História Uma vampira sereia - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias H2O, Meninas Sereias, Mako Mermaids, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Charlotte Watsford, Cleo Sertori, Elijah Mikaelson, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Klaus Mikaelson, Lyla, Nixie, Personagens Originais, Rebekah Mikaelson, Sirena, Stefan Salvatore
Tags Amigos, Amizade, Amor, Aventuras, Calda, Caldas, Cardume, Coragem, Família, Familia Mikaelson, Familia Original, Ficção, H2o Meninas Sereia, Hibridos, Magia, Magica, Mako, Mako Mermaids, Mikaelson, Misterios, Originais, Paixão, Presa, Rebekah Mikaelson, Romance, Segredos, Sereia, Tritão, Vampira, Vampiro
Visualizações 56
Palavras 1.748
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo, espero que gostem!

Capítulo 12 - P de positivo e P de perigo


Fanfic / Fanfiction Uma vampira sereia - Capítulo 12 - P de positivo e P de perigo

Rebekah -Que? Como assim?

Zac -Parabens mamãe!

Meus olhos se arregalam na mesma hora, sinto que meu coração vai sair pela minha boca, me afasto da janela e de Zac, vou até a cama e olho para o teste...

Rebekah -Meu Deus... E-eu... eu não sei o que dizer!

Zac se aproxima de mim e ele senta na beirada da cama. Eu sento ao lado do teste e ao lado Zac...

Zac -Não diga nada -Ele me puxa para perto dele e me abraça

Ficamos naquele abraço por muito tempo... Até que somos interrompidos por Hayley

Hayley -Rebekah... Tem uma mulher chamada Rita lá em baixo te esperando

Rebekah -Ja estou indo...

Me afasto de Zac e ando até a escada, paro no meio do caminho quando escuto a conversa de Hayley e Zac

Hayley -Deu positivo não foi?

Zac -Sim...

Hayley -E agora?

Zac -Eu realmente não faço ideia do que vamos fazer agora!

Hayley -Vamos? -Percebo o tom de surpresa em sua voz

Zac -Sim! Vamos! Agora que eu não me afasto mesmo de Rebekah!

Hayley -Só por causa da criança?

Zac -Tambem...

Descido deixá-los conversando, desço lá embaixo, vejo Rita na sala. Logo que ela me vê ela se levanta do sofá

Rita -Agora sim! -Ela diz alegre -Adorei sua casa!

Rebekah -Obrigada! Mais... onde foi que conseguiu meu endereço?

Rita -Eu vi sua amiga na frente da casa e resolvi parar para conversar, afinal, eu tinha ido até o hotel e me disseram que você não estava mais hospedada lá... -Ela se aproxima de mim -Quando encontrei com a garota ela disse que vocês estavam morando aqui agora!

Rebekah -Entendi! Quanta coincidência não é mesmo?!

Rita -Concordo!

Ela sorri, nós nos abraçamos!

Rita -Então, vamos continuar nossas aulas?

Rebekah -Agora? -Não me sinto bem para isto

Rita -Sim sim! Afinal, eu vou até você todas as noites para isso!

Rebekah -É claro! Porém, hoje não...

Rita -Esta tudo bem? Você está um pouco estranha!

Rebekah - E-eu..  -Respiro fundo -Eu estou bem! Não se preocupe...

Rita concorda com a cabeça e começa a andar até a porta! Somos surpreendidas pela presença de Zac e Hayley, principalmente Zac

Zac -Posso pegar água na geladeira? -Eu escuto seus passos pela escada e ouço sua voz

Eu não sei o que Rita vai pensar se ela se der conta de quem está aí!

Hayley -Pode pegar!

As vezes eu escutei por causa da minha audição, Rita não precisa necessariamente escutar também... Me enganei

Rita -É a voz de ... Zac? -Ela tenta ver a cozinha... sem sucesso... Ela muda seu caminho, da meia volta e anda até a cozinha -Zac... O que está fazendo aqui?

Zac a olha assustado

Zac - Eu... eu... O que você está fazendo aqui?

Rita -Eu ... eu... Eu perguntei primeiro!

Zac não sabe o que responder então me olha e eu tento desviar a conversa

Rebekah -Então, sem querer sem grossa... mais você não estava de saída?

Rita -Eu estava... porque achei que você estava indisponível... Pelo visto não é bem assim!

Percebo que Rita se sente... traída. Mais o que eu posso fazer também, com a notícia que acabei de receber, não é hora para aprender sobre magia...

Rebekah -Rita, por favor! Eu agradeço pela sua preocupação, mais realmente preciso que vá embora!

Rita -Tem alguma coisa acontecendo aqui não é?

Rebekah -Não... é... -Não consigo dar uma resposta concreta!

Rita -Eu realmente não quero me intrometer, mais já fazendo isso... Vocês estão juntos?

Nos olhamos e eu concordo com a cabeça

Zac -Sim! Estamos juntos!

Respiro fundo e sorriu um pouco alegre com a resposta de Zac

Rita -Ta bem! Eu vou embora

Zac -Rita... Não conte nada do que você sabe por favor...!

Rita concorda, anda até a porta e sai

Rebekah -Achei que você iria contar...

Zac - Sobre nosso filho?

Rebekah -Sim! -Eu sorriu já mais conformada com a notícia

Hayley -O que devemos fazer agora?

Zac -Acho que não devemos contar isso agora as sereia

Rebekah -E por que não? Achei que elas fossem sua família

Zac -São, mais no início não me aceitaram, tenho certeza que não vão aceitar meu filho... Nosso filho!

Rebekah -Mais e Mimi? Ela é sua irmã?!

Zac -Vou especular algumas coisas, mais não garanto nada, Mimi não consegue mentir para suas amigas

Rebekah -Toma cuidado! Agora não é só minha vida que está em jogo!

Zac -Nem se fosse, eu jamais colocaria sua vida em risco! -Ele anda até mim e me abraça

Ficamos ali por um tempo, até que decidimos procurar alguma coisa para fazer

Rebekah -Vamos nadar?

Zac -Nadar? Sério? -Ele sorri

Rebekah -Sim, nadar! Em família, eu, você, Hayley e nosso filho!

Zac -Ta bom! Vai ser bom!

Rebekah -Hayley! -Chamo por Hayley

Zac -Espera, agora sou da sua família?

O olho sorrindo e o abraço

Rebekah -Sim, amor...

Percebo o que eu disse... Nos olhamos por um tempo e logo somos interrompidos

Hayley -Eu já ouvi! Vamos nadar sim!

Ela sorri um pouco animada com a ideia! Saímos da casa e andamos até a praia

Hayley -Eu nunca imaginei que ia poder conhecer o fundo do mar

Rebekah -Nem eu

Nós nos olhamos sorridentes e logo mergulhamos na água... Ficamos horas ali... Eu acho tão gostoso nadar de noite, e como se vc descanse na sua própria casa.

Chegamos na piscina da lua, em Mako. Percebo que Hayley está sorridente

Rebekah -E aí? Gostou, Hayley? -Sua felicidade nos contagia

Hayley -Sim, eu não poderia imaginar que o fundo do mar é tão bonito.

Zac -Depois eu vou te mostrar os corais, você também vai gostar!

Hayley sorri, começamos a conversar

Rebekah -Ja está ficando tarde, vou para casa!

Zac -Mais já? Achei que iamos passar a noite aqui!!?

Rebekah -Até iamos, porém, cansei mais do que eu esperava...

Zac -Esta bem! Quer que te acompanhemos?

Rebekah -Não precisa! Leva Hayley para ver os corais!

Mergulho novamente e nado devagar até a costa, observo cada animal marinho que vejo, percebo que o mar tem muito mais do que os seres humanos imaginam, e isso realmente é incrível!

Quase chegando a costa, ainda na água, percebo que alguém está me observando. Paro de nadar, olho ao meu redor e não vejo ninguém, porém, a sensação não passa. Continuo olhando, sem sucesso. Descido continuar e sair da água logo. Quando volto a nadar, percebo que está mais difícil do que antes, é como se água estivesse contra mim, isso é uma coisa que nenhuma sereia sente... Sinto medo, pela primeira vez, escuto o coração de meu filho batendo, percebo que ele esta com medo, e isso também me deixa com medo. Paro de me esforçar e volto a olhar para o lado, procurando por algo ou alguém... Sinto uma onda forte de água vindo em minha direção, só acho isso estranho, afinal estou dentro d'água e não sob as águas. Acabo desmaiando na hora.

             POV ZAC

Não estou com um bom presentemente. Apartir do momento em que deixei Rebekah voltar para casa sozinha, já senti um aperto no peito.

Zac -Vamos...

Hayley também fica um pouco com medo, afinal, sempre que Rebekah está na água ela cruza com alguém muito desagradável

Hayley -Tem certeza? Não quer deixar para amanhã?

Zac -Tem certeza? Eu realmente prefiro que você vá para a casa e cuide de Rebekah

Hayley -Eu estou com mal presentemente!

Zac -Eu também!

Olhamos para os lados, pensamos bem e Hayley descide

Hayley -Eu vou. Amanhã depois do almoço podemos ir lá, fiquei curiosa para saber como é, e talvez Rebekah possa ir também! Certeza que ela iria adorar

Zac -Tudo bem -Eu sorriu

Mergulhamos e nadamos até a costa. Voltamos a forma humana e já saímos andando até nossas casas que ficam em direções opostas. Chego em casa e encontro Mimi lá dentro

Mimi- Zac! Finalmente! Eu estava muito preocupada com você! -Ela diz um pouco nervosa e vindo em minha direção me abraçar

Eu retribuo o abraço e digo tentando acalma-la

Zac -Preocupada porque? Agora eu estou aqui! 

Mimi- Eu sei! -Ela se afasta e senta em uma cadeira -Os CA (caldas azuis) voltaram!

Zac -Os CA, como assim? O que querem aqui?

Mimi -Eu achei que eles tinham vindo atrás de você, já que eles cuidam dos tritões e dos mistos

Zac -De mim não foi! Às vezes uma sereia se envolveu com algum humano e aí nasceu um misto... -Respiro fundo -Devem ter vindo para ver se estava tudo em paz com isso

Mimi- Eu não sei não! Não nasceu nenhuma criança esses dias e que eu saiba nenhuma sereia descobriu estar grávida também.

Zac -Então você não faz ideia do que eles querem?

Mimi não consegue responder, pois seu celular toca na mesma hora. Ela atende.

Mimi -Alô!

Ela conversa no telefone com a tal pessoa e logo desliga pensativa

Zac -Quem era?

Mimi- Lyla!

Zac -O que ela disse?

Mimi- Disse que os CA vão ficar, pois encontraram o que procuram e que vão castigar o conselho por deixar que uma certa abominação fosse criada!

Zac -Abominação? Como assim? -Digo confuso

Mimi -Lyla só disse que eles já estão cuidado disto! Mais que vão querer saber quem foi o responsável por se envolver com uma vampira!

Zac -Vampira? -REBEKAH! -Ai meu Deus

Eu mal termino de falar e meu celular toca, olho para a tela e vejo ser o número de Rebekah, atendo.

Zac -Rebekah? Onde você está?

Hayley -É a Hayley! Eu não tinha seu número, então encontrei o celular de Rebekah aqui e resolvi te avisar que Rebekah não estava em casa quando cheguei!

Eu desligo o telefone na mesma hora

Mimi -Quem era?

Zac -Preciso falar com o conselho agora!

Mimi -O conselho está meio ocupado no momento! Lyla disse que elas estão presas ao norte de Mako até seu julgamento

Zac -Então... com quem eu falo para me ajudar?

Mimi -Você vai ajudar nossa mãe?

Zac -Nossa mãe não! Rebekah sim!

Mimi -Como assim Rebekah?

Eu saiu correndo e nado até a gruta de Rita, a todo momento Mimi me segue. Saímos da água e eu volto a forma humana

Mimi -Zac, espera! Porquê tanta pressa?

Ignoro Mimi, que sai da água e vem atrás de mim, saiu da gruta e entro na casa de Rita

Zac -Rita? ... Rita? ... Rita?

Logo vejo Rita vindo em minha direção, ela estava na sacada vendo o mar

Rita -O que foi?

Zac -Os CA levaram Rebekah!

Rita -O que? O que eles estão fazendo aqui? O que Rebekah tem a ver com isso?

Mimi- Lyla me disse que eles vieram corrigir uma abominação!

Rita -Tudo bem que Rebekah é vampira e sereia, mais... Porque agora? Depois de meses?

Zac -Eles não vão matar Rebekah! Vão matar nosso filho!


Notas Finais


E aí? O que acharam? Deixem nos comentários, por favor!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...