História Uma Poetisa Qualquer - Capítulo 34


Escrita por:

Visualizações 2
Palavras 125
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


NÃO PERCA NENHUMA POSTAGEM!!!!! Adicione este livro à sua lista de leitura e fique por dentro 😘😍😊

Capítulo 34 - Tecido do tempo


Os dias são todos iguais,

Viajar pelo mundo

E não deixar padecer

Aquilo que forma meu ser.

 

As horas fazem é passar

E o tempo marca o que vai ficar.

Minhas lembranças?

Meus momentos?

Nunca os tive,

Pois o tecido só soube quebrar

Aquilo que me dava motivo para ficar.

 

Então eu fico aqui,

Chorando por você.

Então eu fico aqui,

Esperando algo de bom acontecer.

 

A necessidade de chorar pelo próximo...

Você precisa deixar rolar.

Não pense que é uma fraqueza.

Essa é uma forma

De mostrar benignidade,

De fazer uma limpeza

Para trazer de volta a beleza 

De uma face camponesa,

Humilde e simples, mas forte,

De amor infinito,

Com um coração bonito,

O qual muita gente

Deixou para trás.

 

Vanessa P. Rebouças


Notas Finais


Curtindo os poemas? Que tal adicionar esse livro aos favoritos e deixar seus votos e comentários? Obrigada pelo seu incentivo. 😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...