História Uma tutora para Sasuke (sasusaku) - Capítulo 1


Escrita por: e Kawaii_Candy

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Hinata Hyuuga, Itachi Uchiha, Karin, Konan, Mebuki Haruno, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Sakura, Sasuke Sasusaku
Visualizações 65
Palavras 970
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


La vai eu com outra fic heu

Capítulo 1 - O Emprego É Seu!


Fanfic / Fanfiction Uma tutora para Sasuke (sasusaku) - Capítulo 1 - O Emprego É Seu!

                Sakura on

Sakura- a-aaah a- sasori, ma-mais forte v-vaai

Aquilo estava incrível era tão gostoso.

Sasori- assim?.

Dizia ele dizia enquanto me levava a loucura suas maos grandes passavam pela minha costa.

Sasori- ta sakura agora chega,estamos na empresa do senhor Fugaku, e tem um monte de gente olhando para nós.

Sakura- qual é o problema ? Você só esta coçando as minhas costas.

Sasori- e você numa entrevista de emprego,senhorita haruno,nossa olha a hora,vou me atrasar tenho que ir depois você me conta como foi ta bom?.

Sakura- tá bom dirija com cuidado.

Ele me da um rápido Celinho nos labios,e corre para fora da empresa me desejando uma "boa sorte ".

Aff,horas e horas ali esperando,mas eu não podia perder esse emprego,até que finalmente uma moça muito bem vestida com o uniforme da empresa para em minha frente com alguns papeis na mão.

??- senhorita haruno, o senhor Fugaku esta a sua espera mandou que eu viesse chama-la.

Acenti para ela e me levantei ajeitando minhas roupas amarrotadas,passo por um imenso corredor todo iluminado por conta das grandes janelas do lugar com grandes samambaias enfeitavam o local todo branco paro em frente a uma porta de vidro escura,dou duas batidas e em seguida escuto um " entre".

Fugaku- sete-se senhorita Haruno.

O homem velho mas nem tento,me olha com um sorriso gentil,ele aponta uma cadeira a sua frente e então me sento nela.

Fugaku- eu não sou de fazer isso,mas seu pai foi um excelente amigo me falou muito bem de você e sei que você ja teve muita experiência nesse ramo.

Sakura- c-confesso que f-fiquei meio surpresa pelo serviço, mas aceito qualquer coisa senhor uchiha,me fale mais de Sasuke.

Fugaku se deita com as costas na cadeira e da um longo suspiro em seguida volta a falar.

Fugaku- Sasuke não é fácil,muitas das vezes não dorme em casa,e as vezes que chega é bêbado,não tem interesse em nada na empresa seu único passatempo e importância são mulheres,eu não sei mais oque fazer,quando eu partir eu quero que ele cuide da empresa com responsabilidade,eu nunca pensei em uma tutora mas minha mente chegou a esse ponto,quando seu pai te sugeriu, e disse que você estava desempregada, só chamei você para essa entrevista,por que confio no meu falecido amigo espero que não me decepcione senhorita haruno.

Sakura- nunca senhor Fugaku, não se preocupe eu vou consertar seu filho,vou estar com ele 24 horas por dia e não vou deixar que o mesmo faça coisas imprudentes.

Fugaku- tudo bem,de o seu melhor sasuke ainda não sabe da novidade,irei pega-lo de surpresa para que ele não saia de casa,agora se me dar licença preciso organizar alguns relatórios importantes,mas fiquei feliz por conhece-la senhorita haruno,amanha esteja nesse endereço as exatamente 8:00 da manhã.

Pego o papel que ele me entrega e dou um sorriso amigável para o homem.

Sakura- tudo bem senhor Fugaku estarei la,muito obrigado pela confiança.

Me retiro da sala com o útero na mão, felizmente consegui um trabalho ta certo que esse emprego é um tanto estranho né tomar conta ser praticamente uma baba para um homem de 22 anos nunca passei por isso,saio de meus devaneios quando chego no térreo do grande arranha-céu e desço para a garagem um meio a tantos carros chiques eu ando de encontro com a minha bicicleta de cestinha cor de rosa feliz da vida agora posso respirar aliviada chego em casa e encontro a porta semi aberta,que estranho minha mãe não deixa a porta aberta des da morte do meu pai,entro com cuidado com a bicicleta e tudo,se tiver um tarado ou um desconhecido eu passo a bicicleta em cima dele e depois saio muendo e pedalando,dou um suspiro aliviado quando vejo minha mãe.

Mebuki- sakura quantas vezes eu tenho que te falar.

"Não entre com a bicicleta dento de casa " falamos em um uníssono, reviro os olhos e volto de ré para fora com a bicicleta e pois volto para dentro,aonde minha mãe anseia pelas minhas palavras.

Mebuki- e então? Como foi la?.

Me olha esperançosa.

Sakura- foi ótimo mãe, o emprego ja é meu.

Sorrimos juntas,mas logo meu sorriso se desfaz.

Sakura- mãe, precisamos conversar sobre aquilo,se o banco tomar nossa casa oque vamos fazer?.

Mebuki- não tem oque falar mais sakura,ja conversamos sobre isso,você esta noiva do sasori e eu vou para o EUA morar com sua tia tsunade.

Sakura- não quero ir morar com o sasori,ele esta distante esses dias,mal temos conversado e ele esta sempre atrasado.

Mebuki- teremos tempo para pensar nisso,agora vai tomar um banho e desça para me ajudar no jardim.

Sakura- do que adianta tomar banho e depois ir mexer com terra mãe? Vou ajuda-la e depois eu irei tomar banho,amanhã sera o meu primeiro dia de trabalho.

Um sorriso confiante e orgulhoso brotou do meu rosto,pois bem senhor Sasuke vou te por na linha,vou vigia-lo 72 horas e todos os dias de 365 dias por ano,até você mudar ou eu não me chamo sakura haruno.

Sasuke on

??- de novo otouto? Nosso pai ligou e disse que você esta a três dias fora de casa aonde você esta,por que não ligou pelo menos?.

Sinceramente ja estou cansado de tanto itachi me ligar cinco vezes por dia estou pela quinta vez no celular.

Sasuke- eu sou maior de idade.

Itachi- então aja como tal Sasuke.

Sasuke- era só isso? Pronto tchau.

Desligue o celular na cara amassada dele,jogo o mesmo em um canto e volto a me deitar sentindo as pequenas mãos femininas me envolver,o relógio na parede indicava quatro horas da manhã, um momento perfeito e a hora perfeita,para ir embora assim ninguém vai me enxer o saco me vendo chegando,me levanto e começo a me vestir.

??- aah Sasuke, esta cedo,vem volta pra ca vem amor.

Reviro os olhos aquela palavra "amor" revira meu estomago.

Sasuke- nunca mais me chame assim Karin.

Antes de da chance para que ela se pronunciasse eu abri a porta com a chave do carro nas mãos e desci para o estacionamento pego meu camaro preto e vazo cantando pneu.


Notas Finais


Espero q gostem dessa fic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...