1. Spirit Fanfics >
  2. Umbrella >
  3. Se arrependimento matasse, eu já estaria morto

História Umbrella - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus amores, como vocês estão? (ノ*゜▽゜*)
Eu estou ótimo, doente mas ótimo. Queria imensamente agradecer a todos vocês pelos favoritos a história. Céus! Vocês são maravilhosos, se pudesse beijava a bunda de cada um de vocês hehehe.
Mas, falando sério, vocês não sabem como me animar ler seus comentários maravilhosos, me deixa mais animado para postar.
Sei que hoje foi um capítulo pequeno, mas vai começar a rolar merda na história e, para quem lê as notas inicias, a história vai ser Mpreg, beleza?
Boa leitura. ( ˘ ³˘)

Capítulo 11 - Se arrependimento matasse, eu já estaria morto


6 de janeiro de 2020 

E mais uma vez ali estava Tony observando o seu amado dormir de forma tranquila na cama que agora ambos partilhavam. Desde o dia da declaração, ambos não se desgrudaram mais, Peter, sempre que possível, estava ao lado de Tony, seja em eventos, em festas de gala ou coisa do tipo, ali estava Peter ao lado do grande Tony Stark. Todas as pessoas que viam ambos juntos sempre elogiavam a relação pai e filho que ambos tinham, afinal de contas era repleta de carinhos e gestos afetuosos, mas nenhum que acabasse por outras pessoas acharem esquisito, porém quando as câmeras não estavam perto, quando os flashes cessavam e as pessoas iam embora, era essa hora que ambos demonstravam o verdadeiro carinho que um tinha pelo outro. Sim, sabiam que tal coisa era errada, Peter e Tony estavam cientes de tal coisa, mais Tony estava mais ciente que Peter, infelizmente. 

Peter sabia que aquela relação era errada, sabia que não podia simplesmente demonstrar o que sentia para as pessoas, afinal de contas era um garoto menor de idade com seu pai adotivo e, por essa razão tinha medo das consequências que iriam se impostas aos dois se tal coisa fosse revelada e, principalmente, Peter não queria ter voltar ao orfanato. Aquele local até que era legal, mas fora daquele local, o moreno descobriu o real significado de amor, descobriu o real significado de família e, com toda a certeza não queria ter que perder aquilo tudo apenas por conta de uma paixão. Uma paixão que diversos consideram errada, mas que para ele era a razão de seu viver. 

Já Tony estava cada dia surtando mais e mais. Amava Peter, amava ele com o seu coração e faria qualquer coisa para poder vê-lo feliz, porém a cada dia que se passava, a sua razão tomava conta de seu corpo. Aquilo que estava tendo com o jovem era errado, poderia acabar com toda a sua carreira se alguém descobrisse, aquilo não iria dar certo. Mas, havia um problema, um grande problema: Tony amava Peter de uma forma gigantesca, faria tudo para o mais novo se sentir feliz e, tinha total certeza que ele não iria estar feliz se a relação de ambos fosse cortada como se fosse um pedaço de papel extremamente fino com uma tesoura extremamente afiada. Tinha em sua mente que o garoto iria se sentir usado, iria se sentir um lixo, mas o que poderia fazer? Aquilo estava sendo tão errado, mas ao mesmo tempo tão bom, porém não podia continuar com aquilo. Aquilo iria fazer seu local no inferno estar garantido, quer dizer, se já não estava, afinal de contas havia transado com Peter diversas vezes e, todas essas vezes sem proteção alguma. 

Tinha quer dar um fim nessa relação. 

E esse fim seria agora. 

Se levantou da cama com cuidado para Peter não acordar, afinal de contas, se o mais novo acordasse, tudo iria por água abaixo e, com toda a certeza, não era isso que ele estava querendo que ocorresse. Dessa forma foi até o banheiro e ali, apenas escovou seus dentes, lavou o rosto e deu uma ajeitada em seus cabelos, banho ele iria tomar quando chegasse em seu local que ficaria ao menos um mês mais ou menos. Sim, ele estava sendo um filho da puta em deixar Peter sozinho em casa, mas Anthony já era um filho da puta. O que tem de mais em ser um pouco além disso? 

Saiu do banheiro e, além de sua carteira, dentro da gaveta pegou um pedaço de papel e uma caneta azul. Naquele pequeno pedaço de papel amarelo, escreveu com uma caneta azul: “Sair para uma viagem e irei demorar muito para voltar. Não me procure e não me ligue.” Como sempre sendo uma pessoa um tanto quando dura e seca, até mesmo nos bilhetes. 

Queria estar fazendo isso? Não, não queria. Porém, isso parecia ser a única forma que iria conseguir se afastar de uma vez por todas de Peter e assim, voltarem com aquela relação de pai e filho. Sim, isso estava doendo o coração de Tony, mas parecia a coisa mais sensata a ser feita no momento. Claro, que essa era a coisa mais sensata na cabeça de Tony Stark. Anthony não pensou em como Peter iria ficar, não pensou nos sentimentos quebrados do adolescente, não pensou no que ele estava deixando para trás, não pensou nas consequências de terem transado diversas vezes sem camisinha. Tony, como sempre não pensou em absolutamente nada, afinal nunca experimentava essas consequências, mas ele iria experimentar elas e, iria ser mais cedo do que pensava. 

Saiu do quarto dos dois já com as roupas trocadas enquanto ligava para o seu piloto particular. Iria ficar, ao menos um mês, em uma casa longe de Peter, para assim ver se o mais novo entendia que ele não era uma boa pessoa para se manter uma relação. Mas, na verdade, Tony estava com medo. Estava com medo do que iria vir a seguir, estava com medo do que iria causar quando, e se, a relação deles viesse a público, afinal de contas, Peter era uma criança e Tony, bem... Tony era apenas Tony um filantropo, bilionário, rico para um caralho, que fazia tudo o que queria. 

Mas, será que tudo isso estava valendo apena? Será que tudo isso que Tony estava fazendo iria valer a pena?  

Tentava a todo custo não pensar no rosto magoado de Peter quando lesse o maldito bilhete que deixou em cima da escrivaninha. Soltou um longo suspiro e assim entrou no elevador, vendo as portas de metal sendo fechadas. 

  - Isso será necessário... Meu diamante. 


Notas Finais


O que acharam desse capítulo? Tão achando que o Tony está sendo filho da puta? É por que vocês não sabem o que ele vai aprontar e o que ele vai causar no Peter e o que el vai fazer Peter fazer, então, esse capítulo é dedicado a xingar o Tony, pois ele vai fazer muita, muita merda mesmo. ╭∩╮(︶︿︶)╭∩╮
Agradeço por lerem até aqui, principalmente por lerem as notas iniciais e finais, e agradeço pelos comentários e favoritos.
Amo todos vocês e beijo na bundinha linda de cada um de vocês. ( ˘ ³˘)♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...