1. Spirit Fanfics >
  2. Unexpected love for you - Jikook >
  3. Bad Guy

História Unexpected love for you - Jikook - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


AVISOOOOOO
ESSE CAPÍTULO ESTÁ PFT, só isso mesmo :³ 🔥❤

Capítulo 16 - Bad Guy


Eu sou um relógio de números romanos. Poucas pessoas vão ter e a maioria podem até entender, mas pra que usar um relógio de números romanos sendo que pode ter um normal para facilitar a vida? Por que justo comigo essas coisas acontecem? 

O universo me odeia.

Eu já estava em Busan, vejo a casa de minha família se aproximando fazendo meu coração pular de felicidade. Pago o táxi e corro até a porta, mas ela é aberta antes mesmo de mim abri-la.

— Jiminnie!

Soobin pula em mim me abraçando.

Solto as malas no chão e o abraço muito forte, foi possível de ouvir seu o ossinho estalando.

— Que saudades do meu pitoco!

Solto-o no chão vou em direção de minha mãe que me aguardava ao lado da porta.

— Que surpresa linda!

Ela me abraça carinhosamente.

Logo Taki brota atrás dela e vem em minha direção, e tive uma surpresa...Aghata o acompanhava.

— Taki! Espera...Aghata?!

Meu coração gela, na verdade, meu corpo gela!

— Esqueci de avisar que Aghata estava comigo.

Ele fala me abraçando.

Sorri forçado desesperado e abraço-a.

— T-tudo bem.

— Oi, Jimin! Sua família é um amor!

Ela fala após nos separarmos.

— Que bom que gostou.

Fui gentil.

— Vamos almoçar, garotada?

Minha mãe fala caminhando até a mesa que estava toda arrumada e gorda.

Vou engordar uns trinta quilos só aqui.


[...]


Demos muitas risadas enquanto comíamos a deliciosa comida que minha mãe preparou. Eu estava um pouco incomodado com Aghata em minha casa, pois eu havia prometido a Jungkook que me afastaria dela. Ela iria dormir na casa de Taki, sim, isso mesmo, na casa de Taki. Já imaginaram? Eita.

Agora eu estava no quintal de trás da casa sentado na grama e encostado no tronco da árvore gigante que havia. Lembra da flor mugunghwa? Eu estou observando-a agora e tomando um copo de suco de uva. Eu precisava pensar no que iria fazer. Minha mãe estava dormindo e meu irmão também, eu estava sozinho aqui fora quase chorando de desespero.

Primeiro, eu queria que Jungkook confiasse mais em mim. Segundo, eu não sei se sinto algo por Kwan, mas meus neurônios dizem que sim, e se algo acontecer eu estarei fudido. Terceiro, Aghata está na casa do lado com meu melhor amigo, óbvio que serão um casal futuramente. É isso, estou nervoso.

Meu celular vibra tirando meu estado de transe e pego-o.

Jungkook

Se arruma, estou passando aí.

Que? Ele está em Busan?!

Jimin

Como assim?

Me levanto confuso.

Jungkook

Estou chegando.

Jimin

Jungkook, está tarde!

Visualiza e não respondida.

Rapidamente corro para dentro de casa deixando o copo na pia e subo para meu quarto pegar uma roupa qualquer. Não demorou para mim escutar passos se aproximando da porta de entrada, então rapidamente abro-a furioso.

— Eu falei que não.

— Não recebo "não" como resposta.

Ele fala com uma expressão marota.

— O que você quer?

— Eu pensei em...

Ele continua falando, mas nem presto atenção, pois vejo a luz da janela de Taki acendendo, obviamente ele estava escutando pessoas conversando, e pelo jeito curioso que ele é, com certeza abriria a janela e se deparar com Jungkook na minha porta.

Então agarro a jaqueta de Jungkook e puxo-o para dentro de casa evitando de dar merda. Ele se assusta e não tem opção de revidar, pois ele iria cair. Levo-o até meu quarto e tranco a porta histérico.

— O que eu falei pra você?

Me viro para ele cruzando os braços.

— Veste uma roupa, não demora.

— Eu falei que não, Jungkook!

— Quanto mais você demora, mais eu vou insistir.

— Te odeio.

Ele sorri para mim sem se importar pelo que eu disse.

— É sério, Jungkook. Eu não posso ir, se minha mãe ver que eu não estou em casa, ela me mata.

— Para de ser tão certinho, só uma passada na praia.

Praia? São já onze horas, e ainda por cima ele quer ir à praia?

— Jungkook, não vai rolar. A porta lá embaixo está aberta.

Ele arqueia a sobrancelha pra mim levantando seu piercing.

— Está me expulsando?

— Não, só estou evitando de dar ruim.

Ele faz bico cruzando os braços fazendo uma cara debochante.

— Jungkook, vai logo.

— Certo.

Ele se vira para abrir a porta, mas escuto a porta do quarto de minha mãe rangendo, rapidamente puxo Jungkook para o canto do guarda-roupas tampando sua boca.

Ele arregala os olhos, pelo visto se assustou com os movimentos rápidos. Faço sinal de silêncio para que ele não fale nada ou fizesse algum barulho. Já que o espaço era pequeno onde estávamos, eu estava grudado no canto da parede, entre o guarda-roupas e ele, estávamos colados um no outro, até demais. Ficamos assim por alguns segundos, sem querer nossos olhos se fixam um no outro e soltamos um sorriso após eu retirar minha mão sobre sua boca. Não demorou para mim escutar a televisão, pelo visto ela estava na sala assistindo, e a porta de entrada fica em frente a sala.

Simplesmente...Ferrou.

— Merda, ela está na sala.

Sussurro nervoso.

— Vamos esperar mais um pouco.

Ele sussurra de volta.

Minha mãe tem olhos de águia e uma ótima audição, então não poderíamos nos arriscar fazer um barulhinho sequer. Jungkook solta um suspiro depois de alguns segundos e me abraça colocando sua cabeça em meu pescoço. Um arrepio toma conta de mim após ele puxar o ar.

— Como você vai sair?

O afasto um pouco de mim para olhar em seu olhos.

— Sua mãe vai sair da sala?

— Ela costuma a ficar um bom tempo...

Ele não responde e me encara fascinado com algo.

— O que foi?

— Por que tão fofo?

Ele sorri mostrando seus dentes brancos como leite.

Tem uma coisa que devo comentar, quando Jungkook sorri, seus dentes da lateral, mais conhecidos como caninos, ficam a mostra, ele fica lindo. Ainda por cima seu piercing ao canto de sua boca dá um toque sexy e lindo ao mesmo tempo...

— Eu fofo?

Sorri sarcástico.

Ele coloca o indicador sobre meus lábios e o escorrega lentamente para baixo. Jungkook encara minha boca ainda com o sorriso, mas ele já estava sumindo de sua face. Abro minha boca mordendo seu dedo com meus dentes incisivos e com um sorriso. Jungkook sorri de volta mordendo seu lábio inferior encarando minha boca. Logo solto seu dedo após passar a língua nele. Jungkook coloca o dedo que eu coloquei na boca na dele. Ele segura minha nuca me puxando para perto dele, o mesmo passa sua língua em cima de meus lábios molhando-os. Então abro a boca para que ela entre dentro da mesma. E então começamos um beijo lento fazendo alguns estalos com nossas bocas. Coloco minhas mãos sobre seus ombros e ele descansa suas mãos em minha cintura como sempre. 

Às vezes eu chupava sua língua fazendo-o sorrir, sem contar das leves mordidas que eu dava em seu beiço superior.

Enquanto nos beijávamos, deu para escutar minha mãe voltando ao seu quarto e fechando a porta. Dava muito bem para Jungkook ir agora, mas estava difícil falar: "Jungkook, pode ir. Eu sei que o beijo está ótimo, mas você tem que ir."

Impossível, não?

Ele para de me beijar e solta um sorriso. Sinto sua mão me puxando fora do canto onde estávamos e me guiando até minha cama, onde sou jogado. Ele sobe por cima de mim prensando meu pulso com suas mãos contra o colchão macio. Nossas bocas voltar a se juntarem e nossas línguas se explorarem. 

Depois de alguns segundos ele desce sua boca para meu pescoço e depois aos meu ombros, onde ele distribui vários beijos. Depois ele me solta e se senta confortando as costas no travesseiro apoiado na cabeceira. Me sento em seu colo abrindo as pernas e sentindo seu membro ereto em minha bunda e seguro seu maxilar observando-o com um sorriso. Agora eu passo minha língua sobre seus lábios fazendo-o arfar. Logo começamos a nos beijar novamente, um pouco selvagem dessa vez.

Mexo meu quadril após ele puxar minha cintura para mais perto de si. Jungkook solta um arfar quando eu rebolo em cima de seu membro mais do que ereto dessa vez.

— Posso?

Sua voz rouca possui meus tímpanos me vibrando todo.

Assinto permitindo que ele tire minha blusa. Sem demora ele a retira jogando-a no chão. Jungkook sobe por cima de mim ficando entre minhas pernas, ele puxa uma das mesmas e a coloca por cima da cintura acariciando-a enquanto me beijava. Logo o maior retira a camiseta e começa a beijar meu pescoço me excitando mais ainda, claro, eu já estava duro.

Em um movimento rápido ele coloca a mão em cima de meu membro, mas o tecido de minha box e minha calça atrapalhava seu contato, e óbvio que eu queria mais contato, eu estava morrendo de tesão. 

— J-Jungkook, vai logo...

Sussurro para ele que estava beijando meu abdômen enquanto eu mordia meu lábio inferior e mantinha os olhos fechados.

— Como quiser.

Ele retira minha calça e minha peça íntima deixando meu membro exposto a ele.

Jungkook segura meu membro e começa a me bombear. O mesmo sobe até minha boca selando-a com a dele enquanto me tocava com um sorriso mostrando os dentes e me apreciando enquanto eu arfava e mordia meu lábio inferior.

— Olhe para mim...

Ele sussurra no pé de minha orelha, então faço seu desejo.

Encaro-o ainda mordendo o lábio e lutando para manter meus olhos abertos, pois eles estavam entreabertos tentando focar em suas pupilas escuras. Jungkook sorri mostrando seus caninos e seus dentes brancos perfeitos, tentei sorrir de volta, mas falhei, pois me ápice estava chegando. Quando ele percebe começa a me bombear mais rápido e mais forte, e então liberei meu líquido em suas mãos que agora me soltam.

— É tão bom te ver assim...

Ele sussurra rouco mordendo o lóbulo de minha orelha me arrepiando.

Meu corpo entra em chamas.

Sorri ainda com olhos fechados de cansaço. Mas logo os abri após Jungkook colocar seu indicado em meus beiço pedindo passagem para minha boca.

Então já saquei.

— J-Jungkook, e-

— Calma, irei com calma.

Assenti com a cabeça ainda nervoso, pois vocês sabem que eu nunca fiz isso.

Mas espera, para fazer isso precisa de lubrificante, não?...Ata, por isso que ele quer que eu chupe seu dedo...

Faço o que ele manda, chupo seus dois dedos que ele coloca em minha boca. Logo Jungkook os retira e desce até meu abdômen novamente. Ele segura meu membro massageando-o com uma mão, e com a outra coloca um dedo em minha entrada, então fechei os olhos esperando que ele entrasse dentro de mim. Jungkook penetra um dedo lentamente enquanto ainda massageava meu membro lentamente. Ele começa a fazer movimentos lentos com o dedo dentro de mim, me deixando com muito tesão novamente.

Fecho os olhos e mordo fracamente meus lábios e depois passo minha língua molhando-os e apertando os dentes. Logo Jungkook colocou o segundo dedo dentro de mim e continuou fazendo os movimentos vai e vem com eles. Nesse ponto, eu já não aguentava mais.

— Jungkook, v-vai...

Imploro com uma voz manhosa.

Ele atende meu pedido, então pude escutar ele abrindo o zíper e o botão de sua calça jeans preta que estava usando. Logo olho para Jungkook, ele me observava com um sorriso mostrando os dentes ajoelhado na cama e com os olhos entreabertos atiçando mais ainda seu membro mais ereto e duro do que pedra. Não demorou para ele posicionar seu membro em minha entrada...

Não vou mentir, eu estava ainda nervoso. 

Até que ele coloca sua glande dentro de mim, em seguida seu membro entra por inteiro dentro de mim.

— Jungkook...

Falo arfando com a boca em formato de "O".

Jungkook começa a movimentar seu membro dentro de mim lentamente. Ele realmente estava indo com cuidado.

— Jimin, relaxe...

Descontraio meus músculos após ele pedir.

Eu deveria ter feito isso antes, mas o medo da dor ser pior foi grande.

Jungkook coloca suas mãos em minha cintura e aumenta a velocidade, pois ele estava chegando em seu ápice, e eu não estava muito longe dele.

Gozamos.

Depois de alguns minutos, ou segundos, gozamos ao mesmo tempo. Ele nos limpa com meu cobertor e então pude relaxar mais ainda. Logo o mesmo se deita ao meu lado vestindo a calça e eu visto a minha. Uma coisa eu estou ciente...

Amanhã ficarei dolorido, mas espero que não.


Notas Finais


Eu sei q muitos de vcs estavam esperando por isso kkkkk. Cara, imagine eu, plena, escutando "Bad Guy" (Billie Eilish) enquanto escrevo esse capítulo? Nossa, amei hausahushaus. Entt coloquei o nome de Bad Guy...😜❤

Gostou da capa?
Capa feita por: @Littleyoon_

Quer conhecer melhor o trabalho dela?
Canal:

https://www.youtube.com/channel/UCBvem058Ok9wvSYM2Jmvk_A

⚠️Inscreva-se!!❤

Leia também:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/water-and-wine-17788256


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...