História Undertale: After Pacifist - Capítulo 2


Escrita por: e Akari_Official

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Greater Dog, Grillby, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Undertale
Visualizações 15
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Os Outros Humanos.


Fanfic / Fanfiction Undertale: After Pacifist - Capítulo 2 - Os Outros Humanos.

A mulher cabra se aproximou de mim junto com a garota, a garota me encarava meio "Nêutra", já a mulher cabra, estava com um sorriso doce no rosto. A garota estava usando uma camisa cinza com uma listra ciano que deixava os ombros á vista, um short jeans, meias pretas longas e sapatos pretos.

- Oh, você está bem, criança? - Perguntou a mulher cabra para mim.

- Bem... Eu não perdi nenhum órgão, então estou bem! - Falei me levantando. A garota de cabelos verdes deu uma risadinha.

- Oh, eu vejo.. Bem, eu sou Toriel, a carateca das Ruínas. Todos os dias eu passo aqui para ver se humanos caíram aqui. - Toriel logo pegou na minha mão - Venha! Te levarei até a minha casa. Oh, e antes que eu me esqueça.. Está garota aqui se chama Akari, espero que sejam amigos.

A garota logo estendeu sua mão me minha direção.

- Prazer, espero que possamos ser amigos. - Eu e ela demos um aperto de mão.

- O prazer é todo meu.. - Eu disse baixo, eu estava meio tímido, era a primeira vez que via uma mulher cabra e uma garota tão bonita.. AGHH, ESQUECE!

- Qual é o seu nome? - Perguntou Akari sorrindo.

- Jason. Meu nome é Jason. - Respondi colocando as mãos nos bolsos.

- Hmm, entendi. Vamos indo! - Akari apontou para o corredor, nós saímos correndo, Toriel ficou para trás.

Depois...

Enquanto eu e Akari caminhávamos, pude ver o rosto dela de preocupação, mas não sei com o que.

- Você está bem? Parece preocupada com algo.. - Perguntei desconfiado.

- Uh? N-Nada! - Ela desviou o olhar, eu decidi acreditar nela.

- AKARI!!!!!!! - Uma garota de bochechas rosadas veio correndo em nossa direção, ela parecia furiosa.

- O que foi, Chara? - Akari perguntou á garota que pelo que vi, se chamava "Chara".

- VOCÊ COMEU MEUS CHOCOLATES? - Ela mostrou várias embalagens vazias para Akari.

- Você sabe que eu ODEIO de coração, essa coisa doce chamada chocolate. - Akari disse na maior frieza cruzando os braços.

- Então... FOI O FRISK!! - Ela sai correndo, ela nem perguntou meu nome. 

- Bem.. Como pôde ver, essa é Chara. Ela as vezes pode ser raivosa quando quer. Hehe. - Akari disse meio sem graça.

- Ela parece gentil. - Eu disse.

- É, Chara apesar de ser assim, tem um bom coração. Vamos logo, falando nisso, tenho que te apresentar o Frisk! - Akari disse caminhando, eu a segui.

Ok, agora estou confuso. Como esses humanos conseguem viver aqui no subterrâneo? Eles não sentem falta da superfície? Será que eles são mantidos presos aqui embaixo? 

Fui interrompido em meus pensamentos por Akari.

- Hey, chegamos. - Ela apontou para uma casinha simples. 

Dessa casa, estava saindo um garoto. Sua aparência era de um rosto nêutro, cabelos castanhos, um casaco preto, calças pretas, uma camisa azul com listras roxas, tênis de esporte e sua pele era um pouco mais morena do que a de Akari.

- Hey Frisk! - Disse Akari com um grande sorriso, que estranho, ela não estava sorrindo agora pouco.

- Oh, olá Akari. Quem é esse? - O garoto que com certeza era "Frisk" perguntou apontando para mim.

- Frisk esse aqui é o- 

- Jason. - Eu a interrompi, ela não precisa ficar dizendo quem eu sou toda hora e eu tenho que ficar calado.

- Prazer, meu nome é Frisk, como já deve saber. - Ele estendeu sua mão para eu a apertar, ele abriu um sorriso, mas, agora que percebi.. ELE NÃO ABRE SEUS OLHOS!

- Prazer. - Eu e ele demos um aperto de mão.

- Bom, agora temos que te apresentar a "Chara", aquela garota que estava correndo que nem louca. - Disse Akari dando uma pequena risadinha.

- Certo. - Após isso, nós fomos procurar a "Chara".

Akari me disse que não era necessário chamar por Chara, eu perguntei o porque e ela pegou uma barra de chocolate, ela fez um rasguinho e deixou em cima do muro. Logo, ela disse para nos escondermos e ficarmos quietos, nós fizemos isso. Uns minutos depois, Chara apareceu e pegou a barra de chocolate.

- Ahá!! - Gritou Akari, Chara deu um pulo assustada.

- Ah, é você Akari. Quem é esse..? - Perguntou Chara apontando para mim.

Por um momento, eu congelei.. Ela era... Muito bonita...

- Esse é o Jason, Jason essa é a Chara. 

- Hey, eu não pedi para você dizer meu nome! - Disse Chara irritada.

- Qual é o problema em dizer seu nome? Ele é bonito. - Eu disse na maior inocência.

- Uh? - Chara ficou me encarando surpresa.

- N-Ninguém pediu sua opinião! - Chara gritou e cruzou os braços desviando o olhar.

Não se preocupe, ela é assim mesmo. - Frisk cochichou para mim com um sorriso.

- O QUE VOCÊS ESTÃO COCHICHANDO?! - Chara gritou vermelha de raiva para mim e o Frisk.

Chara estava prestes á dar um tapa em Frisk, mas Akari se meteu na frente segurando a mão de Chara.

- Chara, violência não é a resposta. Vem, vamos conversar e tomar um chá. - Disse Akari largando a mão de Chara e a levando para a cozinha.

- Ela... é tão violenta assim? - Perguntei á Frisk.

- Sim, mas ela tem um bom coração. 

- Hey, mas, agora que está aqui, não vai mais poder sair.. - Disse Frisk meio sem graça.

- Espera, o que? 

- Você deverá viver aqui com nós, pelo o que eu vejo..É por causa da barreira, ela não deixa ninguém sair do subterrâneo. - Disse Frisk.

- Ugh, droga...

- Bem, acho que não tenho escolha.. - Eu disse meio desanimado.

- Ótimo, mais alguém na família. - Disse Frisk com um sorriso.

- Mas bem, o que achou de Akari e Chara? - Perguntou Frisk normalmente.

- Hmm.. Chara é a mais bonita. - Eu disse.

- O QUE VOCÊ DISSE?! - Percebi que Akari estava escutando a conversa, ela veio correndo para a minha direção com uma grande raiva, mas Frisk á agarra impedindo dela chegar até mim.

- VOCÊ TÁ ME CHAMANDO DE FEIA, É ISSO? 

- Se acalme, Akari. - Disse Frisk a abraçando.

- Ugh, ok, seu idiota.. - Disse Akari lançando um olhar ameaçador para mim.

Bem.. Parece que vou ter altas aventuras nessa família..

 

 


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...