1. Spirit Fanfics >
  2. Uma Rainha Maligna para um Rei Perverso >
  3. Capítulo I - Preparação para o baile

História Uma Rainha Maligna para um Rei Perverso - Capítulo 1


Escrita por: _izzywhitethorn

Notas do Autor


Oi genteee!
A história começa com a Jude já sendo rainha e casada com o Cardan mas como se não tivesse existido a parte do exílio dela.
Eu amo muito a Jude e o Cardan, queria que tivesse mais cenas hot entre eles nos livros.
Essa é minha primeira fic, espero que gostem!

Capítulo 1 - Capítulo I - Preparação para o baile


Fanfic / Fanfiction Uma Rainha Maligna para um Rei Perverso - Capítulo 1 - Capítulo I - Preparação para o baile

Jude acabara de despertar. Era mais um dia frio de inverno, havia chovido na noite anterior. Apesar de já ter passado do meio-dia, Jude ainda estava enroscada em grossos cobertores de pele que, impressionantemente, cobriam toda a longa extensão de sua cama. 

Era tentadora a ideia de voltar a dormir e ignorar suas responsabilidades, mas hoje seria um dia importante demais para que se deixasse levar por esses pensamentos inúteis. Afinal, hoje seria seu primeiro baile como Rainha e anfitriã. E não seria qualquer baile. Era nada menos que a Caça da Lua. 

As preparações haviam começado há dias e todos do palácio estavam frenéticos com a expectativa. 

Espreguiçou-se lentamente, rolou até a borda de sua cama e tocou um pequeno sino de aço que ficava no criado mudo de mogno. 

Uma criada de pele verde e longas orelhas pontudas entrou pelas portas duplas - deveria ser parte duende, pensou Jude - e perguntou:

   - Sim, Majestade? 

   - Prepare-me um banho, com óleo de lavanda e bálsamo de limão. 

   - Imediatamente Majestade.

   - E traga pão com queijo, um pedaço bolo de amêndoas e chá de hortelã para meu desjejum.

(...)

Após o banho, o sol já havia descido bastante, e a criada ajudou Jude com o vestido que havia escolhido para a ocasião. Sua roupa lembrava uma perfeita rosa desabrochada. Era de um vermelho intenso, feito de seda, com um corpete tomara que caia justo e um decote em forma de coração que deixava à mostra boa parte de seus seios. As mangas eram de um tecido translúcido que partiam da altura do corpete e caíam abertas como um véu até a altura de suas mãos. A saia era em camadas de pétalas esvoaçantes, com ornamentos em espirais de brilhantes do quadril à barra que deixariam até Oriana de queixo caído. 

Seu cabelo descia em ondas simples até a cintura com pequenos pontinhos de luz por ele todo. 

Seus lábios estavam pintados do mesmo vermelho de seu vestido e seus cílios foram alongados e escurecidos. Usava um colar discreto de folhas douradas e brincos combinando. 

Escolheu uma coroa dourada com brilhantes, no formato de uma tiara. 

Olhou-se no espelho e sorriu para o resultado. Digna da Grande Rainha de Elfhame, pensou. 

Estava prestes a se virar quando viu uma silhueta ao fundo aparecer ao seu lado.

   - Se é assim que planeja me matar, devo admitir que está fazendo um excelente trabalho - disse Cardan, encostado no batente da porta com os braços cruzados com um sorriso demoníaco cruzando seus lábios.

Ele estava todo de preto, com uma capa de penas pretas pendendo de seus ombros. Estava com um delineado dourado nos olhos, um brinco de argola dourada em uma de suas orelhas pontiagudas e uma coroa também dourada, que parecia muito pesada, pendendo meio de lado em seus cabelos sedosos perfeitamente desalinhados. Era injusto o quão atraente ele estava. 

Jude corou. Céus, como ele conseguia desestabiliza-lá tão fácilmente? 

   - Se soubesse que matá-lo era tão simples, teria usado esse vestido no dia em que te conheci e me poupado toda a dor de cabeça que passei por sua culpa desde então - respondeu com um sorriso irônico.

Cardan não respondeu imediatamente, mas desencostou-se de onde estava e andou até ela lentamente, como um predador avançando sobre sua presa, sem nunca tirar o sorriso dos lábios nem desviar o olhar do dela pelo espelho. Deslizou suas mãos ao redor de sua cintura e com uma apertou-a contra ele com força enquanto subia a outra até onde o decote do corpete acabava. Jude não conseguia mover-se. Não queria mover-se. 

Cardan subiu mais sua mão apenas para descê-la por dentro do vestido e segurar um de seus seios. Jude arfou, supresa. Cardan sorriu ainda mais com sua reação, então afastou os cabelos de Jude para o lado, baixou o rosto e começou a beijar seu pescoço exposto logo abaixo da orelha enquanto apertava seu seio em movimentos circulares. Os beijos em seu pescoço ficaram mais intensos, ora ele deslizava a língua, ora ele dava leves mordidas. 

Jude inclinou a cabeça para trás recostando-a em seu peito forte, quando começou a esfregar-se nele por conta própria. Seu corpo traidor estava totalmente vulnerável e correspondendo às carícias de Cardan. Não conseguia impedir-se de soltar gemidos baixos. Ela sentia-o duro às suas costas e não lembrava mais o que era tão importante que tinha de estar fazendo agora. 

Com um movimento brusco, Cardan virou-a de frente para ele e a encarou. Ele estava perfeitamente sereno. Ela estava corada e estava arfando. Como ele se atrevia a não estar tão alterado quanto ela? 

   - Sinto muito estragar sua diversão tão cedo - diz sorrindo - mas temos um baile para dar. Não seria muito educado de minha parte poupar meus súditos de seu amado rei. 

Então virou-se e simplesmente saiu andando. 

Ah, ele iria pagar por isso - pensou Jude enquanto seguia-o bufando e batendo os pés com força no chão para fora do quarto. 


Notas Finais


Gostou? Quer continuação?
Me conta!
:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...