História Clexa - Uma Segunda Chance - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias The 100
Personagens Clarke Griffin, Lexa
Tags Romance
Visualizações 332
Palavras 1.716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei ^^

Capítulo 14 - 118 Dias


Fanfic / Fanfiction Clexa - Uma Segunda Chance - Capítulo 14 - 118 Dias

POV CLARKE

Esses últimos dias está sendo os melhores possíveis, Lexa parece uma adolescente que quer transar o tempo todo, não que eu esteja reclamando. Desta vez sou eu que estou sendo acordada todos os dias por beijos e abraços, não venho perguntando sobre Costia, o seu nome nunca mais foi mencionado desde aquele dia que Lexa disse que me amava, isso me deixa preocupada, porque ainda estou sem respostas sobre o nosso futuro, mas pelo menos agora nos damos bem, até mais do que antigamente.

 

- Amor, você já está acordada? Não conseguiu dormir direito? sua voz está embargada de sono, Lexa anda se preocupando até demais comigo, mandando mensagens e me ligando pra saber onde estou ou se estou bem, gosto disso, é bom.

 

- Eu não consegui dormir hoje - sinto o seu corpo se aproximando;

 

- Você teve outro pesadelo? venho contando para ela sobre alguns pedaços do meu sonho, ainda não consigo me abrir por completo, mas depois daquele dia em que voltamos na casa dos meus pais, tivemos uma conversa longa sobre o que realmente aconteceu naquela noite, choramos muito, mas também passamos a noite cuidando uma da outra.

 

- Sim, eu tive. - mas desta vez, não sonhei com meu pai e sim com Lexa me deixando, estávamos na nossa antiga casa e Lexa havia indo embora sem ao menos olhar para trás - comecei a chorar

 

- Calma amor, jamais vou deixar alguém te machucar - sorrimos uma para a outra.

 

- Bom dia amor, acho que quero um pouquinho de você - começo a beija-la 

 

O dia começou bem, levamos Nick para a escola e estou indo levar Lexa no trabalho, combinamos de deixar nosso filho na casa da mãe dela para passarmos o nosso ultimo final de semana juntas, estava pensando positivo em relação a isso antes de receber uma mensagem estranha da Costia;

 

- Clarke, quero te ver hoje ás 14h no restaurante da rua 23, por favor não conte nada a Lexa, quero ter uma conversa sincera com você, beijos.

 

Fico confusa, mas respondo a mensagem a avisando que estaria lá;

 

- Clarke, você vem me buscar as 18h hoje? vou sair mais cedo pra podermos jantar juntas, o que acha? volto o meu olhar para a Lexa e tento dar o meu melhor sorriso;

 

- Claro amor - damos um selinho e a vejo entrar na escola.

 

_______________________//______________________

 

O restaurante esta vazio, não demoro para encontrar Costia sentada entre as mesas, ela sorri e me cumprimenta como se fossemos melhores amigas e ela não estivesse pegando minha esposa. Tento ser educada, fazemos o nosso pedido, mas nem tocamos na comida quando decido começar nossa conversa "sincera";

 

- Costia porque me chamou até aqui? deixo os garfos de lado e a encaro 

 

- Clarke, você sabe que é o ultimo final de semana que terá Lexa e vim aqui pra dizer que você sempre sera bem vinda em nossa casa, conversei com Lexa e decidimos que Nick morará no inicio com você até se acostumar comigo e depois dividiremos a guarda, não precisamos entrar na justiça, nada do tipo, vocês se dão tão bem - estou tão puta da vida, quem ela pensa que é pra me convidar pra almoçar e achar que tem o direito de falar sobre o meu filho 

 

- Que direito você acha que tem para falar sobre a guarda do meu Filho? Isso é um assunto entre mim e Lexa apenas - estou quase me retirando na mesa, quando suas palavras martelam o meu coração

 

- Lexa me disse que conversaria com você sobre isso hoje e gostaria apenas de te avisar antes para que você não seja pega de surpresa - como é? Lexa me ama, ela mesma me disse, vamos ficar juntas - Você precisa saber que vamos nos casar, ela fez esse pedido quando conheceu os meus pais - lagrimas começam a cair dos meus olhos - Clarke por favor não chore, por isso quis ter uma conversa com você, nós duas queremos algo em comum;

 

- O que? digo quase sussurando;

 

- Queremos ver lexa feliz - ela segura em minha mão - Lexa não vai conseguir seguir em frente se a melhor amiga dela não permitir, eu sei o quanto ela te ama, ela mesma me falou e disse o quanto é importante vê-la bem, por isso ela concordou com tudo isso; Eu te peço, não seja egoísta, permita que Lexa tenha uma segunda chance com alguém que ela ama, eu farei ela feliz Clarke, e permitirei sua presença na vida dela, não se preocupe - a palavra egoísta penetrou em meu coração, a ultima coisa que eu quero é ser egoista novamente em nosso relacionamento, mas é impossivel, impossivel o que Costia está dizendo, Lexa jamais a pediria em casamento sem antes me contar, ela não pode amar tanto Costia dessa forma; 

 

- Porque vocês não estão usando aliança? pergunto confusa e me parece que não consigo sentir o chão

 

- Estamos esperando o relacionamento de vocês definitivamente acabar, não quero andar na escola sendo uma amante e a aliança de Lexa está guardada na gaveta em uma caixa preta ao fundo, você pode ver se quiser; quero voltar correndo para a casa - Essa conversa ficará entre nós?

 

- Sim Costia - falo sem ao menos dar um sorriso e pior vejo um pequeno sorriso entre seus lábios e isso me irrita profundamente, mas não quero brigar, quero apenar voltar para casa

 

Estou chorando sem parar, se Lexa pediu Costia em casamento é porque realmente a ama, há conheço a anos e sei que ela jamais pediria se não houvesse certeza, há confirmação veio quando procuro sua aliança onde Costia me contou que estaria, é uma aliança magnifica e existe cartas entre elas, uma frase faz com que eu tenha total certeza "Você pode não ter sido o meu primeiro amor, mas tenho certeza que será o ultimo" não sei o que fazer, apenas guardo com todo cuidado e me permito deitar na cama, meu celular não para de tocar; é o numero do hospital e não quero atender, toca mais umas duas vezes quando percebo o numero da Raven e atendo;

Ligação ON

- Raven diga para o Bell que hoje não posso acompanha-lo

 

- Clar...ke, o Bell ... o Bell - meu coração acelera, Raven está soluçando e não consigo compreender, quando uma outra pessoa atende - Clarke, sou eu o Dr. Roan, o Dr. Bellamy acabou de sofrer um acidente e está em estado grave - mal deixo ele terminar e pulo na cama - pego a chaves e saiu correndo 

 

 

______________________________________________________________//______________________________________________________

 

POV LEXA

18:45 - CLARKE ESTÁ DE BRINCADEIRA COMIGO 

19:00 - Liguei varias vezes e deixei inúmeras mensagens e ela não me atende;

 

Logo hoje que estava preparada pra dizer que quero salvar nosso casamento, falarei com Costia amanhã e resolverei todos os erros que eu cometi, eu jamais deveria ter traído Clarke, esses últimos meses me serviram pra lembrar o como eu sempre a amei, quero tê-la todos os dias, e preciso que ela saiba disso.

Mas agora, onde ela está? 

 

Fui a casa da minha mãe e aproveitei para conversar sobre o tratamento da Clarke, não estou brava por ter me escondido tantos fatos, porque entendo que Clarke precisava dela, mas estou ficando preocupada porque já são 21h e Clarke ainda não me ligou, estou voltando pra casa quando vejo o numero da Octavia em meu telefone;

Ligação ON

- Oi Octavia, estou dirigindo, fala rapido -

- Lexa precisamos falar sobre a Clarke e o Bell 

- COMO ASSIM CLARKE E BELL? QUE MERDA É ESSA 

- Calma lexa, me deixa explicar, Clarke está com o BELL po..

Ligação OFF

Desligo o telefone na cara da Octavia e não atendo mais, eu sou uma idiota, ela me deixa toda preocupada e fura o nosso jantar e estava logo com o Dr. Perfeito? QUE MERDA, eu o odeio, sempre foi apaixonado por Clarke, só a idiota da minha esposa acredita que era apenas uma amizade, ele pode ate sentir algo por Raven, mas nada comparada a Clarke;

 

2h da manhã: e nada dela aparecer, Octavia veio até em casa, mas fingi que não estava, não quero saber, quero apenas ver Clarke entrando por aquela porta

 

3h da manhã: QUE PORRA, MERDA, CLARKE SÓ PODE ESTAR ME TRAINDO

 

4h:

Ouço a porta finalmente abrir

- VOCÊ ESTAVA COM O BELLAMY ATÉ AGORA? VOCÊ ACHA QUE EU SOU IDIOTA? Ela da um pulo de susto;

- Lexa – ela se aproxima tentando me abraçar

- EU NÃO SEI O QUE DEU EM MIM DE TER FICADO COM VOCÊ TODO ESSE TEMPO – minhas malas estão todas prontas ao meu lado, eu vou embora

- O QUE DEU EM VOCÊ LEXA? VOCÊ VAI EMBORA? Ela está pálida e sua voz está desesperada – O BEL... a interrompo

-  NÃO FALA O NOME DESSE DESGRAÇADO – me aproximo dela – EU TO INDO EMBORA CLARKE E DESTA VEZ VOCÊ NÃO VAI ME IMPEDIR, EU ESCOLHO A COSTIA, EU A AMO E ELA ME MEREÇE

- Lexa não fala isso, você não sabe ...  me aproximo ainda mais e digo em uma voz firme

- SABE QUANTAS VEZES ELA JÁ ME FEZ GOZAR? ELA NUNCA ME MAGUOU OU ME FEZ SOFRER, ESPERO QUE VOCÊ SEJA MUITO FELIZ COM O BELLAMY, VOCÊS DEVIA TER SE CASADO COM ELE AO INVES DE MIM – quando percebo sinto  o peso da mão da Clarke em meu rosto, ela nunca, jamais havia me dado um tapa na cara; - VOCÊ ESTÁ MALUCA CLARKE?  Ela não olha pra mim, apenas sai correndo de casa com o seu carro.

6h da manhã:

Ouço um celular tocar, definitivamente não é o meu , sigo procurando o som, quando chego em nosso quarto e percebo o celular da Clarke tocando;

Ligação ON

- Alô? Ouço uma voz masculina, QUE OTIMO

- Quem fala? Sou a esposa dela

- Sou o Dr. Roan, gostaria de falar com sua esposa

- Ela não está nesse momento, quer deixar algum recado?

- Sou um amigo dela do Hospital, como você deve saber Bellamy sofreu um grave acidente ontem a tarde – entro em desespero 

- Como ele está?

- Sinto informar que ele acabou de falecer.

Ligação OFF


Notas Finais


Até a próxima!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...