História Un Unknown Killer - Kim Taehyung - Capítulo 63


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X, SHINee
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Min Hyuk, Minho Choi, Park Jimin (Jimin), Show Nu, Taemin Lee, Won Ho
Tags Amor, Drama, Romance, Violencia
Visualizações 373
Palavras 1.231
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Lírica, Mistério, Policial, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura/Amo vocês
▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪
Intro:Singularity
▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪
Se tiver erros, me desculpem.
▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪▪

Capítulo 63 - Lee Hana


Fanfic / Fanfiction Un Unknown Killer - Kim Taehyung - Capítulo 63 - Lee Hana

▪Lee Hana▪

Povs.On Jane

Tomei meu café e conversei com as garotas mais outra vez. Minha cabeça estava tão cheia.

Elas achavam que eu estava prestando atenção e dando muita importância o como foi a noite das três ontem. Mas, eu estava com minha cabeça em outro lugar. A tal noite com HyunWoo.

Eu não queria aquilo. Eu estava com medo. Medo disso, medo do que seria.

Além disso eu tinha a tarde toda pra "preparar"minha roupa. Era isso que as garotas animadas mais do que eu, queriam. Me ajudar. Afinal, "É a noite com seu dono, deverá estar linda" ou "Use está, acho que ficará bom no seu corpo".

Foda-se.

Eu não quero.

-Emma…-levantei mais outra vez minha cabeça quando fui tirada novamente dos meus pensamentos por Sanbi.

-A h desculpe-passei a mão no rosto-não consegui dormir direito-aquilo era mentira, eu dormi que nem uma pedra. Não sei como.

-Ah querida…- passou a mão nos meus ombros-Vejo nos seus olhos que não quer estar aqui está noite-disse olhando pra mim pelo espelho.

Assenti com a cabeça cansada de tanto ficar naquela posição.

-Mas, tem pelo menos que fazer um pouco de esforço…-disse no meu ouvido-faça força pra usar aquela roupa, huh? E faça força pra sair com ele daqui a pouco.

Aish, ainda podia pensar se aquilo que Jooheon tinha me contado era real.

Que ele me levaria até a última garota.

Mexi os ombros e ouvi um bufar seu.

-O que gosta mais de fazer?-me olhei no espelho e fiquei um bom tempo analisando o penteado que Sanbi podia fazer.

Uau, era bem talentosa.

-eu…-apertei minhas mãos às olhando-jogar cartas-encontrei os olhos da senhora-Eu…jogava com uma pessoa-murchei minha voz quando lembrei de Jimin.

-Ah sim…-voltou a tocar nos meus ombros-Mas, mesmo eu não sendo essa pessoa…você pode jogar comigo-ri da sua simpatia-posso ser bem velha, mas...Eu gosto de um bom jogo de cartas-aquilo me animou. Assenti.

E ela me mandou um sorriso confortante.

(Quebra de Tempo)

Olhava pra janela com os meus olhos fracos. Mirei minha visão para o retrovisor e vi os olhos negros de HyunWoo me secarem.

Engoli em seco disfarçadamente e voltei a olhar para aquelas ruas.

Suas mãos no volante me lembravam um certo alguém. Ele dirigia igualzinho a Taehyung.

Neguei com a cabeça, tentando esquecer por aquele tempo de percurso.

Quando senti o carro parar, tirei minha cabeça que estava apoiada na minha mão e olhei para o banco do motorista.

HyunWoo tirava seu cinto de segurança e eu fazia o mesmo, enquanto tentava estudar o local.

Tinha luzes de led do lado de fora e bem nítido o nome "Beauty Glamour".

Beauty com uma luz led vermelho e Glamour com um rosa forte. A frente tinha um telão com "horários e datas".

Senti HyunWoo a frente da porta, ele a abriu e estendeu sua mão.

-Vamos…-ele usava um sobretudo azul marinho e sua outra mão mantinha-se no bolso.

-Onde estamos?-sai do carro sem dar minha mão. Ouvi seu bufar, mas logo depois o tomar.

-Um lugar muito especial pra mim-apertei meus olhos sem entender. Eu ainda estava confusa com o que era ali exatamente-Vamos entrar…-ele me puxou e nós passamos. Aos poucos fui ouvindo uma música estranha.

Passamos por uma cortina colorida. Olhei a decoração. Era completamente tudo retrô. Diferente.

-Você sabe…-sai dos meus pensamentos com a voz de HyunWoo. Ele falava com uma moça bem mais velha que ele, mas não uma senhora que nem Sanbi.

Meus olhos percorreram sua roupa, ela usava uma peruca e não deixava de mostrar seus seios que quase ultrapassavam seu decote de tão grandes.

Ela saiu rebolando e com um sorriso esperto para o homem a minha frente. Nós começamos a segui-la, pelo o que me parecia.

Tinha um palco de longe e mesas cheias de copos. Copos usados. Era um clube?

Virei meu olhar em outra direção e notei um mastro de poledance. Não apenas um, mas vários. O que era aquilo?

Apertei minhas mãos. A mulher parou em frente à uma cortina fechada, bem afastada da música, mas próximas aos poledances.

-Ela não se comportou está noite…novamente-mascou seu chiclete e olhou para HyunWoo que assentiu.

-eu vou conversar com ela…-mexeu a cabeça reverenciando junto a um olhar de "só você me entende".

A mulher saiu dali e HyunWoo afastou aquela cortina me puxando.

Engoli em seco, aquele lugar estava quente e parecia um camarim.

Olhei o ao redor, vendo vários figurinos, além de maquiagens profissionais e perucas novas.

Olhei para outra direção e aquele homem parecia conhecer o local com a palma das suas mãos.

-Onde estamos?-passei a mão nos braços, sentindo um vento frio.

-Você vai ver…-ele retirou seu terno e alargou sua gravata, o que me deu um pouco de medo, mas me aliviou ao vê-lo passar até uma outra cortina.

-Sabe Emma...acho que está na hora de eu te apresentar uma pessoa-começou a elevar sua voz , enquanto arregaçava suas mangas-É incrível como ela é parecidissima com você…-falava enquanto me olhava de longe. Engoli ainda mais em seco-Ela é teimosa, adora desobedecer e…está aqui…

Eu não sabia o que falar.

-Quantas vezes eu recebi reclamação dela está semana…eu não podia deixar ela na minha casa e resolvi trazer ela para um lugar mais confortável-ele puxou a cortina-Eu estou cansado de receber reclamação de você mocinha!!-começou a gritar. Ele estava completamente mais louco que o normal.

Estava me dando medo.

-Está me ouvindo...?-perguntou pra tal pessoa, a tal "ela" que estava do outro lado e não respondeu-Será castigada por isso…-me aproximei

-O que está fazendo?-toquei no braço grande dele e senti ele puxar alguém.

Meus olhos se deparam com uma garota loira dos olhos castanhos. Ele a segurou pelo pescoço e ela segurava suas mãos como quem pedisse ajuda.

Podia notar o quanto de marcas seu pescoço tinha e ainda mais a roupa que ela usava.

Meus olhos murcharam. Engoli em seco e puxei os braços dele.

-Solte ela! Esta a machucando!-elevei minha voz enquanto notava ela tentar falar.

Ele a soltou e ela caiu fraca. A garota era magra e era bem bonita. Confesso que seu rosto me lembrava alguém.

-Por que não pode obedecer nenhum instante, sua vadia?-colocou a mão na sua cintura enquanto ia em outra direção do camarim. Olhava pra ela, pra confirmar se ela estava bem. Ela parecia tão fraca-Sempre me dando o trabalho de vir aqui e te dar uns tratos…-ele voltou a vir na nossa direção.

Segurei seus pulsos assim que senti sua mão no meu pescoço e vi ele fazer o mesmo com o dela. Novamente.

-Você conheceu sua amiguinha?-sacodiu minha cabeça. Faltava-me o ar-Huh? Essa aqui é a Emma…-bati nas suas mãos, mas não conseguia-essa aqui é a Lee Hana...-meus olhos meio fechados encararam a garota.

Voltei o ar, assim que ele nos soltou.

-Duas putas teimosas...-rondou o local-E Emma...assim como ela o seu dia chegou, e é hoje-engoli em seco massageando meu pescoço-Hana!Diga a ela o que você faz quando debodece a mim…quando eu venho aqui e recebo a notícia que você foi teimosa mais uma vez-a garota ainda tossia.

Ela estava tão mal. Parecia estar um bom tempo ali. Seus cabelos estavam bagunçados e ela mordia o lábio com a cabeça abaixada.

-Me responda!-pegou no seu cabelo-Já disse que não gosto quando não sou respondido…-apertou ainda mais, a garota gemia baixinho.

-para de fazer isso!-tirei suas mãos dali tentando ajuda-la.

-se ela não vai falar…-me encarou-Eu mesmo falo…-apertou suas mãos-Putinhas como vocês fazem um belo trabalho no meu pau-minha respiração começou a acelerar com as palavras dele.

O encarei com o maior medo transmitindo isso pelos meus olhos.

-Agora imagine Emma…-senti minhas lágrimas-se uma já é boa…imagine duas-me encarou profundamente-Huh?-tocou no meu cabelo


Notas Finais


OK


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...