História Understand that I do not love you - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Inazuma Eleven (Super Onze)
Personagens Endou Daisuke, Endou Mamoru, Fudou Akio, Genda "Genou" Koujirou, Haruna Otonashi, Ibuki Munemasa, Kariya Masaki, Kia Hiroto, Kidou Yuuto, Kirino Ranmaru, Matsukaze Tenma, Midorikawa Ryuuji, Natsumi Endo, Reina Yagami (Ulvida), Sakuma Jirou, Shindou Takuto, Tsurugi Kyousuke, Tsurugi Yuuichi, Yamana Akane
Visualizações 56
Palavras 1.530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii amores <3 Pra quem ainda não reconheceu a fic ela se chamava Entenda que eu não te amo (só mudei o nome pro inglês kkkk)

Peço desculpas por estar reescrevendo a maioria das minhas fanfcs, eu estava lendo elas e não gostei do resultado ela estavam muito nada ver
E eu quero trazer o melhor ( que eu consigo) pra vocês

O primeiro capítulo é Ranmasa, eu estava em dúvida de qual casal começar primeiro. Os capítulos ( Com excessão desse primeiro) serão mais longos eu prometo e também serão mais divertidos. Eu quero que a história mostre tudo do começo sabe? Desde quando eles se apaixonaram e tals

Então com excessão desse primeiro cap, os outros serão um pouco mais elaborados e maiores ( Tenham paciência comigo please <3) Boa leitura

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Understand that I do not love you - Capítulo 1 - Capítulo 1



Kirino PV on


- Já disse pela última vez Takuto eu não quero essa amizade - Gritava com o mais velho pelo telefone - Takuto você ... não ouse.... Se você desligar.. Takuto eu tô faland... alô? .. alô?


Coloquei o telefone devolta no gancho, não acredito que ele desligou na minha cara. Desde que o primeiro namorado de Shindou voltou para Inazuma, o mesmo criou o hábito de visitar o ex para "conversar" colocar "papo em dia", pelo menos é isso que ele fala que faz, não que eu esteja desconfiando de meu noivo mais é duro acreditar. Peguei meu casaco em cima da mesa de meu escritório e sai às pressas do local andando em direção ao meu carro, precisava ir ver urgentemente meu melhor amigo, sentia que minha cabeça explodiria a qualquer momento. Nem liguei para as regras de trânsito, somente acelerei o máximo que meu carro esporte podia e dirigi até uma casa de classe média branca, desci do automóvel e tranquei o mesmo, andei em direção ao portão e apertei a campanhia. Não demorou cinco minutos e uma cabeleireira esverdeada já estava em frente do portão com uma cara sonolenta


- Estava dormindo a essa hora Masaki? - Olhava o mesmo abrir o portão


Kariya: Kirino eu não tenho culpa se você é um louco que resolve vir a minha casa duas da manhã - Abriu o portão - Eu sou um ser humano preciso dormir


- Você faz drama demais - O menor me deu a língua e entrou na casa comigo ao seu encalço - Pelo amor de Deus Kariya ouve uma guerra aqui?


Roupas espalhadas pelo sofá, chão, móveis, assim como copos e pratos descartáveis. O mesmo apenas deu de ombros e foi pra cozinha e eu fui junto só pra ver a zona que devia estar lá também. Tinha uma pilha de louça pra lavar e pra guardar, tinha água pelo chão da cozinha e a pia estava cheia de água, provavelmente estava entupida


- Parece que vou ter que vir limpar essa casa denovo - Suspirei


Kariya; Minha casa está ótima assim - Pegou uma garrafa de água na geladeira e começou a beber


- Fala sério Kariya, se eu não arrumo essa casa toda semana você não encontra uma cueca pela zona que isso vira


Kariya; Só não protesto por que você está certo - deixou a garrafa em cima da bancada - O que te trás aqui? Não vai me dizer que é Shindou novamente - Cruzou os braços


- Ele está me provocando Kariya - Disse e o menor suspirou já cansado do assunto - Falei mil vezes pra ele parar de falar com aquele ex dele mais o mesmo não me escut..


Kariya; Qual o problema - Me interrompeu - Ele odeia que você converse comigo e você não liga por que ele tem que parar de falar com o Ibuki sendo que nem você faz as vontades dele - Me olhou sério


- A situação é outra Kariya


Kariya; Não é não, fala sério Kirino, vocês estão namorando desde quando entraram na Raimon a sete anos atrás, já passou da hora de ficarem brigando por coisinhas bestas - Se aproximou de mim - Por que ainda tem dúvidas sobre seu relacionamento?


- Eu não tenho dúvidas, eu amo o Shindou com todo meu coração


Kariya: Mais não confia nele, se confiasse não brigava com ele por uma coisa infantil dessas, Ibuki é passado do shindou ele está com você agora - Colocou a mão em meu ombro - Não é porque eles terminaram que não possam se falar sabe, existem ex namorados que viram bons amigos


- Eu sei é só que.. É complicado - Abaixei a cabeça


Kariya; Mais não precisa ser, Faça as coisas se tornarem simples, vá para casa e beije seu namorado o gire no ar e diga a ele o quanto o ama e peça desculpas pelo ataque de ciúmes


- Eu odeio quando você está certo


Kariya: Eu sempre estou certo Sempai - Sorriu dando uma piscadinha pra mim e caminhou até a sala


- Quando você vai parar de me chamar assim? - Segui o mesmo sorrindo


Kariya: Nunca, você é meu Sempai e sempre vai ser, mesmo que já sermos íntimos o suficiente para usar essas palavras - Sorriu


- O que eu faria sem você Kariya? - Passei os braços em volta da cintura do mesmo o abraçando


O menor porém não me respondeu, apenas encaixou seu rosto no vão do meu pescoço e passou os braços em volta do meu pescoço retribuindo o abraço. Aproximei meu rosto perto do cabelo do menor, os mesmos possuíam um cheiro de mel que eu simplesmente adorava, já até tinha pedido o nome do shampoo do mesmo, mas Kariya se recusou a dar dizendo que gostava do meu cabelo com cheiro de frutas vermelhas. Senti o abraço ficando um pouco mais frouxo e Kariya ficar meio mole em meus braços


- Kariya? - O chamei


O mesmo não me respondeu, me afastei um pouco dele e percebi que o menor já tinha adormecido, Ahh esse menino. Pegar ele no colo não era uma função difícil sendo que o mesmo era pequeno e magro, difícil era passar por toda aquela bagunça espalhada sem tropeçar. Depois de alguns minutos naquele campo minado, consegui chegar o quarto do menor que estava até que organizadinho. O deitei na cama com cuidado


Kariya; Sempai.. - Susurrou baixinho ainda adormecido


- Estou aqui Kariya - Beijei a testa dele - Seu sempai está aqui






(...)







Shindou pov. On


Desliguei o telefone na cara de Kirino e caminhei até a cozinha onde Ibuki preparava a pipoca para assistirmos um filme, cheguei por trás do mesmo e o abracei fazendo o mesmo ter um sustinho de leve e deitei minha cabeça em seu ombro


Ibuki; E como foi a conversa com o senhor ciumento? - Voltou a mexer nas panelas


- Ele deve pensar que estamos transando ou que eu tô traindo ele - suspirei


Ibuki: Bem se você não tivesse comprometido eu já tinha te levado pra minha cama - Sorriu cafajeste e eu dei um tapa em seu ombro - Aii! Estou brincando


- Eu sei mais.. -Olhei o chão e senti meus olhos marejarem


Ibuki; Epa! Nada de tristeza - Se virou para mim e me pegou no colo me sentando na bancada - Se você começar a chorar eu juro que te deixo uma semana sem comer minha comida


- Ibuki você é mal, sabe que eu adoro sua comida - Sorri e algumas lágrimas escaparam - É só que.. tá tudo tão complicado, Ele sai do trabalho e vai ver o Kariya com a desculpa que precisa desabafar com ele - Solucei - Ele prefere contar as coisas pro Kariya do que pra mim que sou o seu namorado, se ele prefere tanto assim o Kariya por que não namora com ele


Depois disso não consegui mais segurar o choro que veio com tudo, odiava chorar perto das pessoas, não gosto quando elas tem dó de mim, mais ao mesmo tempo eu não ligava de chorar na frente de Ibuki, eu sabia que o mesmo nunca me olharia com um olhar de pena, ele sempre foi compreensivo comigo, diferente de Kirino. Um sentimento de abandono, eu me sinto sozinho, me sinto trocado, como se eu não tivesse importância pra ninguém


Ibuki; Vem cá com o titio ibuki - Me pegou no colo igual um bebê


- Titio Ibuki? Falando.. assim você nem...parece .. que tem.. sessenta a-anos - Sorri fraco


Ibuki; Eu sei - riu e beijou a ponta do meu nariz


- Obrigada por tudo Ibuki, não sei o que eu faria sem você


Ibuki; Você não vive sem mim eu já sei disso não precisava chorar - Sorriu e fez com que eu desse uma gargalhada


- Bobo eu não chorei por você!


Ibuki: Claro que chorou! só está disfarçando - brincou - Sabe que eu sempre vou tá aqui não sabe? - Me olhou nos olhos


- Eu sei Ibuki eu sei - Sorri




(..)



- Eu te odeio Ibuki - Me agarrei mais ao Albino que ria da minha cara


O filme de terror tinha acabado de terminar, e eu tremia igual uma vara verde me agarrando em Ibuki que apenas ria da minha cara, só não brigo com ele por que todas as vezes que assistimos filme de terror é assim. Eu morrendo de susto e ele tirando sarro


Ibuki; Já acabou shindou relaxa


- Acho que eu não vou dormir por uma semana depois disso - Soltei Ibuki - Da próxima vez eu quero comédia


Ibuki; Você que manda - Sorriu e eu deitei minha cabeça em seu colo - Ah não! Pode levantar daí, toda vez que você deita a cabeça no meu colo você dorme


- Eu não vou dormir relaxa


Me aconcheguei melhor e logo senti a mão de Ibuki acariciar meu cabelo, o maior acariciava com tanta delicadeza que logo eu já estava bocejando, meus olhos começaram a pesar, Ibuki era tão quentinho.., fechei os olhos e as carícias continuaram de forma mais lenta. Ouvi apenas o maior falando "Eu sabia que ele ia dormir" e logo em seguida me dar um beijo carinhoso na bochecha, senti o sono vir me permiti dormir indo pro mundo dos sonhos



Notas Finais


O próximo capítulo vai ser outros casais e vamos dar umas apimentadas na história, adicionar umas tretas (adoro) e aquele draminha que agnt gosta

E como eu disse lá em cima, os próximos capítulos serão bem maiores e cada história( e casal) terá um rumo diferente umas das outras

Vejo vocês no próximo cap Kiss <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...