História Uma vida "normal". - Capítulo 30


Escrita por: e Maigo-Chan

Postado
Categorias Yandere Simulator
Visualizações 9
Palavras 1.602
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá~, é a senhora sumida e perfeita Mitsuhi, desculpem a demora para voltar, tive uns probleminhas como bloqueios de criatividade hehe, mais fiquem como o capítulo 💕

Capítulo 30 - "Eu estou sendo observada" Bianca POV'S


Fanfic / Fanfiction Uma vida "normal". - Capítulo 30 - "Eu estou sendo observada" Bianca POV'S

 

A visita era Moniko, eu ainda me sentia "desconfortável" perto dele depois de tudo que aconteceu.

-Por que está aqui?- pergunto.

Moniko- Eu, eh, como posso dizer... Vim ver se você estava bem...-ele diz, bem, como ele pode ver, eu estou bem, ele podia simplesmente ter mandado uma mensagem perguntando.

-Como pode ver, estou ótima, já pode se retirar.-respondo, friamente.

Moniko-Não, você não está bem, a Bianca que eu conheço é animada e gentil, mais você está fria e grossa, você mudou depois daquele desmaio, eu estou preocupado com isso sabe? Você é sempre alegre, sempre com um sorriso no rosto, isso que faz você especial, você consegue ver algo bom até nas piores coisas...- diz ele, ficando mais vermelho que um tomate, ele parece sincero nas palavras, mais eu não sei se é verdade ou não.- Oque eu realmente quero dizer é: Bianca, você é especial para mim, você não pode mudar do nada, se você está triste, podemos conversar, eu te ajudo no que for preciso, eu, sou seu amigo, não sou?

- Sim, você é meu amigo sim.- eu respondi, eu não sei se foi impressão minha mais, quando eu falei a palavra "amigo", eu vi uma pontada de decepção no olhar dele. Mais ele logo disfarça, de repente ele segura minha mão com força. 

Moniko- Bianca... E-Eu tenho que te falar algo...- ele fala, com as bochechas ficando mais vermelhas.

- Pode falar. -respondo, não vou mentir, estou curiosa.

Moniko- E- ele é interrompido por Vitória descendo as escadas rápido, ela estava com uma roupa causal, talvez fosse encontrar um amigo que fez na escola, acho que, qual era mesmo o nome dela? Midori Gurin? Acho que sim. Ela sai pela porta e Moniko olha nos meus olhos novamente, mais parece que perdeu a coragem de falar oque era agora. - E-Eu acho que é melhor eu ir embora hehe.-ele fala,  eu aceno a cabeça levemente dizendo "sim" com ela.

Ao fechar a porta, eu me deitei no sofá e dei um suspiro, eu só quero que esse dia acabe logo.

Vou em direção ao meu quarto, tomo um banho, visto meu pijama e vou para a cama.

{Dia Seguinte}

Eu acordo com o som do meu alarme tocando, eu viro e vejo que são 5:37, eu me levanto e vou em direção ao banheiro, depois visto meu uniforme e desço as escadas, eu vejo Vitória comendo sua refeição encima da mesa, ela me cumprimenta e devolvo, me sento na mesa e como em silêncio, quando acabo espero Vitória e andamos em direção a escola.

{Um tempo depois}

Quando finalmente chegamos, eu vou tirar meus sapatos e colocar os escolares, quando termino resolvo andar um pouco pela escola, quando estava no segundo piso, eu acabo esbarrando, não pera, TROPEÇANDO EM CIMA DE ALGUÉM acho que é o mais correto, para ser mais  clara, eu fiquei numa posição em que eu fico encima dele, deu para perceber que nossos rostos estavam pertos, porque eu sentia sua respiração em minha bochecha, quando eu abro os olhos e levo um susto ao ver que era Megamo Saiko, eu me levanto num segundo e ajudo ele se levantar, pedindo muitas desculpas, já não é atoa, porque, bem, EU CAI ENCIMA DELE, então o mais justo era eu fazer isso, saio dali vermelha que nem um tomate, isso foi mesmo vergonhoso, pelo menos ninguém viu, eu acho, se tivessem iriam ter tirado fotos e postado na internet e, ugh, me dá um calafrio sobre a espinha pensar nisso. De repente o sinal toca e eu me assusto, corro em direção a sala de aula e com sorte, cheguei a tempo.

{Depois da aula}

Quando termino de arrumar minhas coisas para a próxima aula, eu saio e procuro Vitória para irmos almoçar, eu não a acho e desisto, antes que vocês falem: "Ah, só procurar mais, você procurou só um pouquinho", então, eu já estou procurando ela a a meia, temos sempre 50 minutos de intervalo, e como já se passou uma parte dele, não vou gastar o resto.

Eu ando pela escola, só que, novamente, eu esbarro em alguém, só que desta vez não foi forte o suficiente para cair, e também foi em uma garota, quando eu olho para seu rosto ele tem, claramente, um sorriso falso, eu demoro para perceber Vitória ali presente, eu peço desculpas a garota e vou andando. Quando chego no terraço, sento em um banco e fico esperando o sinal tocar, eu ouço passos ficando cada vez mais fortes vindo em minha direção, ao eu olhar, vejo que simplesmente Moniko.

Moniko- P-posso meu sentar com você? - Diz ele, com um sorriso amarelado e sem graça, eu balanço a cabeça em sinal positivo, não trocamos uma palavra, até ele falar. - Então, sobre oque eu ia falar para você ontem, eu iria perguntar se queria ir ao cinema no sábado, que tal?- ele diz, bem desajeitado, eu olho na direção dele e digo:

- Não, mais obrigada pelo convite.- falo com um sorriso gentil no rosto, vejo uma expressão meio triste nele que passa em segundos.

Moniko- Então que tal darmos um passeio? - diz ele, parecendo ansioso, quando eu abri minha boca para falar o sinal toca, me retiro e vou em direção a minha sala.

{Um Tempo De Aulas Depois}

Eu arrumo minhas coisas antes de ir embora, fico esperando Vitória e Dante, eu nem percebi ele na aula, um tempo depois ele aparece mais Vitória não, ele bagunça meu cabelo e eu o ajeito, esperamos Vitória, ele fica tentando puxar conversa, mais eu ignoro ele, Vitória aparece e vamos para casa.

{Um tempo depois}

Quando chegamos em casa,fui direto ao meu quarto, não estou afim de conversar com ninguém. Eu me deito na minha cama e fico olhando para o teto, ok, devo concorda, eu preciso conversar com alguém, eu não quero atrapalhar a Vitória, e o Dante nunca me leva a sério, tirando esses dois só sobra 1 pessoa na lista, mais, nhe, acho melhor não, eu me levanto e vou em direção a minha mesa e fico desenhando personagens de animes, (ex: okomura Rin, Tanjirou Kamado e Nezuko e Lawliet, sim, esse último pode ser considerado spoiler)quando termino vou ao banheiro, eu me olhei no espelho e pensei: "esse penteado não combina mais comigo, tive uma ideia", eu peguei a tesoura e as tintas da última vez que pintei (branco e vermelho) e cortei meu cabelo curto, mais não tanto, um pouco maior que minha cabeça, quase tocando meus ombros, e pintei as pontas deles estilo Todoroki de Boku no Hero, e não vou mentir, eu gostei, ficou mais eu, bem, aos meus olhos ficou, eu desço e Vitória comenta pelo fato de eu mudar meu cabelo novamente, cuja a mesma estava no sofá da sala assistindo televisão, me junto a ela e ficamos assistindo por um tempo, até ela subir para fazer umas coisas, eu decido comer alguma coisa e vou para cozinha, preparo um lanche, desligo a televisão e vou para o quarto com um sanduíche, me sento na minha mesa e penso em coisas para fazer, a lista é bem curta, porque estou entendiada, quando eu fico assim, minha criatividade fica zero, eu resolvo dormi quando terminar de comer, e é oque eu faço.

{De manhã}

Eu acordo com um pássaro cantando, eu me levanto e vou em direção ao banheiro me arrumar, de manhã faço meu cotidiano normalmente,  depois só espero Vitória e vamos para a escola, eu faço minhas coisas e percebo que falta muito para tocar, acho que uns 40 a 50 minutos, eu aproveitar esse tempo para ir a biblioteca, quando chego lá, procuro um livro e me sento em uma mesa, sinto alguém me olhar, eu procuro mais não tem ninguém, mais mesmo depois de olhar em volta, sinto alguém me observando, eu acabo me sentido muito desconfortável com isso, e se for alguém que me deseja mal? Eu vou tentar parecer casual e andar pela biblioteca procurando ao mesmo tempo, depois de andar, eu vejo um garoto lendo um livro, ele está de costas e não consigo ver seu rosto, mais ele tem a faixa de líder, as opções são poucas mais as pessoas que tem mais chances aparecer aqui na biblioteca é o líder do clube de ciências que fica seguindo a Vitória e Megamo Saiko, pelo que eu me lembre, o nome do perseguidor da Vitória é Kaga, que tem mais chances de ser ele, mais mesmo assim, tem chances de ser o Saiko, eu decido que chega de estudos por hoje, e saio da biblioteca discretamente, eu ando pela escola e olho o relógio, falta 47 minutos para a aula tocar, eu estou surpresa de como foi rápida minha ida a biblioteca.

Resolvo procurar algo para fazer durante esse tempo, eu acabo esbarrando em alguém, QUAL O MEU PROBLEMA COM ESBARRÕES?! Eu olho para cima, mais, não vejo ninguém, a pessoa já teve ter ido embora, eu me levanto e começo a andar novamente, quando eu ouço alguém me chamando, só que, em vez de Bianca. Está usando a palavra "Mitsuhi", que é meu nome real, eu congelo, a única pessoa que sabe esse nome é a Vitória, eu me viro mais não tem ninguém atrás de mim, eu ouço uma risadinha de criança e me assusto, eu decido que é melhor ficar na sala de aula mesmo e ficar desenhando, eu corro em direção a sala e me sento na minha cadeira e fico desenhando até tocar para as aulas começarem.

 

 


Notas Finais


Desculpem a minha demora, eu irei reescrever aqueles meus capítulos antigos sem mudar muitas coisas, só ajeitando o s erros de português e tals, eu queria ter feito mais longo, mais foi isso que deu. Bye~ 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...