História Uma xícara de café, por favor - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai
Tags Café, Exo, Fluffy, Kaisoo
Visualizações 40
Palavras 529
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble, Fluffy, LGBT, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Feliz aniversário, @duhjinha💛✨.
Eu espero que goste do meu presente — mesmo sendo tão simples.

~Boa leitura.

Capítulo 1 - Do Kyungsoo e o gostinho do café;


Kim Jongin detestava café. O moreno não conseguia entender o líquido escuro e como raios aquele líquido amargo conseguia agradar tantas pessoas. Mas ele gostava do gosto do café quando Kyungsoo o beijava. Talvez o baixinho tivesse a capacidade de adoçar o café com um simples sorriso, mas sem a companhia do mais velho, o café continuava amargo aos olhos de Jongin.

Mas mesmo com todas as contradições, o café se tornou sua palavra favorita tanto como seu gosto favorito quando com o mais velho. Não foi passar todos dias trabalhando naquela cafeteria que o fez mudar de ideia, foi um garoto de sorriso de coração e olhos doces. Foi Do Kyungsoo que o fez gostar de café. Foi o baixinho que se sentou naquela mesinha isolada, no fim da tarde. Com um sobretudo maior que o corpo e um cachecol atolado em seu pescoço quase o sufocando. O frio te fez adorável e seus olhos tímidos procuravam por alguém para te atender; sorte a sua de ter sido o moreno a te entregar seu café. E novamente de ter se sentado na sua mesa e conversado sobre como o clima estava absurdo de frio. Seus olhos doces se tornaram meias-luas e Jongin acabou se perdendo naquele universo.

Você vai voltar semana que vem?” – Perguntou o moreno receoso com a resposta do mais velho. Mas simplesmente, ele assentira timidamente e foi embora, deixando o mais novo viciado na questão: ‘se ele voltaria’. E ele voltou.

Assim, Jongin acabou se atolando no líquido quente. Mesmo que trabalhasse quase o dia inteiro naquela cafeteria; entregando e atendendo várias pessoas por dia, foi Kyungsoo que o fez se atolar no café. Da mesma maneira que o café criava um vício e o deixava independente, Kyungsoo virou o seu café. Caloroso, viciante e, quando menos esperava, doce como açúcar. Kyungsoo era como tomar uma xícara de café pela primeira vez. O choque quente com o gosto amargo em sua boca, mas depois de várias xícaras, era fácil criar um vício e o amargo virava um doce sútil.

Jongin se sentia como se estivesse vivendo os romances que o baixinho escrevia; imprevisíveis e clichês. Então tudo parecia uma conspiração. Detestar café por quase sua vida inteira para depois criar um vício pela cafeína; pelo simples fato de que Do Kyungsoo o fazia gostar de café. Pois com o café ele pôde compartilhar com o baixinho os dias em que o moreno se aquecia com o fogo da lareira, ou como cheirava a cozinha de sua infância – com o perfume matinal do líquido feito por sua mãe. E mesmo que no início Kyungsoo estivesse hesitante, ele compartilhou também com o moreno os dias difíceis após o termino de seu primeiro namoro. Eles fizeram uma troca justa, como dizia Jongin. O moreno o deu seu presente e o baixinho lhe deu seu passado, e juntos eles dividiram seu futuro.

E tudo pela xícara de café. Jongin não era apaixonado pelo líquido, mas apaixonado pelo mais velho. E se para amar Kyungsoo ele precisava aceitar o amargo do café, ele aceitaria. Pelo menos, assim, o moreno aprendeu que amar também tinha seu gosto amargo, mas ele podia colocar açúcar se quisesse adoçar.

[.]


Notas Finais


Obrigada pela atenção e me desculpem se o texto ficou chato demais, mas eu amo café — referência ao meu usuário. Enfim, é isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...