História Undertale um conto alem do subteraneo - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Visualizações 22
Palavras 1.287
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eae povo desculpem pela demora mas minha mãe tirou me celular e por isso vai demorar para o próximo Cap sair então eu fiz um Capítulo maior para compensar a demora

Capítulo 4 - Explicações e uma voz misteriosa parte final


Storm: Por quê minha própria espécie me usou de saco de lixo? E por que minha família não fez nada para impedir?

“Ele: Lixo ? Sério? Assim você me magoa- falou fingindo uma expressão de tristeza- e bem digamos que sua espécie não tinha muito apresso por você e quanto ao fato de sua família não ter te protegido, como eu posso dizer isso, mortos não podem defender nada-falou com um sorriso no rosto

Storm: Mortos? Você está dizendo que minha família...-não consegui terminar de falar de tão impactante que aquela notícia tinha sido.

“Ele“: O que foi? Vai chorar? Não deveria já que foi você quem os matou junto com sua raça inteira

Storm: C-co-como assim ?-falei mais espantado e já com algumas lágrimas em meus olhos -isso não pode ser verdade-falava triste e confuso já que eu ainda não tinha recuperado minhas memórias e não sabia nada sobre minha família porem as emoções vinham do nada.

“Ele“: Veja pelo lado bom você não precisa se preocupar em voltar para casa -Fala dando uma gargalhada após terminar a frase

Storm: Por quê eu fiz isso tem que ter um -falei agora com um tom de ódio na voz.

“Ele“: Para responder essa pergunta terei que contar uma história, uma de ódio, rivalidade de famílias e mortes muitas mortes

Storm: Eu tenho a noite toda -falo o olhando ainda com raiva

“Ele“: Pois bem tudo começa em um lugar distante do universo onde estava para nascer na família Alfa (que era a mais poderosa da espécie) o primeiro filho do líder da família o orgulho da raça que deveria ser criado para ser um pacifista mas seres de sua espécie não nascem como qualquer ser você em específico nasceu de uma concentração de magia mas as famílias rivais não permitiriam que você nascesse pois todas queriam o título de família mais poderosa, tanto em poder quanto em popularidade, e eles sabiam que quando alguém da sua família nascia nas mesmas circunstâncias que você não haveria chances para alcançarem suas metas por isso tentaram de tudo para matar você ainda em desenvolvimento sem sucesso é claro, mas teve um ser que bolou um plano realmente cruel, ele esperou pelo momento que você fosse nascer para te raptar ele passou muito tempo acumulando poder para poder passar por toda a segurança da sua família conseguindo até nocautear seu pai , logo após conseguir te capturar ele te largou na trajetória de uma tempestade Vermelha, que é o nome dado à onda de destruição causada pela explosão de uma estrela de sangue mas ele não esperava que mesmo você sendo um recém nascido sua capacidade de cura fosse forte o bastante para te fazer com que sobrevivesse a tempestade vermelha, a proposito foi daí que veio seu nome, ele por outro lado não conseguiu escapar e antes de morrer fez um último feitiço ele selou o instinto assassino dele em você porem o ritual ficou inacabado por ele ter morrido antes todos acharam isso um alivio, acharam que tudo tinha acabado bem só que não. Um outro ser filho do que morreu sabia que ainda dava para terminar o objetivo do pai de destruir a família Alfa e ele só teve que esperar você completar dois anos, foi quando sua irmã nasceu, aí você me pergunta o quê isso tem a ver com o plano dele? Simples o feitiço inacabado do pai dele causou um efeito um tanto diferente em vez de o instinto assassino ser transferido para você acabou fazendo com que você desenvolvesse um instinto de matar próprio mas que só seria ativado por emoções fortes e ele sabia qual emoção iria te transformar em uma máquina de matar perfeita... raiva e qual a melhor forma de causar raiva em alguém se não for matando sua irmãzinha lentamente na sua frente.

Quando ele disse isso eu senti um peso cair sobre mim eu já sabia o que ele iria dizer em seguida, mas o que mais me incomodou nessa hora foi que eu tinha acabado de descobrir que minha irmã tinha sido morta na minha frente e mesmo assim eu não me sentia tão mau era como se eu quase não tivesse emoções.

“Ele”: Se está se perguntando por que não está sentindo muitas emoções não se preocupe na irei explicar isso basta terminar de escutar a história.

Storm: Como sabe o que eu estava pensando?

“Ele”: Eu e você estamos ligados, então posso sentir tudo o que você sente ai é só tentar adivinhar o que você está pensando a partir das emoções que você está sentindo. Posso continuar a história agora?- perguntou impaciente.

Storm: Antes de continuar e me dizer o que ele fez me diga o nome dele-Falei com um olhar sério.

“Ele”: O nome dele é Bill, Bill Cipher, o pior ser que há no multiverso

Storm: Bill... Cipher...

“Ele”: Continuando, Bill esperou sua irmã completar seis meses, pois é quando se descobre o tipo da alma que a criança possuí e é também quando a criança ficaria mais indefesa, já que O local para onde levam crianças para descobrir seu tipo de alma só pode ser acessado pelos pais da criança lá Bill de alguma forma tinha entrado no local e estava esperando com seus poderes no máximo. Ele conseguiu derrotar seus pais os deixando inconscientes e capturar sua irmã após isso ele seguiu até sua casa e desintegrou sua irmã na sua frente lentamente e isso foi o bastante para te fazer liberar uma fúria assassina e sair matando tudo e todos na sua frente quando seus pais chegaram e tentaram te parar, você apenas os fez virar poeira após isso você conseguiu voltar ao controle e acabou desmaiando um pouco depois o Conselho me capturou e usou um encantamento ancestral para me usar como trava para seu poder e como seu poder depende de suas emoções eu as tranquei com um selo de contenção. Assim que eu e você nos “fundimos” o Conselho resolveu aproveitar para nos matar e a partir daí você já conhece o resto da história

Storm: Então o que faremos agora ?

“Ele”: Nos não podemos voltar para casa já que fomos “expulsos” de lá nossa única opção é ficar e viver aqui, eu vou te ajudar a sobreviver e te ensinar o básico quando você tiver idade, mas você tem que lembrar de uma coisa tenha isso em mente sempre, você tem que aceitar a verdade desse mundo eu vi na mente do esqueleto que estava cuidando de nós é uma verdade que os monstros recusam-se a aceitar.

Storm: Que verdade é essa ?

“Ele”: Que nesse mundo É MATAR OU MORRER

Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa ele olha para cima assustado

Storm: O que foi?

“Ele”: Tem alguém no quarto e não é um monstro!!

Storm: Quer dizer que tem um humano no quarto!falei um pouco preocupado.

“Ele”: Você tem que acordar AGORA !!!

Ele disse isso tocando no meu ombro me fazendo acordar e aí fazer isso eu senti algo atravessar meu peito e tinha alguém alto de frente para mim.

Storm: Por quê?

Assassino: Não é nada pessoal-falou calmamente.

“Ele”: Deixa eu assumir o controle.

Pensamentos de Storm Red: Como se faz isso.

“Ele”: Apenas diga que sim.

Storm: Sim.

Me senti sair do meu corpo e comecei a assistir aquela cela o assassino era uma mulher de cabelos ruivos e usava uma manta que cobria seu corpo e ela tinha olhos vermelhos rubi. De repente meu corpo abre os olhos, que estavam completamente vazios.

Assassina: Então era um caso de possessão!

Storm/”Ele”: Eu vou dançar ao sons dos seu gritos-falou com um tom psicopata.

Assassina: Dê o seu melhor criatura.

                        Continua


Notas Finais


Bom foi isso
Deixem seus comentários para eu saber o que acham da fic e não deixem de deixar suas teorias.
Obrigado e até à próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...