História Uma Verdade Misturada Com Mentiras - Capítulo 11


Escrita por: e Annafreitass83

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Jay Park
Personagens Jay Park, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Lisa, Personagens Originais
Tags Drama, Mistério, Suspense
Visualizações 8
Palavras 744
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia meus amores espero que gostem do capítulo

Capítulo 11 - Eu vou proteger minha família


Fanfic / Fanfiction Uma Verdade Misturada Com Mentiras - Capítulo 11 - Eu vou proteger minha família


O Kook e o Hoseok, chegam no hospital e ficam o tempo todo ao meu lado,o médico venho e disse que ela estava bem e que em meia hora ja ganharia alta...eu esperei até ela sair e a gente foi para casa, cheguei em casa e conversei com os meninos e minha irmã,falei que precisava, ir para o Brasil buscar algumas coisas e pedi para o Hoseok cuidar de minbha irmã...ele disse que iria cuidar e que ficaria com ela eu meu apartamento,que eu podia ir tranquila para o Brasil,coisa que vai ser impossível...

(No dia seguinte)

Eu estava ja no avião indo para o Brasil, ponho um drama coreano (Dorama) ,para mim ver enquanto viajava, esta quase perto da hora de eu chegar no Brasil,então comecei a arrumar minhas coisas, e ja aproveitei e liguei para a Larissa e a Nathy que são minhas primas,que moram no Brasil,elas iriam me buscar no aeroporto e eu passaria a semana na casa da Larissa e ela me ajudaria a achar ,acusações contra a minha mãe,cheguei no aeroporto e encontrei as duas me olhando e não acreditando que era eu,eu dei muita risada dessas duas malucas andando na rua.

- Meninas vocês são muito retardadas.-eu falo quando cheguei na casa da Larissa, elas riram do meu comentário e me abraçaram.

- A gente tava com muita saudades de você.- elas falaram na mesma hora e eu sorri.

- eu tbm meninas.- eu falo e abraço mais ainda as duas.- bom a gente pode ir comer coxinha de frango e pizza de calabresa,to com saudades de comer isso.-eu falo e as duas assentam com a cabeça confirmando.

*A gente vai para uma pizzaria e depois vamos em uma padaria para comprar coxinhas*

Passou 1 dia,2,3,4,5,6 e 7 dias e eu precisava voltar para a Coreia e como eu vim para cá achar pistas contra a minha omma,é eu achei o bastante para conseguir incriminar ela e ajudar minha família a seguir em frente.

Comprei uma passagem e me despedi das meninas,ah como vou sentir saudades delas,a Larissa e Nathy vão ir me visitar quando eu conseguir arrumar a minha vida,eu falei que avisarei elas.

Liguei para o kook e minha irmã antes de entrar no avião e avisei que estava indo...eles ficaram felizes com a notícia, eu mais ainda.

- Tchau meninas.- falo e aceno para as duas morenas me olhando...entro no avião e fico sentada até decolarem....

Eu durmo a metade da viajem e a outra metade eu olhei Doramas...quando cheguei na Coreia o kook estava me esperando no aeroporto e eu sorri ao ver ele me olhando...sinceramente nunca pensei que ele me beijaria ou me daria uma chance,no passado ele jogou na minha cara que não aceitaria, é eu fiquei muito magoada,sim vc pode me chamar de trouxa mais eu amo aquele coisa gostosa, eu ria sozinha indo em direção ao ele.

- Do que você esta rindo em mocinha.-ele pergunta me olhando.

- eu? Que dia foi isso? Não estava rindo.- falo rindo mais ainda.

- Sei mocinha,Bom vamos logo que sua irmã esta morrendo de saudade sua.-ele fala pegando minha mão....

(MANO

DO

CÉU

QUE

TOQUE É

ESSE.)

Ele que me matar só pode né? Eu estou morta,muito morta....eu acordo do meu pensamento com o meu celular tocando...pego o mesmo e vejo um número privado...eu atendi.

- Você pensa que vai conseguir, você acha que vai proteger sua família por muito tempo.- eu fico assustada.

- Quem é você e por que está fazendo isso? O qie você quer?- eu pergunto e ele simplesmente responde.

- Que você desapareça, de preferência morra e que nunca mais volte.- ele fala aquilo e eu dou uma pequena resposta.

- eu vou proteger minha família.- falo e desligo o celular.

O kook me olha e pergunta o que aconteceu, eu nego com a cabeça, ele me abraça e começa a falar que vai ficar tudo bem.

- Não vai...mesmo que eu salve minha família,eu vou sentir pena da minha mãe,kook ela é minha mãe,mais me fez muito mal e eu vou entregar ela para a polícia e vou fazer de tudo para deixar vcs em segurança.- falo e ele sorri.

- Ei S/n, eu te amo.- ele fala e me beija,as pessoas que estavam no aeroporto ficavam sorrindo e rindo da gente.

- Ei mocinho eu te amo tbm.- falo e abraco o mesmo que me devolve um sorriso Angelical.

- eu sei disso.- ele olha para mim e me puxa para irmos logo para casa.

Eu fiquei o caminho inteiro sorrindo feito uma boba.

(EU

SIMPLESMENTE

TE

AMO

MEU

COELHINHO

DO

SORRISO

BRANCO)


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...