História Uma razão para continuar - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 6
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura gente 💜

Capítulo 2 - A chegada


Dezenas de funcionários se encontravam agitados na empresa, pois souberam que o presidente havia chegado depois de meses no exterior, onde estava resolvendo acordos com suas parcerias.

Em quase dois anos essa é a primera vez que ele viria pessoalmente na empresa, geralmente passava o dia trabalhando em seu escritório particular em casa e deixava as responsabilidades de organização para seu administrador, Min Yoongi.

Era ele que fazia as coisas funcionarem corretamente, por ter tal responsabilidade exigia dos funcionários sempre o melhor. E com a chegada de seu presidente, teria que preparar toda a recepção e não aceitava mais nada a não ser a perfeição.

_Eu odeio quando ele faz isso!-Disse Tae pondo uma caixa de enfeites em cima do balcão de Jimin.

_Deixa eu adivinhar, ele colocou você para ajudar na decoração de novo?-Disse Jimin, se levantando de sua cadeira.

_Novidade, o que nos secretários não fazemos por dinheiro?-indagou Tae.

Jimin riu, não era mentira que os menores faziam de tudo para serem promovidos ou beneficiados.

Ele mesmo era exemplo disso.

_Mas, mudando de assunto já que estou aqui...-Começou Tae-...ontem você chegou em uma Mercedes, de quem era?

Essa pergunta fez Jimin se tocar que não havia perguntado o nome do moço gentil.

_Puts...esqueci de perguntar.

Disse Jimin batendo a palma da mão na testa.

_Como?

_Eu estava na nova cafeteria e ele me ofereceu carona, mas eu esqueci de perguntar o bendito nome. -Disse Jimin chateado.

_Jimin, você é doido de pegar carona com um estranho?-Pronto, instinto fraterno ativado-Você sabe o que poderia ter acontecido, Jimin quantas vezes eu te avisei?

_Ei, não vem bancando o responsável, ele parecia confiável!-Afirmou.

Taehyung não era irmão do mais baixo, muito menos parente, ambos eram amigos de trabalho. Porém possuíam uma amizade que se expandia para fora das paredes da empresa, em poucos meses que se conheciam pegaram uma boa intimidade.

_Meu Deus, Jimin pare de ser assim!-Tae disse ao sair com a caixa de enfeites para longe dali.

Jimin não era um garoto irresponsável, era mais adulto que muitos ali, mas a ingenuidade era sua fraqueza, ele era o tipo de pessoa que veria bondade até nos piores assassinos da história.

Os minutos foram passando, e tudo estava mais calmo e organizado.

Uma decoração nada discreta enfeitava entrada da empresa.

_Que porcaria é essa hoseok?-O Min se referia a enorme faixa de boas vindas nada discreta no salão de dentro.

_A faixa que o senhor mandou eu rumar. -Explicou.

_EU PEDI UMA FAIXA DE BOAS VINDAS DESCRETA!-Gritou Min, mas logo se recompôs percebendo os olhares em si-Hobi, pode trazer uma faixa menos chamativa como essa?

_Claro senhor, mas alguma uma coisa?-Hoseok não seria doido de retrucar o grito com seu superior, por mais que seu sangue estivesse fervendo.

_Não, apenas vá e faça isso rápido!-Yoongi já não aguentava mais, sempre que falava com Hoseok parecia que entrava em um ouvido e saia por outro.

Hoseok era alguém que não era possível entender, mesmo que seu dia estivesse ruim, ele sempre estava com um sorriso no rosto, sempre tentando seu máximo.

Aquele homem tinha um brilho diferente em seus olhos.

_Onde estão os outros funcionários?-diz Yoongi com preocupação-Está quase na hora dele chegar.

"Onde está Jimin?" Pensou, e logo foi a procura do mesmo.

Longe daquele alvoroço todo, se encontrava o Park ansioso, pois como todo ano um funcionário é designado a receber o presidente da empresa, esse ano seria sua vez.

Quantas vezes ele se olhou o espero e ajeitou sua roupa, estava com uma cara nada boa devido o dia cansativo que tivera.

Deveria se apresentar ao presidente com uma boa aparecia e bom ânimo.

Apos sair do banheiro Jimin vai até ao elevador, assim entrando e colocando suas costas contra a parede fria e ficando em silêncio, só o que precisava era de um momento de descanso.

Na frente da empresa, um carro preto estaciona, sendo bem luxuoso e elegante, e logo um homem bem vestido, Alto de cabelos castanhos se pôs a descer do veículo.

Dentro do salão de recepção o Min reparar repara no mesmo homem que vinha em direção a porta.

Era ele, o presidente da empresa, e as coisas estavam um caos, a decoração ainda não estava pronta e metade dos funcionários não haviam descido para a recepção.

_Parem tudo AGORA!-Gritou o mais baixo, fazendo todos os funcionários que estava no local pararem para ouvirem-ELE CHEGOU!

E em alguns estantes os poucos funcionários que estavao ali se juntaram para dar as boas vindas ao presidente.

A porta é aberta, causando uma ânsia em todos que se encontravam, logo o tão esperado presidente já está na sala e por reverência todos se curvaram, algo muito comum em seu pais para receber ou agradecer alguém.

Porém, diferente e esperado, o presidente havia passado reto apenas indo em direção ao elevador.

Yoongi percebendo isso se apressou em acompanhar seu superior.

_S-senhor, aconteceu algo?- O min estava preocupado, seu presidente nem havia se quer reparado na grande faixa que não havia sido trocada na recepção.

O outro, nem sequer disse uma palavra, queria chegar o mais rápido em seu escritório, então foi em direção ao elevador do local.

No elevador Jimin havia tirado um breve cochilo, mas com impacto percebeu que o mesmo havia parado, e quando estava se recompondo do pequeno descas percebeu não estar sozinho lá dentro.

Um homem belo homem alto havia entrado sem o mesmo perceber, então se recompôs rápido só para poder estar apresentável.

Jimin nunca o visto naquela empresa, seria um funcionário novo?

_Me desculpe por isso, com toda essa correria com a chegada do presidente acabei cochilando!-Diz Park um pouco tímido pelo moço.

_Você joga sua preguiça encima de um acontecimento?-Jimin não esperava uma pergunta tão grosseira do homem, sei rosto parecia gentil, mas é o que sempre dizem...

..."Rostos bonitos também fazem maldades"

_N-não senho, eu só que estou exausto...-Até parecia que estava sendo obrigado a se explicar.

_Não sei como o você ainda não foi demitido, se cansa tão facilmente não deveria estar aqui!-Afirmou o moço.

"Como ele ousa?" Pensou Jimin.

O elevador se abre e o tal homem se pôs a sair rapidamente, deixando para trás um certo Park Jimin com cara de tacho.

_Droga em que andar estou?-Pensou em voz alta Jimin-Último?

Jimin apenas deu de ombros e pôs o elevador para o levar até o primeiro andar e ao chegar percebe Tae vindo em sua direção.

_Tenho novidades, e não são nada boas...-Tae disse ao de apoiar em um dos ombro de Jimin- O presidente entrou sem dizer uma palavra com os funcionários, e foi direto para o escritório, acho que ele está de mal humor.

_Coitado do Sr.Min, ele ficou dias preparando a recepção, ele está bem?

_Parece que a raiva dele aumentou ainda mais, crê em Deus pai, nem quero ver esse homem nos próximos dias!-realmente seria algo impossível.

_Sinto muito por isso, mas deixa eu contar o que rolou enquanto eu estava vindo pra cá. -Começou Jimin fazendo Tae ficará atento-Eu estava no elevador e entrou um cara se achando o dono do mundo e me disse que com o tanto de preguiça que eu tinha eu já deveria ter sido demitido, acredita?-Diz Jimin aborrecido

_Acredito!

Vamos concordar que não é uma mentira...

_O que?

_Nada, só esquece isso, ok?-Disse Tae-O cara deve ser só mais um sem paciência aqui dentro!

Até estava certo, hoje parecia que uma nuvem de estres sobrevoava a empresa Palette.


Notas Finais


Então gente fina mais um cap refeito pra vocês espero que gostem💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...