1. Spirit Fanfics >
  2. Uma vida de cão >
  3. Hey! Cachorrinho!

História Uma vida de cão - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


🐶 Alana Dullius 🐶

Capítulo 3 - Hey! Cachorrinho!


Fanfic / Fanfiction Uma vida de cão - Capítulo 3 - Hey! Cachorrinho!

              08:17

Já estava de manhã, estava um frio congelante! 

Eu estava com fome, e logo vi uma lanchonete. Decedi entrar escondido, só para me aquecer. 

Quando entrei, tudo virou um sonho: pão de queijo, pão, cupcake, bolachas, cookies, e muuuito mais!!!


Fiquei com água na boca, não pensei duas vezes e ataquei uns cookies que estavam na bancada. Como tinha cadeiras para os clientes sentar, eu pulei em cima de uma, mas acabei derubando todas.

Então, eu cai no chão e as cadeiras fizeram o maior barulho!

Todo mundo me viu: funcionários, clientes, até os cozinheiros.

Um dos 5 cozinheiros me atacou com uma vassoura, eu ataquei ele, mordendo o pé e logo sai da onde eu estava, então fui debaixo de a cadeira de uma mesa mais próxima. 

Veio um funcionário em minha direção, com um pedaço de torrada. Ele parecia amigável e contente. 


Ele foi se aproximando de Alex, e disse: 

- não precisa ter medo. Você está com fome, certo? Olha o que eu tenho pra você!


Eu me aproximei dele, arranquei aquele pedaço de torrada e ele disse:

- Quer mais?



          Latidos caninos

- então vem!!!

Ele jogou os pedaços de torrada la fora, Alex não resistiu e foi atrás.


Fiquei triste por ser enganado e expulso, mas aquelas torradas estavam deliciosas!!!



Como eu fui expulso de lá, continuei a procura de minha casa.



Horas depois, eu estava tremendo de frio, com fome e com sede.

Então decidi descançar em um parque ali perto. 

Quando eu entrei no parque, vi pombas, e eu adoro correr atrás delas, então fui isso que eu fiz.



Alex atacou as pombas, as pombas voaram e ele não conseguiu pegar nenhuma, quando ele foi para procurar algo para se aquecer, ele viu um moço caminhando com um sanduíche.


Eu decidi atacar aquele sanduíche, mas quando cheuguei perto reconheci aquele cara, era aquele que me deu a torrada. 

Mesmo assim, eu fui correr para pegar aquele sanduíche 


Quando Alex estava perto, o moço deu uma mordida, fazendo Alex pular em cima dele. Como Alex não é tão grande, não conseguiu derrubar ele, mas conseguiu chamar a atenção.


Eu não consegui roubar o sanduíche. Quando ele me viu ele disse:

- hey! Cachorrinho! Esta com fome?


Ele arrancou um pedaçode sanduíche e deu para Alex.


- você está perdido? Perguntou ele.

           Rosnado canino


Ele deu mais um pedaço de sanduíche para Alex, quando estava dando ele disse: 


- você esta sozinho, e está frio aqui. E eu acho que você está com fome e sede... venha! Vou te levar para minha casa. 

Óbvio que aceitei a carona dele, até por que ele me deu comida, vai se la tem mais.



Quando Alex chegou na casa dele, a primeira coisa que ele fez foi procurar a cozinha.


- Hey! volta aqui! Eu tenho uma coisa pra você comer!!!


Alex não pensou muito, e quando ele disse que tinha uma coisa para comer, Alex não resistiu e foi até ele.


-Amiguinho, como se chama?

- mas que burro que eu sou, cachorro não fala! Hahaha. 

            Latidos caninos 

-vou te chamar de Bob!

Bob???? Ele acha que sou o que???? Um Bulldog???? Bob não combina comigo! Pensou Alex.


- eu me chamo Pedro! E vou ser seu dono. Disse o moço.


Meu dono????? Eu já tenho dono... E agora? Perguntou Alex para ele mesmo. 

- sinto que vamos ser grandes amigos! Disse Pedro animado.

Infelizmente, eu não penso assim! Quero a Emanuele de volta...



Pedro nem pensou em procurar o dono de Alex, pois ele estava sozinho, não tinha muitos amigos, todos se mudaram,não tinha nem uma namorada, então decidiu adotar o cãozinho.


Notas Finais


🐶 Alana Dullius 🐶


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...