História Uncontrolled Love - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7, TWICE
Personagens Baekhyun, BamBam, Chaeyoung, Chanyeol, Chen, D.O, Dahyun, Jackson, JB, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jihyo, Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Jungyeon, Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sana, Sehun, Suho, Tao, Tzuyu, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Jikook, Namjin, Taegi, Taekook, Vkook, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 27
Palavras 1.651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu sei q demorei, peço desculpas, de vdd, eu passei por coisas q nenhuma mulher ou pessoa deveria passar, eu sei que não terei tantas pessoas lendo agora que demoro para postar mas espero que os poucos que leiam gostem pq eu fiz isso por vocês. Sinto muito e boa leitura..

Capítulo 5 - 5.


Fanfic / Fanfiction Uncontrolled Love - Capítulo 5 - 5.

Uma semana se passara, as coisas continuaram como estava, o mais velho ainda preferia dormir na casa de Jimin invés da casa de seus pais, entanto, na empresa Jimin ainda era tratado como um mero funcionário.

Durante a semana q se passara Yoongi pareceu se dar conta do que estava fazendo e nenhuma situação estranha ou diferente aconteceu, mas mesmo assim ele ainda insistia em dormir na mesma cama que o menor, ele não mentiu quando disse que sentia falta do calor do menor para dormir, e agora só conseguia dormir abraçado em seu pequeno.

Na sexta feira Jimin foi chamado a casa dos Min, logo era de se estranhar, já que lá era um lugar a qual não frequentava desde que se formara no ensino médio, estava preocupado que o senhor Min tenha descoberto algo sobre o ocorrido no começo da semana, não era algo nada comum e muito menos aceitável para uma família tradicional.

Após o expediente Jimin decidiu passar na sala de Yoon para não haver discussões mais tarde.

Andou em direção a sala ainda apreensivo, não devia atrapalhar o trabalho de seu hyung, ainda mais em ambiente de trabalho. 'Mas é exatamente', pensou o pequeno. 'É apenas um funcionário indo avisar sua saída ao chefe, apenas isso'. Ele queria acreditar que era apenas isso.

Ao chegar bateu levemente na porta e ouviu um "entre" como resposta é abriu a porta com cuidado. Ao entrar viu Yoongi sentado lendo um documento que aparentemente foi entregue pela secretaria que estava de pé em seu lado esperando pacientemente com a cabeça baixa e os braços junto do corpo, ele se aproximou com passos silenciosos e esperou calmamente ao lado da secretaria.

Quando Yoongi terminou de ler e assinar o que tinha que ser assinado no documento da secretária ela se curvou educadamente e se dirigiu a saída, Jimin se curvou sobre a mesa para por o documento na mesma, enquanto Yoongi olhava atenta e fixamente para a secretária apenas esperando que ela saísse logo da sala.

Quando a mesma saiu ele imediatamente puxou Jimin pela cintura o pondo em seu colo, assustando o mais novo.

"O que você está fazendo Yoongi?"- Perguntou Jimin assustado, havia sido uma semana tão calma que ele lá no fundo, até sentira falta dos toques do mais velho.

"Me chame de hyung pequeno"- Falou Yoon ignorando completamente o mais novo.-" Eu gosto muito quando você me chama assim, como quando éramos mais novos lembra pequeno?"

"O que deu em você hy-hyung?"- Acabou por gaguejar um pouco, havia anos que ele não chamava o mais velho assim, e inexplicavelmente parecia algo íntimo demais.

"O que deu em VOCÊ Jimin? De onde tirou que pode falar comigo desse jeito"- O puxou ainda mais forte causando uma fricção do corpo de Jimin na intimidade de Yoongi, fazendo o menor suspirar assutado.- "O que você veio fazer na minha sala Minnie? Estava com saudade dos meus toques?"- O menor não falou nada, ele não tinha como responder aquilo, sim, ele tinha, mas não poderia dizer isso a Yoongi.

"Não é nada disso que você tá pensando yoongi."- Disse baixo ainda tentando sair do colo do mais velho.

"Então o que é Jimin? Veio na minha sala, esperou a secretária sair pra empinar essa sua bunda pra mim e não é o que eu estou pensando. Vamos Jimin, assuma que você quer isso tanto quanto eu."- Virou o mais novo o fazendo ficar de frente pra si em seu colo com uma perna de cada lado.

"Yoongi."- Sua voz vacilou, não sabia mais o que dizer, não sabia mais reagir, não sabia mais se queria ou não aquilo, então apenas permaneceu estático, suas mãos no peito do mais velho, sua respiração descompensada e seu corpo arrepiado com as mãos de Yoongi em sua cintura.

"Me chame de Hyung pequeno."- Disse baixo e rouco aproximando seus rostos.

"Hyung…"-Jimin disse baixo e inocente, nem teve tempo de reagir, sentiu as mãos fortes o puxar e lábios quentes o beijar. Não sabia o que fazer, sabia que queria aquilo, que precisava daquilo. Por um momento decidiu esquecer tudo e todos, se deixando envolver naquele mar de prazer e sentimentos. Foi levando suas mãos desde os ombros de Yoongi até a parte de trás de seu pescoço em um carinho delicado, o beijo sem pressa ou malícia, as mãos fortes mas costas de Jimin pareciam ter o medo de acabar quebrando algo tão delicado.

O beijo se findou, se separaram devagar, sem querer estar longe um do outro. Jimin com os olhos fechados e Yoongi simplesmente hipnotizado com a beleza e delicadeza daquele ser, declarou que nada no mundo seria mais lindo do que o seu pequeno. E então lembrou de tudo, tudo o que aconteceria com aquele pequeno e delicado ser se eles ficassem juntos. Jimin abriu os olhos, um sorriso pequeno e tímido em seu rosto, os olhos apaixonados, ele olhou o mais velho, pensando em quanto tempo sonhou com isso sem esperança nenhuma de que Yoongi sentiria o mesmo. Começou a reparar no sorriso do mais velho, e em um segundo, como se ele nem estivesse ali, aquele sorriso desaparecera, Yoongi fechou o rosto e tirou Jimin de seu colo o pondo de pé ao seu lado.

"O que veio fazer na minha sala?"- Perguntou friamente, sem nem ao menos direcionar seu olhar ao mais novo. Jimin deveria saber, deveria esperar, mas aquilo o veio como uma faca no coração, ele viu, ele sentiu o que o mais velho sentira, não poderia ser apenas coisa de sua cabeça.

"Yoon..."

"Eu sou seu chefe, deve me chamar de senhor Min."- Disse sério e com tom de repreensão." O que veio fazer aqui senhor Park?"- Perguntou novamente agora olhando intimidador pra o mais novo, por dentro estava destruído, ver aquela carinha de tristeza em seu pequeno o matava, mas ele não poderia arriscar que seu Minnie passasse alguma maldade nas mãos de pessoas cruéis e preconceituosas.

"Vim pedir permissão para sair, seu pai, o senhor Min pediu para falar comigo e eu precisaria ir na residência Min para saber do que se trata."- Disse frio e com certa tristeza na voz, mas já que o mais velho queria assim, seria assim.

"Pode ir."- Disse voltando a olhar seu computador.- Agora, saia.

* * * * * *

Jimin chegou a residência Min sendo recebido com sorrisos por todos os empregados e pelos donos da casa, que por muito tempo foram sua única família, se lembrou de muitas coisas vividas naquela casa junto de seu hyung, sentia falta de quando esse sentimento não tinha nome é era tão puro e inocente, sem a maldade e malícia do mundo. Ao passar pelo quintal cheio de flores se lembrou de quando esse sentimento começou a surgir.

_alguns anos atrás_

"Minie vem cá, tenho algo pra te mostrar"- disse o mais velho com um sorriso travesso em seu rosto, ele queria tentar algo que vira em um drama, mas sabia que não poderia ser visto, agora com 10 anos entendia um pouco mais de coisas assim, não era mais uma criança em seu ponto de vista.

Esperou que Jimin o obedece e o seguisse até o meio das flores e árvores que tinha em seu jardim, assim que o menino chegou o puxou pela mão para o levar mais para longe da casa, não queria criar problemas para o menor.

"O que foi Hyung? Sabe que não podemos vir nesse lado da casa, os patrões vão nos matar e você vai acabar de castigo." O pequeno não ligava se seria castigado ou até mesmo apanharia, só não queria ver seu hyung chorando com as costas ardendo e sem poder sair do quarto.

"Será rápido Jimin, nós já voltaremos, só quero que feche os olhos agora, e não se assuste, sabe que eu não faria mal algum a você." Yoongi pegou carinhosamente nas mãos do menor assim que ele fechou os olhos, fez com que Jimin apoiasse suas mãos nos pequenos ombros e com muito nervosismo levou suas mãos até a fina cintura de Jimin. Começou a cantarolar a música que ouvira no drama e a embalar os corpos levemente, uma dança com gosto de inocência e curiosidade.

"O que está fazendo Yoongi?"

"Quieto Jimin, não se preocupe, e não me chame de Yoongi, sabe que eu odeio." Disse com o tom dividido entre o carinhoso e o incomodado ao ser chamado pelo nome.

Foi se aproximando levemente sem interromper a dança até quase tocar os lábios de outro com os seus, rompeu aquele pequeno espaço com um selar inocente e infantil, Jimin espremeu os olhos, não sabia o porquê do mais velho estar fazendo aquilo mas lá no fundo sabia que era errado, ele já vira outras pessoas trocando esse carinho, mas eram sempre homens e mulheres mais velhos, nunca crianças e muito menos dois garotos.

Yoongi foi facilmente empurrado e o mais baixo saiu correndo, se inundou de uma vontade de chorar e nem ao menos sabia o porquê. Naquele dia ele se escondeu de seu hyung, foi para o único lugar a qual sabia que ele não o acharia, se escondeu na grande área da lavanderia, atrás das máquinas e dormiu no chão gelado, porém, com o coração quente.

* * * * * *

~Casa dos Min~

"Nós te chamamos aqui Jimin, para pedir que cuide da casa e do Yoongi por um tempo, eu e a senhora Min iremos viajar e você sabe como o Yoongi é infantil, ele já havia mencionado sobre você voltar a morar conosco e esse será a sua volta. Não tem discussão, mandarei alguém ir na sua casa buscar suas coisas, viajaremos amanhã a tarde."



"Às vezes a vida não pode ser controlada, seus pensamentos e sentimentos não são escolhidos nem evitados, viva cada oportunidade antes que ela acabe e sinta cada arrepio que a brisa da mudança lhe causar…"



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...