História Unconditionally - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Tags Gochi
Visualizações 85
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 17 - Distração


Goku desceu as escadas da casa de Chichi com dificuldades, já que todo seu corpo doía,e não iria pedir ajuda por conta do seu orgulho.

Encontrou Chichi na cozinha, sentada na mesa enquanto lia um livro.

Ele se juntou a ela.

-Eu não irei cozinhar. Pedi comida chinesa._Ela disse ainda lendo o livro.

-Eu gosto._Ele disse encarando ela. Ele começou a rir,fazendo Chichi se desconcentrar.

-O que foi?

-Desculpa é que..._ Ele não parava de rir,fazendo Chichi parar de ler seu livro._É...

-Para de rir de mim,Goku.

-Me desculpe._Ele enxugou as lágrimas de felicidade._ é que eu não entendo como você fica envergonhada por me ver nu,mas foi você que me deixou assim.

-Você estava dormindo. Foi menos vergonhoso.

-Eu que deveria ficar com vergonha.

-E por que não ficou?

-Porque o Goku Júnior é para se orgulhar.

Chichi tentou se manter séria,mas falhou miseravelmente nessa missão.

-Goku Júnior?!

-Não gostou do apelido?

Chichi só sabia rir.

...


Na casa dos pais de Goku


-Maron,por favor!  

-Não,Turles.

-Ah,qual é?! Qual o problema?

-Você vai me fazer de idiota.

-Não vou. Prometo!

-Minha resposta ainda é não.

-Ah,mas que merda.

Turles fingiu estar triste.

-É a quarta vez que você ganha.

-Isso significa que sou muito boa em Xadrez,Turles.

-Você está roubando.

-Aceite a derrota.

Turles e Maron estavam na sala de estar jogando xadrez. Bardock via toda a cena rindo. Maron havia se tornado uma filha que ele e Gine não tiveram.

Sentindo seu celular vibrando em seu bolso,Turles se levantou pedindo licença e subiu para seu quarto.

Revirou os olhos ao ver que quem ligava era um número privado.

-Oi?

-Já fez o que pedi?

Turles fechou o semblante.

-Não, Broly.

-É bom que faça logo. Sabe o que farei se não fizer isso.

Turles desligou o celular. Precisava fazer algo.

Desceu as escadas correndo.

-Vou sair, não sei que horas volto.

Ele se despediu da sua família e dirigiu até a casa de Raditz.

Bateu na porta nervosamente.

Raditz abriu a porta, espantando se ao ver seu irmão ali. Turles nunca fora muito de sair de casa. Sempre preferiu ficar em casa a sair com amigos e família.

-Finalmente veio me visitar?

-Não. Isso fica pra outra hora. Onde está Goku?

-Na casa da advogada dele.

-Onde é?

-Por que quer saber?

-Porque quero falar com meu irmão. Fala logo,Raditz.

Raditz anotou o endereço para o irmão mais novo.

Turles seguiu o endereço rapidamente e deu três socos na porta de Chichi,e quem abriu foi Goku.

-Turles! O que faz aqui? E como descobriu?

-Pouco importa. Sua advogada está?

-A Chichi? Não,ela saiu para resolver algumas coisas e me deixou aqui.

-Bom._Turles empurrou Goku para entrar na casa.

-O que está acontecendo?

-Eu não sei mais o que posso fazer,Goku.

-Sobre?

-Broly.

...


No centro da cidade


Chichi caminhava não prestando atenção em seu caminho. Estava tão distraída pensando em Goku e em seus ferimentos que podia ser atropelada.

Chichi havia saído para comprar coisas para sua casa,mas acabou esquecendo sua carteira em casa, então acabou não comprando nada.

Estava frio e ela se abraçava mais.

Sentiu um pingo de água cair em seu nariz e revirou os olhos. Iria chover e ela não estava nem perto de casa.

E então a chuva começou. Forte com pingos finos.

Começou a andar mais rápido,e não havia um Táxi que ela poderia pegar.

Passou esbarrando em pessoas que andavam aleatoriamente tentando escapar da chuva.

-Ei, não vê não? Presta atenção no caminho.

Chichi se virou para ver quem estava chamando sua atenção.

-Ah, é você,Chichi._Vegeta se aproximou dela com seu guarda chuva._Me desculpe pela minha grosseria.

-Está tudo bem. Eu não estava prestando atenção mesmo.

-Olha,ao meu ver, você está com frio. Muito frio,pra ser mais exato.

-É,eu não estava esperando essa chuva.

-Chuvas de verão. Vem e vão a hora que querem.

Chichi suspirou se encolhendo mais ainda.

-Onde mora,Chichi?

-Um pouco longe daqui. Não apareceu nenhum táxi por aqui.

-Eu te levo.

-O que? Não posso aceitar.

-Mas é claro que pode. Não a deixaria nessa chuva. Vamos._Vegeta guiou Chichi até seu carro.

Logo ele estava seguindo o endereço dado por Chichi,mas parou no meio do caminho.

-O que foi?

-Trânsito. Só vamos chegar na sua casa amanhã.

Chichi jogou a cabeça pra trás com um suspiro,se segurando para não sair daquele carro e ir a pé para a casa. Na verdade,era isso que iria fazer.

-Então irei a pé._Ela ameaçou abrir a porta do carro,mas Vegeta trancou elas.

-Não. A chuva está ficando cada vez mais forte.

-Então o que sugere que eu faça?

-Eu já sei.

Vegeta voltou com o carro e seguiu por um caminho que Chichi nunca havia feito.

Parou em um apartamento grande.

-Onde estamos?

Ele saiu do carro e puxou Chichi para entrar no apartamento junto dele.

-Bem vinda ao meu apartamento, Chichi.

Eles subiram para um determinado andar e entraram no apartamento de Vegeta.

-É bem grande, Vegeta._Ela disse rodando os olhos pelo apartamento cinza e branco.

-Eu gosto de espaço.

Vegeta buscou uma toalha para Chichi se secar.

-Por que está fazendo isso?

-Isso o que?

-Nem me conhece. Eu poderia ser uma pessoa perigosa.

-Você não sabe quem é perigoso nesse mundo,Chichi. Eu sei. E você certamente não é uma dessas pessoas.

O celular de Vegeta tocou,ele pediu licença e foi para outro cômodo.

Chichi foi até a janela,observando a vista. Realmente era bem bonito,mesmo com a chuva.

-Chichi, precisarei dar uma saída. Fique a vontade.

-Está tudo bem?

-Sim, são só coisas do trabalho.

Ela se sentou no sofá depois que Vegeta saiu.

Pegou seu celular e ligou para Goku.

-Chichi! Já estava preocupado.

-Eu estou...

-Você está bem? Está chovendo muito. Quer que eu te busque? Onde você está?

-Tem trânsito perto de casa, você não conseguirá sair daí.

-Chichi,eu não estou perto da sua casa.

-O QUÊ? ONDE VOCÊ ESTÁ?

-Eu estava com meu irmão até agora. Estou perto da avenida universe 7.

Chichi parou pra pensar, não era longe dali,e ela queria ir pra casa.

-Me busque,Por favor,Goku.

-Onde está?

-Me encontre na esquina da rua Kame.

-Tudo bem. Estou perto.

Chichi desligou o celular e procurou um papel para escrever para Vegeta.

Anotou e deixou posicionado estrategicamente para ele ver.

Saiu do apartamento e foi para a esquina.

Goku já a esperava lá.

Ela entrou no carro.

-Você está bem?

-Eu que pergunto,Goku. Você não está curado totalmente.

-Ah,mas é claro que estou. Inclusive quero te mostrar um lugar._Ele se empolgou e dirigiu para uma igreja católica.

-Não costumo vir em igrejas,Goku.

-Não é exatamente pela igreja que estamos aqui.

Ele abriu o guarda chuva e puxou Chichi para atrás da igreja,onde ficava uma torre com o sino.

Ele abriu as portas da torre. 

Chichi ficou maravilhada com os detalhes.

Goku se empolgou e começou a subir as escadas que davam no sino. Mas subia distraído, tropeçando nos degraus. Definitivamente,ele não estava bem.

-Goku!

-Que? Estou bem.

Chichi começou a seguir ele.

Eles chegaram ao sino. Lá em cima não tinha grades ou barras de proteção,apenas colunas de madeira.

-Goku, é melhor sairmos daqui.

-Não,Chichi. 

Ele se agarrou em uma coluna de madeira e começou a girar em volta dela,para o desespero de Chichi, já que ele poderia cair de uma altura de um prédio.

-Goku, saía daí.

Goku não deu atenção aos avisos de Chichi,pisando em falso,e seu corpo sem forças, não conseguiu segurar a coluna de madeira. Chichi puxou seu corpo antes dele cair.

Goku caiu no colo de Chichi.

-Goku! Você esta com febre. Está queimando.

Goku suspirou triste.

-Eu só achei que precisávamos de uma folga.

-E merecemos,e prometo que vamos ter assim que você melhorar.

...

Assim,Goku passou a noite na casa de Chichi novamente.


Notas Finais


BJUS ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...