História Unexpected Love - Shawn Mendes - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Cameron Dallas, Camila Cabello, Hailee Steinfeld, Harry Styles, Magcon, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Camila Cabello, Hailee Steinfeld, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 135
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Literatura Feminina, Poesias, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - "Friends"


Fanfic / Fanfiction Unexpected Love - Shawn Mendes - Capítulo 19 - "Friends"


 Alguns minutos se passaram dentro do carro,o que me deixava mais nervosa. Só conseguia pensar no que tinha acabado de acontecer,não conseguia nem olhá-lo de tanta vergonha. O pior era que eu prometi que isso jamais,em hipótese alguma iria acontecer,mas até nisso eu falhei.

Fiquei olhando a cidade pela janela,e via como ela era realmente encantadora a noite. Sentia os olhares de Shawn em mim,mas ao mesmo tempo ele parecia super concentrado na estrada,o que o deixava extremamente fofo e sexy,como pode?

Pode parar por favor? - Ele pediu sorrindo e me olhando de lado.

Parar com o que? - Acordei daquele transe.

Ficar me encarando assim,me desconcentra - Ele riu.

Até me esqueci o quanto você é convencido. Eu não estou te olhando seu bobo. - Ri

Ata,eu nasci ontem. - Eu caí na gargalhada.- O que você está rindo? - Ele me olhou confuso.

É porque não são mais dia 8,o que quer dizer que literalmente você nasceu ontem,só que a 23 anos atrás.- Ele riu olhando de lado pra mim,sem tirar a atenção do trânsito.

Sua boba! - Rimos. Senti sua mão na minha coxa,o que me deixou totalmente desconfortável. Eu imediatamente tirei-a dali.

Desculpe,não foi essa minha intenção.- Seu sorriso se desmanchou.

Tudo bem - Respirei fundo.

Olha,sobre nós e tudo o que aconteceu hoje…- ele parou por um momento. - Saiba que se depender de mim eu vou fazer o possível pra te ter de volta,porque eu sei que você também sente falta. - Ele parou o carro quando o sinal ficou vermelho e me olhou.

Não é questão de te querer de volta,é questão de um sentimento que ainda dói,e você está abrindo pontos que não estão cicatrizados,não pense que vai ser assim,porque não vai ser. O que aconteceu no estacionamento,vai ficar lá,foi um momento de fraqueza,eu estava ali porque estava preocupada com seu surto,não ache que eu fui na intenção de ficar com você,porque não foi. Você se tornou uma pessoa importante pra mim,mas não quero que uma relação de amigos acabe novamente como “mais que amigos”. - Ele permaneceu em silêncio enquanto me ouvia atentamente. Nesse tempo o sinal já havia sido liberado e ele olhava o trânsito pensativo depois das minhas palavras,e confesso que por um mísero momento,me arrependi.

“Amigos” - Ele repetiu,depois disso o caminho até minha casa ficou um total silêncio.

Ele parou o carro em frente a minha casa. Ficamos em silêncio,se eu tivesse contado,diria que parecia um século. Mas foi por questão de segundos.

Bom,obrigada por me trazer para casa. - dei um abraço rápido e fui abrindo a porta. Ele permanecia calado e só retribuiu o abraço. Coloquei um pé pra fora do carro e ele falou algo que não ouvi muito bem.

Hum? - Perguntei.

Eu disse obrigada por ter melhorado minha noite.- Ele sorriu.

Ah - sorri - De nada. Até amanhã.

Até.- Ele esperou que eu chegasse até minha porta. Parei e olhei para o carro que ainda estava na frente da minha casa parado,e o dono dele permanecia me olhando.

Sorri e entrei. Depois ouvi o barulho do carro se afastando. Apoiei a cabeça na porta,e fiquei pensando em tudo que ouve.

Subi as escadas e fui para meu quarto com um sorriso que não saía do meu rosto. Por dentro eu estava explodindo de felicidade. Meu coração faltava sair pela boca. E eu nem acredito que realmente aconteceu algo entre nós. Fechei os olhos e ainda pude sentir seu toque sobre mim. Me despi e fui para o banheiro. Fiquei pensando sobre o que falei pra ele no carro. Eu me pergunto se fui muito grossa com ele,ele não merece isso,mas ficar dando em cima de mim o tempo todo,sabendo que tínhamos terminados é complicado. Por outro lado eu vacilei,foi mais forte que eu. Sentir seus lábios nos meus novamente foi como se tudo viesse à tona novamente. Pude sentir borboletas no estômago que me fazia rir só de lembrar. Seu toque me enlouquece,e ele sabe disso.

Saí do banho e coloquei uma calça moletom com uma blusinha alças finas azul escura.

Acabei desmaiando de tanto sono e nem me lembro de ter deitado na cama.

Shawn Mendes POV

O que a Julie me falou foi como um banho de água fria. Eu sei que ela ainda sente algo por mim,eu vejo como ela age quando está perto de mim,é a mesma forma como me sinto. Até porque ela falou na minha cara que estou reabrindo pontos que ainda estão sendo cicatrizados. Da mesma forma é como me sinto,pois dói saber que não posso tê-la depois daquele maldito acidente. Tudo mudou. Maldita hora que a Francine teve que voltar para minha vida. O pior disso tudo é que eu não me lembro de ter feito nada,mas me lembro de ter bebido,só não sei o que houve depois. Só de lembrar que eu estava na cama com ela,isso é algo devastador dentro de mim,porque não sei como pude fazer isso. Isso me fez lembra o antigo Shawn,o cara que pegava todas e não dava a mínima para elas. Só que hoje eu mudei,e não consigo pensar em ficar com outra pessoa a não ser a Julie.

Cheguei em casa,fui direto para meu quarto,meu celular toca e vejo que é o Cameron.

Fala,cara - Falei

Como foi com a Julie? Se acertaram? - Cameron perguntou com um pouco de irônia na sua voz.

Bom,se dependesse só de mim,seria bom. - soltei um suspiro

Ela só está dando um tempo,depois vocês se acertam.

Que os anjos digam amém,tipo agora mesmo! - Ouvi ele rir do outro lado da linha.

Eu tenho que desligar agora,só te liguei para saber se vocês se acertaram mesmo. Pelo o que todo mundo viu no estacionamento do restaurante… - ele riu

Eu entendi. Obrigada por ligar,cara.

Agora eu realmente tenho que ir,tô um pouco ocupado agora. - Ouvi a voz da Katie pelo telefone e deduzi o que estava acontecendo.

Pelo o amor de Deus,Cameron,Tchau - ri

Tchau - Ele riu e depois desliguei.


Fui tomar um banho, quando saí,resolvi ver o Instagram. Nash postou uma foto e me marcou junto com a galera. Outra foto estava todo mundo junto,a Julie estava ao lado do Dylan,ela estava linda hoje e sempre.

Coloquei só uma cueca e fui dormir. Mesmo que eu quisesse tirá-la da minha mente,ela não saía e não dava uma trégua sobre o que rolou hoje.



Notas Finais


desculpem o cap lixo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...