1. Spirit Fanfics >
  2. Umarekawaru >
  3. A suspicious cat boy

História Umarekawaru - Capítulo 26


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente! Sou Mirafukushi e trouxe um capítulo! Com esse corona vírus correndo solto por aí eu to literalmente confinada em casa com tempo de sobra para as minhas fanfics!
LAVEM BEM AS MÃOS! PASSEM ÁLCOOL NOS SEUS CELULARES JÁ QUE É O QUEM TEM MAIS GERMES!
Espero que gostem ~

Capítulo 26 - A suspicious cat boy


Yuna: QUER DIZER QUE O MEU PERSEGUIDOR ESSE TEMPO TODO ERA VOCÊ?!


???: Você tá ficando louca é Yuna? Que ideia é essa! Quer me deixar com traumatismo craniano?! 



Yuna: BEM FEITO PARA VOCÊ SHINSO! QUEM MANDOU SER O MEU PERSEGUIDOR?!


Shinso: Te seguindo?! Eu tava indo para casa! Caso você não saiba… A GENTE MORA NA MESMA VIZINHANÇA, NO MESMO BAIRRO, SUA ARROMBADA! 


Yuna: ARROMBADO É O BAKUGO! Se você não tava me seguindo, ENTÃO PORQUE VOCÊ COMEÇOU A CORRER ATRÁS DE MIM QUANDO EU COMECEI A CORRER TAMBÉM?!

Shinso: Eu corri atrás de você, porque como moramos perto um do outro eu pensei que podíamos voltar juntos para casa. ATÉ QUE UMA CERTA RETARDADA DESCONTROLADA ME ATACOU E QUASE ME MATOU! 

Yuna: Quer dizer que não era você quem estava me perseguindo?

Shinso: Claro que não sua maluca! Eu nem cheguei a te ver hoje o dia inteiro, na verdade a última vez que a gente se falou, foi quando treinamos para o meu teste de aptidão para entrar na U.A.


Yuna:.... Opa… 

Shinso: "Opa"?! OPA?! É SÓ ISSO QUE VOCÊ TEM A ME DIZER DEPOIS DE QUASE ME MATAR?!  

Yuna: Desculpa Ó Grande e tão amado, Shinso Hitoshi SENHOR PIKA DAS GARACIAS e do universo! Poderia por obséquio me perdoar pelo meu ato indiscriminado de suspeitar que vosso senhor fosse o meu perseguidor do colégio? 

Shinso: Era só para você ter dito "Me perdoe". Eu não entendi metade do que você acabou de me dizer. 


Yuna: EU TAVA TENTANDO SER CHIQUE! A CULPA NÃO É MINHA SE VOCÊ NÃO TEM UM VOCABULÁRIO AVANÇADO! 

Shinso: Você acabou de me agredir fisicamente e agora quer me agredir verbalmente? – Shinso falou mostrando uma carranca em seu rosto.  

Yuna: Desculpa… É que eu só estou frustrada porque eu pensei que finalmente tinha encontrado o meu perseguidor.



Shinso: Afinal de contas, que história é essa de "perseguidor"? 


Yuna: Acontece que desde que eu cheguei na U.A., tenho a sensação de que alguém estava me vigiando.


Shinso: E VOCÊ PENSOU QUE ESSE STALKER FOSSE EU? 


Yuna: Não me culpe, eu pensei que fosse você porque estava me seguindo!


Shinso me encarou por alguns segundos depois virou de costas para mim e começou a ir embora.


Shinso: Só para a avisar que, estou profundamente magoado com você Yuna. 


Yuna: "VOCÊ  TÁ DE SACANAGEM COMIGO NÉ?" – Gritei dentro da minha cabeça quase saltando fumaça pelas minhas vias respiratórias, agora acho que entendo um pouco o Bakugou. Sou temperamental que nem ele, se um dia a gente se casar eu tenho pena de quem seja os nossos vizinhos futuramente a gente precisaria de uma casa a prova de som, parando para pensar, será que eu me casaria com o Bakugou? 


Acabei de me dar conta que Shinso tava indo embora irritado comigo.

.


.


.


Ai, não acredito que eu vou fazer isso…




Pulei em cima das costas do Shinso.


Shinso: O que você está fazendo Yuna? 


Comecei a acariciar o queixo de Shinso como se ele fosse um gatinho, Shinso tentava não se render ao meu carinho mostrando uma carranca, mas não durou por muito tempo quando distribuí um beijo em sua bochecha e sua carranca mudou para um rosto corado igual a tomate. 


Shinso: Hmm… Não me provoque Yuna…


Yuna: Senão o que? 


Eu realmente deveria pensar no que vou dizer, principalmente em relação sobre com "quem" eu vou falar.


Shinso me pegou me prendeu seus braços e lambeu o meu pescoço.



.


.


.

Eu já disse que ele age e parece com um gato? Só precisa de uma cauda e orelhas que a fantasia de Neko fica pronta! NÃO DÁ NEM PARA NOTAR A DIFERENÇA.


Aquilo me fez sentir arrepios e deixei escapar um gemido e o pior é que o Shinso ouviu o meu gemido. 



Shinso: O que foi gatinha? Você fica excitada quando eu faço isso? – Shinso falou com a sua voz rouca e cansada perto do lóbulo do meu ouvido, esfregando seu nariz no meu pescoço lentamente. 


.


.


.


"ISSO AQUI É BEM MELHOR QUE OUVIR ASMR COM FONE DE OUVIDO! JESUS! ISSO É MELHOR QUE O PARAÍSO, ISSO É BOM DEMAAAAAAAAIS!" 




Shinso me soltou dos seus braços e mostrava um dos seus sorrisos ladino, satisfeito com o resultado que ele provocou em mim. 




Mal sabe ele que eu adorei mais do que ele pensa… Mas não posso deixar com gostinho de vencedor.



Yuna: S-Seu idiota! – Mostrei a língua para ele e ele apenas deu uma pequena risada, e distribuiu um beijo em minha testa.


Shinso: Sabia que você fica fofa quando está brava?  


Yuna: Humpf…. Sabia, todos dizem a mesma coisa… – Bufei irritada inflando minhas bochechas que logo ficaram vermelhas. 



Shinso: Então, vamos para casa?


Yuna: Está bem… – Pegamos nossas coisas e começamos a caminhar juntos.



(Quebra no tempo...)


Shinso: Então, é uma pena mesmo você não ter descoberto quem era o seu "perseguidor" afinal. 


Yuna: Não, tudo bem. Durante nossa volta para casa eu percebi que não tinha como ser você o meu perseguidor, porque essa pessoa estava também me observando dentro da sala de aula. 


Shinso: Quer dizer então que…


Yuna: O perseguidor é alguém da minha sala.


Shinso: Fico feliz que você tenha chegado a essa possibilidade, mas não fico nada contente em saber que você está sendo perseguido por alguém da sua classe. 


Yuna: Deve ser algum tipo de fã, ou talvez um admirador secreto. Ou deve ser alguém tímido que não consegue se comunicar comigo Shinso. Não se preocupe, eu vou ficar bem. Qualquer coisa eu dou um German Suplex igual eu fiz com você. 


Shinso: É, essa lembrança eu gostaria de esquecer se possível…. – Shinso falou num tom grave como se estivesse falando sério. 


Yuna: Ah aliás, como está sendo suas aulas na Turma B?


Shinso: Então… Tirando o Monoma da nossa classe… Até que é legal…


Yuna: Ata... "Já não suporto ele quando aparece no anime, imagina então passar o horário integral ao lado dele?" Então, quem é esse Monoma? 


Shinso: Um cara da minha classe que adora agir feito um retardado que deve possuir uma plantação de maconha em seu jardim, por sorte a nossa colega Kendo consegue dar um lição nele para garantir que ele não me faça pular da janela. 





O SHINSO NUNCA ME REPRESENTOU TANTO! 


Shinso: Bom, chegamos na sua casa. – Shinso e eu paramos em frente ao portão da minha casa. – Você quer que eu acompanhe você na hora da escola para não se sentir insegura com esse "perseguidor"? 


Yuna: Eu adoraria. – Eu sorri passando pelo portãozinho da minha casa. – Ah, eu quase me esqueci de algo importante! 


Shinso me encarou confuso enquanto me olhava correr na sua direção, apoiei minhas mãos em cima do portão e dei um selinho rápido em seus lábios. Me separei e pude ter uma visão do seu rosto confuso que não havia processado o que havia acabado de acontecer, em segundos seu rosto mudou para uma coloração avermelhada.


Yuna: Vingança por hoje mais cedo. Agora estamos kits. – Pisquei para ele mostrando a língua e adentrei minha casa. 



Shinso ficou parado em frente ao portão da garota e tocou os próprios lábios, tentando lembrar a sensação dos lábios rosados da garota contra o seu. Shinso sorriu e começou sua caminhada de volta para casa. 


Notas Finais


Ate mais! ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...