minha mochila de suas mãos

- olha por onde anda!-eu falo grossamente e tentando voltar a andar, quando ele puxa meu braço e me olhando bravo

- você que deveria prestar atenção esquisita!- ele fala puxando cada vez mais meu braço e apertando mais forte

Só o diretor aparecendo que ele me solta e corre para a sala de aula dele. O diretor vem em minha direção e me mostra a minha sala de aula

- essa é a sala que você vai estudar, depois eu chamo um aluno da sua sala pra te mostrar a escola- ele fala se afastando de mim e indo para sua sala

Eu entro na sala que todos me olham com uma expressão engraçada, quando a professora pergunta se eu sou a aluna nova, faço uma afirmação com a cabeça, quando ela pede pra eu me apresentar para a sala. Eu vou para o meio da sala e vejo um garoto de cabelos encaracolados olhando diretamente pra mim

- meu nome é Millie e eu vim da Califórnia e tenho 17 anos- eu termino de falar que todos me cumprimentam com sorrisos bobos na cara

- você pode se sentar bem...ali!- ela aponta para uma mesa vazia ao lado do garoto de cabelos bonitos e extravagante. Eu me sento e ele ainda está olhando para mim, em certo ponto era fofo, mas agora tá assustador.

Quando a aula termina e todos vão para o recreio, me sento em uma mesa confortavelmente e como meu sanduiche tranqüilamente e sem pressa nenhuma, quando eu vejo novamente o garoto de cabelos encaracolados vindo em minha direção, e se sentando na mesa de frente pra mim

- eu deixei você se sentar aqui?- pergunto com uma cara séria

- não, mas...- ele começa a falar, mas o interrompo 

- então pode sair por favor?!- falo virando a cara

- eu só queria te chamar pra lanchar comigo  meus amigos, mas pelo visto você não quer...- ele fala e me fazendo pensar um pouco sobre o assunto

- eu nunca falei isso!- eu falo me levantando e o fazendo rir

Nós caminhamos até uma pequena sala com várias luzes na parede e com um sofá, e também algumas pessoas formando um círculo

- oi gente, essa é a Millie, ela é nova na minha sala... - o garoto fala, e fazendo todos se olharem com um sorriso malicioso no rosto

- ei! Fica esperta! Porque ele tá gostando de você ok Millie?- ele fala me olhando com um sorriso bobo na cara e me fazendo rir desesperadamente

- ok!- eu falo rindo

- bem...esse é o Caleb, aquele é o Noah, essa é a Sadie, ele é o Gaten e eu sou o Finn!- ele fala apontando para todos

- bem vinda Millie! E o que o Caleb disse não é brincadeira não ok? É só prestar atenção nos sinais!- a menina de cabelos de fogo fala e nos fazendo rir

- por isso que ele não parava de olhar pra mim quando eu entrei na sala?- eu falo e o fazendo sorrir bobamente e abaixando a cabeça. Nos sentamos e ficamos conversando o recreio inteiro, quando o sinal bate e fazendo todos correrem para as salas.

=====NA SALA====

Enquanto o professor explicava a matéria, Finn me entregou o bilhete escrito "Você quer que eu te apresente a escola depois?", me viro para o lado e faço um "ok" pra ele, e o fazendo sorrir bobamente. Depois das aulas eu pego meu material e saio da sala com a mochila nas costas e esperando pelo Finn, mas o garoto de mais cedo aparece batendo na minha bunda, mas não deixo barato e dou um soco em sua cara, ele tenta reagir, mas acaba não conseguindo

- pensa bem da próxima vez que for fazer isso em mim ou em alguém!- eu falo olhando em seus olhos seriamente

- você tá louca garota? É melhor VOCÊ pensar da próxima vez que fazer isso!- ele fala se virando e indo embora

Finn estava me mostrando a escola pouco a pouco, mas quando chegamos no laboratório ele começou a contar coisas bem engraçadas que só nós podíamos conversar. Nós fomos juntos para a frente ainda rindo sobre coisas bem aleatórias, quando eu me viro e sigo meu caminho, mas ele vem atrás de mim e me chamando

- Millie! Você vai sozinha pra casa?

- vou, porque? Vai me assaltar?- eu falo fazendo nós dois rir

- jamais! Só pensei que seria legal te acompanhar!

- claro eu adoraria! - eu falo e o fazendo ir do meu lado quase encostando em minha mão

Chegando em casa...

 


Notas Finais


Paro ou Continuo? Escrevam nos comentários pq é mto importante pra mim saber a opinião de vcs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...