História Unconditionally - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Tags Gochi
Visualizações 70
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa a demora,mas como alguns devem saber,as férias acabaram,meu notebook quebrou e estou escrevendo pelo celular.
Boa leitura

Capítulo 15 - Descobertas


O estado de Chichi tinha melhorado. Estava tão concentrada em seu trabalho que não tinha tempo para pensar nas coisas que a assombrava. E quando sentia que estava perto de surtar,corria para seus tios que conseguiam passar conforto e proteção a sua sobrinha.

Chichi estava em seu quarto penteando seus cabelos em um rabo de cavalo,quando Raditz a ligou. Era pra ela se encontrar com Goku e ele na casa do Goku.

Chichi estranhou o fato da na casa do Goku.

Arrumou suas coisas e foi para a casa dele,seguindo o endereço que Raditz lhe passou.

-Oi,Chichi. Entre._Raditz a cumprimentou.

-Olá.

Ela entrou e viu que a casa estava vazia.

-Onde está Goku?

-Ele não estava com você?_Ele perguntou desesperado.

-Não,achei que ele já estivesse aqui.

-Puta merda._Raditz viu as horas no seu relógio._23:19. Ele nunca fica tanto tempo longe de casa.

-Não está no trabalho dele?

-Ele foi afastado até resolver o caso. Eu já liguei pra ele e não me atendeu.

-Merda.

Chichi se sentou no sofá com as mãos na boca,suspirando pesadamente.

-Precisamos encontrá-lo.

-E como faremos isso?

-Eu irei na casa dos meus pais. Eles podem nos ajudar._Raditz não esperou resposta de Chichi e saiu da casa,entrando no seu carro e dirigindo rapidamente.

Chichi puxou o ar e saiu de casa.

Ela iria procurar Goku pelas ruas.

Caminhou até o restaurante que ele costuma frequentar. Entrou e rodou o lugar. Nada,ele não estava ali.

Quando pôs o pé para fora do restaurante,uma chuva muito densa caiu, forçando-a voltar para o ambiente.

Ficou encarando a porta.

-Acho melhor não sair agora.

Um homem de cabelos espetados numa mesa próxima a porta disse e ela o encarou. Ele estava com uma taça de vinho em mãos.

-Sente-se aqui e espere a chuva passar.

Chichi melhor do que ninguém sabia que não podia sentar e comer com um estranho,enquanto Goku estava por aí.

Mas ela o fez.

-Eu espero que passe logo._Ela disse encarando o homem.

-Eu não. Gosto da chuva,e ela me trouxe uma boa compania depois de uma noite trabalhando muito.

Ela ergueu uma sobrancelha.

-Você trabalha com o quê?

-Digamos que eu dou as pessoas o que elas merecem._Ele disse erguendo a taça de vinho até sua boca. Chichi focou seu olhar no anel que ele usava. Era um anel prateado com uma caveira cravejada de diamantes._Aceita?

Ele perguntou e Chichi negou.

-Não,eu não quero beber.

-Por que? Está com medo de me achar irresistível depois de algumas taças de vinho?

Chichi se surpreendeu com a audácia daquele homem,cuja ela nem sabia de quem se tratava.

-Não,eu quero ficar sóbria hoje. Tenho que encontrar alguém.

-Para mim você já encontrou.

-Você sempre transforma suas frases em frases de duplo sentido?

-Depende de quem eu estou conversando.

-Então já fez isso com outras pessoas desconhecidas?

Ele aproximou seu rosto ao dela.

-Não. Você é a primeira._Ele voltou ao seu lugar.

Chichi soltou o ar. Aquele sujeito estava intimidando-a.

Chichi viu ele terminando de beber.

-A chuva passou._Ele disse erguendo uma sobrancelha e com um sorriso._Ainda quer aproveitar minha presença? Posso te acompanhar.

Chichi se levantou e o sujeito também.

Eles pararam na porta.

-Você não me disse seu nome._Ele a impediu de sair.

-Chichi. E você?

Ele sorriu e estendeu uma mão para ela,Chichi segurou sua mão e sentiu ele lhe dando algo parecido com um cartão.

-Vegeta Sadala.

E ele se pôs a caminhar na direção contrária de Chichi, até o seu carro.

Chichi esperou ele sair com o carro para poder ver o que ele tinha lhe entregado.

Era um cartão de visitas.

Era todo negro e não possuía nada,apenas o nome e o número de celular.

-Vegeta Sadala._Ela guardou o cartão no bolso de sua calça.

A chuva recomeçou,mas dessa vez ela não iria parar. 

Caminhava rápido e se abraçando para conter o frio que estava sentindo.

Passava por todos os lugares que frequentou com Goku. 

Raditz já havia ligado para perguntar se já tinha encontrado-o.

Chichi foi ver as horas.

01:27

-Droga,Goku. Onde você está?

Ela resolveu parar e pensar.

Onde ele estaria antes de se encontrarem?

Era óbvio. A academia.

Chichi correu para lá,mas a mesma estava fechada. Dando um misto de raiva e tristeza para ela.

Passando a academia ela entrou em um beco e viu um corpo jogado no chão,em meio a poça d'água. Colocou um pé pra trás e pegou seu celular para chamar a polícia,mas algo naquele corpo chamava sua atenção.

Ligou a lanterna de seu celular e se aproximou do corpo,dando um gritinho ao constatar que aquele corpo era de Goku.

Jogou o celular no chão e virou o corpo dele para cima e pondo seu rosto no peito largo de Goku para ouvir seus batimentos cardíacos. Ela não conseguia ouvir nada.

Pôs seu dedo no nariz dele e suspirou aliviada ao sentir ele expulsar o ar. Estava vivo,apenas inconsciente.

-Vamos,Goku. Levante._Tentou acordar ele. Sem sucesso.

Passou os braços de Goku pelo seu pescoço e o levantou. Começou a caminhar arrastando o corpo de Goku em suas costas.

Era pesado,mas o levaria até sua casa para tratar os ferimentos.

Caminhava com dificuldade. Estava tudo escuro,estava chovendo e pra piorar tinha jogado seu celular no chão, não poderia usá-lo para iluminar o caminho.

Abriu sua porta e o puxou rapidamente. Goku poderia estar doente depois de ficar na chuva todo esse tempo.

-Tia! Tio!_Chamou por eles jogando puxando Goku para o andar de cima,colocando em sua cama.

Eles não estavam em casa. 

Que merda.

Chichi correu até a cozinha para pegar o kit de primeiros socorros. Voltou correndo para o quarto e começou a tratar seus ferimentos.

Goku pareceu ser atacado por uma pessoa. Havia hematomas por todo seu corpo, arranhões,cortes e sangue por todo o corpo,mas algo em seu rosto chamou a atenção de Chichi. Havia uma marca em sua testa. Goku tinha um desenho em sua testa. Não conseguia decifrar o desenho pois saía sangue desse desenho. 

Que tipo de pessoa faz um ferimento em forma de desenho?!

Não sabia que desenho era aquele,mas não pensou muito nisso.

Depois de tratar seus cortes,Chichi se levantou com um suspiro. Teria que tirar a roupa molhada de Goku para ele não ficar doente.

Só de pensar nisso,sentiu suas bochechas esquentarem e não era preciso um especialista para saber que ela estava corada e envergonhada.

Puxou as roupas de Goku para fora de seu corpo,ficando cada vez mais corada. Ela tinha despido um homem por inteiro.

Rapidamente jogou seu cobertor em cima dele.

Foi para o banheiro tomar um banho. Tirou sua calça e algo caiu de seu bolso. Era o cartão que o homem tinha lhe entregado.

O cartão estava úmido depois de ficar na chuva.

Colocou em cima da pia.

Tomou um banho rápido e usou seu secador para secar seus cabelos, aproveitando para secar o cartão de Vegeta Sadala.

-Vegeta Sadala._O nome do sujeito soou em seus lábios. Tinha certeza que já ouviu falar deste homem. 

Mas onde?


Notas Finais


Bjs e até ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...