História Uma sereia em minha vida (Imagine Jeon Jung-kook) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Visualizações 19
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei amores espero que goste desse capítulo.
Boa leitura.

Capítulo 5 - Não banque o engraçadinho.



~ Bem, não tem que bancar o mártir. Por que não se hospeda em uma suíte do Quayside?

~ Porque preciso economizar.

~ Você é um dos acionistas. Eles lhe darão um bom desconto.

~ Economizarei ainda mais ficando aqui.

O telefone tocou sobre a sua mesa. Jeon estendeu a mão para o aparelho.

~ E sua secretária onde está?

~ Ela agora trabalha meio período. Contenção de despesas, mas só por enquanto. De qualquer modo, ela vinha querendo ficar mais com os filhos no verão- Jeon atendeu a ligação- Agência de detetives IPS.

Tae fitou o teto, como se invocando a divina intervenção.

~ Kim SeokJin está, por favor?


~ Jin está fora do país. Ele só voltará dentro de algumas semanas. Sou Jeon Jungkook,  seu sócio. Posso ajudá-lo?


~ Kim Seokjin me foi muito bem recomendado- disse o homem em um tom que deixava Claro que não gostava de ser desapontado.


~ Talvez eu posso auxiliá-lo.- Jeon não gostou da atitude do sujeito.


Jin tinha  o hábito de ficar com todas as glórias para si. Mesmo tratando-se de casos que Jeon selecionava. Todos conheciam Jin.  Ninguém ouvira falar de Jeon.


~ É um trabalho de vigilância.


~Sem problema. Vigilância uma de nossas especialidades.


~ Entendo- o desconhecido parecia estar ponderando se devia ou não confiar nele-  O nome dela é Sn.


~ E o seu?- Jeon quiz saber apanhando a caneta e o bloco de anotações.


Ouvi uma certa hesitação do outro lado da linha.


~ Mark. Trata-se de minha noiva.


~  Acredita que ela esteja o traindo?


Quando um homem contratar um detetive particular traição era o motivo mais corriqueiro.


Tae ficou em pé e se pôs a caminhar pela sala a testa franzida, espionar noivas, esposa não era sua ideia de um trabalho brilhante. Não que Jeon estivesse em condições de escolher. Na realidade aquela  não era sua área de ação, mas era o tipo de serviço que ele precisava no momento. Rápido,sem e complicações. e que lhe renderia bom dinheiro.


~ Acredito, sim. Quero um relatório completo sobre suas atividades. Aonde vai e quem a vê. Sn trabalha com decorações de interiores, Canna interiores é o nome da sua empresa.


Jeon anotou o nome da mulher e da firma.


~ Existe alguém em particular que suspeita de que ela esteja vendo?


Mark fez um estalido desgostoso com a boca e bufou. Bem nem todos os casos se  tratavamsl de roubo de joias da coroa ou de algum crime misterioso. Jeon ainda tinha que pagar as contas.


~  Preciso saber de todos os passos delas. Dinheiro não é importante. Quero ficar a par de quem  são as pessoas que Sn vê, todas elas, e tudo o que faz.


Jeon começou a bater com a caneta no tampo da mesa. Jin costumava ficar com os casos com aquele, ricaços envolvidos com os jovens lindas, e muito desespero envolvido. Quase sempre havia  uma grande diferença de idade.


~ Pagarei Dez mil mais despesas-informou Mark- Quero um relatório completo a cada semana, completo entendeu?


Jeon lutou contra ímpito de soltar o impropério, ciência no interesse de Tae conversa. É normal enviar relatório completo aos clientes fosse qual fosse sua opinião a respeito deles.

Se  tal noiva tivesse algum juízo ficaria bem distante do Senhor arrogante, exigente. Mas lógico que não devia esquecer que em primeiro lugar ela aceitaria ser sua noiva e com certeza se dispusera a se casar com ele por interesse. Algumas mulheres costumavam tolerar é perdoar muita coisa em troca de um gordo saldo bancário.


~ Quando quer que eu começo a trabalhar Senhor?


~ Hoje mesmo! Quero que comece já.


~ Muito bem. Para onde devo enviar os relatórios?- após obter todas as informações necessárias Jeon desligou.


~  Pretende seguir a esposa infie?


~ Noiva- Jeon corrigiu o irmão sentindo uma pontada de dor na consciência.


~  Desista disso, Jeon, não levará a nada. Será que lhe doeria tanto juntar-se a família para negociar com investidores estrangeiros? Pelo menos não precisaria baixar tanto o nível.


~ Quer mesmo me ajudar, Tae!- Jeon ignorou a sugestão.


A experiência lhe dizia que o melhor caminho para tirar Tae dos seus calcanhares era dar a ele uma missão.


~ Quero. Diga quanto? Tae tirou o talão de cheques do bolso do paletó.


~ Obrigada, não se trata disso mas me ajudaria muito se pudesse dar uma espiada na Canna interiores.


Sem Jin como segunda pessoa no escritório, Jeon se sentia impotente.


~ Precisa saber quantos empregados há na loja, como é a tal SN e que tipo de negócio realiza. Prefiro que ela não me veja por enquanto.


~ Será que precisarei levar uma caneta tinteiro com uma mini câmera em um decodificador- Tae brincou.


~ Não banque o engraçadinho- Jeon se ergueu e indicou a porta de saída.


~  Mas, Jeon,  como espera que o deslinde esse caso de traição sem a ajuda de toda aquela parafernália dos filmes de James Bond?


~ Apenas me diga como a garota é e o que faz, par que eu possa pensar num estratagema.


Aqueles dez mil viriam a calhar, graças a Mark nos próximos dois meses Jeon teria como pagar as despesas, pelo menos as operacionais.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Até o próximo.
Ahhhh próximo a sair é nobres apaixonados😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...