História Unexpected Love - Shawn Mendes - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Amor, Romance, Shawn Mendes
Visualizações 455
Palavras 1.172
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - A home


Fanfic / Fanfiction Unexpected Love - Shawn Mendes - Capítulo 20 - A home

JULIE POV

Cheguei cedo do trabalho,faz umas 2 horas em que cheguei. Fiquei no meu notebook vendo alguns apartamentos para vender. Mesmo tendo tudo na casa dos meus pais,sinto que deveria ter meu próprio lar. Poder sair sem dar satisfação da minha vida,e poder também levar quem eu realmente quisesse pra lá.

Eu comentei com meus pais sobre o assunto,eles não gostaram muito da ideia,mas é algo que sinto que preciso fazer.

Pesquisando uns apartamentos pela internet,encontrei um,a mobília é incrível,tem tudo a ver comigo e o preço se encaixa perfeitamente no que realmente posso pagar. Tons de marfim e branco que dão um ar calmaria. Eu preciso ver esse apartamento,é ideal pra mim,e parece que a ideia de morar só está entrando na minha cabeça.

Depois de muito tempo navegando no site,eu desliguei o notebook e peguei meu celular,vi a hora naquele momento que marcava 20:48 da noite. Desbloqueei a tela e vi que tinha umas mensagens,uma delas se encontrava a de Steve. Abri a mensagem que ele tinha mandado à uns 10 minutos atrás.

“Oi,sei que é um pouco tarde,mas queria saber se você queria me encontrar naquele calçadão que fica perto da sua casa,em frente a praia?”

Fiquei pensando na possibilidade de ir ou não. Na minha cabeça só pensava se podia deixar ele se aproximar de novo. Eu me machuquei muito com ele,mas não foi intencional da parte dele,foi que aconteceu e pronto.

“Steve,não sei se é uma boa ideia”.


É uma ótima desculpa para você me devolver a minha jaqueta,afinal,vou precisar dela amanhã”.


“Isso chama chantagem. Tudo bem,chego lá em 10 minutos”.


“Uma chantagem que funcionou”.


Tirei meu pijama e coloquei uma calça preta da Adidas e um moletom cinza. Coloquei um tênis e amarrei meu cabelo. Ia esquecendo de pegar a jaqueta dele que estava em cima da cama. Desci com cuidado para não fazer barulho e saí pela rua fria e deserta. Fui caminhando até o calçadão da praia que não passava de 5 quilómetros da minha casa. Cheguei lá e Steve já estava lá. Ele estava de costas pra mim,olhando a praia,provavelmente não tinha me visto.

Cheguei e fiquei ao seu lado olhando a praia por alguns instantes até me direcionar a ele.

Olá,caro amigo. Aqui está a jaqueta que você tanto precisa. - Falei com ironia lhe entregando a jaqueta  e ele riu.

Olá. - Ele abriu um sorriso e me abraçou.

Você gosta mesmo de praia hein? - falei rindo.

Não se tem graça morar na Califórnia e não ir a praia. - Ele estava com os braços no corrimão que dava a vista a praia.

Tem razão.- Concordei.

Aquele cara do restaurante - ele voltou a olhar pra mim. - você está com ele? - ele franziu o cenho.

Que cara? - perguntei confusa.

Aquele que você estava aos beijos no estacionamento.- Ele suspirou.

N-não,nos tínhamos algo,mas aconteceu varias coisas e resolvemos terminar. - Me escorei no corrimão ao lado dele.

Não me pareceu que vocês terminaram. Parecem próximos - Ele fala calmo.

Ficamos em silêncio,deixei isso no ar,não sabia o que dizer.

Quais seus planos pro futuro? - Ele perguntou se virando pra mim.

Você não sabe no que estou pensando em fazer da minha vida. - Falo sorrindo

O que? - Ele sorri como se não tivesse entendido o que falei.

Isso mesmo,Peter,irei morar só - Falo orgulhosa.

Meus parabéns,eu fico feliz por você.- Ele abre um sorrisão que me faz querer beijá-lo ali mesmo. Afasto imediatamente esse pensamento,isso está fora de cogitação de acontecer. Já falhei em muitas coisas,mas nisso eu realmente vou me empenhar a não falhar.

Obrigada - falo ainda sorrindo - Parei e pensei: Eu realmente preciso ter meu próprio lar,e fui pesquisar apartamentos por aí. Ainda não é certo,mas vou conhecer o apartamento que escolhi,ele parece ser bem a minha cara.

Você mudou muito desde que morava em San Francisco,mudou para melhor. - Ele fala sério.

Você também mudou,Steve,não somos os mesmo adolescentes apaixonados de antes. - Depois que falei isso me arrependi um pouco. Ele me encarou e franziu o cenho.

Você tem razão,não somos os mesmos adolescentes de antes. - peguei meu celular e vi que já estava na minha hora de ir.

Steve,foi bom conversar com você,mas está na minha hora de ir,trabalho amanhã. - o abracei

Posso te acompanhar até em casa - ele se ofereceu.

Tá tudo bem,eu posso ir só. - Sorri

Tudo bem,você que sabe. Até logo. - Saí andando no calçadão. O vento estava frio,provavelmente ia chover mais tarde. Apressei meus passos pelo calçadão vazio e fui em direção à minha casa.

Troquei de roupa e fui dormir.

(...)


O dia estava bem cansativo no trabalho. Shawn agia naturalmente para minha sorte,ele nem tocava no assunto do estacionamento.

Eu tinha acabado de sair de uma reunião com alguns sócios. Manuel não pôde comparecer e Shawn estava mais ocupado que nem sequer falou comigo direito. Resumindo,eu arquei com a maioria das coisas a tratar com os sócios.

O dia passou tão rápido que nem percebi. Passei o dia todo na sala,mal tive tempo para almoçar,apenas colocando tudo em ordem enquanto Shawn passou o dia na sala de seu pai que não pôde vir hoje.

Meu horário de trabalho já estava acabando,e já que passei o dia todo trabalhando sem nem dar um tempo para comer ou sei lá o que,resolvi sair uns minutos mais cedo. Isso não iria fazer diferença. Peguei minha bolsa e saí da empresa. O elevador estava vazio,entrei mas alguém pôs o pé na porta que logo se abriu.

Hey! - Shawn entrou sorrindo,parecia feliz,isso era bom.

Oi - sorri. - O que te deixou tão feliz?

Nada de mais - deu de ombros.

Está com todo esse mistério agora,Mendes? - perguntei sorrindo.

Vamos dizer que sim. - Ele sorriu galanteador.  - Quer carona? Posso te deixar em casa.

Na verdade não estou indo para casa,estou indo ver um apartamento,não é incrível? - dei um sorriso de empolgação.

Vai morar sozinha? Huumm,está querendo privacidade. - Ele riu. O elevador abriu e saímos.

Quer vir comigo? - perguntei enquanto ele me olhava em frente a empresa.

Eu adoraria. - Fomos em seu carro.



Chegamos lá,um moço alto moreno e muito lindo,por sinal em que falei mais cedo pelo Skype,estava nos esperando na frente.

Olá,Srta Williams - Ele me cumprimentou sorrindo. Senti Shawn se aproximar de nós.

Me chame só de Julie,por favor - falo e ele abre um sorrisão.

Como você quiser - Ele ri

Olá - Ele cumprimentou Shawn. - Sou o Adam,prazer. - Ele abre um sorriso.

O prazer é todo meu,Adam - dou um sorriso e o sigo até o apartamento.

Tem dois quartos,os dois têm suites. Aqui está a cozinha,é ampla,mas não muito grande. - Eu olhava atentamente cada detalhe que ele me mostrava. A cozinha com tons brancos e marfim,assim como toda a casa.

Esse é o quarto principal. - Ele perguntou entrando no quarto. - Combina muito com você,ele é lindo,sua cara - Na mesma hora sorri com o comentário.

Eu realmente gostei muito. - falo sincera.

Seu namorado parece ter gostado também.-  Ele vê Shawn olhando atentamente os detalhes.


Somos apenas amigos - falamos ao mesmo tempo sem dar muita atenção pra isso. Shawn me lança um olhar na mesma hora e logo desvio.

Ah me desculpe - ele caminha pelo quarto.

Tudo bem - Sorri.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...