História Uma Rosa Nem Tão Delicada - imagine bts - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 142
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Harem, Luta, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sei que demorei TT, Sorry

Capítulo 18 - Capitulo 18


- Porque eu sempre fico com o pior trabalho? - Min esbravejou, batendo com força no volante do carro. 

As ruas por onde passava ficavam cada vez mais estreitas, era dificil enxergar ao redor pela pouca iluminação, mesmo sendo dia aquele lugar era completamente entregue a escuridão.

O agente parou o veiculo alguns metros antes do local destinado, pegou sua pistola Glock, e a colocou no cós da calça, usando sua blusa generosamente grande para esconde-la. Olhou uma ultima vez o visor de seu celular, apenas para ter certeza se sua localização era correta.

Todo cuidado era pouco, um deslize e ele poderia cair totalmente nas mãos dos caras de Jeon, é claro que seria trabalhoso captura-lo, entretanto, a missão secreta iria por água abaixo, e assim que o alvo descobrisse que estava sendo caçado seria muito mais complexo acha-lo.

....

~(S/n) on...

- Nós seremos mesmo obrigados a assistir aula? - perguntei completamente indisposta.

- Sim. - respondeu Hoseok com o mesmo animo.

- Vocês parecem dois velhos. - bufou Taehyun, que estava completamente indignado. - Estamos na escola, quantas vezes podemos voltar a nossa adolescência e nos divertir nas festas da escola novamente?

- Festas não são exatamente o meu ideal de diversão, além do mais, é a primeira vez que eu piso em uma escola. - os dois garotos olharam-me espantados.

- Você nunca.... - Hoseok não terminou.

- Eu nunca precisei estudar. - ri fraco, lembrando das inumeras vezes em que eu desejei estudar junto a Nam.

- Hyung. - Tae parou bruscamente em minha frente. - Vamos aproveitar muito esse ano! - sorriu e me abraçou forte, fazendo algumas pessoas que passavam no corredor pararem para nos olhar.

- Yaa, estamos aqui para uma missão e não para brincar. - suspirei ao ver seu semblante triste.- Desculpe... - disse ao olhar para sua expressão de cachorro sem dono. - Aish, tudo bem, tentarei meu melhor. - olhou para Hobi que apenas nos observava até então.

- Já que precisamos fingir, não custa nada aproveitar. - sorriu de lado.

- Vocês são novos aqui? - uma garota que nos observava a algum tempo se aproximou, juntamente de suas três amigas.

- Sim, nos transferimos hoje. - Tae falou.

- Sou Yuna. - olhou para suas amiga. - Essas são Sohie, Hyerin e Jisoo. - sorriram.

- Eu sou Taehyun e, esse são Jimin e Hoseok. - apenas acenei com a cabeça, continuando com uma expressão neutra, não sabia exatamente como agir então apenas não expressei nada.

- Jimin, é um nome bonito. - Yuna caminhou para mais perto de mim, ficando a poucos centimetros de meu rosto. - Que tal se nos encontramos mais tarde? - chegou em meu ouvido. - A sós.... - entregou-me um pequeno papel com seu numero, antes de se retirar com as outras garotas.

-  Hyung... Você não vai se encontrar com ela, vai?... 

- Não sei...- dessa vez foi Hoseok que me olhou com cara de quem "comeu eu não gostou"

- Você não vai, estamos em uma missão, não podemos perder tempo com isso.

- Ela parecia estranha para mim, talvez ela tenha algo haver com Jungkook... - falei seria.

- Tenho certeza que não é o caso. - Hobi ainda parecia estranhamente descontente.

- Como tem tanta certeza?

- É porque ela está interessada em você Jimin hyung. 

- Interessada em mim? - perguntei sem entender, vendo Hoseok suavizar um pouco sua expressão.

- Jimin-ah, você já namorou? - Tae riu.

- Hobi hyung, você acha mesmo que tem alguma possibilidade dele não ter namorado alguém?

- Qual o problema se eu disser que não? - questionei.

- É brincadeira, não? 

- Pela reação dele imagino que esteja falando sério. - hoseok disse.

- Isso é algo tão anormal assim? - ri. - Vou anotar em minha lista de coisas para fazer que preciso arranjar alguém. -continuei rindo.

- Hyung! - Taehyung parecia pasmo. 

- O que foi?

- Você está rindo. - os dois garotos falaram ao mesmo tempo.

- É muito estranho? - ambos negaram rapidamente.

Escutamos o sinal tocar e nos dirigimos até a sala de aula.

~(S/n) off...

...

- Isto é bem pior do que eu pensava. - Kim Namjoon soltou quase que involuntaria mente. - Não acredito que Jeon é o filho de um dos caras mais poderosos da mafia coreana.

- Ele é um manipulador nato. - suspirou. - Vai ser dificil conseguir informações sobre ele.

- Fui realmente ingênuo. - mordeu o lábio inferior. - Espero que (S/n) fique bem, imagino que ela queira seu irmão de volta o mais rápido possivel, Jeon pode estar o ameaçando.

- Eu temo por (S/n). - se entreolharam. - E se Jimin estiver fazendo tudo por vontade própria?

...

~(S/n) on...

- Vocês realmente estão brigando por causa de um hamburguer? - questionei divertida.

- Foi ele quem começou, eu peguei primeiro. - Tae falou indgnado.

- Pode ficar com o meu. - estendi para Hoseok, e, antes que ele pegasse Taehyun o fez primeiro.

- Yaa! - Hobi protestou.

- Você já está com o meu, eu fico com o do jimin hyung. - o outro garoto estava prestes a retrucar mas o interrompi.

- Apenas comam de uma vez, ou eu comerei os dois e vocês ficaram sem nenhum!

...

- Seu imbecíl, deixou cair praticamente tudo! O chefe irá arrancar suas unhas uma a uma por ter estragado mais da metade de sua mercadoria.

- E--e-eu f-foi se-sem q-q-querer eu ju-juro! 

- Não importa, Limpe essa bagunça imediatamente, antes que alguém chegue, você fez barulho demais. - então a voz sumiu assim como os passos que se distanciaram.

Min olhou minimamente por cima da grande caixa, qual ele se escondia atrás. Havia um homem ao chão, recolhendo desesperadamente os cacos de vidro que estavam espalhados por todo lugar, assim como um liquido de coloração azul.

Yoongi aproveitou-se da situação, o homem estava com a guarda completamente baixa. Ele foi rápido e sorrateiro, ao encaixar seus braços ao redor do pescoço de sua vitima, esperando poucos segundos até que ele estivesse completamente apagado. Jogou o corpo, agora desacordado, ao chão, e então tirou um pequeno frasco de vidro do bolso da jaqueta de couro, em seguida abaixou-se para coletar uma pequena amostra do liquido espalhado pelo piso. Guardou o vidro novamente e, dessa vez, tirou o celular do bolso traseiro de sua calça.

- Alô?

- Encontrei algo interessante.

- Onde você está?

- Estou indo. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, desculpem-me pelos erros de português.
Até o proximo cap., deixem seus comentarios.
Kissuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...