1. Spirit Fanfics >
  2. Unconditionally - ChanBaek >
  3. Capítulo Dois

História Unconditionally - ChanBaek - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Cap que eu amei escrever rsrs


Espero que gostem, me desculpem qualquer erro e boa leitura.

Capítulo 3 - Capítulo Dois


Fanfic / Fanfiction Unconditionally - ChanBaek - Capítulo 3 - Capítulo Dois

Chanyeol e seu sogro caminhavam pelo corredor do hospital, o alfa mais velho lhe dava instruções sobre o novo cardiologista que iria chegar para se juntar ao time de médicos do Choi Family Memorial. 

A família Choi era dona daquele hospital a três gerações, Seunghyun havia herdado de seu pai, que havia herdado do pai dele e assim por diante, e em breve Minseok herdaria. Houve uma pequena decepção da parte do pai de Seunghyun, porque seu neto havia nascido um ômega, quebrando a dinastia de alfas altos e fortes. Porém, não havia sido tão ruim assim, Minseok mostrou a seu avô ser tão capaz de comandar um hospital quanto qualquer alfa. Só que a condição de seu avo para ter direito a herdar o hospital era que se casasse logo com um bom alfa. E Chanyeol foi o bom alfa escolhido, já que seu pai era sócio e fornecedor. 

— Seu nome é Kim Jongdae, ele é um alfa recessivo... — Uma pessoa é marcada como recessiva quando seus instintos e genes lupinos demoram a aparecer, isso quer dizer que ele terá complicações na hora de ter filhos, ou em outras palavras, seu esperma é fraco no caso dos alfas, e para os ômegas, seu útero é lento. — Acabou de terminar sua formação, aqui será seu primeiro emprego, eu prometi a seu pai que o ajudaria, então confio a você e Minseok essa tarefa. — Disse o alfa mais velho, colocando a mão no ombro do Park enquanto entravam na sala da direção. 

Chanyeol sentiu-se importante, ele percebia que Seunghyun confiava de verdade em si, não somente por namorar seu filho. 

— Fico feliz que confie em mim, não irei decepciona-lo. 

Seunghyun sentou em sua cadeira, fazendo um gesto para que Chanyeol se sentasse na cadeira a frente a sua mesa. 

— Sei que não irá... Mas há outra coisa que precisamos falar. — Seu tom havia ficado mais sério ainda. — Olhe, eu não gosto de pressiona-los, mas você e Minseok sabem que precisam apressar logo esse casamento, não é? 

O Park assentiu, engolindo a seco. 

— Estamos falando sobre isso ontem enquanto arrumávamos algumas coisas de Minseok no meu apartamento. Pretendemos fazer uma cerimônia simples, sem chamar muita atenção e depois nos mudaremos para lá... 

— É bom que tenham tomado uma atitude, mas seria melhor se já marcassem a data. 

— Por falar nele, o Minnie não veio hoje? Ele nem ao menos me ligou... — Chanyeol mudou de assunto, não queria ter que discutir a data de seu casamento agora. 

— Isso é outro assunto que quero falar, Minseok e seu pai ômega estão em casa, desde que ele voltou da sua casa ontem a noite que está doente. Eu já ia te perguntar o que tinha acontecido, já que ele não fala. 

Chanyeol mais uma vez engoliu a seco, será que Minseok havia ficado chateado após dizer que não queria filhos? 

— Eu não sei, ele parecia bem ontem. 

O senhor Choi pareceu acreditar, mas ainda havia algumas duvidas no ar. 

— Bom, há ainda algo que preciso me certificar... Acha que ele pode estar grávido? 

Chanyeol arregalou os olhos, suando frio em seguida. 

— N-não... Quero dizer, nós não usamos camisinha, mas ele disse que toma seus remédios corretamente. 

Seunghyun suspirou aliviado. 

— Eu sei que ainda são meio jovens, mas, por favor, se cuidem. Meu pai surtaria se Minseok aparecesse com um filhote agora, você sabe como ele é conservador. 

Chanyeol sabia sim o quão inconveniente o pai do senhor Choi pode ser. Certa vez, quando estavam em um jantar na casa do velho, ele praticamente humilhou Jiyong, pai de Minseok, por não ter tido um filhote alfa para continuar com a linhagem. 

— Fique tranquilo, senhor, nem eu, nem o Minnie queremos filhotes agora. 

Seunghyun sorriu aliviado para o genro, mas logo em seguida a recepcionista ligou dizendo que Kim Jongdae já havia chegado. Ambos correram para recebe-lo e Chanyeol tratou de mostrar como funcionava tudo no hospital e entregar seus horários. 

Embora ocupado falando com Jongdae, sua mente não parava de pensar em Minseok e uma possível gravidez que ele esteja escondendo. Porque se Minseok estiver mesmo escondendo uma coisa seria dessas, Chanyeol não sabe como vai reagir. Ele odeia segredos desse tipo. 

 

 

 

 

 

 

[...] 

 

 

 

 

 

Depois de um pequeno plantão de apenas doze horas, Chanyeol nem foi para sua casa ao fim do expediente, tratou de correr para casa de seu amigo Sehun. Precisava desabafar sobre toda essa história com alguém, e Sehun, além de ser seu melhor confidente, estava esperando um filhote também, talvez ele tenha alguma experiencia no assunto. 

— Estou te dizendo, cara, seu ômega com certeza deve estar grávido. — Disse o Oh. — Se o pai dele veio te perguntar isso, depois de você ter dito que não quer um filho agora, é porque tem algo. 

Os dois alfas estavam sentados no sofá da sala a assistir a um dos filmes do Jackie Chan, algum que é o favorito de Sehun, Chanyeol nem sabe o que se passa no filme. 

— Como você sabe, Sehun? Você nem conseguiu descobriu sobre minha gravidez que sou seu marido... — Luhan surgiu sala, sustentando sua barriga um tanto grande para dezessete semanas. Havia revelado há cerca de dois dias atrás que estava esperando um filhote antes mesmo do casamento. 

Ele se sentou ao lado de Chanyeol e dividiu sua pipoca com ele. 

— Então, quase cinco meses e vocês não desconfiaram de nada? — Chanyeol perguntou. 

— Claro que eu sabia, olha o tamanho disso. — Luhan apontou para sua barriga enquanto tinha a boca cheia de pipocas ainda. — Só escondi até o casamento, por senão meu pai ia surtar e ia querer matar o Sehun. Por isso, eu vivia de moletom e roupas grandes e largas, me sentia a própria Kylie Jenner. 

— Ele acha que estamos esperando até o casamento pra poder trepar. — Sehun completou. O pai de Luhan era conservador e muito religioso, dizia que havia criado Luhan para ser um ômega de família, por isso queria que o filho fosse mantido puro. — Mal sabia ele que Luhan e eu transamos desde os dezessete. 

Chanyeol gargalhou e Luhan revirou os olhos. 

— Vocês são uma comédia, mas estou ansioso para ver meu sobrinho. — O Park passou a mão pela barriga do chinês, sentindo-a dura e grande. 

— São sobrinhas. — Luhan deu ênfase no “nhas”. 

— Como assim? — Sehun e Chanyeol perguntaram ao mesmo tempo. 

— Eu esqueci de mencionar, antes de ontem quando fui fazer o exame, descobri que são duas fêmeas, uma ômega e uma alfa. 

Nenhum dos dois alfas não sabiam o que dizer, Chanyeol por não conseguir tirar Minseok da cabeça e pensar que ele pode estar a esconder uma gravidez também, e Sehun por não acreditar que Luhan guardou esse segredo por tanto tempo. 

— Por que não me falou? — Perguntou o alfa Oh. 

— Porque você é linguarudo e ia acabar contando a todo mundo logo. 

Sehun concordou, dizendo que fazia sentido, porque ele sabe que não ia se aguentar, mas ainda assim se sentiu burro, 

— E agora? Seu pai vai perceber que as datas quando elas nascerem mostram que você já estava grávido antes de casar. — Chanyeol quis saber o que Luhan planejava. 

O ômega deu de ombros.  

— Agora não há mais problema. O casamento já passou e não tem risco de meu pai fazer um escândalo na festa. No máximo, vai querer arrancar o pau de Sehun fora. 

— Meu pobre pinto. — Sehun colocou as mãos entre as pernas, enquanto segurava sua região e forçava uma careta de dor. 

Chanyeol mais uma vez riu da confusão que eram os amigos, levando um gole de sua cerveja a boca. Em nenhum minuto deixava de pensar em Minseok, ele iria enlouquecer qualquer momento se não falasse logo com o noivo. 

— Mas fique tranquilo sobre o Min, okay? Eu conheço meu amigo, ele não iria deixar de me contar uma coisa dessas, ele nem saberia o que fazer.  

Luhan tentou o tranquilizar, mas era vão. 

O Park assentiu, mesmo já com o celular nas mãos a ponto de mandar mensagens para seu ômega. 

Chanyeol: Você já chegou em casa ou ainda está com seu pai? 

Chanyeol: Nós precisamos conversar. 

Enviou essas mensagens para Minseok, não demorando mais de quatro minutos para receber uma resposta. 

Minseok: Já estou em casa, o que aconteceu? 

Chanyeol: Estou voltando, quando eu estiver aí conversamos. 

Minseok: Okay. 

O Park se despediu de seus amigos e disse que precisava ir porque Minseok já estava em casa. Antes de ir ouvir Sehun fazer gracinha dizendo que seu ômega também estava grávido e escondendo gêmeos dele. Chanyeol riu de nervoso, mas Luhan interpretou isso como deboche e ficou com raiva do marido. Mas Chanyeol não ficou para ver no que ia dar, sua ansiedade estava lhe devorando para falar com seu noivo logo. 

— Minnie, cheguei. — Disse ele ao abrir a porta, em seguida colocou as chaves na mesinha no canto e saiu atrás do ômega. 

Chanyeol andou boa parte de seu apartamento procurando pelo noivo, passou pela cozinha e subiu as escadas para encontra-lo no quarto, debaixo das cobertas assistindo a algum filme de princesa da Disney. 

— Oi, o que aconteceu? — Minseok perguntou ao notar a presença do alfa no quarto. 

Chanyeol nada respondeu, apenas se jogou em cima da cama e agarrou o noivo, o abraçando forte. 

— Por favor, não esconda se estiver grávido. — Foi tudo o que ele disse, com o rosto enterrado no pescoço de seu ômega. Ele cheirava a morangos frescos e isso acalmava a Chanyeol. 

— O que? 

— Você está grávido, não está? Por isso que ficou chateado quando eu disse que não queria filhotes... Seu pai me disse que você estava doente hoje mais cedo.  

Minseok sentiu Chanyeol o apertar mais, os fazendo ficar deitados de lado na cama. 

— Ei, que história é essa? Eu não estou grávido não. Por que meu pai diria isso? 

— Não está? 

— Não, eu juro, de manhã eu estava passando mal porque comi uma rosquinha de leite e você sabe que eu tenho intolerância à lactose. Fui para casa de meu pai pegar mais algumas coisas minhas, aí acho que meu pai alfa viu e pensou errado... 

Chanyeol suspirou aliviado, ainda abraçado ao menor. 

— Promete que se estiver grávido não vai esconder de mim? Mesmo que eu diga que não quero filhos, eu nunca iria abandonar você ou nossa criança. 

— Eu sei, eu sei, mas confesso que fiquei meio chateado ao ouvir que você não queria ter filhotes. 

— Eu quero, mas não agora, okay? 

Minseok assentiu satisfeito, os dois continuaram abraçados por vários minutos, e até se beijavam vez ou outra, mas o aparelho telefônico de Chanyeol vibrou, anunciando uma nova notificação. 

Ao pegar seu celular, notou que o tal de Zitao que postava vídeos do menino chinês que parecia consigo havia finalmente lhe respondido. 

@zitao_wu respondeu: “muito obrigado pelo elogio, mas tian não é meu filho. ele é o filhote de meu melhor amigo buoxian”. 


Notas Finais


Prestaram atenção nessa paranoia do Chanyeol pensar que o Minseok tá escondendo gravidez? Tudo o que ele pensa sobre isso vai ser importante no futuro.

Buoxian*** é o nome chinês do Baekhyun, eu descrevo o Zitao chamando ele de Baekhyun em coreano, mas é tudo em chinês mesmo, okay?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...