História Uma Troca de Favores (Imagine Park Jimin) - Capítulo 12


Escrita por: e ParkBimin

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 402
Palavras 1.087
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Não fui feita pra ser infermeira!!!


Fanfic / Fanfiction Uma Troca de Favores (Imagine Park Jimin) - Capítulo 12 - Não fui feita pra ser infermeira!!!

Desci até o porão com o resto dos empregados, e entramos na passagem secreta, que tinha de baixo de um baú MUITO MUITO PESADO.

Entramos no lugar de treinamento, e era todo equipado, tinha de tudo, e nesse dia fiz uma coisa que nunca pensei em fazer, dei tiros, não sei se fico com mais medo de alguém atirar em mim ou eu dar um tiro em alguém, mas tudo bem S/N, você tá fazendo isso pra salvar o Jimin. Treinamos muito, até que ouvimos o som de um celular tocando, o Senhor Park foi correndo atender.

_ligação-On_

-Alô, quem fala

Ele coloca o celular no viva voz

-Ora, ora se não é o famoso caçador de Seol, á quanto tempo que não ouço a sua voz, confesso que estava ansioso pra ter a minha vingança...

-Pode ser um pouco mais especifico, tem muita gente querendo se vingar de mim- Fala zoando

-Se eu fosse você não brincava, seu filho pode acabar pagando pelas suas brincadeirinhas - Ouço um barulho de chicotada, e logo em seguida um gemido de dor, nessa hora cai uma lagrima

-Não faça nada com meu filho, eu lhe imploro, me diga onde podemos fazer a troca que irei imediatamente- Diz ele logo quando ouve outro gemido de dor

-OK, já que está com tanta presa, vá até esse endereço***********- Era o endereço de um galpão abandonado- Esteja lá daqui a três horas em ponto, não me faça esperar, e nada de gracinha- Diz o mesmo, e logo deliga na nossa cara

_ligação-Off_

-Que desgraçado- Digo em prantos

-Calma, vai dar tudo certo, vocês vão todos ficar escondido, eu ainda não sei quem sequestrou o Jimin mas pode ter certeza... ele vai pagar muito caro, todos já sabem do plano, todos vão ficar escondidos, e na hora da troca começam o tiroteio, mas cuidado pra não acertar o Jimin

-Mas e o Senhor, não pode levar um tiro também, então tome cuidado- Diz uma das empregadas

-Não se preocupem comigo, só se preocupem em salvar o Jimin

_QUEBRA DE TEMPO_

Já tinha passado um tempo então começamos a nos arrumar, colocamos um colete aprova de balas, balas e armas extras, colocamos mascaras para não sermos reconhecidos, e outras coisas. Já estávamos no local da troca escondidos, só aguardando o sinal para podermos atacar.

(?)-Olha quem voltou- Diz o cara que sequestrou o Jimin

-Só me diga onde esta o meu filho

(?)-Antes coloque as armas no chão

-Só depois de ver o meu filho

(?)-Tudo bem- O mesmo estalou os dedos, assim fazendo com que saíssem dois homens do escuro segurando o Jimin

O Jimin estava todo machucado, cheio de sangue, e estava inconsciente, que cara filho da put*, vou acabar com ele. Não estava conseguindo ver o Jimin daquele jeito, mas eu tinha que esperar o sinal pra poder atacar.

-O que vocês fizeram com me filho?-Pergunta o Senhor Park, quase chorando-Vamos logo fazer essa troca, deixe o meu filho aqui no chão, mais tarde alguém vai vim pega-lo.

(?)-Pra que tanta pressa

-Você já tem o que quer, alias quem é você?

(?)-Aposto que não se lembra... Por acaso não se lembra do primeiro assassino que você capturou?-Diz com raiva, e logo o Senhor Park assentiu- Pois bem lhe apressento o filho dele

-Não pode ser

(?)-Pois é... Agora eu vou ter aminha vingança, eu estava presente naquele dia em que você capturou o meu pai, eu vi tudo escondido-Diz cada frase com raiva

Logo em seguida Senhor Park deu o Sinal e começou o tiroteio, fui em direção ao Jimin que tinha sido jogado no chão pelos caras que o seguravam.

-Jimin...Jimin...acorda-Estava um barulho de tiro, por todos os lados então arrastei o Jimin para um canto tentando o protege-lo - Jimin, por favor acorda...Porra Jimin... você não vai ajudar ninguém desmaiado

Eu já estava me estressando, por que Jimin não acordava, mas ao mesmo tempo preocupada. Então o BM vem em minha direção me ajudando a levar o Jimin até o carro

_QUEBRA DE TEMPO_

Já tinha se passado um bom tempo, que estávamos esperando os outros no carro, chamaram a policia, que prenderam os sequestradores do Jimin. Mas ainda o Jimin não tinha acordado, e resolvemos não leva-lo para o hospital porque todos iam querer saber o porque do Jimin ter sido sequestrado.

Levamos o Jimin pra casa, mas ele estava muito machucado, e como todos acham que eu sou a namorada do Jimin, tive que ficar cuidando dele, pra mostrar que sou ‘uma boa namorada’, mas no fundo não me incomodei.

Tirei a blusa dele, pra me dar visão dos seus machucados, tinha certeza que teria uma vista muito ruim dos seus machucados, mas tive uma visão boa até demais, que acabei mordendo os lábios

-Sei que sou gostoso, mas pode cuidar dos meus machucados agora - Disse Jimin, fazendo-me assustar, pois não tinha percebido que ele estava acordado

-Que susto Jimin - Disse com as mãos no peito

-Por que esta vestida assim?

-Deve ser porque eu fui salvar a sua vida... você poderia ser menos mal-agradecido

-E por que só você esta aqui?

-Porque todos acham que eu sou sua namorada, acabou o interrogatório?

-Não, ainda tenho mais uma pergunta

-Então fala logo

-Onde está o meu pai?

-Ele teve um ferimento de leve no braço, mas nós achamos melhor ele repousar...agora deixa eu cuidar logo desses ferimentos

Começo a cuidar dele, e percebo que em cada movimento que eu fazia ele também fazia, mas com os olhos

-O que foi Jimin- Digo colocando um band-aid em um dos machucado que havia em sua perna

-Não posso mais olhar?

-Pode, só que...ah esquece

_QUEBRA DE TEMPO_

Já tinha passado um tempo que eu estava cuidando do Jimin, e ele estava melhorando, já conseguia andar, e também já consegue me tirar do sério, mesmo doente ele consegue me irritar, mas não reclamo por estar cuidando dele, é melhor do que ele ainda estar nas mãos daqueles bandidos do capeta... mas ainda sim o Jimin estava fazendo birra pra mim continuar cuidando dele.

Ouço meu celular tocando, pego o mesmo e atendo a ligação, vejo que é o BM

_ligação-On_

-Oi

-Oi, eu queria te pedir um favor, você poderia ir comigo na farmácia comprar mais curativos e remédios

-Claro que eu vou

-Ok, eu vou sair daqui à 30 minutos

-Tudo bem, já vou

-Obrigada

-Beijo, tchau

_ligação-Off_

Desligo o celular, e vou até a saída do quarto do Jimin

-Onde você pensa que vai?

_Continua_



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...